Arquivo do dia: 08/02/2012

Cursos de extensão em Fotografia

Faculdade Santa Marcelina oferece cursos na área de fotografia 

A partir de março, a Faculdade Santa Marcelina (FASM) oferecerá três cursos de extensão voltados ao mercado de fotografia, na unidade Perdizes (rua Dr. Emílio Ribas, 89). As inscrições estão abertas e as vagas são limitadas. 

Celina Yamauchi, artista plástica e professora da FASM, ministrará o curso Fotografia Básica e Introdução ao Laboratório Fotográfico Preto e Branco, cujo objetivo é proporcionar ao participante o conhecimento dos procedimentos técnicos envolvidos na captura e materialização das imagens fotográficas. O curso terá início em 5 de março e será realizado às segundas-feiras, das 14h30 às 17h30. 

Luz.Técnica.Ação. Módulos I e II terão início em 8 e 7 de março, respectivamente. O primeiro módulo ensina ao participante, por meio de aulas teóricas e práticas, os princípios básicos da câmera fotográfica. O segundo é voltado para alunos que queiram possuir conhecimento mais aprofundado na elaboração de ambientes dos sets fotográficos. Ambos os cursos serão ministrados por Melissa Szymansky, fotógrafa de moda que já atuou na revista italiana Moda Pelle. O módulo I será ministrado às quintas, das 19h às 22h30, e o módulo II às quartas, das 19h às 22h30. 

Mais informações: (11) 3824-5800, pelo portal www.fasm.edu.br ou na própria instituição.

SERCine recebe inscrições. Festival será em Maio

Com sua primeira edição realizada em 2011, o objetivo do SERCine é estimular a produção audiovisual em Sergipe e possibilitar o acesso do público às produções  de diversos gêneros do país. Além disso, pretende contribuir para a produção e divulgação do conteúdo audiovisual sergipano e universitário.

Quem informa é Baruch Blumberg, idealizador do Festival: este ano, o SERCine conta com uma programação de mostras, oficinas e mesas de debate. O festival acontecerá de 7 a 12 de maio e os realizadores podem concorrer em duas categorias: Nordeste e Universitário, sendo esta última aberta a todo o país. Durante as mostras serão exibidos longas e curtas  selecionados.

As inscrições estão abertas até dia 29, podendo participar do processo seletivo curtas-metragens de 2010, 2011 e 2012, realizados em qualquer suporte. Todas as exibições serão realizadas em formato digital.

Para mais informações: http://www.facebook.com/l/7AQF9xzUgAQHNx9mQuCvPz1-it4T-IP12IAHjAvcdbRSxmw/www.sercine.com.br

O SERCine é uma realização da Cacimba e uma produção da Rolimã Filmes e Sete Nove Audiovisual.

Inscrições ao Festival Internacional de Curtas de Sampa

Abertas inscrições ao Curta Kinoforum – 23º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, a acontecer de 23 a 31 de agosto.
 
 
 
As inscrições para o Programa Internacional, Mostra Latino-americana e Programas Brasileiros devem ser feitas até 31 de março – para curtas finalizados em 2011 – e até 31 de maio para curtas finalizados em 2012.

Regulamento e inscriçõeswww.kinoforum.org.br

Helena Ignez, Júlio Bressane e filme pernambucano em Roterdã

Três mulheres sagraram-se vencedoras do Festival de Cinema de Roterdã, encerrado esta semana.
 
Formado por Eric Khoo (realizador), Samuel Maoz (cineasta), Tine Fischer (responsável pelo Festival CPH-DOX na Dinamarca), e Ludmila Cvikova (Chefe de programação do Instituto do Filme de Doha), o júri contou também com uma única presença brasileira, a da atriz e cineasta premiada Helena Ignez, que foi bastante festejada no festival holandês.
 

A disputa pelos Tiger Awards de Melhor Filme envolveu quinze longas de diretores iniciantes, e, pela primeira vez na história do Festival, os três vencedores foram realizados por mulheres: o chileno “De Jueves a Domingo”, de Dominga Sotomayor, o chinês “Jidan heshitou”, de Huang Ji, e o sérvio “Klip”, de Majas Milos.

Cineastas premiadas em Roterdã: Huang Ji, Dominga Sotomayor e Majas Milos…         
 
Já no que diz respeito à competição de curtas-metragens, os vencedores foram «Generator», de Makino Takashi; «Big in Vietnam», de Mati Diop; «Springtime», de Jeroen Eisinga. A cineasta Charlotte Lim Lay Kuen recebeu ainda uma Menção Honrosa por «I’m Lisa».
 
Em outros prémios, uma nota de novo para «Klip» (Clip), o preferido da imprensa holandesa, «O Som ao Redor», de Kleber Mendonça Filho ( vencedor do Prémio FIPRESCI), «Sentimental Animal», de Wu Quan (Prémio NETPAC) e «Weekend», de Andrew Haigh (Prémio dos Jovens Críticos).
 
Finalmente, e no que toca ao CineMart, o melhor projeto apresentado foi o de Duncharon, de Athina Rachel Tsangari. The Lunchbox, de Ritesh Batra, recebeu uma menção honrosa.
 

Entre os brasileiros, O Som ao Redor, do pernambucano Kleber Mendonça Filho, foi o vencedor do prêmio da Federação Internacional dos Jornalistas, enquanto Ovos de Dinossauro na Sala de Estar, de Rafael Urban, foi selecionado ao lado de outras 20 produções para a disputa entre os curtas. Os filmes Febre do Rato, de Cláudio Assis, e Rua Aperana 52, novo longa do magnânimo cineasta carioca Júlio Bressane (um dos cineastas brasileiros mais festejados no exterior), cuja primeira exibição pública aconteceu ali, foram selecionados para a mostra Spectrum, dedicada aos filmes que receberam apoio do Fundo Hubert Bals.

Helena Ignez, que enfrentou temperatura de 20 abaixo de zero, integrou o júri do Tigers Award e foi bastante prestigiada em Roterdã…

Além da presença iluminada de Helena Ignez (Djalioh), cujo encontro com o amigo Julio Bressane foi uma celebração de cumplicidade, afeto e benquerença recíproca, o Brasil também esteve representado no Festival de Roterdã pelo crítico Marcelo Janot, integrante do júri da crítica internacional (Fipresci).