Arquivo do dia: 28/09/2011

O Filme dos Espíritos estréia segunda em todo o país

Nelson Xavier, Etty Fraser, Sandra Corveloni, Ênio Gonçalves, Ana Rosa e Reinaldo Rodrigues estão no elenco   

O Filme dos Espíritos é livremente inspirado em O Livro dos Espíritos, escrito por Allan Kardec, em 1857. Trata-se de obra basilar da doutrina codificada por Kardec, publicada em forma de perguntas e respostas. Rodado grande parte em São Paulo, o longa contou também com filmagens em Cajazeiras/PB, Atibaia, Araçoiaba da Serra e Ubatuba (SP).

O longa traz a história de Bruno Alves, que, por volta dos 40 anos, perde a mulher e se vê completamente abalado. A perda do emprego se soma a sua profunda tristeza. O protagonista se imagina num doloroso caminho sem volta.  Nesse momento, ele entra em contato com O Livro dos Espíritos. A obra lhe é dada por um desconhecido, em momento crucial da sua jornada.

A partir daí, Bruno começa sua busca pela compreensão dos mistérios da alma. Um antigo professor e sua mulher, ambos espíritas, o auxiliam nesse processo de recuperação. 

Sobre a Produtora

A Mundo Maior Filmes é uma produtora de cinema sediada em São Paulo, que preza pelo caráter educativo e espírita de suas obras. Representa uma unidade de negócios da Fundação Espírita André Luiz (FEAL), nascida da obra social das Casas André Luiz. A FEAL é também a mantenedora da Rede Mundo Maior de TV, da Rede Boa Nova de Rádio e da Editora e Distribuidora Mundo Maior. A partir da criação da Mundo Maior Filmes, em 2009, a Fundação passou também a utilizar-se da sétima arte para divulgação de conteúdo educativo e espiritualista. 

Sobre os diretores

André Marouço – nascido em São Paulo, em 1970, Marouço é jornalista e radialista com mais de 20 anos de experiência, tendo passado pelas TVs Globo, Cultura e SBT. Entre outros trabalhos, destacam-se sua participação como produtor executivo, idealizador e coordenador geral da I Mostra Mundo Maior de Cinema e do projeto Mundo Maior de Cinema; diretor e roteirista dos documentários Sacramento Natureza e História (2005 / Versátil), Terceira Revelação – A Morte não Existe (2005 / Mundo Maior Filmes) e 60 Anos Transformando Vidas (2009 / Mundo Maior Filmes); diretor de fotografia dos documentários Um Lugar Chamado Lar (1999 / TV Cultura), A Riqueza do Lixo (2000 / TV Cultura) e A Cidade e a Criança (2000 / TV Cultura). 

Michel Dubret – Formado em cinema pela FAAP, ingressou no de 2003 no Studio Fátima Toledo. Neste trabalhou como assistente da Fatima Toledo no casting e na preparação de atores nos filmes: O Céu de Suely (dir. Karin Ainouz), Mutum (dir. Sandra Kogut), Tropa de Elite (dir. José Padilha) e Linha de Passe (dir. Walter Salles), entre outros. Entre 2007 e 2008, dirigiu curtas metragens como James e Ulisses, O Quarto e Chuva Rasa, todos produzidos e realizados pelo Studio Fátima Toledo. Dubret também adquiriu experiência profissional na Cinemateca Brasileira nos departamentos de catalogação, preservação e restauração de filmes como Deus e o Diabo na Terra do Sol (Glauber Rocha) e Macunaíma (Joaquim Pedro de Andrade), entre outros, durante o período de quatro anos. 

Sobre as Casas André Luiz

O Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz nascido há 60 anos, dedicou-se, desde o início, a cuidar de pessoas com deficiência intelectual (em grau leve, moderado, grave e profundo), com ou sem deficiência física associada. O objetivo primeiro da instituição é gerar qualidade de vida material e espiritual à pessoa com deficiência intelectual. 

Atualmente, a Casas André Luiz oferece duas unidades de atendimento: a Unidade de Longa Permanência e Ambulatório de Deficiência Mental de Vila Galvão. Somando os atendimentos prestados nas duas unidades, chega-se ao número de 1400 pacientes por mês. Hoje, a instituição ostenta, com orgulho, o Certificado de Sistemas de Qualidade, expedido pela Fundação Vanzolini, que atesta que o Sistema de Qualidade das Casas André Luiz cumpre os requisitos da norma NBR ISO 9001:2000.

