Arquivo do dia: 06/10/2010

Balanço Imagético de Campina Grande

Maria do Rosário Caetano, amiga querida e jornalista-arquivo do Cinema Brasileiro, me envia CD repleto de fotos feitas em Campina Grande durante a edição 2010 do ComuniCurtas…

Vou publicando aos poucos…

Obrigada pelo cuidado, amizade e atenção à nossa produção audiovisual, ! Os curta-metragistas agradecemos… E um beijo da Aurora

* Saudades de Arly Arnaud, que aparece ao meu lado e também com o documentarista Bertrand Lira e Rosário Caetano antes da sessão competitiva no SESC de Campina Grande, sempre lotada.

Aurora, Arly, Bertrand e Rosário

Arly Arnaud e cineasta Marcus Villar

André Costa, artista querido, Cineasta de Primeira !

Nas Cordas de Herbert, Arly Arnaud e Aurora Miranda Leão

Arly Arnaud, Rosário Caetano e Marcus Villar

Tô devendo à equipe do ComuniCurtas um balanço desta edição sensacional, onde Zeca Brito, Arly Arnaud, Rosário Caetano, Marcus Villar e Rafael Trindade tiveram papel fundamental…

Um beijo aos que partilhamos estes momentos e até já !

Carlos Segundo Lança Novo Filme

arte flyer.jpg

Crianças Ganham Programação Gratuita

 

Por conta do Dia da Criança, o Centro Cultural Banco do Nordeste realiza um elenco de 26 atividades infantis educativas gratuitas, na próxima terça, 12, das 10 horas às 18 horas.

No período da manhã, a partir das 10h, o destaque na programação do Especial Dia da Criança é o passeio no Trenzinho da História, conduzido pelo turismólogo Gerson Linhares. No trajeto, crianças e acompanhantes passearão por ruas e avenidas do Centro Histórico de Fortaleza, num veículo tipo trenzinho. Ainda de manhã, a partir das 11h, haverá outro passeio do Trenzinho da História.

A partir das 10h30, acontecerão três atividades simultâneas: a encenação da peça Uma rapadura, três atores e uma história, com a Cia. Sem Nome e direção de Danilo Castro; a contação de histórias, facilitada por Nádia Aguiar, utilizando o acervo de livros infantis da biblioteca do CCBNB-Fortaleza; e a oficina de dança e teatro criativo, ministrada por Jaqueline Peixoto e Andréia Pires. Às 11h, tem show de mágica O espetáculo dos sonhos”, com o mágico Goldini.

À tarde, a partir do meio-dia, mais um passeio no Trenzinho da História e mais uma edição da oficina de dança e teatro criativo. Às 12h30, o mágico Goldini ministrará oficina de Mágica. Às 13h e às 16h, haverá oficina de livros e poesia, com o poeta Ítalo Rovere. A partir das 13h30, haverá quatro sessões da Mesinha de Arte, atividade lúdica facilitada por Linda Mascarenhas, que visa à integração das crianças com as exposições de artes visuais em cartaz no CCBNB-Fortaleza. As outras três sessões acontecerão às 14h, 16h30 e 17h.

Dando sequência à programação, três atividades realizadas pela manhã serão reapresentadas: às 14h30, a contação de histórias utilizando o acervo de livros infantis da biblioteca do CCBNB-Fortaleza, com Nádia Aguiar; às 15h e às 17h, a encenação da peça Uma rapadura, três atores e uma história, com a Cia. Sem Nome e direção de Danilo Castro; e também às 15h, o show de mágica com o mágico Goldini.

O Circo Mirtes, uma das atrações da tarde, traz Palhaços (às 15h30), Malabares (às 16h), Boneca (16h30), Monociclo (16h30) e Contorcionista (17h). Às 16h30, haverá oficina de Batuque, ministrada por Éden Barbosa, que utilizará instrumentos de percussão de matriz africana (atabaques, agogôs e xequerês) como elemento criativo. A partir das 17h30, as atividades do Especial Dia da Criança serão encerradas com um espetáculo de Pirafogia. Nele, Fernando e Weberth Silva fazem mil estripulias com o fogo, mas tudo com muita segurança.

