Arquivo do dia: 11/08/2011

Cultura & Música: diferencial no rádio cearense

O programa Cultura & Música, no ar toda segunda-feira pela rádio Universitária FM, completou 4 anos segunda passada em clima de alegria e descontração. Não faltaram Parabéns dos muitos ouvintes, e-ms, presença de convidados no estúdio, refrigerantes e até um oportuno bolo com velinhas.

No ar desde 6 de agosto de 2007 pela Universitária FM, o programa  tem patrocínio do Banco do Nordeste, e prima por divulgar a agenda de eventos artísticos e culturais do Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza, incluindo outros equipamentos culturais da capital cearense e também os CCBNs de Juazeiro do Norte e de Sousa (PB). Além disso, o Cultura & Música abre espaço para entrevistas e divulgação da produção musical, priorizando o ambiente artístico nordestino e suas conexões com a música brasileira e mundial.

Veiculado toda segunda, das 16h às 17 h, pela Universitária FM, 107.9 MHz, o Cultura & Música comemorou estes 4 anos nas ondas do rádio, e também via web, contando com a presença do gerente do Ambiente de Gestão da Cultura do Banco do Nordeste, o fotógrafo e cineasta Tibico Brasil, que falou sobre a bem sucedida política de apoio à cultura implementada pela instituição por intermédio de ações como os centros culturais de Fortaleza, Sousa, no alto sertão paraibano, Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, e os centros cujas obras estão em andamento, em Teresina (PI), e Vitória da Conquista (BA). Tibico Brasil também divulgou a data de lançamento do edital 2011-2012 do prêmio BNB de Cultura, parceria com o BNDES, e os editais de ocupação dos centros culturais em atividade para 2012.

A cantora DAÚDE também está na lista das entrevistadas do programa

O Cultura & Música premiou os ouvintes com produtos culturais viabilizados com patrocínio do Banco do Nordeste e veiculou a centésima versão da canção Asa Branca, em interpretação coletiva reunindo a Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, o músico Carlos Malta, o mestre João do Pife e os grupos As Jovelinas e Ventoinha de Canudos.

O clima descontraído e comemorativo da audição da última segunda foi permeado pela execução da música Parabéns pra Você, executada pela Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto. Parabéns pra Você é o título em português para a canção Happy Birthday to You e sua versão foi criada em 1942 pela compositora e educadora paulista Bertha Celeste.

Contando com apoio do acervo da Casa da Memória Equatorial, o programa Cultura & Música é produzido pelo cantor/compositor Calé Alencar e apresentado pelos jornalistas Aurora Miranda Leão e Nelson Augusto.

Selecionados do CURTA SANTOS

Santos viverá a nona edição do seu festival de cinema, de  13 a 17 de setembro, sob a batuta de Júnior Brassalotti e Ricardo Vasconcellos.

Foram  723 inscrições de realizadores de todo o país para as quatro mostras competitivas: Olhar Brasilis, Videoclipe Brasilis, Olhar Caiçara e Videoclipe Caiçara. As duas primeiras tem abrangência nacional e reunirão, respectivamente, os melhores curtas produzidos recentemente e os melhores videoclipes, independente da data de realização. Já as duas últimas seguem o mesmo formato, mas são restritas à produção regional, do litoral paulista.

Com o tema Para Todas as Mulheres do Mundo, são os seguintes os 60 selecionados:

Mostra Olhar Caiçara

Aloha”, Paula Luana Maia e Nildo Ferreira.

A Janela Poética”, de Noelle Falchi.

Aos Nossos Amigos”, de Felipe Butturi.

As Sereias da Vila – O Futebol Feminino do Santos F.C.”, de Ana Cláudia Kabbach, Beatriz Dias e Marcella Martins.

Atrás dos Prédios”, de Djalmir dos Santos.

BNH 001”, de Aline Assis.

Clichê: A Psicologia dos Personagens”, de Nildo Ferreira.

Cross the Line”, de Alyson Montrezol.

Do Porque ou Para que Contar Histórias”, de Samuel de Castro e Maurício Jordy.

Drama de um Cotidiano Real”, de Marco T. Alves.

Ilusionismo”, de Madeleine Alves.

Iolanda & Xico”, de Waltuir Alves.

O Funcionário Zumbi”, de Kauê Nunes.

Sobrevida”, de Joel Gustof.

