Arquivo do dia: 28/06/2012

Ele não pára: vem aí, o FAROESTE de CAVI Borges

Indormido, ousado, querido e competente cineasta está em novo set…

Desde o início do mês, o cineasta e produtor Cavi Borges está com sua equipe  no município mineiro de Pains. Na agenda, as filmagens de sua nova produção, o longa FAROESTE, baseado em romance de seu amigo Abelardo.

Abelardo de Carvalho confere enquadramentos de ‘Faroeste’…

Conhecida por sua riqueza natural, as imensas jazidas de calcário, formações incontáveis de cavernas e vestígios de sítios arqueológicos fascinantes, a cidade de Pains mantém grandes histórias. Uma delas despertou atenção do cineasta Abelardo de Carvalho que em seu livro Bestiário, de 2002, narra as façanhas de personagem famoso na região. É esta história que vai chegar às telas com direção do próprio Abelardo e com a produção pra lá de bem qualificada do aguerrido CAVI.

O filme conta a vida de Luís Garcia, fazendeiro polêmico que tinha suas andanças por Pains, onde foi assassinado no início do século passado.

Cenas do filme  foram compostas por figurantes de Pains e região, incluindo imagens de procissão, missa, e o dia em que ocorre o assassinato de Luís Garcia. Além dessas, uma festa junina reuniu grande número de figurantes num dos cenários mais bonitos de Faroeste, a Fazenda Palmeiras.

Cineasta e produtor carioca, Cavi Borges já produziu, sem editais, mais de 70 filmes. Em 15 anos de carreira, o diretor/produtor carioca soma cerca de 15 longas e 64 curtas. Entre as dezenas de filmes produzidos por Cavi, estão os premiados “Riscado” e “Vida de Balconista”.

Cavi Borges e Leandro Firmino da Hora: parceria em Doc na Cidade de Deus…

Atualmente, Cavi Borges e Luciano Vidigal estão produzindo o documentário Cidade de Deus — 10 Anos Depois. O filme é sobre os desdobramentos do longa de Fernando Meirelles, apontando o que aconteceu com os atores que participaram do longa durante esse tempo, com previsão de estreia no Festival de Cinema do Rio, em setembro.

Cavi Borges e Luciano Vidigal: foco na Cidade de Deus…

Filmes vencedores do prêmio Finaliza

 O Programa Cinema do Brasil, a Associação do Audiovisual e a Cinecolor Digital divulgam os sete projetos selecionados para o Prêmio Finaliza 2012, destinado a filmes em fase de pós-produção.

São eles: Amparo, de Ricardo Domingos Pinto e Silva (FinoTrato Consumação das Imagens); Cores, de Francisco Garcia (Kinoosfera Filmes); De Menor, de Caru Alves de Souza e Tata Amaral (Tangerina Entretenimento); Life Art, de Andradina Azevedo e Dida Andrade (Filmes da Lata); Mão na Luva, de Roberto Bomtempo (Movimento Carioca); O Lobo Atrás da Porta, de Fernando Coimbra (Gullane Entretenimento); e O Rio nos Pertence – Operação Sonia Silk, de Ricardo Pretti (Daza Produção Cultural).

Entre 12 e 19 de julho, durante o 7º Festival Latino-Americano, em São Paulo, os filmes serão exibidos em sessões privadas, assistidas apenas pelos membros do júri e por pessoas ligadas às diferentes áreas da cadeia produtiva audiovisual. Ao término de cada sessão, o projeto deverá ser apresentado pelo diretor ou produtor para a audiência, que fará seus comentários sobre a obra com o objetivo de contribuir para o produto final. Dentre os filmes, será escolhido um vencedor, o qual receberá serviços de laboratório no valor equivalente a R$ 99,4 mil para finalizar seu filme.

O prêmio final de R$ 99,4 mil é oferecido pela Cinecolor Digital. O valor será dividido em correção de cor, edição de som, pré mix, mix final, DCP e Cópia HDcam SR. A premiação é inspirada nas edições do Cine en Construcción, realizadas nos tradicionais festivais de Toulouse (França) e San Sebastián (Espanha).

O 7º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo acontecerá no Memorial da América Latina, Cinemateca Brasileira e Cinesesc.

Reta final de inscrições ao Festival MIMO

O festival é um evento integrado à Mostra Internacional de Música, que acontece em Ouro Preto, Olinda, Recife e João Pessoa. A programação é dividida em mostras principais e paralelas, sem caráter competitivo.

A Mostra acontece em Ouro Preto, de 30 de agosto a 2 de setembro, e em Olinda, de 5 a 9 de setembro. Os filmes são projetados em telões ao ar livre, nos pátios das Igrejas, no Mercado da Ribeira em Olinda e no Cineclube Museu da Inconfidência em Ouro Preto.

Mais informações: www.mimo.art.br.