Arquivo do mês: agosto 2011

Beleza de MALU MADER começa na alimentação

Da dieta junk-food às refeições equilibradas, atriz diz que marido é responsável pela transformação

Foto: Emmanuelle Bernard
Malu Mader conta como deixou de ser Junk food para aderir ao cardápio mais saudável

O cardápio da atriz Malu Mader já foi formado, quase que de forma exclusiva, por arroz, feijão, bife e batata – durante a semana – e muita guloseima e fast-food aos sábados e domingos. 

Foto: Márcio de Souza/TV Globo

Malu Mader conta como transformou a sua dieta

“Tenho um histórico de péssima alimentação familiar. Junto com meus pais e irmãos, eram sempre refeições pesadas, muita comida, aquele exagero”, afirmou a estrela global.

“Eu passei por uma transformação mesmo. E olha que foi antes da maternidade”, relembra.

Se foi com a família Mader que Malu aprendeu a comer pesado, o encontro com o marido Tony Belloto nos anos 90 – músico dos Titãs – trouxe as refeições equilibradas.

“O Tony sempre cozinhou bem, nada de faisão ou comida requintada, ele gosta de fazer os pratos mais simples, sabe? Além disso, ele é um adepto dos ingredientes saudáveis e me apresentou a eles”, revelou a atriz durante entrevista coletiva para o lançamento de uma campanha sobre a importância do café da manhã.

Aos poucos, as carnes vermelhas consumidas diariamente por Malu deram espaço para o peixe e o frango, ficando reservadas só para ocasiões especiais. Os refrigerantes também deixaram de ser regra para virarem exceções e o junk food saiu da rotina diária.

“Mas longe de mim fazer  dietas extremas. Eu sou glutona, tenho um prazer em comer, apreciar sabores e texturas. Agora primo pelo equilíbrio. Passei a não fazer restrições a frutas e verduras, foi uma mudança radical mesmo.”

Com a chegada do primeiro filho, em 1995, Malu Mader viu nas roupas e nos ponteiros da balança que o corpo – que até então sempre havia sido magrelo – podia ganhar formas mais arredondadas.

“Foi a primeira vez (após a maternidade) que precisei procurar uma nutricionista”, conta a atriz. 

Foto: Divulgação
 
As escolhas nutritivas ficaram ainda mais frequentes na dieta de Malu. E, segundo atriz, o Tony é o melhor exemplo de que quando os hábitos saudáveis são adotados desde cedo os resultados permanecem por longo prazo.

“Ele nunca teve problema com o peso. Já eu, vira e mexe, estou lá na academia e tendo que correr atrás do prejuízo.”

Para fazer jus às mudanças radicais na alimentação, Malu Mader conta que passou a jogar tênis todos os dias e também abandonou o cigarro.

“Tive uma recaída no ano passado, mas agora, ainda bem, já posso dizer que não fumo mais.”

* Informações do iG São Paulo

INGRA LIBERATO Abre Hoje mais um ComuniCurtas

Atriz INGRA LIBERATO estará hoje em Campina Grande para lançar curta cearense RESTA UM, que vai abrir Festival COMUNICURTAS


Em atuação cheia de erotismo e espontaneidade, INGRA LIBERATO faz homenagem à musa HELENA IGNÊZ…

 
Hoje a noite é de festa e Cinema em Campina Grande. Ali, a atriz baiana INGRA LIBERATO desembarca hoje para promover o lançamento do filme RESTA UM, da jornalista e atriz cearense Aurora Miranda Leão, no qual ela encabeça elenco que tem ainda Rosamaria Murtinho, Sílvio Tendler, Samuel Reginatto, Miguel Jorge, Bruno Safadi, Henrique Dantas e Júlio Léllis.

 
“A presença de Ingra é aguardada com bastante expectativa e, sem dúvida, é um diferencial importante no ComuniCurtas deste ano”, diz o cineasta paraibano André da Costa Pinto, idealizador e coordenador-geral do Festival ComuniCurtas de Cinema e Vídeo, que acontece anualmente em Campina Grande e hoje é considerado um dos mais importantes festivais de curta-metragem do país.
 
A edição deste ano começa nesta segunda e prossegue até 3 de setembro, nas dependências do SESC e da UEPB.
 
Segunda-feira (29/08)
19h: Cerimônia de Abertura no SESC Centro
Homenagem aos cineastas Marcus Vilar e Torquato Joel
Entrega do Prêmio Machado Bitencourt de Contribuição ao Cinema Paraibano
 
19:30h – exibição do curta-metragem RESTA UM da jornalista/documentarista cearense Aurora Miranda Leão, tendo INGRA LIBERATO como protagonista.

Este ano, foram mais de 600 trabalhos inscritos, sendo 80 selecionados nas categorias de Ficção, Documentário, Experimental e Animação.

Composto por debates, oficinas, mostras especiais e competitivas, o Comunicurtas apresentará os debates no período da manhã, no Departamento de Comunicação Social da UEPB. Público, produtores e idealizadores vão discutir produções exibidas na noite anterior.

