Arquivo do dia: 24/12/2010

Selecionados à Mostra TIRADENTES

 

 
A 14ª Mostra de Cinema de Tiradentes anuncia curtas-metragens selecionados para sua próximaedição, a ocorrer de 21 a 29 de janeiro na cidade mineira. Pouco mais de 100 filmes foram selecionados entre os mais de 500 inscritos. 60% dos escolhidos são de fora do eixo RJ-SP.

 

Confira a lista:

MOSTRA FOCO

O Sarcófago, de Daniel Lisboa – BA
Caos, de Fabio Baldo – SP
Balanços e Milkshakes, de Erick Ricco e Fernando Mendes – MG
Haruo Ohara, de Rodrigo Grota – PR
2 e meio, de Alexandre Serafini – ES
Contagem, de Gabriel Martins e Maurílio Martins – MG
O Plantador de Quiabos, de Coletivo Santa Madeira – SP
Náufragos, de Gabriela Amaral e Matheus Rocha – SP
Museu dos Corações Partidos, de Ines Cardoso – SP
O menino que colhia Cascas, de Joacelio Batista – MG
O sal da Lua, de Cristiana Miranda – RJ
O Hóspede, de Anacã Adra Ramon Porto Mota – PB
Fogo.Doc, de Leandro Andrade – SC
Vó Maria, de Tomás von der osten -PR
Canoa Quebrada, de Guile Martins – SP
Retrato de Suzana, de Leonardo Amaral e Lygia Santos – MG
A peruca de Aquiles, de Paulo Tiefenthaler – RJ
As Aventuras de Paulo Bruscky, de Gabriel Mascaro – PE
Praça Walt Disney, de Renata Pinheiro e Sergio Oliveira -PE

MOSTRA PANORAMA

Parangolétryko, de Marco Lafer e  Marcelo Lee – SP
Uma noite em 68, de Ionaldo Araujo – PE
A musa da minha rua, de Adolfo Lachtermacher – RJ
Queda, de Pablo Lobato – MG
Falta de Ar, de Érico Monnerat – DF
Izamara, de Diogo Hayashi – SP
01:21, de Adriana Câmara – PE
Ferocidade entre a urbe e a flora, de Marcio B. Venturi – RJ
Bolpebra, de Guilherme Marinho de Miranda, Rafael Urban e João Castelo
Branco – PR
Braxilia, de Danyella Neves e Silva Proença – DF
Tempestade, de César Cabral – SP
Ordenha, de Léo de Azevedo e Mateus Bastos – BA
A Saga de um Corno, de Wllyssys Wolfgang – BA
Princesa, de Rafaela Diógenes – CE
Raimundo dos Queijos, de Victor de Melo – CE
Descompasso, de Jasmim Freitas Tenucci – SP
Aeroporto, de Marcelo Pedroso – PE
Regard Edgar, de Emilio Gallo,Gustavo Jardim e Joel Pizinni – MG
A sutil circunstância, de Gabriela Amaral Almeida e Matheus Rocha – SP
Duelo antes da noite, de Alice Furtado – RJ
Babás, de Consuelo Lins – RJ
Cão, de Íris Junges – SP
Zeit to the Geist, de Diogo Faggiano – SP
Rocco, de Filipe Matzembacher – RS
Sobre o resto dos dias, de Alexandre Baxter e Luiz Felipe Fernandes – MG
A Boate Azul, de Cassio Pereira dos Santos – MG
Entre Vãos, de Luiza Caetano – DF
Ratão, de Santiago Dellape – DF
Borboletas Indômitas, de Daniel Chaia – SP
Eu não sei, de Luiz Augusto Jugman Andrade – DF
Deus, de João krefer – PR
Ùltimo Retrato, de Aberlado de Carvalho -RJ
Bar da Estação, de Leonardo Ayres – MG
Cerimônia, de Francine Barbosa – SP
Funeral For a Friend, de Leonardo Amaral, Lucas Sandler e Milan Pingel – MG
Peixe Pequeno, de Vincent Carelli e Altair Paixão – PE
Projeto Silêncio, de Bruno Caticha – SP

