Arquivo do dia: 23/06/2012

Nova produção Aurora de Cinema e Cabeça de Cuia Filmes. Em Jeri, NATURALmente…

Na turística praia cearense, sem artificialismos… NATURALmente….

Tudo começou nas conversas e passeios com amigos. Foi fácil elaborar o argumento e convencer os amigos a participar. A fotografia, claro, teria o auxílio luxuoso da amiga Lília Moema, cuja expressão inagética promove festas até nos olhares mais incautos.

E assim começou o novo curta Aurora de Cinema & Cabeça de Cuia Filmes… que vai-se chamar NATURALmente

E conta com importantes nomes no elenco: a cineasta argentinalemã Anna Paula Nonig; o cineasta e escritor francês, Olivier Gérard (um dos expoentes da Nouvelle Vague); a documentarista Célia Gurgel; os realizadores Thalles Chaves e Telmo de Carvalho; o professor e cineasta Sérgio Santeiro; a fotógrafa piauiense Lília Moema; o ex-craque do Botafogo, Afonsinho; a professora de Audiovisual, Renata Gomes; a jornalista Aurora Miranda Leão; e o ator Rodger Rogério, dividindo-se em três papéis.

Lília Moema captando em Jeri imagens para o curta… NATURALmente… 

À Aurora de Cinema e a Cabeça de Cuia Filmes, veio somar-se a jovem fotógrafa e realizadora pernambucana, Aline Moraes, que também assina a direção de fotografia do novo curta.

Olivier Gérard captado pelas lentes de Aline Moraes… NATURALmente

Cores predominam num dos bequinhos de Jeri… NATURALmente …

Lília Moema registra Sérgio SanteiroNATURALmente

NATURALmente tem argumento de Aurora Miranda Leão, direção de fotografia de Aline Moraes e Lília Moema, direção de arte de Aurora M. Leão e Lília Moema, edição Aurora e Lília, cartaz de Luziany Gomes, e trilha a ser escolhida…

Zeca Ferreira consagra sua ALDEIA e Hempocrisy é Melhor Documentário

AURORA DE CINEMA direto do Festival de Jericoacoara

A noite de encerramento do III Festival de Cinema Digital de Jericoacoara teve céu estrelado, pastelzin e brigadeiro barato da dona Maria, expectativa e propensão geral à festa.

 

Começando com cantoria puxada por Rodger Rogério, acompanhado pelo violão do filho Rami Rogério, acrescida depois da voz de Teti, a noite continuou com a exibição do longa Fronteira das Almas, do cearense Hermano Penna, e em seguida a divulgação dos vencedores.

Em foto Aurora de Cinema, a fotógrafa e cineasta Aline Moraes…

Aline Moraes, a bela e doce realizadora pernambucana, teve seu primeiro Doc consagrado: HEMPOCRISY foi escolhido Melhor Doc, levando cheque de R$ 5 mil reais e consagrando o filme de Aline em muitos abraços e aplausos.

A vila de Jericoacoara, por um momento, virou a ALDEIA de Zeca…

Mas o grande vencedor do Festival foi o realizador carioca Zeca Ferreira: seu segundo curta, o poético ALDEIA – rodado numa pequena cidade mineira, com roteiro e direção de Zeca, fotografia de Pedro Urano e edição de Lulu Correa, com produção do próprio diretor, Antônio Ferreira e Júlio Carvana -, levou 4 estatuetas: Melhor Trilha, Melhor Fotografia, Melhor Diretor e Melhor Ficção.

Na edição 2011, Zeca Ferreira curtindo a deliciosa calmaria de Jeri…

Seguindo o que dissemos anteriormente aqui no AURORA DE CINEMA, a ALDEIA de Zeca Ferreira começou em Jeri uma turnê vitoriosa por vários festivais: o filme já está selecionado para a Mostra de Ouro Preto e o Festival de Triunfo, e outros mais virão.