Ulisses”, de Lohayne Oliveira Carvalho.

Mostra Olhar Brasilis

A Casa da Vó Neyde”, de Caio Cavechini.

A Dama do Peixoto”, Douglas Soares e Allan Ribeiro.

A Fábrica”, de Aly Muritiba.

A Menor Distância Entre Dois Pontos”, de Breno Nina e Elias Guerra.

A Verdadeira História da Bailarina de Vermelho”, de Alessandra Colasanti e Samir Abujamra.

Braxília”, de Danyella Proença.

Carreto”, de Cláudio Marques e Marilia Hugues.

Eu Não Quero Voltar Sozinho”, de Daniel Ribeiro.

Flash”, de Alison Zago.

Lápis de Cor”, de Alice Gomes.

O Céu no Andar de Baixo”, de Leonardo Cata Preta.

Rái Sossaith”, de Thomate.

Sildefanil”, de Clovis Mello.

Taba”, de Marcos Pimentel.

Tempestade”, de Cesar Cabral.

Mostra Videoclipe Caiçara

2gether 2nights”, de ‘Gui Pan’.

2 Músicas, 2 Momentos e 1 História”, de ‘Rockers’.

Até o Fim”, de ‘Fantine Tho’.

Dois Copos D’Água”, Zebra Zebra.

Duas Escolhas”, de Vinci.

Espada do Dragão”, de MC Primo.

Eu Brinco de Gostar de Você”, de Diclock.

Hallunation”, de ‘Dealer’.

Livre”, de ‘Alva’.

Mais Nada”, de ‘Panorama’.

Minha Família”, de ‘Maguila’.

Momento Bom”, de ‘VDA’.

O Que Ela Quer”, de ‘Nuwisha Feat Sombra SNJ’.

Pedras e Ferro Frio”, de ‘Flat Fun’.

Sell Your Body”, de ‘Blackjaw’.

Mostra Videoclipe Brasilis

Adeus”, de ‘Supertoy’.

Bonequinha do Papai”, de ‘Pequeno Cidadão’.

Dylan Sings Bowie”, de ‘Jumbo Elektro’.

Errado é Mais Legal”, de ‘Quarter’.

Essa Mulher Só Quer Viver na Balada”, de ‘Velhas Virgens’.

Futurando”, de Léo Chermont.

No Baque”, de ‘Soatá’.

O Mar Pra Mim”, de ‘Black Sonora’.

Planos”, de ‘Match’.

Pode Acreditar”, de Marcelo D2.

Rimas do Coração”, de ‘Reativa’.

Rise up Days”, de ‘Questions’.

Sábias Almas”, e ‘Atlanta’.

Um Rei e o Zé”, de ‘Apanhador Só’.

Vida Bandida”, de ‘Alarde’.

Site oficial: www.curtasantos.com.br

Vera Fischer planeja voltar ao Teatro

Clínica reforça esquema para dar total privacidade à atriz, que está em clínica de desintoxicação sem previsão de alta 
 

Foto: Divulgação/TV Globo
 
A tranquilidade dos primeiros dias de internação já não é mais a mesma. Vera Fischer está internada desde o dia 23 de julho no Núcleo Integrado de Psiquiatria (NIP), voltado para dependentes químicos na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Vera vinha se mantendo alegre e comunicativa, dando até mesmo autógrafos a outros internados. Mas agora a situação é diferente. Neste momento de desintoxicação é importante total sossego ao paciente. Só assim ela vai ser capaz de dar início à recuperação de sua saúde.

Ela já não sai do quarto, mantém a janela que dá vista para o jardim o tempo todo fechada e a porta só é aberta pelos médicos ou enfermeiros autorizados. Além disso, não tem feito as refeições no refeitório, com os demais internados, nem tem ido à sala de TV ver novela da tarde. Passa a maior parte do tempo lendo livros, revistas, vendo DVDs e escrevendo em um bloco.

A mudança de atitude de Vera, em comum acordo com a equipe médica, é para que se tente controlar a curiosidade, que é grande, em torno do quarto da atriz. E não só isso. É preciso que se mantenha a ordem no recinto, ainda que se tenha a “deusa” Vera Fischer no quarto ao lado. Alguns pacientes chegavam a ficar conversando por horas, fingindo ter alguma coisa para fazer, próximos do seu quarto, no corredor principal. Tudo para tentarem chegar perto de Vera. Tinha até quem pegava uma revista para ler, em pé, na tentativa de esbarrar com a atriz. Os enfermeiros a tratam como “dona Vera”, os pacientes como “deusa”.