 

Um pouco de Allan Kardec e a força de sua obra

O Livro dos Espíritos foi escrito pelo educador francês Hippolyte Rivail, conhecido por seu pseudônimo Allan Kardec, em 1857. A obra é considerada ainda hoje como a obra fundamental do Espiritismo. 

Segundo o Livro:

De fato, o espiritualismo é o oposto do materialismo, e qualquer um que acredite ter em si algo além da matéria é espiritualista, embora isso não queira dizer que creia na existência dos Espíritos ou em suas comunicações com o mundo material.

Em vez das palavras espiritual, espiritualismo, utilizamos para designar a crença nos Espíritos as palavras espírita e Espiritismo, que lembram a origem e têm em si a raiz e que, por isso mesmo, têm a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, preservando à palavra espiritualismo sua significação própria.

Diremos que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio a relação do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo espiritual. Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas ou, se quiserem, os espiritistas”

Ficha técnica de O Filme dos Espíritos

DIREÇÃO: André Marouço e Michel Dubret

ROTEIRO: André Marouço

Elenco Principal: Reinaldo Rodrigues, Nelson Xavier, Ana Rosa, Briza Menezes, Alethea Miranda, Ênio Gonçalves.

Participações especiais: Etty Fraser, Sandra Corveloni, Luciana Gimenez

Duração: 101 minutos 

Igrejinha terá Oktoberfest em outubro

Reforço à campanha de conscientização

no trânsito durante a festa

 

Desde 2008, a Oktoberfest de Igrejinha conta com o selo “Se você dirigir, por favor, não beba!”. A festa começa em menos de três semanas. Ingressos antecipados já estão à venda. 

Mesmo antes de o governo federal lançar a lei de tolerância zero ao álcool, em 2008, a Oktoberfest de Igrejinha já se preocupava com os perigos da mistura álcool e direção. Por isso, neste mesmo ano, lançou o selo “Wenn Sie fahren, Bitte, nicht trinken!”, ou seja, “Se você dirigir, por favor, não beba!”. Em todas as edições da festa, o tema é lembrado através da divulgação do selo aos visitantes. Quem alerta sobre o assunto é o Presidente da entidade promotora da festa, a Associação de Amigos da Oktoberfest de Igrejinha (Amifest), Luiz Fernando Sohne, o Lux. “Na semana passada realizamos uma importante reunião com as autoridades do município para discutir sobre as alternativas de prevenção aos acidentes envolvendo o consumo de bebidas alcoólicas e direção”, informa Lux. Para ele, a melhor alternativa para se divertir em segurança é através de transportes contratados, como ônibus e vans. “A responsabilidade de um motorista é muito grande. Antes de assumir a direção, pense nas pessoas que estão na carona e na sua família e se divirta consciente”, alerta Lux.

 

INGRESSOS ANTECIPADOS – Além das lojas da Rede UnidaSul, os ingressos antecipados para a maior festa comunitária do país podem ser adquiridos nos seguintes pontos de venda:

 

  • Budega Discos de Igrejinha e de Taquara
  • Estação Rodoviária de Campo Bom e de Taquara
  • Farmácias Agafarma de Igrejinha e de Três Coroas
  • Kunst Materiais de Construção de Igrejinha
  • Lotéricas de Igrejinha e de Três Coroas 

Até dia 14, os ingressos custam R$ 7,00. Após, os ingressos estarão disponíveis no Parque de Eventos Almiro Grings, ao valor de R$10,00.

 

A 24ª Oktoberfest de Igrejinha ocorrerá de 14 a 23 de outubro, no Parque de Eventos Almiro Grings, no centro de Igrejinha/RS. A festa tem patrocínio da Nova Schin. Na programação, estão confirmados shows de Michel Teló, Lulu Santos e NXZero, entre outros. Mais informações: (51) 3545.1077 ou pelo www.oktoberfest.org.br.

Músicas para o Planeta Terra

Concurso vai selecionar banda para abrir o Planeta Terra Festival 

 

Para quem sonha com o mundo da música e em assinar contrato com uma grande gravadora, além de se apresentar para 20 mil pessoas num dos principais festivais de música do Brasil, chegou a hora.

As inscrições para o concurso que vai levar um artista ou uma banda para abrir o Planeta Terra Festival, em 5 de novembro, no Playcenter em São Paulo, estão abertas desde a semana passada. 

O Banco do Brasil, o Portal Terra e a gravadora Deck se uniram para apresentar o concurso Hit todo som todo seu BB. As inscrições serão feitas mediante o envio de vídeo com a performance da banda, cantando músicas próprias que não tenham os direitos cedidos para nenhuma editora ou gravadora. O período de inscrição do vídeo vai até 16 de outubro, às 21h. 