As oficinas – entre elas uma de Antônio Leal e outra de Beth Formaggini – acontecem todas as tardes, também no Departamento de Comunicação. As mostras especiais, como a de produções argentinas e a infantil acontecem pela manhã, no Sesc-Centro. 

O FILME 

A cerimônia de abertura terá início às 19h, no Cine Teatro do Sesc-Centro, com a exibição de Resta Um, curta-metragem da jornalista/atriz/cineasta e produtora cultural cearense Aurora Miranda Leão, estrelado por Ingra Liberato, que estará presente à sessão.  

RESTA UM traz no elenco também a atriz Rosamaria Murtinho, o ator Samuel Reginatto, o escritor Miguel Jorge e os cineastas Sílvio Tendler, Bruno Safadi, Henrique Dantas, Alex Moletta e Júlio Léllis.

Com referências explícitas à produção Belair, o filme experimental mistura estéticas e homenageia o cineasta JÚLIO BRESSANE, pilar da produtora carioca que, nos anos de 1970, conseguiu realizar 7 longas-metragens em apenas 3 meses. Além disso, o roteiro de RESTA UM, conduzido por instigante depoimento do cineasta Sílvio Tendler, assume a inspiração BELAIR e faz citações exponenciais aos trabalhos de cineastas como Zeca Ferreira, Gui Castor, Zeca Brito e André da Costa Pinto. 

Filme Amanda & Monick é uma das citações do curta RESTA UM

RESTA UM é mais uma realização Aurora de Cinema em parceria com a Cabeça de Cuia Filmes, da fotógrafa Lília Moema. 

O FESTIVAL

Nesta edição, o festival homenageará os curta-metragistas paraibanos Marcus Vilar e Torquato Joel, que receberão o Prêmio Machado Bittencourt pela contribuição ao Cinema paraibano.

Além da dupla, o Comunicurtas ainda prestará uma homenagem ao cineasta e roteirista Hilton Lacerda pelo conjunto de sua obra.

Objetivando promover a “socialização da cultura cinematográfica local”, todas as atividades oferecidas pelo Festival são gratuitas, com exceção das oficinas, para as quais pede-se a entrega de brinquedos para doação, no ato de inscrição.
www.comunicurtas.com.br 

Sílvio Tendler ganha Mostra no RIO

 Isa Albuquerque, diretora do longa Ouro Negro e do Festival Ibero-Americano de Cinema, maranhense radicada no Rio, está à frente da mostra O Documentário Segundo Silvio Tendler, que será realizada entre os dias 31 deste e 4 de setembro, no Centro Cultural da Justiça Federal, no Rio. 

A mostra reunirá seis filmes do cineasta, entre longas e médias-metragens, que retratam aspectos da política brasileira nos últimos 30 anos: Utopia e Barbárie; Encontro com Milton Santos; Glauber, o filme – Labirinto do Brasil: Marighella – Retrato Falado do Brasil; Josué de Castro; e Jango

O cineasta Silvio Tendler

“A Isa Albuquerque é apaixonada pelo meu trabalho e ela transformou essa paixão em uma mostra de filmes. Achei isso muito legal”, disse Silvio, que é detentor das três maiores bilheterias de documentários na história do cinema brasileiro: O Mundo Mágico dos Trapalhões (1,8 milhões), Jango (1 milhão) e Anos JK (800 mil). 

Sílvio Tendler em foto de Aurora Miranda Leão, junho 2010

* Em tempo: o cineasta SÍLVIO TENDLER conduz os depoimentos do filme RESTA UM, que será lançado nesta segunda no Festival COMUNICURTAS, em Campina Grande. 

Guaramiranga prepara mais um Festival de Teatro

O FNT acontecerá de 3 a 10 de setembro na cidade serrana com espetáculos de sete estados do Nordeste, além do RJ, DF, PR, MG, RS e da Argentina. 

Uma cidade com apresentações teatrais por todos os lados. Assim estará a serrana cidade cearesne de 3 a 10 próximos quando ali acontece mais uma edição do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga.

O XVIII Festival Nordestino de Teatro – FNT tem como palco principal o teatro Rachel de Queiroz. Praças, ruas e outros espaços não convencionais vão receber os espetáculos da Mostra Nordeste, Mostra Paralela, Palco Giratório / SESC, Oi Esquetes, FNT para Crianças, Guaramiranga em Cena e Mostra Ceará Convida, com grupos do Brasil e Argentina. 

Realizado pela Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga – AGUA, o FNT terá, em oito dias de programação, espetáculos teatrais e de cultura popular, contação de histórias, shows, cortejo, além do Programa de Formação com ciclo de debates e X Encontro de Artistas Pesquisadores, cujo tema este ano é “O teatro e a poética do espaço”. A ideia é contribuir para a troca de conhecimentos nos campos das artes cênicas, promovendo um forte trabalho de intercâmbio cultural em suas mais diversas expressões. 

MOSTRA NORDESTE 

Na noite de abertura, inicia-se a MOSTRA NORDESTE, composta de nove espetáculos selecionados pela comissão formada por Silvero Pereira, Thiago Arrais e Vanéssia Gomes, que utilizou como critério a qualidade do trabalho teatral, diversidade estética e como estes investigam o teatro de rua e o teatro na rua. 

