Os Cinemas das Américas se encontram no Ceará

 

Bárbara Cariry organiza evento que vai reunir jovens realizadores de audiovisual da América Latina e do Caribe

No intuito de aglutinar jovens realizadores latino-americanos e caribenhos para intercâmbios culturais e estéticos, o I Nossas Américas – Nossos Cinemas: I Encontro de Jovens Realizadores da América Latina e do Caribe será realizado em Sobral, a 235 km da capital cearense, de 23 a 26 de maio, para difundir suas novas produções audiovisuais e contribuir para o debate teórico e técnico entre os profissionais.

Durante quatro dias, os realizadores participarão de mesas temáticas, palestras e mostras de filmes, em busca de novas formas de organização, trocas e vivências. A partir desse encontro, poderão ser estabelecidas redes solidárias de cooperação, de ensino e difusão, dentro de um processo de respeito à diversidade e de uma ética que estabeleça a reciprocidade, contribuindo para a universalização das culturas dos povos.

Petrus Cariry, premiado cineasta, é o Curador da Mostra Latina…

O encontro possibilitará o contato e o intercâmbio entre os jovens realizadores da América Latina e do Caribe, onde as fronteiras entre o antigo e o contemporâneo são quebradas. Em países como Argentina, Venezuela, Equador, Chile, Bolívia, Brasil e México surgem novas cinematografias independentes, experimentais e populares, a partir das novas tecnologias digitais, que merecem atenção.

A escolha de Sobral como sede do encontro não é aleatória. Segundo Bárbara Cariry, diretora geral do I Nossas Américas – Nossos Cinemas, a ideia é realizar ações em centros urbanos do interior, onde já acontece um trabalho cultural significativo e apresentar um núcleo de produção audiovisual emergente, a partir do trabalho já realizado pela Escola de Ofícios e Artes (ECOA) e pela Universidade do Vale do Acaraú (UVA): “Esta produção precisa ser incentivada e vista, por isto estamos levando também para Sobral oficinas de formação e mostras de cinema de jovens realizadores de vários países, além de uma mostra com a produção local”.

A programação contempla a Mostra Novo Cinema da América Latina e do Caribe e mostras retrospectivas de cineastas homenageados, que circularão em universidades, pontos de culturas, cineclubes e associações nacionais. A Mostra Latina tem a curadoria do premiado cineasta brasileiro Petrus Cariry, enquanto as curadorias das mostras paralelas são dos cubanos Rigoberto Lopez e Lazara Herera. A produção internacional ficou a cargo do argentino Tito Almeijeiras e a articulação da participação dos povos originários é feita por David Hernández (Venezuela) e Kuillur Saywa (Equador).

Bárbara Cariry criou evento que já está mobilizando as redes sociais…

Os jovens realizadores convidados foram indicados por universidades, associações de cineastas e órgãos nacionais e internacionais ligados ao cinema e à cultura, dentro de vários perfis culturais, sociais e étnicos. “Além dos 100 jovens realizadores de todo o país que estarão presentes, cerca de 60 convidados nacionais e internacionais realizarão palestras, debates e mesas redondas sobre o Cinema Latino Americano e Caribenho. O I Nossas Américas – Nossos Cinemas é um encontro sincrético, original, mestiço, plural e singular”, afirma Bárbara Cariry.

Entre os convidados, Ana Paula Santana, secretária do Audiovisual do Ministério da Cultura (MINC); o ator Sérgio Mamberti, secretário de Políticas Culturais do MINC; o cineasta Humberto Rios, do Encontro de Documentaristas Latino Americanos do Século XXI; a atriz e cineasta Helena Ignez, o cineasta canadense Michel Regnier e os realizadores Eryk Rocha e Geraldo Sarno.

A atriz e cineasta Helena Ignez, que está lançando seu segundo longa – Luz nas Trevas – é a grande presença feminina no encontro Nossas Américas…

O encontro ainda realizará o I Moitará de DVDS, CDs e livros, que possibilitará a ampla integração entre os convidados latino-americanos e caribenhos com os jovens brasileiros. Ao final do evento, deve ser escrita e divulgada uma carta de princípios e proposições de ações visando ao intercâmbio e à colaboração solidária entre os jovens realizadores de cinema e audiovisual da América Latina e do Caribe. O Brasil, ao abrigar um evento assim, destaca sua importância como polo cultural da América Latina e reconhece a cultura como fator de desenvolvimento sustentável. 

Erik Rocha, um dos mais festejados diretores da atualidade, vai estar em Sobral trocndo ideias sobre diversos ‘cinemas’…

O I Nossas Américas – Nossos Cinemas: I Encontro de Jovens Realizadores da América Latina e Caribe tem patrocínio do Ministério da Cultura / Secretaria do Audiovisual, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, e  Prefeitura Municipal de Sobral. A realização é da Secretaria da Cultura e Turismo de Sobral, Sereia Filmes e Instituto Internacional de Intercâmbio e Cooperação Artístico e Cultural (INTERARTE). Os apoiadores são a Universidade do Vale do Acaraú (UVA), o Conselho Nacional de Cineclubes – CNC, o Encontro de Documentaristas do Século XXI (DOCLAT SEC XXI) e outras instituições internacionais ligadas ao audiovisual. 

Serviço:

I Nossas Américas – Nossos Cinemas

(I Encontro de Jovens Realizadores da América Latina e Caribe)

Local: Teatro São João – Sobral (CE)

Período: 23 a 26 de maio

Mais Informações: (85) 3224.6944

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s