Arquivo do dia: 01/12/2010

Turnê Mundial “I Am…”, de Beyoncé, Pode Ser Vista Amanhã

 

Beyoncé nas telas da UCI 

Tour mundial “I am…” será exibida nesta quinta-feira

A rede de cinemas UCI exibirá com exclusividade a turnê mundial  “I Am…”, da estrela Beyoncé, nesta quinta, 2 de dezembro.  Os fãs podem comprar os ingressos nas bilheterias ou pelo site da rede a R$ 30 (inteira).

O musical, que tem 100 minutos de duração, será exibido às 20h30 no UCI  Kinoplex Norte Shopping e às 21h30 no UCI New York City Center. A sessão é um pré-lançamento do dvd, cujas vendas começama partir de 3 de dezembro.



Mais informações e a programação completa da rede UCI: www.ucicinemas.com.br e/ou twitter www.twitter.com/ucicinemas.

 Sobre a UCI

Sinônimo de qualidade e tecnologia, a UCI (United Cinemas International Ltda), há 12 anos no Brasil, possui 16 complexos espalhados pelas principais cidades do país: Rio de Janeiro, São Paulo, Ribeirão Preto, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza e Juiz de Fora, totalizando 153 salas. No Brasil, o circuito é composto por empreendimentos da UCI Brasil e também por complexos operados em parceria com exibidores locais como os grupos Severiano Ribeiro e Orient Films. Em 2005, a UCI Brasil passou a ser controlada pela National Amusements International (NAI), que administra o Grupo Viacom e possui mais de 1.500 salas de cinema no mundo.

 Serviço:

 UCI New York City Center

Av. das Américas, 5000 Loja 301
Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ

 

Como Estará a Tela em Maracanaú

LONGAS SELECIONADOS PARA  MOSTRA COMPETITIVA  

NAVIDAD

Ficção, 103’, França/Chile

Direção: Sebastian Lelio e Manuela Martelli – Classificação: 12 anos

Cannes 2009, Quinzaine des Réalisateurs

 

LA TIGRA, CHACO

Ficção, 75’, Argentina, 2009.

Direção: Federico Godfrid e Juan Sasiaín – Classificação: 10 anos

 

MORENITA, EL ESCÁNDALO

Ficção, 92’, México, 2008

Direção: Alan Jonsson – Classificação: 14 anos

 

MASANGELES

Ficção, 122’, Uruguai, 2008

Direção: Beatriz Flores Silva – Classificação: 12 anos

 

PERDÃO MISTER FIEL

Doc, 95’, Brasil-DF, 2009

Direção: Jorge Oliveira – Classificação: 14 anos  

CURTAS SELECIONADOS À MOSTRA COMPETITIVA  

HUMANOIDE NO ROBOT

Ficção/Animação, 20’, Chile, 2010

Direção: Ignacio Ruiz – Classificação: Livre

Short Film Corner 63º Festival de Cannes

 

NA CASA AO LADO

Ficção, 6’23”, Brasil, 2009

Direção: Naiara Rimoli – Classificação: Livre

 

AO MEU PAI COM CARINHO

Ficção, 15’, Brasil – SP, 2010

Direção: Fausto Noro – Classificação: Livre

 

QUANDO AS CORES SOMEM

Animação, 15’, Brasil – SP, 2009

Direção: Luciano Lagares – Classificação: Livre

 

GAROTO BARBA

Ficção, 14’, Brasil – PR, 2010

Direção: Christopher Faust – Classificação: Livre

 

 EL CIRCO, DE LAS LUCES

Ficção, 13’27”, Chile, 2009

Direção: Francisco Inostroza – Classificação: Livre

 

FRACTAIS SERTANEJO

Doc, 19’, Brasil – CE, 2009

Direção: Heraldo Cavalcanti – Classificação: Livre

 

HOMEM-BOMBA

Ficção, 13’, Brasil – RJ, 2009

Direção: Tarcísio Lara – Classificação: Livre

 

O ANÃO QUE VIROU GIGANTE

Animação, 10’, Brasil, 2008

Direção: Marão – Classificação: Livre

 

CONSEQUÊNCIA

Ficção, 14’, Portugal, 2009

Direção: Luís Ismael – Classificação: 12 anos

 