Integram essa Mostra: Charivari (Grupo Ninho de Teatro | CE), Circoluz Brincante (Cia Tapete Criações Cênicas | MA), Abajur Lilás (Grupo Imagens de Teatro | CE), Qualquer Coisa a Gente Inventa (Grupo Os Bobos da Corte | BA), Flúvio e o Mar (Atores à Deriva Coletivo Artístico | RN), O Canto de Gregório (Grupo Magiluth | PE), O Auto da Folia de Reis (Grupo Corpos Teatro Independente | PI), Pólo Marginal – Opereta de Rua (Grupo de Teatro de Rua Loucos e Oprimidos da Maciel | PE) e Flor de Macambira (Grupo Ser Tão Teatro | PB). 

Ainda na noite de abertura, o FNT recebe na MOSTRA CEARÁ CONVIDA o grupo Teatro do Anônimo, do Rio , com o espetáculo Roda Saia Gira Vida. O espetáculo estreou em 1994 e atingiu sucesso de público e crítica. Este foi o primeiro mergulho profundo do grupo no universo dos clowns e das trupes mambembes, emergindo como resgate da linguagem clássica, numa revisão recheada de humor e poesia. 

O sábado de encerramento da 18ª edição do FNT terá mais dois convidados nessa mostra: de Brasília, virá o Circo Teatro Artetude com o espetáculo O Grande Circo dos Irmãos Saúde. Formado há dez anos, o grupo já participou de importantes festivais nacionais, como Tangolomango e Palco Giratório, e tem o circo como instrumento para a construção de um pensamento, baseado em sentimentos como respeito, disciplina, confiança e perseverança. 

Da Argentina, o festival recebe o Circo de Variedades Escênicas, com o espetáculo Prismáticos, que também será apresentado na noite de encerramento. Hilariante, desmedido, cheio de jogos e de participação do público, o espetáculo é apresentado por dois palhaços, que trazem uma história onde a definição das personalidades é o conflito principal da trama. 

Já o SESC leva ao FNT cinco espetáculos do PALCO GIRATÓRIO: O Evangelho Segundo São Mateus (Grupo: Delírio | PR), Bilú e Curisco (Grupo Armatrux | MG), Dentrofora (Grupo In.co.mo.te-te | RS), Parangolé (Grupo Armatrux | MG) e O gordo e o magro vão para o Céu (Grupo In.co.mo.te-te | RS).

Ao longo da semana, acontecerá a MOSTRA PARALELA, inteiramente dedicada a grupos cearenses, com apresentações dos seguintes grupos: Triim (Grupo Barafustar de Teatro), E Se… (Grupo Princípios Básicos de Teatro |Turma Noite 2011), A Revolta das Coisas (Grupo Pavilhão da Magnólia), Ai se cêsse (Grupo Arte Jovem de Redenção) e Os riscos da vida na rua (GTRG – Grupo de teatro representante da vida | Taíba). 

GUARAMIRANGA EM CENA e OI ESQUETES 

Artistas da cidade sede do FNT estão na mostra GUARAMIRANGA, apresentando o Reisado Santo Reis do Oriente (Reisado Mestre Vicente Chagas), o espetáculo Flor do Sertão (Grupo Artimanhas) e Dramas de Guaramiranga (Com os grupos Tradição, Raízes e Recordar é Viver). 

A Oi, patrocinadora do Festival, leva para a Mostra OI ESQUETES o grupo 3X4 de Teatro, do Ceará, que apresentará repertório de esquetes. 

Diariamente, até o penúltimo dia do Festival, o fim de tarde será dedicado ao público infantil, com a mostra FNT PARA CRIANÇAS. Quem se apresenta é o Grupo Garajal, de Maracanaú, com um espetáculo diferente a cada dia. 

Mas o Festival de Teatro também se estende a Baturité, município vizinho, com a apresentação de três espetáculos cearenses: O Maligno Baal, o Associal (Grupo Experimental de Teatro), A Granja (Grupo Nóis de Teatro) e Terreiro de Histórias (Grupo Armadilhas Cênicas de Teatro). 

Guaramiranga: cidade atrai muitos visitantes e em setembro pára para ver TEATRO

CICLO DE DEBATES 

Diariamente, a partir do dia 4, as manhãs serão de debates sobre os espetáculos da Mostra Nordeste, encenados na noite anterior. Este ano, serão debatedores: 

André MagelaProfessor do Instituto de Cultura e Artes e coordenador do Curso de Teatro – Licenciatura, ambos na Universidade Federal do Ceará – UFC. Doutorando do programa de pós-graduação em Educação da UFC. Mestre em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO. Pós-graduado em Terapia Através do Movimento – Corpo e Subjetivação pela Faculdade de Dança Angel Vianna. Licenciado em Artes Cênicas pela UNIRIO. Ator formado pela Casa de Artes de Laranjeiras – CAL. 

