“Esta Pintura Dispensa Flores”

Documentário de Luiz Carlos Lacerda no Festival do Rio

Hoje, dia 1º, às 19h, no Pavilhão do Festival do Rio (Centro Cultural da Ação da Cidadania) tem Sessão Especial do documentário Esta Pintura Dispensa Flores, do cineasta carioca Luiz Carlos Lacerda (“Leila Diniz” – 1987; “For All O Trampolin da Vitória” – 1997; “Viva Sapato!” – 2002), o Bigode, sobre Victor Arruda, pintor contemporâneo cuja obra é inspirada em pintores esquizofrênicos, no pintor norteamericano Robert Crumb, em Carlos Zéfiroartista que notabilizouse pelos famosos catecismos, HQs pornôs das décadas de 1950 e 1960 – e, em grafites de banheiros públicos masculinos.

O filme acompanha o trabalho criativo do artista, sua crítica ao comportamento e à ideologia da classe média. Sua obra pode ser encontrada nos acervos dos mais importantes museus brasileiros e coleções particulares nacionais e internacionais, apesar de suas exposições serem sempre proibidas para menores de 18 anos. Uma das características de sua pintura é o homoerotismo.

Esta Pintura Dispensa Flores (Brasil201042’Roteiro e direção: Luiz Carlos Lacerda Fotografia e câmera: Alisson Prodlik Edição: Allan Fontes e Paulo Revesz Musica original: Marcelo H. Produtora: Matinê Filmes

Onde: Pavilhão do Festival do RioCentro Cultural da Ação da CidadaniaRua Barão de Tefé, 75Zona Portuária Tel.: (21) 22337460 – HOJE, dia 1º, às 19h entrada franca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s