SOM DO TEMPO

DOC, 10’, Brasil – CE, 2009

Direção: Petrus Cariry – Classificação: Livre

 

OS ANJOS DO MEIO DA PRAÇA

Animação, 10’30”, Brasil – SP, 2009

Direção: Alê Camargo – Classificação: Livre

 

BORRA DE CAFÉ

Ficção, 18’, Brasil – PB, 2009

Direção: Aluízio Guimarães – Classificação: 12 anos

 

TOTO – UM ARTISTA DEL HAMBRE

Ficção, 20’, Chile, 2008

Direção: Pablo Stephens – Classificação: 10 anos

 

ÁUREA

Ficção, 16’, Brasil – RJ, 2009

Direção: Zeca Ferreira – Classificação: Livre

 

VELA AO CRUCIFICADO

Ficção, 13’, Brasil – MA, 2009

Direção: Frederico Machado – Classificação: Livre

 

SITIADOS

Ficção, 13”, Brasil – RJ, 2009

Direção: Marcello Quintela e Boynard – Classificação: 10 anos

 

VOZES

Doc, 19’, Brasil – RJ, 2009

Direção: Ana Costa – Classificação: Livre

 

MOSTRA NOVAS MÍDIAS

On line, Caroline Cardoso e Gabriel Carvalho, Palmas-TO,

Basta um pé…e uma mão, Leila Dias, Palmas-TO

Todas as Línguas, Merck Miranda, Palmas-TO

Dois Caras, André Araujo, Palmas-TO

Bulling, Warlla Christye, Palmas-TO

 MOSTRA RODOLFO TEÓFILO

Rodolpho Theóphilo, Eriberta Nogueira, Doc, 20’

Incelença da Perseguida, Silvio Gurjão,Ficção, 14’

Deus Lhe Pague, Raylka Franklin, 13’

Mães de Metal, Doc, George Andreoni, 20’

Porque as Coisas são Assim, Animação, Michelline Helena, 5’34”

Massafeira Livre, Doc, Robério Araújo, 20’

 

EXIBIÇÃO ESPECIAL

O Luiz de Fortaleza

Doc, 14’, Brasil – CE

Direção e produção: Afonso Celso

Dezembro de Cinema em Maracanaú

   
A organização do I Festcine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias, está divulgando relação de filmes participantes de suas mostras competitivas de longas e curtas metragens, Mostra Rodolfo Teófilo e Mostra Novas Mídias.
O I Festcine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias tem  entrada franca e acontece de 14 a 19 deste, sempre às 19h, no Cine Teatro Dorian Sampaio.
Participam  produções  nacionais – Rio de Janeiro, Paraíba, Maranhão, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Brasília e Ceará; e  internacionais, oriundas de países como Argentina, México, Venezuela, Uruguai, Portugal e Chile, entre curtas e longas-metragens e ainda, produções em novas mídias, realizadas em celular, câmera digital e outros suportes.
Na programação, a Mostra Rodolfo Teófilo, de curtas-metragens produzidos na Região Metropolitana; Mostra Competitiva de longas e curtas metragens; e Novas Mídias, mostra de vídeos de até 5 minutos, produzidos em formato digital – câmeras fotográficas, celular, web cam, dentre outros. 

Ainda na programação, seminários e palestras de Catalina Horta del Picó, diretora da Escola de Comunicação Audiovisual Digital da Universidade Santo Tomás Talca, do Chile e ex produtora-executiva da Time For Fun – T4F, responsável pela vinda do Cirque du Soleil ao Brasil em 2009; e Francisco Inostroza  Lara, comunicador audiovisual, diretor de Cinema, professor de Comunicação Audiovisual Digital da Universidade Santo Tomás Talca, do  Chile e diretor do curta El Circo, De La Luces.

Cena do curta Perdão Mister Fiel, um dos concorrentes em Maracanaú…

O I Festcine Maracanaú é realizado pela Abraham Filmes Digitais e co-produzido pela Mungango Produções, sob a direção geral de Afonso Celso e produção-executiva de Erivaldo Casimiro. Patrocínio Coelce, Banco do Nordeste, Vivo Empresas, Logos Soluções. Parceria do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura (Secult). Apoio cultural, Porto da Aldeia e Ceará Segurança. Apoio institucional do  Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, Prefeitura Municipal de Maracanaú, Fundação Cultural de Maracanaú e Governo Federal.