 Um time de jurados irá selecionar dez músicas (de dez artistas diferentes) para as semifinais do concurso. Os escolhidos nesta fase já ganham o registro na gravadora Deck. A seleção acontece entre 17 e 19 de outubro – data na qual serão anunciados os vencedores dessa etapa do concurso. A partir daí, a disputa é ainda mais acirrada e os pré-selecionados passarão por uma votação popular, de 20 a 27 de outubro. O público vai eleger os três finalistas, que serão anunciados em 28 de outubro

A próxima etapa será a grande final, a ser realizada em 1º de novembro, às 21h, numa mega Festa Show no Na Mata Café, em São Paulo. Nesta ocasião, o participante (individual ou grupo) poderá mostrar mais do próprio talento ao apresentar, além da música inscrita, mais duas canções, de autoria própria, à comissão julgadora. O resultado final será divulgado dia seguinte, 2 de novembro, e o grande vencedor irá subir ao palco Indie e abrir o Planeta Terra Festival, dia 5 de novembro. 

Para saber mais sobre o concurso, acesse: http://hitbb.planetaterra.com.br.

 

Serviço: Concurso Cultural Hit BB

1ª fase – Até 16 outubro

2ª fase – pré-seleção: 17/10 a 19/10 (seleção 10 melhores)

3ª fase – voto popular: 20/10 a 27/10 (seleção dos 3 finalistas)

4ª fase – festa show: 1º/11

Anúncio do vencedor: 2/11

Site: http://hitbb.planetaterra.com.br.

Ritual indígena na tela de Brasília

Filme provoca risos e ovação em Brasília

 

A primeira noite competitiva do 44º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, ocorrida ontem, fez o público embarcar numa viagem antropológica ao Alto Xingu, no Mato Grosso.
 
 

Já exibido no Festival de Gramado, em agosto, o documentário As Hiper Mulheres acompanha um ritual chamado de Jamurikumalu, praticado pelas mulheres da tribo Kuikuro. Na ocasião, elas promovem uma grande festa para levar uma velha índia a cantar pela última vez antes da morte, mas enfrentam problemas já que a única conhecedora dos cantos antigos encontra-se doente.

Criado pelo trio Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro — este último integrante da própria comunidade –, o filme provocou risos na plateia nos momentos em que expunha a intimidade das mulheres. Nos intervalos das cantorias do ritual, à noite, elas “caçam” homens em busca de sexo.

  Divulgação  
Cena do documentário "As Hiper-Mulheres", de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro
As Hiper-Mulheres, de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro

“De fato há uma enorme liberdade sexual na aldeia, mas o que a gente está mostrando é o dia a dia mesmo desse universo. Nosso principal problema era saber não pesar a mão nesse aspecto e descobrir como gerar empatia sem perder a textura da música, que era o que importava”, afirmou Fausto em um debate realizado hoje pela manhã.

Para ele, o desafio do documentário foi fugir do mero registro etnográfico. “Queríamos fazer um filme que conseguisse pegar o dilema das músicas que estavam se perdendo”.

Todo falado no dialeto da tribo, o longa foi apresentado com legendas que utilizam gírias do português atual para demonstrar a espontaneidade nas conversas entre os índios, o que reforçava o lado cômico de algumas situações apresentadas. Ao final da projeção, o filme recebeu aplausos demorados do público.

CURTAS

A noite contou ainda com a exibição dos curtas Ser Tão Cinzento (BA), de Henrique Dantas, que revisita o curta “Manhã Cinzenta”, de Olney São Paulo, produzido durante a diratura militar brasileira, e A Fábrica (PR), uma ficção de Aly Muritiba sobre o périplo de um presidiário para dar os parabéns à filha no dia de seu aniversário.

Este ano, o Festival de Brasília criou uma competição exclusiva para os curtas de animação. Na primeira noite, foram exibidos “Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo” (RS), de Rodrigo John, e “Bomtempo” (MG), de Alexandre Dubiela.

* AMANDA QUEIRÓS
Enviada especial da Folha a Brasília

O PALHAÇO abre amanhã Mostra Internacional de BH

MESSI joga e faz gols como quem passeia… Saravá !