MOSTRA CURTAS NA PRAÇA

A verdadeira historia da bailarina de vermelho, de Alessandra Colasani
e Samir Abujamra – RJ
Mesera, de Pedro Merege – PR
Um Animal Menor, de Pedro Harres e Marcos Contreras – RS
O Solitário ataque de Vorgon, de Caio D’Andrea – SP
Cachoeira, de Sergio José de Andrade  – AM
Ensolarado, de Ricardo Targino – RJ
Geral, de Anna Azevedo – RJ
A Mula teimosa e o Controle remoto, de Hélio Villela Nunes – SP
Mens Sana In Corpore Sano, de Juliano Domelles – PE
O Assassino do Bem, de Hiro Ishikawa e Thiago Pedroso – SP
Cores e Botas, de Juliana Vicente – SP
Avós, de Michael Wahmann – SP
Duelo, de Marcelo Lee – SP
Lampião, de Ythalo Rodrigues – CE
Traz outro amigo também, de Frederico Cabral – RS
A Dama do Peixoto, de Douglas Soares e Allan Ribeiro – RJ
Imagine uma menina com cabelos de Brasil, de Alexandre Bersot – RJ

MOSTRA CENA MINEIRA

Vitrines, de Carlos Segundo – MG
Nenhum Lugar, de Ana Moravi e Dellani Lima – MG
Branco, de Joao Toledo – MG
O céu no andar de baixo, de Leonardo Cata Preta Souza – MG
Street Shuffle, de Igor Amim – MG
Arcângelo, de Vivian Brisch – MG
Rádio São João…, de Rodrigo Maia – MG
Taba, de Marcos Pimentel – MG

MOSTRA HOMENAGEM

Azul, de Eric Laurence – PE
Décimo Segundo, de Leonardo Lacca – PE
Arraial do Cabo, de Paulo César Saraceni – RJ

MOSTRINHA

Série Nova Geração

Memória de Elefante, de Denise Moraes – DF
Meu Medo, de Murilo Hauser – PR
147, de Marcelo Tannure – MG
Lapis de Cor, de Alice Gomes – RJ
A velha a Fiar, de Cesar Cabral -SP
Bafo Quente, de Maurício Maia – RJ
Musicaixa, de Jackson Abacatu – MG

Série Juvenil

A Conquista do espaço, de Chico Deniz – RS
Urbaninjas, de Ayron Borsani – MG
Ela veio me ver, de Essi Rafael – MS
Eu não quero voltar sozinho, de Daniel Ribeiro – SP
Pimenta, de Eduardo Mattos – SP
Dingbats, de Henrique Köpke – RJ
Camila e o Espelho, de Amedeu Alban – BA
Viagem a Lua, de Daniel Pech – RJ

MOSTRA – Série Especial

O hotel do Saulo, de Eduardo Benaim e Leonardo Saraiva – SP
Passeio de Família, de Maria Clara Escobar – SP
No balanço de Kelly, de André Weller – RJ
Revertere AD Locum Tuum, de Armando Mendz – MG
My Way, de Camilo Calvacante – PE

Zeca Ferreira, Anjos do Meio da Praça e Dandara Guerra Vencem Maracanaú

Encerrada em solenidade na noite de domingo, a primeira edição do FestCine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias, comandada pelo documentarista e produtor audiovisual, Afonso Celso.

Anna Costa e Silva e Merck Miranda (foto Aurora Miranda Leão)

Maracanaú é um município limítrofe a Fortaleza e o festival aconteceu de 14 a 19 deste dezembro de 2010 com sessões diárias no Cine Teatro Dorian Sampaio, contando ainda com oficinas e seminários sobre a relação audiovisual/TV/Novas Mídias.

O festival começou bem e tem tudo pra deslanchar de vez, sendo Maracanaú o município industrial do Ceará, onde atuam diversas e  importantes correntes empresariais do Estado.

Nesta primeira edição, o festival contou com o fundamental apoio do Banco do Nordeste do Brasil, da Coelce, da VIVO, Logos Soluções, e do Porto D’Aldeia Resort e Ceará Segurança, além da parceria com a empresa de comunicação ComuniCAR. Ressalte-se o belo troféu concedido aos vencedores, uma “maracanã” estilizada, simbolizando a ave popular que dá nome à cidade-sede. 

