Arquivo do dia: 19/03/2010

Uma Noite em 67 – É TUDO VERDADE

O filme Uma Noite em 67, de Renato Terra e Ricardo Calil, foi o selecionado para abrir a 15ª edição do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, em Sampa, próximo dia 8. Uma Noite em 67 é de arrepiar. Uma fascinante viagem na máquina do tempo”, testemunha o crítico Amir Labaki, diretor do É Tudo Verdade

Segundo a dupla Renato e Ricardo, ambos estreantes na direção, o longa foi concebido como um convite para viver a final do III Festival de Música Popular, que se transformou num marco da história cultural do Brasil. Além das imagens de arquivo, os grandes finalistas Chico Buarque, Caetano Velloso, Roberto Carlos, Gilberto Gil, Edu Lobo e Sérgio Ricardo enriquecem o documentário com depoimentos inéditos sobre aquela noite.  

A idéia é que a sala de cinema reproduza um pouco da estrutura do teatro da Record, com as pessoas sentadas diante daquele espetáculo que está acontecendo na frente delas. Fizemos um filme que não dá muitas respostas prontas, opiniões fechadas. Estamos propondo uma experiência”, explica Renato Terra.

Uma Noite em 67 é uma produção da Videofilmes.  Mais informações www.umanoiteem67.com.br e www.eradosfestivais.com.br 

É Tudo Verdade 

O festival acontece entre 8 e 18 de abril em São Paulo e entre 9 e 18 de abril no Rio de Janeiro.  É Tudo Verdade é o principal evento dedicado à cultura do documentário da América Latina.

A sessão de abertura é exclusiva para convidados e a entrada é gratuita em todas as demais sessões.  

Ficha técnica

Direção: Renato Terra e Ricardo Calil

Coprodução: VideoFilmes e Record Entretenimento

Produção executiva: João Moreira Salles e Maurício Andrade Ramos

Consultoria: Zuza Homem de Mello

Direção de Fotografia: Jacques Cheuiche

Som: Valéria Ferro

Montagem: Jordana Berg

Mixagem: Denilson Campos

Produção: Beth Accioly

Coordenação de produção: Carolina Benevides

Coordenação de finalização: Bianca Costa

Pesquisa: Antônio Venâncio

 João Moreira Salles: Documentarista de escol, tudo que o cineasta produz é de excelente qualidade

CURTA AMAZÔNIA INCENTIVA CRIAÇÃO de ROTEIRO

Visando a estimular novos talentos na área de roteiro para cinema, Carlos Levy (organizador do Festival de Cinema CURTAMAZÔNIA) conclama estudantes, profissionais liberais e a comunidade de Porto Velho em geral para esta nova campanha de estímulo e incentivo à criação de histórias para virar roteiro cinematográfico. 

É isso mesmo!!! Você que gosta de escrever as mais diferentes histórias, seja do cotidiano ou não, faça isso a partir de agora e concorra a uma PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA EM VÍDEO após a realização do 1º Festival de Cinema CURTAMAZÔNIA/2010

Sua história será sorteada durante o festival. O VENCEDOR terá a sua disposição uma equipe de cineastas de Rondônia e Belém para auxiliar na execução de seu roteiro cinematográfico e equipamentos para realização de seu filme de curta-metragem.

Não perca tempo, seja criativo e comece a escrever sua história que ela vai virar roteiro cinematográfico e depois um filme. 

É simples: escreva sua história e mande para o endereço abaixo. Inscrições gratuitas.

As locações das produções se limitam à capital de Porto Velho. Consta no kit de produção cinematográfica: Finalização do roteiro, externas com cinegrafista, equipe de produção, finalização digital, GC e 100 Cópias em mídia DVD do material finalizado.

 PROMOÇÃO: ASSOCIAÇÃO CURTA AMAZÔNIA

PARCERIA: ABD/RO, Imprensa e sites parceiros do Estado de Rondônia.

 Mande sua história somente para o seguinte endereço:

 ASSOCIAÇÃO CURTA AMAZÔNIA

Rua Raimundo Cantuária, 712-B, Bairro Baixa União, CEP: 76.805-862, Porto Velho-RO

Informações: (69) 3224-7077 – festival@curtamazonia.com

TELA BRASIL de graça

Alessandra Negrini aceitou convite da cineasta Laís Bodanzky e vai assistir e comentar os curtas-metragens produzidos pelos alunos das Oficinas Tela Brasil, destinadas a jovens de baixa renda. A sessão, aberta ao público e gratuita, acontece no próximo sábado (20), às 16h, no Ceu Campo Limpo em São Paulo.

Enquanto isso, do outro lado da cidade, os moradores de Jaguara recebem o Cine Tela Brasil entre dias 18 e 20, com sessões gratuitas de filmes nacionais, com patrocínio da Fundação Telefônica.

Os dois projetos são coordenados pelos cineastas Luiz Bolognesi e Laís Bodanzky, que estréiam em abril As Melhores Coisas do Mundo, em todo o país.

Anote:

Oficinas Itinerantes de Vídeo Tela Brasil no Campo Limpo (SP)
Coordenação: Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi
Pré-estreia dos curtas-metragens: Sábado (20.03), às 16h, com Alessandra Negrini
Local: Ceu Campo Limpo

Cine Tela Brasil em São Paulo (Jaguara)
Local: Campo de futebol da Associação de Amigos da Vila Piauí – Rua Barra do Garça, s/n, esquina com a Rua Osvaldo Nascimento, Vila Piauí – Jaguará
Data: 18, 19 e 20 de março (quinta, sexta e sábado)

Programação:

– 8h30: O Grilo Feliz e os insetos gigantes (Livre)
– 10h: A Era do gelo 3 (Livre)
– 13h30: O menino da porteira (12 anos)
– 15h30: Se eu fosse você 2 (10 anos)

Site: http://www.cinetelabrasil.com.br