Messi faz dois, e Barcelona goleia BATE Borisov em ritmo de treino

Craque argentino chega aos 194 gols com a camisa do clube catalão e iguala marca do lendário László Kubala

 
 
Antes do duelo contra o Barcelona, o jovem técnico do BATE Borisov, Viktor Goncharenko, disse que não tinha medo do rival. O problema é que ele não avisou isso aos seus comandados. Em ritmo de treino e aproveitando falhas individuais do time bielorrusso causadas claramente pelo temor de encarar Messi e companhia, o clube catalão goleou por 5 a 0 e se isolou na liderança do Grupo H da Liga dos Campeõescom quatro pontos. Para não perder o costume, o camisa 10 argentino foi o destaque da partida realizada em Minsk, marcou dois gols e se tornou o segundo maior artilheiro da história do Barça.
 

Em outro jogo da chave, o Milan recebeu o Viktoria Plzen, da República Tcheca, e, após um primeiro tempo tenebroso, no qual foi bastante ameaçado, fez 2 a 0 na etapa final e garantiu a primeira vitória no torneio. Cassano e Ibrahimovic anotaram os gols da equipe rossonera, vice-líder do Grupo H com quatro pontos, mas pior saldo de gols que o Barcelona.

Diante de um recuado BATE Borisov, o Barcelona começou a partida do jeito de sempre, ou seja, tocando a bola e buscando abrir espaços na defesa adversária. Aos seis, o brasuca-espanhol Thiago Alcântara, escalado na vaga do contundido Iniesta, deu o primeiro chute a gol. Bem colocado, o goleiro Gutor fez a defesa.

‘Fogo amigo’ fura a retranca

Com quase todos os jogadores da intermediária da defesa para trás – apenas o experiente sérvio Kezman lutava na frente contra os defensores do Barça -, o time bielorrusso até conseguia evitar penetrações de Messi, Villa, Pedro e companhia na área. Mas não o “fogo amigo”. Após cruzamento despretensioso de Daniel Alves pela direita, o zagueirão Volodko se desesperou com Messi no seu “cangote” e acabou marcando contra: 1 a 0 para o Barcelona.

Pedro na partida do Barcelona contra o BATE (Foto: AFP)
Pedro, de cabeça, fez o 2º do Barça (Foto: AFP)
 

Três minutos depois, em jogada parecida, mas pelo lado esquerdo, Pedro foi mais rápido que a defesa do BATE e, de cabeça, ampliou.

Com a vantagem, o Barcelona ficou mais sossegado na partida e, aos 37, fez mais um em nova falha bisonha dos anfitriões. Thiago Alcântara fez bela jogada pela ponta direita e cruzou fraco. O arqueiro Gutor se enrolou e espalmou a bola na cabeça de Messi que só teve o trabalho de escorar para o fundo das redes.

MESSI iguala marca de Kubala

No segundo tempo, sem esforço algum, o Barcelona ia criando uma oportunidade atrás da outra e, aos dez, fez mais um. Daniel Alves achou Messi na altura do pênalti. Com a habilidade que lhe é peculiar, o craque argentino dominou e acertou uma bomba no ângulo. 

Com o tento, Messi chegou aos 194 gols com a camisa do Barcelona e se igualou ao húngaro László Kubala que, entre 1950 e 1961, fez história no Barça. Ambos agora estão apenas atrás de César Rodríguez que marcou 235 gols entre 1939 e 1955.

A goleada no placar diminuiu ainda mais o ritmo do Barcelona que, no restante da segunda etapa, seguiu “treinando” e, mesmo assim, anotou mais um com David Villa aos 44 após uma falha da zaga do BATE que saiu jogando errado. 

 Messi comemora gol do Barcelona contra o BATE (Foto: AFP)

Messi comemora gol do Barcelona contra o BATE (Foto: AFP)

Por GLOBOESPORTE.COM Minsk, Bielorrússia

MESSI faz torcida delirarrr: BARÇA vence por 5 a ZERO

ARGENTINO de todas as vibrações, LIONEL MESSI se confirma, a cada joho, o melhor e mais importante jogador de futebol da atualidade.

Já pensaram quanto vai custar o ingresso para o jogo da Argentina na Copa ?

Eu já tô juntando grana pra comprar os meus…

MESSI É UM JOGADOR NECESSÁRIO, um Artista da Bola, u mesteta das grnades jogadas,. um gentleman em campo…

SARAVÁAAAAAAA !!!

Arte e inovação para o mundo, a partir de Buenos Aires

A encantadora e indormida capital argentina acaba de ganhar mais um centro cultural: o Faena Arts Center, no turístico e moderno bairro Puerto Madero.

A inauguração aconteceu na última quarta, com apresentação da cantora britânica Marianne Faithfull e a abertura da exposição O Bicho Suspenso na Paisagem, do genial artista carioca Ernesto Neto – cuja versatilidade, beleza e originalidade das obras tem despertado a atenção do mundo.

