Curta Amazônia vai homenagear jornalista histórico


Meus amigos Golda Barros e Carlos Levy me contam sobre oportuna homenagem a figura lendária do jornalismo rondoniense.
 
O jornalista vai ser homenageado na terceira edição do festival CURTA AMAZÔNIA, dando nome a um dos prêmios…
 
Como jornalista, também me sinto homenageada e parabenizo ao querido casal pela iniciativa. E ano que vem, quero ver de perto este CURTA AMAZÔNIA.
 
Boa sorte, amigos, e sucesso ao Festival !
 
O JORNALISTA RONDONIENSE e o III CURTA AMAZÔNIA
Polêmico, temido por alguns, seriedade nas informações, esse é alguns dos adjetivos profissionais que o jornalista Nelson Townes tinha no trato com a notícia. Contribuiu com o audiovisual rondoniense nos filmes do diretor Beto Bertagna, na confecção de roteiros para documentários, fez também revisão roteirista do filme sobre o garimpo de diamantes, de Carlos Levy.

Nelson Townes fez escola, para muitos “foquinhas” no jornalismo rondoniense, orientando com informações, dicas e macetes aos diversos profissionais de jornalismo das redações por onde passou, além de ser amado por uns e odiado por outros, procurou sempre mostrar a verdade para a opinião pública em seus artigos, publicando matérias polêmicas e instrutivas, que lhe renderia prêmios no jornalismo regional. Na década de 80, foi o representante do jornal impresso Folha de São Paulo, em Rondônia. Com todos esses gabaritos profissionais, a organização do Festival promove esse reconhecimento ao profissional que atuou e contribuiu no audiovisual rondoniense, nada mais justo nessa homenagem colocar o nome do jornalista como a Melhor Produção Rondoniense – “Prêmio Nelson Townes”, destacando-se na categoria de curta-metragem.

Para Carlos Levy, o objetivo dessa homenagem, além é claro de prestigiar o nosso saudoso jornalista Nelson Townes, é incentivar os produtores e realizadores sobre a importância de realizar bons roteiros e consequentemente bons filmes, com conteúdos que possam representar nossa região no país e exterior, mostrando que o rondoniense tem talento e prezam pela qualidade nas produções audiovisuais. A homenagem acontece na noite do dia 29 de junho durante o 3 Festival de Cinema Curta Amazônia na Praça Madeira Mamoré em Porto Velho.


No ano em que se comemora o Centenário de construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, temos os seguintes apoios e parcerias: Eletrosul do Sistema Eletrobrás do Governo Federal, Sesc Rondônia do Sistema Fecomércio, Secel do Governo da Cooperação, Iphan Rondônia, Fórum dos Festivais, ABD Rondônia, Emater/RO, Fundação Iaripuna, Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres, Aqui Publicidade, Imprensa Rondoniense.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s