Paparazzi na árvore

Dois seguranças agora reforçam as redondezas da clínica, para que os paparazzi não abusem dos limites de privacidade. Um fotógrafo chegou a ser visto em cima de uma árvore, no sábado passado, tentando algum registro de dentro da clínica. Ninguém entra no local sem autorização prévia ou sem comprovação de que é parente de algum paciente, caso seja dia de visitação.

Inicialmente, Vera ficaria reclusa por 15 dias, prazo que venceu na terça (9). Agora, não há previsão de alta.Segundo fontes ouvidas pela reportagem do iG, dois fatores foram responsáveis por esta mudança no plano de tratamento da atriz. Primeiro, a vontade da própria em contribuir para a melhora de sua saúde. Segundo, o interesse e apoio dos filhos, Rafaela e Gabriel. Ambos estiveram no local no último final de semana, ficaram em torno de duas horas no quarto da mãe e conversaram bastante com ela.

 

Também houve uma “blindagem” em torno das visitas que a atriz recebe, para não despertar atenção dos demais pacientes, funcionários do local e de curiosos que ficam na calçada. Para isso, os carros de familiares de Vera entram pela garagem dos médicos. Rafaela e Gabriel, por exemplo, entraram por uma porta lateral, ao invés de usarem a recepção principal da clínica. O esquema surtiu resultado. Os paparazzi não conseguiram registrar a visita. 

Fachada principal da clínica, na Barra da Tijuca (fotoHelio Motta)

De volta à cena

Apesar de reclusa, Vera se mantém calma, serena e tranquila. O único problema que a tem chateado, por ficar a maior parte do tempo dentro do quarto, é não poder pegar sol. É sabido que Vera adora sol. Tanto que vinha mantendo nos últimos tempos um bronzeamento natural. Ela sempre se recusou a usar filtro solar. E já faz planos para, assim que tiver alta, ir para seu sítio, em Pedra de Guaratiba, no Rio, repor o bronze da pele.

No campo profissional, Vera mantém o projeto de, no começo do ano, estrear no Rio a peça “As lágrimas amargas de Petra von kant”, com direção do argentino Victor Garcia Peralta. Ela fará o papel que, há algumas décadas, foi de Fernanda Montenegro. JáLuiza Mariani fará o papel antes interpretado por Renata Sorrah e Christiane Torloni, em distintas montagens.  No texto original, há uma polêmica cena de beijo lésbico.

Vera agora só quer descansar. Para voltar com toda a força de seu talento e junto ao seu público.

Valmir Moratelli, iG Rio de Janeiro

Um pouco mais de Teologia…

Texto do Prof. JV é publicado em livro da UERJ

 
Recentemente foi divulgada a notícia da publicação, pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), da obra de produções literárias do Seminário acerca do INSÓLITO NA FICÇÃO(2010), no qual o Prof. JV, junto com nossa mestra Gabriele Greggersen, apresentaram trabalhos em palestras naquela conceituada instituição de ensino superior. Abaixo segue, com maiores explicações, o texto de comunicação da publicação, juntamente com o link que permite acesso direto à obra publicada. O comunicado foi o seguinte:[abre aspas] Já se encontram publicados os textos integrais das comunicações apresentadas nos simpósios do VIII Painel Reflexões sobre o insólito na narrativa ficcional, II Encontro Regional O Insólito como Questão na Narrativa Ficcional, V Fórum de Estudos em Língua e Literatura Inglesa, cujo tema central foi “o insólito em língua inglesa”, realizado na UERJ de 3 a 5 de novembro de 2010. Brevemente, também estarão publicados os textos integrais das comunicações livres. Disponível para cópia grátis em http://www.dialogarts.uerj.br/arquivos/insolito_lingua_inglesa.pdf. [fecha aspas] ou no link acessado por um clique no título deste post.

SALA DE LEITURA DA EAT 

Pedimos aos nossos amigos, alunos, irmãos e visitantes a gentileza de repassar esta notícia a todos os que gostam de literatura e ficção, mas, sobretudo, a quem gosta de CS Lewis, autor que dá vida e razão a esta Escola.