RECINE Evidencia Riqueza da Música Brasileira

Maior mostra de filmes dedicados à Música Brasileira foi aberta ontem

 A 9ª edição do RECINEFestival Internacional de Cinema de Arquivo – vai apresentar um total de 115 filmes que documentam a trajetória dos cantores, compositores, músicos e gêneros que fizeram a música brasileira do século 16 até os dias atuais. Na programação, em exibição no Arquivo Nacional, até dia 29, estão preciosidades guardadas há décadas.

“O espírito do RECINE é esse, tirar das prateleiras aquilo que está esquecido, que está guardado”, afirma o curador do festival, Clovis Molinari Jr. Cada edição é dedicada a filmes sobre um determinado tema, que têm como marca a utilização de imagens, áudio e documentação de arquivo.”Este ano, teremos filmes sobre samba, choro, música sertaneja, bossa nova, rock e até funk. O Brasil é um país enorme, e de Norte a Sul os gêneros são os mais diferentes. A nossa intenção foi mostrar essa diversidade musical brasileira”, diz Molinari Jr.

Para a realização do RECINE, o prédio do Arquivo Nacional, na Praça da República, se transforma num espaço cinematográfico, com seis salas de exibição e sessões ao ar livre, no pátio interno. A programação abrange mostras competitiva e informativa, oficina de vídeo, fórum de debates, palestras e homenagens, além do lançamento da revista RECINE, voltada para o tema do ano.

Na sessão de abertura, foi exibido o filme português Apanhei-te cavaquinho, do cineasta Ivan Dias, que conta como esse instrumento musical, de origem europeia, influenciou a música brasileira. De HOJE, 26, a sexta, 29, haverá sessões contínuas, sempre com entrada franca, das 9h30m às 18h. A sessão de encerramento, às 19h de sexta, será iniciada com uma apresentação da Orquestra Sinfônica Jovem de Campo Grande. Em seguida, haverá a entrega dos prêmios aos vencedores da mostra competitiva e uma homenagem aos músicos e cineastas Alceu Valença e Sergio Ricardo, com a exibição do filme A Noite do Espantalho, de 1974. Rodada na Fazenda Nova Jerusalém, em Pernambuco, a produção foi dirigida por Sergio Ricardo, com trilha sonora de Geraldo Azevedo e Alceu Valença, que também atuou no filme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s