Cantora Áurea Martins, do curta ÁUREA, de Zeca Ferreira, forte concorrente

Programação e inscrições: www.festcinemaracanau.com.br

Céu Mineiro Ganha Brasília

 

O Céu sobre os Ombros é o Grande Vencedor do Festival de Brasília

Filme de Sérgio Borges foi escolhido como o MELHOR pelo júri oficial do 43º Festival de Brasília.

A produção embaralha ficção e documentário ao acompanhar a vida de três pessoas em Belo Horizonte.

O longa recebeu também o prêmio especial do júri, destinado aos personagens/atores, e os troféus de melhor diretor, roteiro e montagem.

Pelo júri popular, o escolhido foi o filme Amor?, dirigido por João Jardim.

Outros destaques foram os filmes “Os Residentes” (quatro Candangos) e “Transeunte” (três Candangos) e “A Alegria” (dois Candangos).

  Divulgação  
Cena do filme "O Céu sobre os Ombros"
Cena de O Céu sobre os Ombros, de Sérgio Borges: Melhor Filme do Festival de Brasília

Lista completa de Vencedores:

PRÊMIOS OFICIAIS – TROFÉU CANDANGO

Longa-metragem em 35mm

Melhor filme (júri oficial) – R$ 80.000,00: “O Céu sobre os Ombros”, de Sérgio Borges

Prêmio Especial do Júri – R$ 30.000,00: Aos personagens/atores do filme “O Céu sobre os Ombros”

Melhor direção – R$ 20.000,00: Sérgio Borges, por “O Céu sobre os Ombros”

Melhor ator – R$ 10.000,00: Fernando Bezerra, de “Transeunte”

Melhor atriz – R$ 10.000,00: Melissa Dullius , de “Os Residentes”

Melhor ator coadjuvante – R$ 5.000,00: Rikle Miranda , de “A Alegria”

Melhor atriz coadjuvante – R$ 5.000,00: Simone Sales De Alcântara, de “Os Residentes”

Melhor roteiro – R$ 10.000,00: Manuela Dias e Sérgio Borges por “O Céu sobre os Ombros”

Melhor fotografia – R$ 10.000,00: Aluizio Raulino, por “Os Residentes”

Melhor direção de arte – R$ 10.000,00: Gustavo Bragança, de “A Alegria”

Melhor trilha sonora – R$ 10.000,00: Andre Wakko, Juan Rojo, David Lanskylansky e Vanessa Michellis por “Os Residentes”

Melhor som – R$ 10.000,00 e ainda Prêmio Dolby: consiste na licença para usar o sistema de som dolby (equivalente a quatro mil dólares): Som Direto, Edicão de Som e Mixagem de “Transeunte”

Melhor montagem – R$ 10.000,00: Ricardo Pretti, de “O Céu sobre os Ombros”

Curta ou média-metragem em 35mm

Melhor filme (júri oficial) – R$ 20.000,00: “Acercadacana”, de Felipe Peres Calheiros

Premio especial do júri: “Braxília”, de Danyella Proença

Melhor direção – R$ 10.000,00: Gabriel Martins e Maurilio Martins, de “Contagem”

Melhor ator – R$ 5.000,00: Vinny Azar e Ícaro Teixeira, por “A Mula Teimosa e o Controle Remoto”

Melhor atriz – R$ 5.000,00: Dira Paes, de “Matinta”

Melhor roteiro – R$ 5.000,00: Danyella Proença, de “Braxília”

Melhor fotografia – R$ 5.000,00: Yuri Cesar, de “Cachoeira”

Melhor direção de arte – R$ 5.000,00: Maíra Mesquita, de “Fábula das Três Avôs”

Melhor trilha sonora – R$ 5.000,00: Puriki e índios do alto rio negro, de “Cachoeira”

Melhor som – R$ 5.000,00: Som Direto, Edicão de Som e Mixagem de “Matinta”