Confira a lista completa dos vencedores do III Festival de Jericoacoara:

Melhor Ator: Maksin Oliveira – “Doido Pelo Rio” – Ficção – RJ

Melhor Atriz: Nayara Tavares – “Marcas D`água” – Ficção – GO

Melhor Diretor: Zeca Ferreira – “Aldeia” – Ficção – RJ

Melhor Edição: Eliza Cabral e Laurita Caldas – “Ritmos” – Experimental – PB

Melhor Fotografia: Pedro Urbano – “Aldeia” – Ficção – RJ

Melhor Trilha Sonora: Mário Gil – “Aldeia” – Ficção – RJ

Melhor Roteiro: Humberto Rosa e Thiron Mendes – “O Quadro” – Ficção – RJ

Melhor Direção De Arte: Uirandé Holanda – “Doido Pelo Rio” – Ficção – RJ

Os filmes “Soy Loco por Ti”, de Natália Barreto (documentário, RJ), “Irmãs”, de Gian Orsini (documentário, PB) e “O Mar de Lia”, de Hanna Godoy (documentário, PE) receberam Menção Honrosa.

Os troféus do III Festival de Jericoacoara – Cinema Digital foram disputados por 40 filmes selecionados para o festival – produções cearenses e de outros 13 estados -, escolhidos entre mais de 300 trabalhos inscritos. O júri do festival foi formado por profissionais da área, a saber: o poeta Nirton Venâncio, a fotógrafa Lena Trindade, a jornalista Déa Barbosa, e Duarte Dias.

WEBJET: sem presente, Sem Futuro…

Este é mais um post contra a companhia aérea da cor VERDE, a abusiva e desrespeitosa WEBJET:

A companhia aérea, flagrantemente descumprindo o código do consumidor, desrespeitando normas básicas de atenção e respeito a quem paga para obter determinado serviço, deixou um enorme grupo de pessoas ontem, ‘presas’ no aeroporto Pinto Martins de Fortaleza – a espera de voar até Recife – explicando-se com desculpas evasivas, desencontradas e facilmente desmascaradas.

Foram mais de 100 passageiros desrespeitados e lesados em seus direitos básicos de consumidores.

A desculpa final foi por conta da RIO +20. Segundo a tal WEBJET, o voo que sairia de Fortaleza para Recife atrasou – e foraam mais de 4 horas – porque eles precisaram priorizar a realização da Conferência Ecológica, não importando se havia outros tantos passageiros em Fortaleza a espera de que simplesmente, fossem cumpridos os compromissos acertados n oato da comrpa d passagem.

Por essas e outras, a WEBJET é uma companhia sem jeito, desnecessária, e sem futuro.

Voar sim, WEBJET NÃO !!!

WEBJET: uma companhia para você riscar da agenda

O pior de tudo, no caso do voo 5745, da WEBJET, que deveria ter saído de Fortaleza rumo a Recife, na noite da sexta, 22 de junho, no horário previsto das 19h e alguma coisa, foram as desculpas esfarrapadas dadas por funcionários da empresa.

Sei de tudo isso porque meus amigos, prejudicados pelo descalabro da companhia aérea da cor VERDE, telefonaram para pedir ajuda na divulgação deste caso abjeto de descompromisso das regras éticas da WEBJET com seus verdadeiros mantenedores: os clientes, que pagam caro para voar e esperam ser tratados, no mínimo, com o respeito e a postura ética necessária ao bom funcionamento de uma empresa do porte de uma companhia aérea.

Quem primeiro me ligou foi Maria Aline Moraes, fotógrafa e cineasta de Recife, cansada de tantas horas perdidas no aeroporto de Fortaleza, e obviamente, revoltada com a desfaçatez dos funcionários da empresa, que prestavam informações desencontradas, que pareciam mudar ao sabor dos ventos.

A primeira desculpa apresentada pela WEBJET para o atraso do voo 5745 foi o mau tempo em Fortaleza. De fato, choveu por todo o dia e princípi oda noite de sexta, 22 de junho, na capital cearense. Mas o que cheguei a ouvir nos telejornais da noite dava conta atraso apenas nos pousos, e não nas decolagens.