Wagner Moura em Nova TROPA DE ELITE

Faltam 2 dias para a estreia de Tropa de Elite 2. Dirigido por José Padilha e estrelado pelo sensacional ator Wagner Moura, o filme será lançado em cerca de 600 salas em todo o País na sexta, dia 8.

Na nova trama Nascimento (Moura) terá que conviver mais uma vez com a violência do tráfico de drogas, milícias e uma relação delicada com um filho adolescente. O filme, segundo o diretor José Padilha, mostra a relação da segurança pública com as esferas e interesses políticos do país.

No elenco, destaque para o ator baiano Irandhir Santos (de quem tanto nos falou a querida atriz Iziane Mascarenhas no recente festival Curta Canoa), interpreteando o professor Fraga, defensor dos direitos humanos e principal antagonista do agora Cel. Nascimento na conduta utilizada pelo BOPE para combater o crime na cidade do Rio.

E o Troféu Redentor vai para…

Mais resultados do FESTIVAL DO RIO:

“Vips”, de Toniko Melo, foi o grande vencedor da noite, ficando com prêmios de melhor filme pelo júri, melhor ator (Wagner Moura), ator coadjuvante (Jorge D’elia) e atriz coadjuvante (Gisele Fróes).

A produção é baseada no livro Vips – Histórias reais de um mentiroso, de Mariana Caltabiano, que narra as aventuras (e infortúnios) do homem que ficou conhecido como um dos maiores vigaristas do Brasil. Para realizar o sonho de ser piloto de avião, ele deixa sua verdadeira identidade e assume personalidades distintas, incluindo o filho do dono de uma conhecida companhia aérea brasileira.

O personagem central de Vips é interpretado por Wagner Moura, que não pôde ir ao Odeon porque estava em Paulínia, acompanhando o lançamento de “Tropa de elite 2”.

O júri de premiação foi composto pela atriz Bruna Lombardi, os produtores Leonardo Monteiro de Barros e Jorge Sanchez, além de Gustavo Dahl, presidente do júri.

OS VENCEDORES

CURTA-METRAGEM

Curta-metragem – voto popular
“Um outro ensaio”, de Natara Ney

Curta-metragem – júri
“Vento”, de Marcio Salem

Prêmio especial do júri
“Geral”, de Anna Azevedo
 

LONGA-METRAGEM

Melhor atriz coadjuvante
Gisele Fróes, “Vips”

Melhor ator coadjuvante
Jorge D’elia, “Vips”

Melhor roteiro
Marcelo Laffitte, “Elvis & Madonna”

Melhor montagem (edição)
“Boca do lixo”, por Vânia Debs

Melhor fotografia
“Boca do lixo”, por Adrian Terrido

Melhor documentário – voto popular
“Positivas”, de Susanna Lira

Melhor documentário – júri
“Diário de uma busca”, de Flávia Castro

Melhor atriz
Karine Teles, por “Riscado”

Melhor ator
Wagner Moura, por “Vips”

Melhor direção
Charly Braun, por “Além da estrada”

Melhor ficção – voto popular
“O senhor do labirinto”, de Geraldo Motta e Gisella de Mello

Melhor ficção – júri
“Vips”, de Toniko Melo

Festival do Rio…

Grande favorita da noite e prêmio um tanto já antecipado pela crítica, a atriz Karine Teles, de Riscado, subiu ao palco do Cine Odeon para levar o prêmio de Melhor Atriz. Emocionada, ela agradeceu à família e, sobretudo, ao diretor do filme e seu marido, Gustavo Pizzi.

Outra barbada da noite, Wagner Moura, que está em Paulínia para lançar Tropa de Elite 2, levou o Redentor de Melhor Ator por VIPs.

Já o filme Elvis e Madona ganhou seu primeiro prêmio da noite com o Redentor de Melhor Roteiro para Marcelo Lafite.

Depois disso, Walter Carvalho, o mais reconhecido diretor de fotografia do cinema nacional, entregou o prêmio de Melhor Fotografia entre os longas de ficção. O Redentor ficou com Adrian Teijido, de Boca do Lixo.