Arquivo do dia: 20/06/2010

Performance por uma causa justa

 

 SSanta ceia  de UIMAR JUNIORanta Ceia de Uimar Júnior registra

SAN Santa Ceia – Desequilíbiro Social, performance do ator Uimar Júnior na abertura do 1º Salão de Artes Plásticas de São Luís.

Premiado nas versões da Coletiva de Maio realizada em 1991, com Escultura Viva; em 1992, com Busto Vivo e em 1993 com “Chega de meio ambiente, lute por um inteiro”, Uimar Júnior com sua sátira do universo político brasileiro, parodiando a obra de Da Vinci à moda de Brasília, foi a principal atração da primeira noite em que poucos artistas prestigiaram o evento.

* Texto de Henrique Dubois 

O ator e performer UIMAR JUNIOR surpreendeu mais uma vez com a apresentação da santa ceia viva – desequilibrio social onde tenta conscientizar através do símbolo do Congresso Nacional a desiqualdade que há em relação Brasília e o resto do Brasil.
O prato para cima representando o poder ditado pelos políticos.
O prato emborcado a classe mais sofrida.
O cristo com a faixa na cabeça com a frase ficha limpa….. acho que só ele mesmo …

interessantíssimo e foi a grande atração da inauguração.
Uimar levou os prêmios nas três coletivas de Artes Plásticas do Maranhão:
* 1991 com a escultura viva.
* 1992 com o busto viivo.
* 1993 com a performance – chega de meio ambiente, lute por um inteiro.

UIMAR é considerado pioneiro na arte do estatuísmo no Brasil e a crítica nacional o considera um dos melhores performes do Brasil.

* O texto é de Elvando Burity

Francisco Lombardi no CineCE

Diretor, crítico, produtor de cinema e tv, o cineasta mais internacional e reconhecido do Peru, Francisco Lombardi nasceu em Tacna em 1949. Em 1968 foi para a Argentina estudar na Escola de Cinema de Santa Fé, fundada por Fernando Birri até sua intervenção pelo governo militar. Voltou a Lima para terminar seus estudos de direção cinematográfica, começando filmar seus primeiros curtas-metragens em 1974.

Em 1977, Lombardi estreou na direção de longas-metragens com Muerte al amanecer, um duro manifesto contra a pena de morte, cujo sucesso comercial e crítico lhe permitiu assumir rapidamente seu segundo longa Cuentos Inmorales. A partir dai Lombardi dirigiu outros 15 longas-metragens. La ciudad y los perros foi o filme que o tornou conhecido no âmbito ibero americano e fez dele um dos principais diretores hispânicos da década. Este filme marcou duas das principais características do seu cinema: o apoio a obras literárias de tema contemporâneo e sua obsessão por denunciar a repressão e as agruras da vida militar.Seu trabalho no cinema tem sido reconhecida em homenagens e retrospetivas em diversos fóruns internacionais, como nos festivais de Havana, Friburgo, Huesca, Trieste, entre outros.

 C:\Users\estacao5\Desktop\20CineCe_AnuncPágSIMPLES.jpg

Filmografia
Muerte al amanecer, 1977
Cuentos inmorales, 1978
Muerte de un magnate, 1980
Maruja en el infierno, 1983
La ciudad y los perros, 1985
La boca del lobo, 1988
Caídos del cielo, 1990
Sin compasión, 1994
Bajo la piel, 1996
No se lo digas a nadie, 1998
Pantaleón y las visitadoras, 1999
Tinta roja, 2000
Ojos que no ven, 2003
Mariposa negra, 2006
Un cuerpo desnudo, 2009
Ella, 2010

Ioiô Filmes: De Graça na web

 

ELO COMPANY disponibiliza na web, gratuita e

democraticamente, curtas de sucesso da Ioiô Filmes.

 

São 11 curtas da produtora, acessíveis pelo www.elocinema.com.br

A ELO COMPANY empresa pioneira em mídias digitais e distribuição de conteúdo audiovisual, acaba de firmar parceria com a Ioiô Filmes no sentido de disponibilizar gratuita e democraticamente na internet 11 curtas metragens de sucesso da produtora. Três deles são inéditos na web: “Alice”, “Espalhadas pelo Ar” e o premiadíssimo “Saliva”.

A Ioiô Filmes conquistou fama imediata na web com seu curta “Tapa na Pantera”, de 2006, dirigido por Esmir Filho, Rafael Gomes, Mariana Bastos.

Em seguida, a produtora Ioiô Filmes passou a ter repercussão em vários festivais nacionais e internacionais graças à qualidade de seus filmes e à sua sensibilidade em retratar o universo adolescente.

Agora em 2010, Esmir Filho estreou na direção de longas com o elogiado “Os Famosos e os Duendes da Morte”.  

Confira os curtas da Ioiô Filmes disponíveis no www.elocinema.com.br


Alice, 2005. INÉDITO NA WEB
Direção: Rafael Gomes
Um jovem casal separado pela distância e pelo tempo tenta se reencontrar, driblando o medo, a insegurança e as dúvidas do amor.

15 minutos.