A obra, uma imensa tela feita de fios de polietileno recheada de bolas de plástico, fica pendurada no teto do grandioso salão, o qual, no começo do século 20, abrigava a sala das máquinas de um moinho.

O imponente centro cultural integra o cenário daa região portuária, recentemente revitalizada e transformada em bairro moderno, cheio de escritórios, restaurantes e lojas.

O Faena Arts Center está dentro do complexo Los Molinos, próximo ao Faena Hotel, projetado pelo arquiteto Philippe Starck.

  Victor R. Caivano/Associated Press  
ORG XMIT: VC301 Journalists enter the new Faena Arts Center in the Puerto Madero district in Buenos Aires, Argentina, Thursday, Sept. 22, 2011. The first show of the center is a work by Brazilian artist Ernesto Neto. (AP Photo/Victor R. Caivano)
Entrada do Faena Arts Center, mais novo centro cultural de Buenos Aires

São iniciativas do empresário Alan Faena, que investe nessa região há alguns anos. O custo do novo centro cultural é de US$ 14 milhões (cerca de R$ 26 milhões).

“Esse moinho é muito significativo, pois alimentou a Europa no pós-Guerra e agora vai alimentar o mundo de cultura, a partir de Buenos Aires. É uma cidade capaz de irradiar arte e inovação para o mundo”, disse Faena.

Escultura de Ernesto Neto: artista brasileiro de prestígio mundial expõe em Buenos Aires…

A obra de Ernesto Neto convida os visitantes a passear dentro dela. Ao caminhar sobre as bolas de plástico, o ruído lembra o de uma chuva repentina e volumosa.

“Eu quis construir esse labirinto com madeira, mas não funcionou. No final, ficou melhor assim, pois, ao andar dentro dela, temos a lembrança da floresta. E a floresta é aquilo que nos lembra de que há uma simbiose entre o ser humano e o planeta Terra”, diz o artista.

“Numa sociedade cheia de regras, a gente precisa de um certo dengo para amaciá-las”, diz Ernesto Neto

Neto conta: uma das inspirações para a obra foi, também, o livro O Enteado, do argentino Juan José Saer, baseado na história verídica de um jovem marinheiro que viveu por muitos anos numa tribo de índios canibais na região do rio da Prata.

A exposição de Ernesto Neto, cuja curadoria é de Jessica Morgan, da Tate Modern, de Londres, fica em cartaz até 20 de novembro.

Plante sua ideia na Usina do Gasômetro…

Recebendo convite para a BioNat Expo 2011, que começa sexta no Centro Cultural Usina do Gasômetro, na Avenida Presidente João Goulart, 551, no centro de Porto Alegre. A feira ficará em cartaz até 2 de outubro, das 9h às 20h.                            

         Na Bionat Expo 2011, você vai encontrar informações diferenciadas nas seguintes áreas:

 

  • FEIRA – Produtos Orgânicos, Fitoterápicos, Plantas Bioativas
  • MOSTRA – Turismo Agroecológico e Rural
  • Espaço Vida Sustentável – Apresentando programas, produtos, tecnologias e inovações ambientais sustentáveis.
  • BIONAT GOURMET – Espaço dedicado exclusivamente à gastronomia saudável. Estarão conosco chefs preocupados com a qualidade dos alimentos que consumimos, sua procedência, seu preparo, seu sabor e sua apresentação. A Bionat Gourmet é um espaço para conhecer e aprender diferentes formas de relação com os alimentos. Os chefs vão ministrar oficinas, degustações e encontros gastronômicos especiais para quem quer aprender a cozinhar com consciência e aproveitamento completo do alimento, ressaltando sabores e aromas.  Cardápio e degustação.
  • OFICINAS DE  EDUCAÇÃO  AMBIENTAL – Abordam temas como, energias alternativas, permacultura, culinária diferente, consumo consciente, comércio justo e solidário, reciclagem, uso de plantas medicinais, bioconstrução, cisternas, compostagem, horta caseira, como preservar os recursos naturais, entre tantas boas práticas.
  • BIONAT CULTURAL – Artes visuais, filmes, música, artesanato.Espaço dedicado aos artistas que trabalham o tema da sustentabilidade ambiental. Busca o diálogo entre o público e as mais diversas manifestações culturais como forma de promover  o consumo e a produção e incentivar a população a mudar os hábitos do cotidiano em prol de uma qualidade de vida melhor.  Através da cultura, queremos difundir a prática da preservação ambiental e internalizar mudanças de comportamento para que a preservação da natureza seja um valor individual e coletivo. Esse é o propósito da BioNat Cultural.