Arquivo do dia: 19/06/2010

Neville d’Almeida em Fortaleza

Cineasta Neville d’Almeida inaugura série O Cinema e a Cidade no Papo XXI

 

Diretor de filmes que uniram invenção artística e consagração popular, como “A Dama do Lotação” (1978), “Os Sete Gatinhos” (1980), “Rio Babilônia” (1982), “Matou a Família e Foi ao Cinema” (1991) e “Navalha na Carne” (1997), o cineasta Neville d’Almeida inaugura a série especial O Cinema e a Cidade, dentro do programa de debates Papo XXI.

 

Além de cineasta, Neville d’Almeidanascido em Belo Horizonte (MG), – é fotógrafo, roteirista, ator, desenhista, escultor e criador de intervenções espaciais e instalações.

Com entrada franca, o debate acontece na próxima terça, 22, às 19 h, no cineteatro do Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza. No debate, o cineasta compartilhará sua história de vida, trajetória artística e metodologia de trabalho com o público presente ao CCBNB-Fortaleza.

O objetivo da série O Cinema e a Cidade é proporcionar um intercâmbio de reflexões, idéias e ideais sobre o fazer audiovisual. O projeto foi idealizado e será realizado pelo Centro Cultural Banco do Nordeste, em parceria com a Vila das Artes – Escola Pública de Audiovisual, equipamento da Prefeitura de Fortaleza vinculado à Secretaria de Cultura (Secultfor), que desde 2006 fomenta a formação em arte, apoio à produção e incentivo à pesquisa e à difusão cultural.

Em Floripa, CINEMA é das Crianças

 

Primeiro final de semana terá também animação indicada ao Oscar, obra-prima de Bollywood, sessões competitivas de curtas, shows, oficina de boneca Abayomi e lançamento de livro
 

 
 

HOJE, 19 de junho, é dada a largada para a 9ª edição da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, que até 4 de julho apresenta uma programação diversificada e exibe um total de 92 filmes no Teatro Governador Pedro Ivo, na capital catarinense.

 

A abertura do evento está marcada para as 14h, com a pré-estreia nacional do longa-metragem Eu e meu guarda-chuva, de Toni Vanzolini, vencedor do 1º Pitching da Mostra, que tem lançamento comercial previsto para outubro deste ano. A sessão contará com a presença do diretor e de atores que participam de bate-papo com o público.

 

Logo após, às 16h, a Sessão Diversidade Brasil exibe os primeiros curtas da Mostra Competitiva. A sessão inclui os filmes paulistas Ernesto no país do futebol, de André Queiroz e Thaís Bologna; e Godofredo – O rádio de Eva Furnari; Sorria, de Bruno Vaks, do Rio de Janeiro; Garoto Barba, do paranaense Cristopher Faust; Vai dar samba, animação do carioca Humberto Avelar; e Doido Lelé, da baiana Ceci Alves. Este último contará com a presença do ator mirim Vinicius Nascimento (Ó paí Ó e Capitães de Areia), que fará uma performance musical, inspirada no seu personagem. No filme, ele é Caetano, um garoto que deseja ser cantor de rádio na década de 50 e tenta a sorte em shows de calouros.

 
Filme Eu e Meu Guarda-Chuva tem estréia nacional

Outro destaque deste primeiro dia do evento é a pré-estreia internacional do filme indiano Somos todos diferentes (Taare zameen par), de Aamir Khan, que ocorre às 18h. A sessão é indicada para crianças acima de 10 anos e terá legendas em português. Professores têm entrada gratuita na sessão. Considerado uma obra-prima da cinematografia de Bollywood, o filme conta a história de uma criança que sofre com dislexia e custa a ser compreendida.

 

A criançada que for conferir a programação da Mostra neste sábado, também poderá participar gratuitamente da oficina de bonequinhas Abayomi, que inicia às 18h.  O ministrante Luiz A. Dutra Rodrigues ensinará a confeccionar as bonecas negras Abayomi, feitas com sobras de pano, sem uso de costura ou de cola. As inscrições serão realizadas no local. 

 

Às 17h30, no Palquinho da Mostra ocorre o lançamento do livro Cartas entre Marias: Uma viagem à Guiné-Bissau, de Virginia Maria Yunes e Maria Isabel Leite (editora Evoluir Cultural, R$ 25,00). Voltado para o público infantil e juvenil, o livro trata da troca de cartas entre as duas amigas de colégio, iniciada quando o pai de uma delas foi convidado para fazer uma pesquisa sobre plantas medicinais em uma aldeia no interior da Guiné-Bissau, na África. O Palquinho também recebe o grupo Africatarina, formado por 25 crianças das comunidades da Praia da Armação e da Lagoa do Peri que, ao som dos batuques de tambores, homenageiam a música e a cultura africanas.