Melhor montagem – R$ 5.000,00: Paulo Sano de “Acercadacana”

Curta-Metragem Digital

Melhor Filme (Júri Oficial) – R$ 15.000,00: “Traz Outro Amigo Também” de Frederico Cabral

Melhor Direção R$ 10.000,00: Pablo Lobato, pelo filme “Queda”

Melhor Ator – R$ 5.000,00: Emanuel Aragão, por “Só Mais um Filme de Amor”

Melhor atriz – R$ 5.000,00: Ketellen Coutinho, por “Tempo de Criança”

Melhor Roteiro – R$ 5.000,00: Samir Machado de Machado, por “Traz Outro Amigo Também”

Melhor Fotografia – R$ 5.000,00: Carol Matias e Elias Guerra, por “Entrevãos”

Melhor Direção De Arte – R$ 5.000,00: Daniel Banda, por “O Filho do Vizinho”

Melhor Trilha Sonora – R$ 5.000,00: Lucas Marcier, por “Tempo de Criança”

Melhor Som – R$ 5.000,00: O Grivo, por “Queda”

Melhor Montagem – R$ 5.000,00: Alberto Feoli, por “Traz Outro Amigo Também”

PRÊMIO JÚRI POPULAR

Melhor longa-metragem em 35mm R$ 30.000,00 e ainda Prêmio exibição TV Brasil – R$ 30 mil ao melhor longa-metragem e o título premiado integrará a programação da emissora: “Amor?”, de João Jardim

Melhor curta-metragem em 35mm R$ 20.000,00 e ainda Prêmio Megacolor/ Estudios Mega – R$ 8.000,00 em serviços do Estudios Mega e R$10.000,00 em serviços do Megacolor: “Braxília”, de Danyella Proença

OUTROS PRÊMIOS

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL

Melhor longa em 35mm classificado em 1º lugar – R$ 75.000,00 e ainda Prêmio Quanta – R$ 10.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria: “O Mar de Mário”, de Reginaldo Gontijo e Luiz F. Suffiati

Melhor longa em 35mm classificado em 2º lugar – R$ 35.000,00: SEM CONCORRENTE

Melhor média ou curta em 35mm classificado em 1º lugar – R$ 20.000,00 e ainda Prêmio Quanta – R$ 8.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria: “Profana Via Sacra”, de Alisson Sbrana

Melhor média ou curta em 35mm classificado em 2º lugar – R$ 10.000,00: “Ratão”, de Santiago Dellape

Melhor filme Digital R$ 10.000,00 e ainda Prêmio Quanta – R$ 4.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria: “A Menor Distância Entre Dois Pontos”, de Breno Nina e Elias Guerra

AQUISIÇÃO CANAL BRASIL

Cessão de um Prêmio de Aquisição, no valor de R$ 15.000,00, ao Melhor Curta 35mm selecionado pelo júri Canal Brasil: “A Mula Teimosa e o Controle Remoto”, de Hélio Villela Nunes

PRÊMIO DA CRÍTICA – TROFÉU CANDANGO

Melhor longa 35mm: “Transeunte”, de Eryk Rocha

Melhor curta em 35mm: “A Mula Teimosa e o Controle Remoto”, de Hélio Villela Nunes

PRÊMIO CONTERRÂNEOS

Melhor Documentário do Festival: “Zé[s]”, de Piu Gomes

PRÊMIO ABCV/ESTÚDIOSMEGA E MEGACOLOR

Melhor curta em 35mm: “Ratão”, de Santiago Dellape

PRÊMIO ABCV DF 2010

Argemiro Gomes de Andrade Jr.

PRÊMIO VAGALUME

Melhor Longa 35mm: “Amor?”, de João Jardim

Melhor Curta 35mm: “Café Aurora”, de Pablo Pólo

PRÊMIO SARUÊ

O elenco de “O Céu sobre os Ombros”: Everlyn Barbin, Lwei Bakongo e Murari Krishna

MARCO ANTÔNIO GUIMARÃES – TROFÉU CANDANGO

Filme que melhor utilizar material de pesquisa cinematográfica brasileira: “De Bem com a Vida – Carlos Elias e o Samba em Brasília”, de Leandro Borges