Arquivo do dia: 20/07/2012

CCBN promove curso ‘A Curadoria como prática’

O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza anuncia a realização do curso “A curadoria como prática”, a ser realizado no período de 31 de julho a 3 de agosto, no período de 14h30 às 17h30.

Ministrado pela professora carioca Beatriz Lemos, mestranda em História Social da Cultura, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), o curso se direciona a artistas e jovens curadores e objetiva discutir diferentes enfoques e visões acerca de projetos curatoriais, onde o contexto de realização é fator importante.

Os encontros terão como base de debate a cena local onde o curso for realizado, levando em consideração temas pertinentes à área da crítica e curadoria em todo o mundo, como identidade, política, mobilidade e globalização.

Pretende-se a leitura de portfólios dos participantes, tanto artistas quanto curadores, com o intuito de traçar em conjunto um panorama da cena local, visando o planejamento de ações diretas e condizentes com as práticas contemporâneas em arte. 

Programa do curso 

Primeiro Dia (31/07, terça-feira)

A curadoria como processo de pesquisa e criação

A figura do curador e pesquisador como um ativador de contatos entre artistas, teóricos e gestores entre as cenas de arte. As atividades com as quais um curador lida em sua profissão e os distintos modelos de atuação e curadoria.

Segundo Dia (01/08, quarta-feira)

 A curadoria como trabalho político

Apresentação dos trabalhos realizados por Beatriz Lemos. Linha de pesquisa da curadora: Intercâmbios, residências, mobilidades, deslocamentos e trabalhos em rede. Artistas e obras com quem a curadora tem trabalhado

Terceiro Dia (02/08, quinta-feira)

Cartografia artística local

Leitura dos portfólios dos participantes (projetos de publicações, pesquisas em andamentos, obras artísticas e projetos curatoriais) e comentários sobre cada apresentação. Cartografia dos espaços de arte, propostas independentes e práticas artísticas locais.

Quarto Dia (03/08, sexta-feira)

Desenhando circuitos

Exercício reflexivo com os participantes para a elaboração de possíveis projetos culturais de ativação da cena contemporânea local. Indicação de residências, bolsas e prêmios para curadores e artistas e fundos nacionais e internacionais para cultura. 

Trajetória da professora

Beatriz Lemos é licenciada em História da Arte pela UERJ e mestranda em História Social da Cultura PUC-RJ, dedica-se à curadoria independente com pesquisa voltada para a arte contemporânea e seus desdobramentos em redes. Integra a equipe de coordenação do Programa de Residência Terra UNA, co-editora da Revista de Arte Elástica e idealizadora do projeto Lastro – Intercâmbios Livres em arte (www.lastroarte.com). É professora no Instituto de Artes da UERJ.

Reta final de inscrições ao BRAFFTV

A organização do BRAFFTV se prepara para a etapa de seleção dos filmes participantes da Mostra Competitiva, logo após o encerramento das inscrições, na próxima quarta, 25 de julho, às 23 horas e 59 minutos (hora Canadá). Os filmes poderão ser inscritos no link http://www.brafftv.com/brafft/regulamento.html

  

A mostra competitiva do BRAFFTV apresenta ao mercado canadense produções brasileiras realizadas nos últimos dois anos – documentário e ficção – longas, média e curtas-metragens. Os filmes premiados recebem o troféu Golden Maple para Melhor Público,  Ator, Atriz, Diretor e Filme nas  seguintes categorias:   “Curta/Média”  e  “Longa”. O Melhor Documentário também é contemplado. 
Este ano, a programação se estenderá por todo o mês de outubro, no Bloor Cinema, Carlton Cinema e TIFF Bell Lightbox, com atividades variadas em torno do mercado cinematográfico:
* Pré-BRAFFTV com apresentação gratuita na Biblioteca Pública de Toronto,
* Mostra Convidada e Competitiva,

* Mostra Brah-zoo-kah – filmes feitos por brasileiros que moram foram do país,

* Mostra Brazil through other eyes (O Brasil visto por outros olhos )– dedicada a cineastas internacionais que utilizam o Brasil como tema de suas obras,

* Encontro com profissionais da indústria cinematográfica canadense com o objetivo de fomentar negócios e  incentivar novas co-produções,

  * Visitas técnicas a estúdio de cinema e produtora canadense,

  * Vitrine Televisiva com a exibição de pilotos  para compradores de televisão e produtores canadenses,

  * Painel sobre mercado brasileiro para produtores canadenses,

* Seminários, palestras e oficinas profissionalizantes na Universidade
de Toronto,

* Feira permanente de produtos e serviços brasileiros no Carlton Cinema.

Os festivais filhotes gerados pelo BRAFFTV como o UpTo3′ – filmes transmídias de até 3 minutos – e o Pink Latino – mostra de filmes de diversidade e gênero – também acontecerão em outubro.

25 anos de imigração

Em 2012, comemora-se o aumento da grande leva de brasileiros no Canadá. Para marcar essa data, o BRAFFTV irá apresentar  diversas histórias na festa de lançamento, dia 3 de outubro, no Lula Lounge.   O assunto também será tema de debate na Universidade de Toronto. O  filme Under the Table (Toni Venturi),  rodado no Canadá, quando Toni estudou na Ryerson University, abrirá as discussões.