 

A programação segue no domingo, 20 de junho, com horários especiais, devido ao jogo do Brasil na Copa do Mundo. Inicia às 9h30, com a Sessão Internacional, em que serão exibidos curtas do Irã, Alemanha e da Espanha, na língua original, sem dublagem e sem legendas. Os filmes são de fácil compreensão – tanto que a sessão é indicada para crianças a partir de 4 anos, que poderão ter contato com línguas estrangeiras.

 

Às 10h30, ocorre a segunda sessão Diversidade Brasil, da Mostra Competitiva. Em exibição, os curtas À moda antiga, de Bruno Carvalho, do Rio Grande do Sul; de São Paulo, Os anjos do meio da praça, de Alê Camargo e Carolina Carrossine, e Vivi Viravento, também de Alê Camargo; do Paraná, os filmes O muro e Eu não sei andar de bicicleta, de Diego Florentino; e do Rio de Janeiro, Desentralha de Mauricio Castaño e Direita é a mão que você escreve, de Paula Santos.

 

A pré-estreia Internacional do longa-metragem O segredo de Kells (Brendan et le secret de Kells), de Tomm Moore, coprodução entre Irlanda, França e Bélgica indicada ao Oscar de melhor animação em 2010, encerra a programação deste domingo. O filme é resultado de uma parceria de quatro produtoras, entre elas, a brasileira LightStar, de Marcelo de Moura. Na equipe brasileira trabalharam 50 profissionais, grande parte recém-formados pela ArtAcademia, escola de artes digitais do diretor Moura. A animação, feita de forma tradicional, conta a história de um pequeno monge celta que mora no mosteiro de Kells, cercado por muralhas contra os vikings. Curioso, o garoto faz incursões pela floresta encantada, conhece uma criatura mágica e ajuda a fazer um lendário livro de ensinamentos. 

Durante a semana, a Mostra segue com as Sessões Escola e Mostra Itinerante. A entrada é franca nas sessões durante a semana e R$ 2,00 nas sessões dos finais de semana.

Mais informações: www.mostradecinemainfantil.com,br

Maradona rouba Atenção na África

Verón volta aos treinos, mas Maradona monopoliza holofotes

Torcida parece vibrar mais com MARADONA do que com os próprios craques da seleção atual… VIVA MARADONA !, eterno  nos corações de quem aprecia o futebol-Arte !

CineCE Começa na Quinta

  

MURO DE BERLIM no

20º CINE CEARÁ

 

 A 20ª edição do Cine Ceará, a ser realizada de 24 deste a 1º de julho em Fortaleza, terá algumas mostras paralelamente à Mostra Competitiva de longa e curta-metragem. Uma delas é a Mostra Memórias do Muro, que vai retratar uma das fronteiras mais midiáticas da história, o Muro de Berlim, que foi sem dúvidas o símbolo mais visível da Guerra Fria e da divisão do mundo em dois blocos.

 

Com Lúcía Ramos como curadora, a mostra reúne 11 produções, dentre elas documentários e filmes de ficção, que abordam a temática sobre diversas perspectivas, enfocando aspetos da realidade cotidiana e refletindo os conflitos humanos numa cidade e num mundo dividido.

Entre os filmes documentos históricos das cinematografias da Alemanha oriental e ocidental, assim como sete produções inéditas no Brasil. (Confira a programação e as sinopses de cada filme no final deste release). Uma dessas produçõs inéditas é o filme Coelho à Berlinesa, de Bartek Konopka e Piotr Rosolowski, que foi indicado ao Oscar em 2010 na categoria de Melhor Documéntario de Curta-metragem.

 

Stefan Weinert, diretor do filme Contra o Muro, também inédito, é um dos convidados da mostra e tem presença confirmada no evento. Stefan se formou como ator em Colônia e Nova York e estudou cenografia na Escola Superior de Artes Aplicadas de Viena. Desde 2001 trabalha principalmente como ator em produções alemãs e internacionais. Como produtor e diretor realizou os curtas-metragens: Samstag Nacht (2000), The right one (2000) e Always Sergej (2002). O documentário Contra o Muro (Gesicht zur Wand, 2009) é seu primeiro longa-metragem. 