A segunda desculpa dava conta de que funcionários da WEBJET em Fortaleza iriam a Recife para trazer outra aeronave pra Fortaleza porque não havia tripulação disponível para fazer este voo em novo horário.

Ou seja: os passageiros, que compraram suas passagens, certos de voar em dia e horário determinado pela própria planilha de voos oferecida por qualquer compamnhia aérea, teriam de ficar pacintemente esperando sentados no saguão do aeroporto Pinto Martins, até que a tripulação local pudesse ir a Recife e trazer outra aeronave para, enfim, zarpar de Fortaleza pra Recife.

Desculpa que faz qualquer pessoa de bom senso ficar de orelha em pé, a nova desculpa veio a galope e embrulhada no mesmo papel celofane do descaso e desrespeito: o voo que seria para decolar com os passageiros de Fortaleza – como Maria Aline Moraes, Rafael Saar, Hanna Godoy e Michelle Monteiro, entre tantos outros -, teria sido atrasado por conta de qualquer coisa ligada a realização da Conferência RIO + 20.

Ora, raciocina a esperta e aguerrida Aline Moraes: “Se o descompromisso da companhia aérea WEBJET com os passageiros que pagaram caro para voar em suas aeronaves acontece por conta de um evento do porte de uma RIO +20, o que esperar dos voos da companhia aérea da cor VERDE quando chegar o tempo da Copa do Mundo de Futebol com seus  inúmeros aguardados torcedores, de todas as partes do mundo, que também vão fazer muitos trajetos partindo e chegando a Fortaleza ?”

WEBJET, TÔ FORAAAAAAAA !!!

Este AURORA DE CINEMA é, essencialmente, um espaço para divulgar filmes, eventos, personalidades e questões ligadas à Sétima Arte, sobretudo quando se trata de Cinema Brasileiro.

Por isso, você leitor, que me acompanha com regularidade, sabe que estes 3 posts anteriores fugiram ao nosso tema principal porque há horas em que a notícia se impõe e é preciso não silenciar, e ajudar na divulgação de fatos que se inscrevem na pauta do inaceitável, do descalabro, da falta de respeito ao próximo.

Por isso, dividimos a grave denúncia contra o absurdo e irresponsável procedimento da companhia aérea WEBJET – registrado ontem no aeroporto de Fortaleza – em vários posts para que a notícia fique ecoando e possa fazer mais, percorrer muitas trilhas e amealhar possíveis adesões à causa contra o tipo de procedimento inconsequente e aético de uma companhia aérea com seus legítimos mantenedores: os que empregam dinheiro em passagens aéreas e, esperam, no mínimo, ser tratados com respeito e a devida reverência. 

Assim, voltando ao caso ocorrido ontem com o voo 5745 da WEBJET, que faria o trajeto FORTALEZA-RECIFE-SÃO PAULO:

Além da ameaça sofrida por meus amigos, os artistas Michelle Monteiro e Rafael Saar, houve ademais um prejuízo sério e grave para Michelle que, sendo cantora, estava com show agendado para a cidade de Gravatá. Portanto, Michelle precisava estar em Recife no começo da noite, daí sua opção para a compra da  passagem segundo o horário escolhido. Michelle desceria no aeroporto de Recife, onde lá uma pessoa da produção do show de Gravatá já estaria esperando-a para seguirem direto rumo ao município pernambucano.

Em seu descaso, desrespeito e aviltante descompromisso com os acordos firmados com os passageiros, a companhia aérea WEBJET prejudicou Michelle Monteiro e, por certo, todos os demais passageiros, que ficaram horas infindas e desgastantes esperando, sem qualquer explicação plausível ou confiável da WEBJET, no saguão do aeroporto Pinto Martins.

MICHELLE MONTEIRO – e mais a querida Aline Moraes, Rafael Saar, e Hanna Godoy precisam ser ressarcidos do prejuízo moral e profissional sofrido por causa da ação da WEBJET. Urge que a Justiça se faça.