Celso Nunes – Destacado encenador, Professor Doutor e Advanced Rolfer, atua em muitas companhias e está vinculado a espetáculos marcantes desde os anos de 1970. Dirigiu. entre tantos outros, espetáculos premiados com Fernanda Montenegro e Fernando Torres (Seria Cômico…Se Não Fosse Trágico), Paulo Autran (Coriolano, de William Shakespeare, e Equus, com Autran ao lado de Ewerton de Castro), Marilena Ansaldi e Rodrigo Santiago (Adaptação do texto de Wilhelm Reich para Escuta, Zé!), Lilian Lemmertz e Ewerton de Castro (Patética!, sobre o assassinato de Wladmir Herzog), Renata Sorrah (Grande e Pequeno, texto de Botho Strauss), Regina Duarte e Marcos Caruso (Honra), Gabriel Braga Nunes e Petrônio Gontijo (K2), Julia Lemmertz, Ednei Giovenazzi e Orã Figueiredo (Molly Sweeney: Um Rastro de Luz), Carmo Dalla Vecchia, Susana Ribeiro e Edson Fieschi (Estranho Casal  – espetáculo em cartaz) e Mariane Feil, Marta Nora e Sheila Sabag (As Criadas – em cartaz). 

Cida de Sousa –Doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Professora dos Cursos de Jornalismo e Publicidade da UFC, onde coordena o Curso de Especialização em Teorias da Comunicação e da Imagem. Formada pelo Curso de Arte Dramática da UFC, participou do I Festival de Teatro de Guaramiranga. 

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 

Consta da programação do FNT uma série de atividades de formação. Todos os dias pela manhã, de 9h às 12h, são realizados debates no Mosteiro dos Jesuítas acerca dos espetáculos apresentados na Mostra Nordeste, mediados por André Magela (RJ), Celso Nunes (SP) e Cida Sousa (CE). Dias 9 e 10, acontece o X Encontro de Artistas Pesquisadores, às 14 horas, na sede da AGUA, tendo como tema central “O teatro e a poética do espaço” e contando com a participação de Adelice Souza (BA), Victor Cayres (BA), André Magela (RJ/CE), Danilo Pinho (CE), Hebe Alves (BA) e Deolinda Vilhena (PA/BA). 

Outro destaque do programa de formação é a residência teatral com o Grupo Garajal, de Maracanaú/CE. Serão oferecidas ainda atividades voltadas para a música, na programação da Cidade da Arte, de 5 a 9 de setembro, com oficinas de prática instrumental, apresentações musicais, contação de história musicada e recital didático. O programa inclui ainda cineclube, laboratório do Clubinho da Fotografia e laboratório de jornalismo comunitário impresso na Escola de Comunicação da Serra (ECOS) e Escolas Públicas. 

SERVIÇO

XVIII Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga (FNT) – De 3 a 10 de setembro em Guaramiranga/CE. Informações: (85)3321.1405, (85)8722.2677, fnt2011@gmail.com e agua@agua.art.br. Site: www.agua.art.br.

Setembro de Curtição de Cinema em Sergipe

 A 11a edição do  Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe, o CURTA-SE, acontece de 12 a 17 de setembro, em Aracajú. O Curta-SE é um festival de cinema focado na produção Iberoamericana, com programação para todas as idades. Além da capital sergipana, acontece também em outras duas cidades: Estância e São Cristóvão

O Festival Luso-Brasileiro de Curtas-Metragens de Sergipe aconteceu pela primeira vez como parte do Encontro Regional de Comunicação (Erecom)na Universidade Federal de Sergipe. Em sua segunda edição, passou a contar com produções portuguesas, numa parceria com o Festival Luso-Brasileiro de Santa Maria, e virou o Festival Luso-Brasileiro de Curtas-Metragens de Sergipe.

De lá para cá, o festival cresceu muito e abriu as portas para filmes da Espanha e de países latino-americanos, passando então a ter o nome atual.  Há dez anos, contava 50 inscritos e hoje esse número subiu para 605 inscrições.

Em sua 11ª edição em 2011, o CURTA-SE vai oferecer, além das mostras competitivas, oficinas, seminários e workshops gratuitos.  Em lugares alternativos, e nas cidades do interior do estado, acontecem as mostras informativas.

Programação CURTA-SE 

ONDE

Em Aracaju, Estância e São Cristóvão

Filmes selecionados: 

Curta 35mm

Eu não quero voltar sozinho -Daniel Ribeiro, 2010, Cor, Ficção, São Paulo-SP

Janela Molhada – Marcos Enrique Lopes, 2010, Cor/ P&B, Documentário, Recife-PE

Melhor idade – Angelo Defanti, 2011, Cor, Ficção, Niterói-RJ

A mula teimosa e o controle remoto – Helio Villela Nunes, 2010, Cor, Ficção, São Paulo-SP

O contador de filmes – Elinaldo Rodrigues, 2010, Cor, Documentário, João Pessoa-PB

A dama do Peixoto – Douglas Soares e Allan Ribeiro, 2011, Cor, Documentário, Rio de Janeiro-RJ

Angeli 24h – Beth Formaggini, 2010, Cor, Documentário, Rio de Janeiro-RJ

Dulce – Iván Ruiz Flores, 2011, Cor,  Ficção, Madrid-ESP

O céu no andar de baixo – Leonardo Cata Preta, 2010, Cor, Animação, Belo Horizonte – MG

