Ti-Ti-Ti Começa Muito Bem

Zé Paulo Cardeal/Divulgação

Alexandre Borges e Murilo Benício são os caras certos na hora certa nos papéis certos

A música da abertura está lá, a mesma, agora com Rita Lee, mais bossa e menos adrenalina juvenil. O enredo central é de 1985, de Cassiano Gabus Mendes. As tesouras e agulhas da abertura lá estão, 25 anos depois. Outros acordes remetem aos idos em que Jacques Leclair era Reginaldo Faria e Victor Valentim, Luiz Gustavo. Ainda assim, a novela que Maria Adelaide Amaral trouxe à tona na faixa das 19h da Globo dá pinta mais original que muito folhetim dito inédito.

Não vale dizer que novela é tudo igual. A dramaturgia de Cassiano merece montagens e remontagens à vontade. Ao preservar parte do figurino dos anos 80, digo, a abertura, a trilha e o fio condutor, a nova Ti-ti-ti afaga os saudosistas e estende a mão aos menores de 30. Se uma peça de teatro, com texto repetido pelos mesmos atores por meses, produz um espetáculo diferente a cada dia, que reforma não opera uma mudança inteira no elenco, 25 anos depois ? Bingo, é outra novela.

Betty Gofman e Malu Mader: amigas e companheiras de elenco em Ti Ti Ti

Isis Valverde: mocinha sofredora no horário das 19h

Davi Lucas: jovem ator, revelado em seriado com Luís Fernando Guimarães, já disse que veio muito bem no primeiro capítulo. Saravá !

Cristina Padiglione – O Estado de S. Paulo

* N.R: Quem viu, quer acompanhar: primeiros capítulso da novela Ti Ti Ti já deram bom sinal de que a novela vem pra marcar mais um belo momento na história da telenovela brasileira.

Elenco afinado, cenários e figurinos ótimos, idem a direção de arte e a trilha sonora está bárbara ! Destaque para a escalação feliz de MALU Mader, Christiane Torloni, Giulia Gam, Mauro Mendonça, André Arteche, Leopoldo Pacheco, Murilo Benício e Alexandre Borges, que deverá ser O Cara do Ano na telinha: sua primeira entrada na novela já foi arrasando ! Seu Jacques LeClair está pra lá de engraçado, inteligente, sutil… e emoldurado por uma família que promete boas gargalhadas na trama, escrita com maestria por Maria Adelaide Amaral, não fosse ela uma de nossas melhores Dramaturgas.

Claudia Raia  e Alexandre Borges: elegância dela é marcante e atuação dele, supimpa !, vai render pano pra manga

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s