Espalhadas pelo Ar, 2007. INÉDITO NA WEB
Direção: Vera Egito
Nas escadas de serviço de um prédio residencial, meninas fumam escondido dos pais. Tiram suas roupas, para evitar que o cheiro de fumaça as denuncie. Uma mulher de 30 anos mora no mesmo prédio das meninas e, presa em um casamento infeliz, inicia seu caminho rumo à liberdade.

15 minutos.

Saliva, 2007. INÉDITO NA WEB
Direção: Esmir Filho
Uma viagem na mente de uma menina de 12 anos prestes a dar seu primeiro beijo. Dúvidas e medos mergulhados em saliva. 15 minutos.

Perto de Qualquer Lugar, 2007.

Direção: Mariana Bastos
Um filme delicado sobre o universo de descobertas e expectativas dos adolescentes quando se deparam com o amor. 17 minutos.

Elo, 2008.
Direção: Vera Egito
Em 19 de janeiro de 1982, Lílian vive sua primeira decepção. Aos 15 anos, depois de esperar por muito tempo, percebe que foi abandonada. Lílian volta para casa sozinha e no caminho entende o que é dor ao saber, no mesmo dia, da morte de Elis Regina.

8 minutos.

Relicário, 2008.
Direção: Rafael Gomes
Rodrigo vai morrer aos 20 anos. Antes, interna-se em seu subconsciente e esculpe um relicário de sua vida. 18 minutos.

Nello’s, 2008.

Direção: André Ristum
Documentário afetivo sobre Nello de Rossi. Ator na Itália antes da Segunda Guerra e garçom de restaurante em Nova York por quase trinta anos, Nello chegou ao Brasil nos anos 70, abriu seu próprio restaurante, retomando sua carreira de ator, diretor e produtor. Foi uma das personalidades mais queridas da vida paulistana.

25 minutos.

Tapa na Pantera, 2006.

Direção: Esmir Filho, Rafael Gomes, Mariana Bastos
Uma brincadeira de 3 minutos que se tornou sensação na internet.
Alguma Coisa Assim, 2006.
Direção: Esmir Filho
Dois adolescentes saem para uma grande noite de diversão nas ruas de São Paulo. Eles dançam, riem, jogam e aprendem mais sobre si mesmos. 15 minutos.

Vibracall, 2006
Direção: De Esmir Filho
Duas adolescentes fazem bom uso de seus aparelhos de celular na sala de aula. 5 minutos.

Impar Par, 2005
Direção: De Esmir Filho
Em meio a pés que vão e vêm, cores e cordas de violino, o sapateiro de um pequeno vilarejo procura o par perfeito, em uma fábula de amor e sapatos. 17 minutos.

Conceição Senna: Livro no CineCE

Cinema e TV Mobilizam Ouro Preto

Na programação da Mostra de Cinema de Ouro Preto hoje, lançamento do livro

A CINEMATECA BRASILEIRA – DAS LUZES AOS ANOS DE CHUMBO

Editora UNESP
Autor: Fausto Douglas Correa Jr.

Já às 19h no cine Vila Rica, exibição do clássico Alô, Alô Carnaval, de Adhemar Gonzaga, onde se destacam as irmãs Carmen e Aurora Miranda

O Filme – Ficção, Preto & Branco, 35mm, 75min, 1936, RJ
 

Mostra de Cinema de Ouro Preto também tem seminários: um para discutir o acesso a informações públicas e Direito Autoral, e outro sobre 

A MEMÓRIA DA TELEVISÃO BRASILEIRA EM SEUS 60 ANOS

Ações, projetos e relatos de experiências sobre a preservação e acesso da memória da televisão brasileira, da era da TV ao vivo à chegada da TV Digital.

Convidados:
 

  • Ridley Silva – Supervisor Tráfego e Arquivo de Imagens – Rede Record
  • Ana Paula Goulart – Coordenadora do Projeto Memória do Jornalismo Brasileiro da UFRJ e Memória Globo – RJ
  • Alexandra Oliveira – Líder do Núcleo de Documentação e pesquisa TV Brasil – RJ
  • Kalled Adib – Superintendente de Operações da Rede TV!  – SP
  • Sabina Anzuategui – Professora, roterista e escritora – SP
  • Teder Muniz Morás – coordenador do Centro de Documentação e Pesquisa da Fundação Padre Anchieta – TV Cultura – SP

Mediador: João de Lima – Professor UFPB

Saiba mais: http://www.cineop.com.br

GUARNICÊ Começa TERÇA

A foto que anuncia o Blog é nossa Homenagem à calorosa festa do Bumba meu Boi do Maranhão, que esta semana vai estar a todo vapor na capital maranhense…

… onde na terça terá o Centro de Convenções acolhendo a 33a edição do Festival GUARNICÊ de CINEMA, o mais festeiro do Brasil !

A convite do professor Alberto Dantas, coordenador do festival, e do Departamento de Arte e Cultura da UFMA – promotora do evento – estamos afivelando as malas para curtir mais uma edição do Guarnicê, que vai do dia 22 ao dia 26.

A caminho de São Luís também o querido amigo e poeta Jorge Salomão e a incansável e doce Bernadete Duarte. Viva !

 

Bernadete, Jorge Salomão e Aurora: trio União pelo Cinema

 

A beleza e a energia contagiante das festas populares maranhenses… onde o São João é muito MAIS !