Procura-se – Iberê Carvalho, 2010, Cor, Ficção, Brasília-DF

Mantegna – Melo Viana, 2011, Cor, Ficção, Curitiba-PR

Fábula da corrupção – Lisandro Santos, 2010, Cor, Animação, Porto Alegre-RS

El cortejo – Marina Seresesky, 2010, Cor, Ficção, Madrid- ESP

Naiá e a Lua – Leandro Tadashi, 2010, Cor, Ficção, São Paulo-SP

Lápis de cor – Alice Gomes, 2010, Cor, Ficção, Rio de Janeiro-RJ

Cerveja Falada – Guto Lima, Demetrio Panarotto e Luiz Henrique Cudo, 2010, Cor, Documentário, Florianópolis-SC

Náufragos – Gabriela Amaral Almeida e Matheus Rocha, 2010, Cor, Ficção, São Paulo-SP

Retrovisor – Eliane Coster, 2010, Cor, Ficção, São Paulo-SP

Solene Simpatia – Pedro Dell’Orto ,2011, Cor, Ficção, Salvador-BA

Cinderela – Magali Magistry, 2011, Cor, Ficção, Rio de Janeiro-RJ 

Longas

A Terra da Lua Partida – Marcos Negrão e André Rangel, 2010, Documentário, Cor, Rio de Janeiro-RJ.

Sonho de verão – Paulo César Fajardo, 2011, Ficção, Cor,  Coimbra-Portugal

Luz Teimosa – Luís Alves de Matos, 2010, Ficção, Cor/ P&B, Lisboa-Portugal

Riscado  – Gustavo Pizzi, 2010, Ficção, Cor, Rio de Janeiro-RJ

Aficionados – Arturo Dueñas, 2010, Ficção, Cor, Madrid- Espanha 

 Riscado, filme de Gustavo Pizzi, com produção de Cavi Borges, deu a Karine Telles o KIKITO de Melhor Atriz em Gramado…

Vídeos Sergipanos

Entre a primeira e a ultima vez – Ítalo Lucas de Melo, 2011, Cor, Ficção, Aracaju-SE

Liah – Nucleo de Produção Digital Orlando Vieira, 2010, Cor, Ficção, Aracaju-SE

Lembranças – Marlon Delano, 2010, Cor, Ficção,  Aracaju-SE

Xandrilá – André Aragão, 2011, Cor, Ficção, Aracaju-SE

A primeira rosa – Luciana Oliveira, 2010, Cor, Ficção, Nossa Senhora do Socorro-SE

Simbolique – Jamson Madureira, 2010, Cor, Ficção, Nossa Senhora do Socorro- SE

Vestígios Pré-históricos no Cariri Paraibano – Vinícius de Souza Melo, 2010, Cor, Ficção, Aracaju -SE

Foi apenas um sonho – Eudaldo Júnior, 2011, Cor, Ficção, São Cristóvão

Do outro lado do rio – Nucleo de Produção Digital Orlando Vieira, 2010, Cor, Ficção, Aracaju-SE

Peregrino – Josivaldo Oliveira Silva, 2011, Cor, Documentário, Aracaju-SE 

Vídeos de bolso

Estesia – Roberto Mamfrim, 2011, Cor, Ficção, São  Paulo- SP

Su imagen es como El tiempo infinito – Igor Amin, 2010, Cor, Ficção, Belo Horizonte- MG

Saltos Amazônicos – Liana Amin e Igor Amin, 2011, Cor,Ficção, Belo Horizonte- MG 

Verbena e Limão – Lucas Sá e Lucas Kurz, 2010, Cor, Ficção, São Luiz-MA

Tiro pela culatra – Erico Rassi, 2010, Cor, Ficção, São Paulo-SP

Os sonâmbulos – Igor Amin, 2011, Cor, Ficção, Belo Horizonte-MG

Political swim – Vinicius Cabral, 2011, Cor, Ficção, Belo Horizonte-MG

O eterno – Nelson Antônio, 2010, Cor, Ficção, Salvador-BA

Fun Fun Fun – Vinicius Cabral, 2010, Cor, Ficção, Belo Horizonte- MG

 Street Shuflfe – Vinicius Cabral, Cor, 2010, Ficção, Belo Horizonte-MG 

Vídeos

 

Trocam-se bolinhos por histórias de vida – Denise Marchi, 2010, Cor, Ficção, Porto Alegre-RS

A musa da minha rua – Adolfo Lachtermacher, 2010, Cor, Documentário, Rio de Janeiro-RJ

Enfim sós – Rafael de Andrade, 2011, Cor, Ficção, Brasília-DF

Traz outro amigo também – Frederico Cabral,2010,Cor, Ficção, Porto Alegre-RS

Garoto Barba – Christopher Faust, 2010, Cor, Ficção, Curitiba-PR

O vôo da Papoila – Nuno Portugal, 2011, Cor, Ficção, Cernache-Coimbra

Katari Kamina – Pedro Dantas, 2011, Cor,Documentário, São Paulo-SP

Ultimo caso – Erez Milgrom , 2010, P&B, Ficção, São Paulo-SP

Scratch – Alexandre Coimbra,2011,Cor, Ficção, Porto Alegre-RS

Torpellino – Pedro Dantas, 2010, Cor, Documentário, São Paulo-SP

Ferocidade: Entre a Urbe e a Flora – Márcio B. Venturi, 2010, Cor/P&B, Ficção, Rio de Janeiro-RJ