 

O 20º Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura e Desporto, e do Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual. A Realização é da Associação Cultural Cine Ceará e conta com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

 

Sobre o Muro de Berlim

 

Levantado em 1961 sem prévio aviso, dividiu a cidade durante 28 anos, deixando um grande número de mortos, separando famílias e ocasionando grandes dramas pessoais. Construído pelo governo da Alemanha Oriental sob o nome de “Muro de Proteção antifascista”, com o objetivo de proteger a República Democrática Alemã da agressão ocidental, deixou a Zona Oriental praticamente isolada e não só tentou bloquear a influência capitalista mas também impediu a emigração dos próprios cidadãos. Sua queda em 1989 representaria o fracasso de uma ideologia e a desaparição de um mundo.

 

Do Muro de Berlim se conserva em pé pouco mais de um quilômetro. O resto virou uma linha de paralelepípedos que cruza a cidade como uma cicatriz quase imperceptível, mas as marcas que deixaram os 28 anos de Muro e os 40 anos da existência de dois estados tem tardado muito tempo em se apagar e evidentemente até hoje desapareceram completamente. À reunificação política de 1990 seguiu um longo processo de integração cultural que ainda não se concluiu. Muito além da divisão da Alemanha em dois sistemas políticos diferentes  foram as respectivas estruturas sociais e mentais que trouxeram consigo este choque cultural. Tanto assim que nos anos seguintes à queda do Muro muitos alemães orientais se sentiam estrangeiros no seu próprio país, e, sobretudo para estes, a reunificação desencadeou uma crise de identidade e uma necessidade de reafirmação semelhante à de um emigrante. Mais do que uma “reunificação” o que aconteceu foi uma quase total absorção do Oriente pelo Ocidente, do Socialismo pelo Capitalismo.

 

Como “perdedores” da Guerra Fria, foram os habitantes do lado socialista os que tiveram que se adaptar a um novo sistema. A velocidade vertiginosa com que aconteceu o desmantelamento da República Democrática Alemã fez que, de um dia para o outro, toda uma geração assistisse ao desaparecimento das suas referencias culturais e à substituição de todos os elementos identificatórios que constituíam sua identidade nacional e sociocultural.

 

PROGRAMAÇÃO MOSTRA MEMORIAS DO MURO

Espaço Unibanco de Cinema Dragão do Mar – sala 2

Sempre às 16h

Dia 25 de junho

PAISAGEM ORIENTAL / ÖSTLICHE LANDSCHAFT / PAISAJE ORIENTAL

INÉDITO
Eduard Schreiber.
Documentário. 13 Min. Alemanha. 1991

DEPOIS DA QUEDA / NACH DEM FALL / DESPUÉS DE LA CAÍDA

Frauke Sandig, Eric Black. Documentário. 85 Min. Alemanha. 1999

Dia 26 de junho

A FRONTEIRA / DIE GRENZE / LA FRONTERA

Franz Winzentsen. Animação. 2.20 Min. Alemanha. 1995

O OUTRO LADO /  DIE ANDERE SEITE / EL OTRO LADO

Ellie Land. Documentário animado. 5 Min. Inglaterra. 2007

 O PANORAMA / DIE AUSSICHT / EL PANORAMA

Kurt Krigar. Documentário. 10 Min. República Federal da Alemanha RFA. 1965

 

COELHO À BERLINESA / MAUERHASE / CONEJO A LA BERLINESA

INÉDITO
Bartek Konopka. Documentário. 39 Min. Polónia/Alemanha. 2009

Dia 27 de junho

CONTRA O MURO / GESICHT ZUR WAND / CONTRA EL MURO

INÉDITO

Stefan Weinert. Documentário. 85 Min.  Alemanha.  2009

 Dia 28 de junho

ADEUS LENIN! / GOOD BYE LENIN! / ADIOS LENIN

Wolfgang Becker. Ficção 121 Min. Alemanha. 2003

Dia 29 de junho

PELOS NOSSOS FILHOS / FLUCHT INS VATERLAND-DER KINDER WEGEN / POR NUESTROS HIJOS

INÉDITO                                                                                                          
Winfried Junge, Hans Kracht.
Documentário. 16 Min. República Democrática Alemã RDA.1965

 O DESTINO DE UM SOLDADO DE FRONTEIRA/ HELDENTOD – DAS SCHICKSAL EINES GRENZSOLDATEN/ EL DESTINO DE UN SOLDADO DE FRONTERA

INÉDITO

Britta Wauer. Documentário. 50 Min. Alemanha. 2001

 

Dia 30 de junho

E TEU AMOR TAMBÉM / UND DEINE LIEBE AUCH / Y TU AMOR TAMBIÉN

INÉDITO

Frank Vogel. Ficção. 92 Min. República Democrática Alemã RDA. 1962