SERIEDADE, CONFIANÇA, COERÊNCIA, RESPEITO, DIGNIDADE, GENTILEZA e EXPLICAÇÕES PLAUSÍVEIS é o mínimo que qualquer  passageiro espera ao adquirir uma passagem áerea.

Viajar WEBJET é barca furada…

Já tinha riscado do meu caderno esta tal de WEBJET desde que ouvi, há alguns meses, o renomado fotógrafo paraibano tornar público seu descontentamento, ou melhor, sua justa revolta contra o fato de estar viajando pela companhia aérea, que tem como cor-referência o VERDE, e ter constatado a cobrança de R$ 5,00 por uma garrafinha de água.

WALTER CARVALHO tornou público seu protesto contra a WEBJET – e disse-o mais de uma vez, com importante ênfase -, durante entrevista sua ao programa SEM CENSURA da jornalista LEDA NAGLE (TV Cultura do Rio) – importante espaço da televisão brasileira de debate de causas relevantes.

Como tenho profundo respeito pelo programa, pela jornalista Leed Nagle e pelo cineasta Walter Carvalho, imediatamente, a companhia aérea WEBJET foi riscaada do meu mapa.

Já basta o alto custo das passagens aéreas, inviabilizando que a maioria da população conheça seu próprio país, bem como as constantes reclamações contra as companhias aéreas divulgadas pelos meios de comunicação… ademais, ter de pagar preço exorbitante para poder tomar água – líquido que deveria ser gratuito quando se paga tanto para ter um serviço digno ao viajar -, é qualquer coisa muito além dos limites da civilidade.

Não voe jamais WEBJET: Companhia desrespeita passageiros

Continuando com a denúncia do post anterior – ressaltando que escrevo como se com uma agulha entalada na garganta

A DESFAÇATEZ, DESCASO, IRRESPONSABILIDADE e DESCOMPROMISSO da companhia áerea WEBJET – grave este nome e não voe jamais por ela – com seus passageiros – que compraram e pagaram suas passagens no tempo determinado e esperavam, naturalmente, contar com respeito às questões contratuais que valem para ambos os lados – os que compram e os que vão prestar o serviço – chegou às raias do TOTAL DESCALABRO com as regras mínimas do trato social.

Falo aqui por grupo de amigos meus que contava sair ontem de Fortaleza em voo inicialmente marcado para às 17:30h – e que foi remarcado para pouco mais de 2 horas depois – e somente depois das 23h começou a dar sinais de que, finalmente, sairia de Fortaleza rumo a Recife…

Dois desses amigos, Rafael Saar (realizador paulista) e Michele Monteiro (cantora pernambucana) chegaram a dar entrevista pra rádio e para a TV Diário, e foram sumariamente ameaçados por funcionários da companhia WEBJET, que inclusive quase proferiu ‘sentença’ comtra Michelle, tentando amedrontá-la ao afirmar que chamariam a Polícia para levá-la presa. Ao que Michelle, do alto de sua força moral e consicência cidadã afirmou: ‘Pode chamar quem quiser, eu não tenho medo de polícia, eu não criminosa…”

É ASSIM QUE A WEBJET trata seus passageiros…

Você aí, amigo leitor, já riscou o nome desta infame companhia aérea de sua agenda ?

Caso ainda não o tenha feito, faça-o agora. E avise aos amigos sobre os procedimentos aéticos e abjetos desta WEBJET com quem resolve se aventurar em voar pelas suas aeronaves.

Webjet NUNCA MAIS !

COMPANHIA AÉREA DESRESPEITA PASSAGEIROS E AMEAÇA ATÉ COM POLÍCIA

Vejam só como as coisas por aqui caminham de mal a pior quando se trata de funcionamento de companhias aéreas.

Um grupo de amigos cineastas de Recife deveria ter embarcado ontem, às 17:30, em voo da companhia WebJet Fortaleza-Recife… somente agora eles conseguiram adentrar uma aeronave…