Operação mamãe – Marina Freitas, 2010, Cor, Ficção, Rio de Janeiro-RJ

A sombra de Sofia – Flavia Thompson, 2011, Cor, Ficção, São Paulo-SP 

Retratos – Leo Tabosa e Rafael Negrão, 2010, Cor, Documentário, Recife-PE

Paz – Leandro Corrêa, 2010, Cor, Ficção, Rio de Janeiro-RJ

Quenda – Alexandre Bortolini e Warllem Machado, 2010, Cor, Documentário, Rio de Janeiro-RJ                      

Os Últimos Charruas – Alice Urbim, 2010, Cor, Documentário, Porto Alegre-RS

Menina da Chuva – Rosaria, 2010, Cor, Ficção, Rio de Janeiro

Involução – Marcelo Tannure, 2011, Cor, Ficção, Nova Lima-MG

Número zero – Claudia Nunes, 2010, P&B, Documentário, Goiânia-GO

* Em breve, novas informações.

Jorge Salomão vai levar Caetano e Gal à TV

https://i0.wp.com/noticias.r7.com/blogs/hildegard-angel/files/2011/01/Jorge-Salom%C3%A3o.jpg

Jorge Salomão, o inquieto ativista da palavra, vai comandar programa de TV, no qual sua inteligência aguçada e a sagacidade de sua veia poética vão dar o tom… Saravá !

O ativista cultural, poeta e escritor Jorge Salomão embarca em mais uma nova empreitada – um projeto de programa de televisão: Jorge Salomão TV Show, de autoria do próprio.

https://i0.wp.com/profile.ak.fbcdn.net/hprofile-ak-snc4/276418_222386341138690_4418365_n.jpg

No programa, que por enquanto é exibido no site do Cine Santa Tereza e, também, sempre antes das exibições dos filmes, o artista declama poesias, fala de música e ainda recebe convidados.

https://auroradecinema.files.wordpress.com/2011/08/caetano-velosorecente.jpg?w=300

Jorge Salomão já tem seu dream team de entrevistados  para os próximos programas: Caetano Veloso, Sônia Braga, Thais Gulin – a namorada de Chico Buarque –, além da cantoramiga Gal Costa.https://i0.wp.com/www.bahianoticias.com.br/fotos/editor/Image/gal_costa_grammy.jpg

Além de todo esse agito, o hiperativo poeta ainda lançará dois livros, mês que vem: Estado de Pensamento, dedicado ao filho João, E Conversa de Mosquito, dedicado ao irmão querido, o saudoso poeta e multiartista Waly Salomão.

https://i2.wp.com/amauryjr.uol.com.br/App_Images/Galerias/jorge_salomao_fashion_rio.jpg

Salve Jorge !

* Com informações de Anna Ramalho

CINEMA para Todos em Bagé através de oficinas

Oficina de Projetos Culturais e lançamento do filme O Buraco na Parede  HOJE na Casa de Cultura Pedro Wayne.

A Oficina de Formatação de Projetos Culturais, realizada em Bagé, com a produtora Flávia Matzenbacher, continua este final de semana na Casa de Cultura Pedro Wayne.

A comunidade cultural de Bagé é convidada a participar da oficina, voltada às mais diversas áreas da arte. Estão abertas vagas para ouvinte.

Hoje, 27,  a aula é das 9h às 12h e das 14h às 17h, com exibição do curta-metragem O Buraco na Parede (21m) às 18h, com possibilidade de intervenção do público até às 19: 30h. Amanhã, 28, a aula final será das 9h às 12h. A oficina faz parte do projeto Cinema para Todos da Secretaria Municipal de Cultura de Bagé.

———————————————————————————–
FORMATANDO UM PROJETO CULTURAL com Flávia MatzenbacherFlávia Matzenbacher é licenciada e bacharel em Ciências Sociais, com especialização em Projetos Sociais e Culturais pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFRGS. Produtora-Cultural e sócia-fundadora da Primeiro Corte Produções.Na oficina, haverá axplanação dos principais aspectos de cada item e aprofundamento, a partir dos projetos dos próprios participantes, de forma coletiva, além da apresentação dos principais editais e canais de fomento à Cultura.

Principais Etapas da oficina:

1- escolha do tema, análise e definição do objeto/produto cultural proposto – definição da linguagem, público-alvo e formas de difusão.

2- viabilidade – cessões de direitos, planejamento (plano produção, cronograma e orçamento); enquadramento nas leis.

3- órgãos reguladores (FBN, Ancine, Minc, Lic/RS, licitações)

4- captação de recursos via editais de fomento – leitura com foco no produto proposto, nos interesses do patrocinador/investidor e nas regras impostas pelo edital.

