WEBJET, TÔ FORAAAAAAAA !!!

Este AURORA DE CINEMA é, essencialmente, um espaço para divulgar filmes, eventos, personalidades e questões ligadas à Sétima Arte, sobretudo quando se trata de Cinema Brasileiro.

Por isso, você leitor, que me acompanha com regularidade, sabe que estes 3 posts anteriores fugiram ao nosso tema principal porque há horas em que a notícia se impõe e é preciso não silenciar, e ajudar na divulgação de fatos que se inscrevem na pauta do inaceitável, do descalabro, da falta de respeito ao próximo.

Por isso, dividimos a grave denúncia contra o absurdo e irresponsável procedimento da companhia aérea WEBJET – registrado ontem no aeroporto de Fortaleza – em vários posts para que a notícia fique ecoando e possa fazer mais, percorrer muitas trilhas e amealhar possíveis adesões à causa contra o tipo de procedimento inconsequente e aético de uma companhia aérea com seus legítimos mantenedores: os que empregam dinheiro em passagens aéreas e, esperam, no mínimo, ser tratados com respeito e a devida reverência. 

Assim, voltando ao caso ocorrido ontem com o voo 5745 da WEBJET, que faria o trajeto FORTALEZA-RECIFE-SÃO PAULO:

Além da ameaça sofrida por meus amigos, os artistas Michelle Monteiro e Rafael Saar, houve ademais um prejuízo sério e grave para Michelle que, sendo cantora, estava com show agendado para a cidade de Gravatá. Portanto, Michelle precisava estar em Recife no começo da noite, daí sua opção para a compra da  passagem segundo o horário escolhido. Michelle desceria no aeroporto de Recife, onde lá uma pessoa da produção do show de Gravatá já estaria esperando-a para seguirem direto rumo ao município pernambucano.

Em seu descaso, desrespeito e aviltante descompromisso com os acordos firmados com os passageiros, a companhia aérea WEBJET prejudicou Michelle Monteiro e, por certo, todos os demais passageiros, que ficaram horas infindas e desgastantes esperando, sem qualquer explicação plausível ou confiável da WEBJET, no saguão do aeroporto Pinto Martins.

MICHELLE MONTEIRO – e mais a querida Aline Moraes, Rafael Saar, e Hanna Godoy precisam ser ressarcidos do prejuízo moral e profissional sofrido por causa da ação da WEBJET. Urge que a Justiça se faça.

SERIEDADE, CONFIANÇA, COERÊNCIA, RESPEITO, DIGNIDADE, GENTILEZA e EXPLICAÇÕES PLAUSÍVEIS é o mínimo que qualquer  passageiro espera ao adquirir uma passagem áerea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s