Arquivo do dia: 22/04/2011

Fundação Biblioteca Nacional Incentiva Leitura

 
Livros escolhidos para 30 agentes públicos objetivam sensibilizar sobre importância da prática da leitura no desenvolvimento do país
 
Neste sábado, 23 de abril, o mundo comemora o Dia Mundial do Livro e dos Direitos do Autor. E com a missão de incentivar e expandir cada vez mais a leitura no Brasil, a Fundação Biblioteca Nacional, presidida pelo jornalista e escritor Galeno Amorim, preparou um presente especial para um grupo de 30 autoridades, que vão de ministros, governadores e prefeitos até a Presidenta Dilma Rousseff.
 
“Estimular a prática da leitura deve ser uma bandeira de todo mundo que tem uma função pública e poder de decisão”, afirma Galeno. “Afinal, o desenvolvimento do país passa, necessariamente, pela leitura e por seu poder extraordinário de transformação do indivíduo”, acrescenta, ao explicar que não se trata exatamente de um mimo, mas sim de chamar a atenção para o papel dos livros na sociedade. 
 
A FBN escolheu 40 títulos de ficção e não-ficção, escritos por renomados autores brasileiros e publicados por diversas editoras, que doaram as obras. O ministro dos Esportes, Orlando Silva, por exemplo, ganhou o livro de autoria do técnico de vôlei Bernardinho, Transformando Suor em Ouro. Já  o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab, foi contemplado com Patrimônio da Metrópole Paulistana, da cientista social Margarida Cintra Gordinho, enquanto o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, recebeu O Rio de Joaquim Manuel de Macedo, de Michelle Strzoda.
 
 
 
Já a presidenta Dilma recebeu uma coleção com dez livros escritos por mulheres: Casa de Meninas, de Lygia Fagundes Telles; A Doce Canção de Caetana, Nélida Piñon; A Audácia Dessa Mulher, de Ana Maria Machado; A Mãe da Mãe de Sua Mãe e Suas Filhas, de Maria José Silveira; Um Defeito de Cor, de Ana Maria Gonçalves; A Duração do Dia, de Adélia Prado; O Voo da Guará Vermelha, de Maria Valéria Rezende; A Chave de Casa, de Tatiana Salem Levy; O Livro de Zenóbia, de Maria Esther Maciel, e Sinfonia em Branco, de Adriana Lisboa.
 
MEMÓRIA – O Dia Mundial do Livro e dos Direitos do Autor é comemorado no mundo todo a 23 de abril, data da morte de Miguel de Cervantes, William Shakespeare e diversos outros autores. A festa mais tradicional ocorre na Espanha, onde homens e mulheres trocam flores e livros.

Vem Aí o VI ComuniCurtas…

Querido e jovem cineasta André Costa avisa: estão abertas inscrições à VI edição do ComuniCurtasUEPB – Festival Audiovisual de Campina Grande.

Podem ser inscritos curtas com até 20 minutos de duração, produzidos em qualquer época, desde que nunca tenham participado, em anos anteriores, de nenhuma das Mostras do ComuniCurtas.

Este ano, a grande novidade do festival camoinense é que, além da Mostra Competitiva de Curtas, haverá também a Mostra de Making Of.

  

Corra e Inscreva seu trabalho !

Consulte regulamento e baixe ficha de inscrição: www.comunicurtas.com.br

Inscrições Abertas ao GUARNICÊ

O 34º Festival Guarnicê de Cinema será realizado de 29 de agosto a 2 de setembro na cidade de São Luís do Maranhão.

Promovido pela Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, com apoio de organizações públicas e empresas, o 34º Festival Guarnicê já está com inscrições abertas no site www.cultura.ufma.br.

O Festival é um grande painel de difusão e fomento ao Cinema Brasileiro, favorecendo o intercâmbio entre países ibero-americanos e de língua portuguesa. 

Constituído de mostras competitivas e não competitivas, o 34º Festival Guarnicê de Cinema aceitará filmes na bitola 35mm e vídeos realizados no sistema NTSC, em qualquer formato de captação. As mostras não-competitivas serão realizadas em sistema de itinerância e constituídas de vídeos e filmes em curta, média e longa metragem, convidados os que não se enquadrem nos critérios da competição.

A edição do festival este ano manterá os concursos Guarnicê de Filmes Longa Metragem; Guarnicê de Filmes Média e Curta Metragem; Guarnicê de Vídeos; Troféu Guarnicê para Tele-Reportagem, exclusivo às emissoras de televisão do Maranhão; Troféu Guarnicê para Comercial, destinado apenas às agências e produtoras de vídeos maranhenses e ainda os Troféus Guarnicê para Vídeo 1 Minuto e Videoclipe.

Poderão participar cineastas e videastas brasileiros, ibero-americanos e de países da língua portuguesa. Cada participante poderá inscrever até dois filmes e/ou vídeos, de longa, curta e média metragem.

Vale lembrar: a duração para Curta Metragem é de até 15 minutos, Média Metragem (16 a 59 minutos) e Longa Metragem (70 a 130 minutos). O festival tem tema livre. Não serão aceitos, de nenhuma forma, trabalhos que já competiram nas edições anteriores do Guarnicê.

O responsável pela inscrição deverá permitir a doação de uma cópia da sua obra audiovisua,l em mídia digital no formato DVD, por meio do preenchimento da Ratificação de Permissão à UFMA para incorporação ao acervo do Departamento de Assuntos Culturais. Para todos os trabalhos (filmes e vídeos), o responsável pela inscrição deverá enviar Declaração à coordenação do Festival informando que dispensa cobrança oriunda de direito autoral por parte do ECAD (Lei 9.610/98). Essa declaração deve ser assinada pelo autor da Trilha Sonora e o diretor da obra audiovisual.

A inscrição do trabalho deverá constar de: a) Preenchimento da ficha de inscrição, tendo em anexo fotos, releases, currículo em CD-ROM (extensão JPEG ou TIFF) para imagens com 300 dpi e para textos em Word para divulgação. Cada trabalho deve ser gravado em DVD, individual e identificado com nome, endereço, telefone e e-mail e Declaração dos Direitos autorais e Ratificação de Permissão.

Os trabalhos inscritos e seus anexos deverão ser entregues ou enviados por postagem à: UFMA/PROEX/DAC – FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA. Rua Grande, 782 – Centro. CEP: 65020-250. São Luís/MA. Informações: 98 3231 2887 (Coordenação) – 3232 3901 (Secretaria) e 3221 0756 (Informática). Por email: dac.audiovisual@ufma.br, até as 18h na coordenação do Festival e até as 23h59 de 10 de junho/2011 pela internet.

Saiba mais: http://www.cultura.ufma.br.