MESSI dá novo título ao BARCELONA

Messi decide de novo, Barça bate Porto e conquista 2º título na temporada

Argentino, melhor do mundo, dá show e recém-contratado FÁbregas ajuda a decidir partida com um gol

Foto: AP        Messi comemora primeiro gol do Barcelona na partida
 
A temporada 2011/2012 mal começou e o BARCELONA, em três jogos oficiais, já conquistou duas taças. Depois de levantar a Supercopa da Espanha, a equipe catalã derrotou o Porto por 2 a 0 nesta sexta, com gols de Lionel Messi e Cesc Fábregas, e conquistou a quarta Supercopa da Europa de sua história.

Vencedor da última Liga Europa, o Porto bem que tentou dar trabalho para a improvisada zaga do Barcelona, que contou com o volante Mascherano e com o lateral esquerdo Abidal. Entretanto, a pressão inicial do time português não foi suficiente para vazar a defesa catalã. Para piorar, um erro de passe de Guarín deixou Lionel Messi livre para driblar Helton e colocar a bola para o fundo das redes ainda no primeiro tempo.

Na etapa final, Messi marcou mais uma vez, mas a arbitragem o anulou, assinalando corretamente um impedimento. Após reclamar de um pênalti em Guarín, o Porto perdeu a cabeça e teve Rolando e Guarín expulsos. Após o cartão para o zagueiro, Messi lançou Fábregas, que dominou no peito, marcou o seu primeiro gol nos profissionais do Barça e selou o seu segundo título em dois jogos pelo clube.

Na próxima segunda, o Barcelona inicia a luta pelo tetracampeonato do Campeonato Espanhol atuando contra o Villarreal, no Camp Nou. Já o Porto teve o seu jogo pela terceira rodada do Campeonato Português adiado e só enfrentará o Leiria no dia 6 de setembro, fora de casa.

O jogo – O Porto iniciou a partida pressionando o Barcelona no campo defensivo da equipe espanhola, tentando aproveitar uma eventual falha dos improvisados Abidal e Mascherano. Nos primeiros dez minutos, Hulk arriscou dois chutes para o gol e João Moutinho obrigou Valdés a trabalhar em um arremate cruzado.

Mesmo com mais posse de bola, o Barcelona não conseguia ocupar o campo defensivo do Porto, mas dava mostras de que poderia decidir a partida em uma jogada individual. Na primeira oportunidade do time catalão, Pedro recebeu lançamento desviado de Iniesta livre na grande área e tentou encobrir o goleiro Helton, mas a bola acabou indo por cima da meta portista.

Aos poucos, o Porto foi perdendo o seu ímpeto ofensivo e passou a dar mais espaço para o Barcelona trabalhar a bola. Sem conseguir penetrar na defesa catalã, os Dragões só assustaram o goleiro Valdés em cruzamentos para a área.

Enquanto isso, o Barcelona cresceu na partida. Aos 28 minutos, Messi fez linda jogada pela intermediária, deixando dois jogadores para trás e lançando para Villa, mas Helton saiu bem do gol e ficou com a bola. Pouco depois, Xavi chutou forte de fora da área e Helton espalmou com dificuldades.

Mesmo melhor no jogo, a equipe catalã não conseguiria abrir o placar no primeiro tempo, caso não contasse com a ajuda de Guarín. Na intermediária defensiva, o colombiano recuou mal a bola e viu o esperto Messi ficar com a bola, driblar o goleiro Helton e tocar para o fundo do gol, definindo a vitória parcial no primeiro tempo.

Na etapa final, o Porto foi ao ataque buscando o gol de empate, mas seguiu com dificuldades para entrar na área adversária. Aos oito minutos, Guarín arriscou forte chute de fora da área, mas Valdés evitou que o colombiano se redimisse do erro no gol de Messi.

Pouco depois, o Barcelona balançou as redes novamente com o atacante argentino, mas desta vez a arbitragem anulou o lance, marcando corretamente um impedimento de Messi.

Aos 33 minutos, o Porto reclamou muito de uma falta de Abidal em Guarín dentro da área, que o árbitro Bjorn Kuipers mandou seguir. Seis minutos depois, Rolando fez falta em Messi e foi mais cedo para os vestiários, levando o segundo cartão amarelo.

LIONEL MESSI, sensacional jogador argentino para quem a bola chuta, como bem diz o poeta CARPINEJAR

Na sequência, Messi lançou Fábregas, que havia entrado pouco antes, e o meia dominou no peito e selou a vitória do Barcelona. Descontrolado, o Porto ainda perdeu Guarín, expulso após dura entrada em cima de Mascherano.

Galeria de Aurora M Leão

INGRA LIBERATO estrela RESTA UMVI ComuniCurtasCinema em TAQUARYCigana no cinemaBela Foliã...Cinema Cearense Premiado
Festa na MetrópolisZezeh: Cadê Alice ?Zeca Brito: visita de cinema a LISBOACurtindo carinho do ídoloSaudando o amanhecer...Zeca Brito Agita CARNAVAL
Com amigo Joel JacinthoSARAVÁ, ZÉU BRITTO !O Clima do RESTA UM...Alegria de Cinema em GoiâniaCurtindo SantelmoAurora e Luiz Filho
Fim de tarde em BarreirinhasCampina Grande é ComuniCurtas !Walter Hugo Khoury convidadoPasion BoquenseCurtindo ParisCom o paralama BI RIBEIRO

UNICAP divulga selecionados da Mostra Universitária

É com alegria que informamos a lista de selecionados para a I Mostra de Vídeo Universitário da Universidade CAtólica de Pernambuco (UNICAP), que vai acontecer de 19 a 22 de outubro. na capital pernambucana.