Entre os vencedores, Os Anjos do Meio da Praça, de Alê Camargo (SP) foi escolhido o MELHOR CURTA, enquanto o curta Vozes, de Anna Costa e Silva com troféus de Melhor Atriz para Dandara Guerra e Melhor Fotografia para Alexandre Ramos.

Realizadores Jorge Oliveira e Alê Camargo vencem com Documentário e Animação

O longa argentino La Tigra, Chaco  venceu Melhor Direção (Federico Godfrid e Juan Pablo Sasiaín) e Melhor Fotografia (Paula Gulgo). Já o DOC Perdão, Mister Fiel, de Jorge Oliveira (DF), venceu as categorias de Melhor Ator  (Roberto De Martin)  e Melhor Roteiro (Jorge Oliveira).

Produção argentina La Tigra, Chaco leva dois troféus na categoria longa-metragem

 Também levaram estatuetas Todas as  Línguas, de Merck Miranda (TO), escolhida Melhor Produção na Mostra Novas Mídias, e Mães de Metal, de  George Andreoni (CE) na Mostra Rodolfo Teófilo.                  

O I Festcine Maracanaú é uma realização Abraham Filmes Digitais, co-produção  Mungango Produções, com direção-geral de Afonso Celso e produção-executiva de Erivaldo Casimiro. O festival contou com parceria do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura (Secult). Apoio institucional do  Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, Prefeitura Municipal de Maracanaú, Fundação Cultural de Maracanaú e Governo Federal. 

Na comissão julgadora, atuaram Aurora Miranda Leão, Luís Aravenga, Catalina Horta Del Picó e Afonso Celso.

VENCEDORES DO I FESTCINE MARACANAÚ  

MELHOR PRODUÇÃO – TODAS AS LÍNGUAS, MERCK MIRANDA – PALMAS, TO, BRASIL.

 Mostra RODOLFO TEÓFILO 

MELHOR PRODUÇÃO – MÃES DE METAL, DOC, GEORGE ANDREONI, CE, BRASIL.

CATEGORIA CURTA-METRAGEM 

Dandara Guerra vence como MELHOR ATRIZ no curta “Vozes”

MELHOR ATRIZ – DANDARA GUERRA 

MELHOR ATOR – LUIZ ALARCON, por EL CIRCO DE LAS LUCES (Chile). 

MELHOR ROTEIRO – FREDERICO MACHADO, por VELA AO CRUCIFICADO (MA) 

Cantora Áurea Martins em belo filme de Zeca Ferreira, vencedor do FestCine Maracanaú

MELHOR DIREÇÃO – ZECA FERREIRA, por ÁUREA (RJ) 

MELHOR CURTA – OS ANJOS DO MEIO DA PRAÇA, de ALÊ CAMARGO (SP) 

MELHOR FOTOGRAFIA – ALEXANDRE RAMOS, por VOZES (RJ) 

“Vela ao Crucificado”, produção maranhense de Frederico Machado

MENÇÃO HONROSA 

Curta “DEVER CUMPRIDO”, de CÉLIA GURGEL (CE). 

“FRACTAIS SERTANEJOS”, documentário de HERALDO CAVALCANTI (CE).  

Vencedores e produção comemoram acerto do I FestCine MARACANAÚ

CATEGORIA LONGA METRAGEM 

MELHOR ATRIZ – ALICIA RODRIGUEZ, pelo filme NAVIDAD (FRANÇA-CHILE) 

MELHOR ATOR – ROBERTO DE MARTIN, por PERDÃO MISTER FIEL (DF). 

MELHOR ROTEIRO – JORGE OLIVEIRA, por PERDÃO MISTER FIEL (DF). 

MELHOR DIREÇÃO – FREDERICO GODFRID e JUAN PABLO SASIAÍN (AR) por LA  TIGRA, CHACO  

MELHOR FILME – MORENITA, EL ESCÁNDALO, de Alan Jonsson Gavica (MÉXICO). 

MELHOR FOTOGRAFIA – PAULA GULGO, por LA TIGRA, CHACO (AR)