Arquivo do dia: 28/04/2010

WALTER SALLES: Homenagem na Califórnia

 

Walter Salles recebe amanhã, 29, o Director’s Award do San Francisco Film Festival, outorgado anualmente a um diretor pelo conjunto da sua obra. No passado, cineastas como Akira Kurosawa, Francis Ford Coppola, Martin Scorsese e Gus Van Sant receberam a homenagem. 

Antes da premiação, Walter Salles participa de uma conversa no palco com o diretor mexicano Alejandro Iñárritu. Em seguida, o prêmio será entregue por Roman Coppola.

Na mesma noite, Walter Salles mostrará trechos do documentário que está preparando sobre Jack Kerouac e seu livro On the Road. O San Francisco Film Festival também homenageará este ano o ator Robert Duvall e o roteirista e distribuidor James Schamus

Walter Salles com Daniela Thomas e os atores de LINHA DE PASSE: mais uma homenagem internacional

Na sexta, 30 de abril, Walter Salles dará um Master Class para estudantes de cinema e apresentará seu mais recente longa, o belo e premiado Linha de Passe em Berkeley, Califórnia.

VIVA WALTER SALLES !, Cineasta que cativa pela generosidade, doçura e elegância, e encanta pelas belas obras

João Falcão e os CLANDESTINOS

A história de jovens atores que buscam uma chance no show business é o tema de Clandestinos, peça de teatro de João Falcão que está sendo transformada em série homônima na Globo este ano.

O piloto da produção, que terá sete episódios, foi gravado dias atrás, em locações no Centro, Cinelândia, Praça Paris e Santa Tereza, no Rio. O elenco será o mesmo da peça, com 14 atores jovens e desconhecidos do grande público, e algumas participações especiais.

O mais divertido é que os famosos participarão da série como eles mesmos, como é o caso do diretor Dennis Carvalho e do ator Fábio Assunção.

Clandestinos deve estrear no segundo semestre.

O Livro de MARILYN

Livro com textos de Marilyn Monroe será publicado no segundo semestre nos EUA

   

Textos raros sobre vida, literatura e outros assuntos, de autoria da atriz Marilyn Monroe, serão publicados no segundo semestre nos EUA.

A editora Farrar, Straus & Giroux anunciou hoje: o livro Fragments (fragmentos) será publicado em outubro. O editor Courtney Hodell disse que a obra vai incluir poemas, fotografias, reflexões sobre o terceiro marido dela, o dramaturgo Arthur Miller, e sobre outros homens de sua vida, além de referências a textos de Samuel Beckett, James Joyce e a vários outros autores.

“Acho que o livro vai mostrar que ela era uma pessoa cheia de ideias, com uma vida interior real. Ela era uma grande leitora e alguém que tinha estilo para escrever. Há fragmentos de poesia que são bastante bonitos, linhas que fazem você prestar atenção”, disse Hodell.

O livro vai ter ainda um longo ensaio assinado pelo primeiro marido da atriz, James Dougherty, notas sobre sua atuação e papéis nos quais ela trabalhou, lista de resoluções e uma carta para o treinador de atores Lee Strasberg.

Os escritos começam em 1943, quando ela era adolescente, e vão até o fim de sua vida. Marilyn foi encontrada morta em sua casa em Los Angeles em 1962 aos 36 anos. A causa de sua morte foi registrada como provável suicídio, apesar de várias teorias sobre assassinato.

Hodell diz que há passagens que fazem ela “parecer suicida”, mas o editor não quis dizer em que anos foram escritas. Ele também não comentou como a atriz se referiu a Joe DiMaggio, seu segundo marido, ou ao presidente John F. Kennedy, com quem ela teve um ruidoso caso amoroso. Hodell apenas afirma que há “coisas sobre todos os relacionamentos dela”.

O livro foi encomendado por Anna Strasberg, que gerencia o espólio de Marilyn e é viúva de Lee Strasberg, americano que introduziu o método teatral de STANISLAVSKI nos Estados Unidos.