Quem coordena é o jornalista e cineasta LEO TABOSA e é dele a carta aos selecionados que publicamos a seguir por achá-la por demais elegante, oportuna e bem redigida, dando aos realizadores dos filmes que serão exibidos uma visão correta do processo seletivo.

Caríssimos realizadores, 

A quantidade de curtas inscritos nos obriga a fazer uma seleção. Na primeira edição da Mostra de Vídeo Universitário da Unicap foram inscritos 150 curtas de diversos estados brasileiros. E, dentre estes, escolhidos 37 para participarem da Mostra Competitiva.

Seguramente, os escolhidos não são necessariamente os melhores, mas os que, segundo a visão da curadoria, melhor se adequam à proposta da Mostra Universitária.

A Mostra ocorrerá no Recife, no auditório da Livraria Cultura e Espaço Executivo da Universidade Católica de Pernambuco, no período de 19 a 22 de outubro. 

Em breve enviaremos a programação da Mostra.

Obrigado pela participação e confiança, 

Um abraço,

 Leo Tabosa, Diretor da Mostra de Vídeo Universitária da Unicap

 

SELECIONADOS da 1ª Mostra de Vídeo Universitário da Unicap 

A casa dos mortos – Débora Diniz (20’ / Documentário / Brasília – DF)

A céu aberto – Alexandre Kumpinski (8’ / Documentário / Porto Alegre – RS)

Abate – Luca Sá (14’ 10” / Ficção / São Luís – MA)

Abner, o papa zumbis – Marcus Guio (3’ 30” / Animação / São Paulo – SP)

Amor de Thanatos – Helena Guerra (6’ / Ficção / São Paulo – SP)

Brecha – Júlia Araújo e Nathália D’Emery (5’ 43” / Animação / Recife – PE)

Chapeuzinho – Rafael Jardim (7’ 39” / Ficção / Salvador – BA)

Circuito interno – Júlio Martí (13’ / Ficção / São Paulo – SP)

Cobertura 01 – Adriano Bidão (15’ 35” / Documentário / Rio de Janeiro – RJ)

Coisas do além e do Recife também – Marcela Alves, Mariana Lins e Rubens Carneiro ( 19’ 9” / Documentário / Recife – PE)

Confinado – Rafael Lobo ( 20’ / Ficção / Brasília – DF)

Cores & Botas – Juliana Vicente (15’ 50” / Ficção / São Paulo – SP)

Darluz – Leandro Goddinho (15’ / Ficção / São Paulo – SP)

Distantes – Bruno Peres ( 15’ / Ficção / São Paulo – SP)

Ela Só – Pâmela Hauber e Stefania Curti (9’ 52” / Ficção / Porto Alegre – RS)

Élégie à Rimbaud – Leo Pyrata (7’ / Ficção  / MG)

Eletrotorpe – Nalu Béco (15’ / Ficção / São Paulo – SP)

Espetáculo: o mágico e a domadora – Rafael Jardim (3’ / Animação / Salvador – BA)

Homem Ilha – Ana Paula Fernandes e Daniela Camila (10’ 50” / Ficção / Vila Velha – ES)

Lado B – Rafael Jardim (15’ / Documentário / Salvador – BA)

Mato Alto: pedra por pedra – Arthur Leite ( 15’ / Documentário / Quixeré – CE)

Meu amigo, meu avô – Renan Montenegro (12’ / Ficção / Brasília – DF)

Mute – Adolfo Sarkis ( 11’ / Ficção / Rio de Janeiro – RJ)

Nego – Armando Fonseca (10’ / Ficção / São Paulo – SP)

O obituário de Manny – Andre Wacemberg (20’ / Ficção / Recife – PE)

O que faz o Brasil, Brasil? – Wanderson Telles Guedes (12’ / Documentário / Rio de Janeiro – RJ)

O trabalho final – Felipe Mendonça Moraes (17’ / Ficção / Florianópolis – SC)

O vizinho da frente – Júlia Araújo e Nathália D’Emery (13’ 10” / Ficção / Recife – PE)

Pétala – Vitor Dourado (15’ / Ficção / São Paulo – SP)

Quarteto simbólico – Josias Teófilo ( 14’ / Documentário / Recife  – PE) 

Rocco – Felipe Matzembacher (15’ 46” / Ficção / Porto Alegre – RS)

Silêncio, por favor – Filipe Matzembacher (7’ 6” / Documentário / Porto Alegre – RS)

Temporão  – Felipe Carrelli (19’ / Documentário / São Paulo – SP)

Um par – Lara Lima (8’ / Ficção / São Paulo – SP)

Velho Mundo – Armando Fonseca (13’ / Ficção / São Paulo – SP)

Verbena e Limão – Lucas Sá e Lucas Kurz ( 4’ 4” / Ficção / São Luís – MA)

Viagem à Lua – Daniel Pech (19’ / Ficção / Rio de Janeiro – RJ)