Para ver o som, e descobrir a beleza essencial

O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza convida para a abertura, terça que vem, da exposição Do ancestral ao contemporâneo – esculturas e    estruturas sonoras, com os artistas Narcélio Grud e Tércio Araripe. Aberta ao público, a exposição ficará em cartaz até 8 de setembro, de terça a sábado, de 10h às 20h; e aos domingos, de 12h às 18h.

Do ancestral ao contemporâneo – Esculturas e estruturas sonoras                                              * texto de Marcelo Santiago

Qual  será a substância do som, sua cor e brilho ?

Buscar a acústica dos corpos leva a espreitar a essência mística das formas. Na    Bahia, o teosófico suíço Smetak, esotérico da música microtonal, ousou tal    proeza; construiu obra sem igual. Sim, sem igual, pois os que vieram depois são outros magos de outras florestas, que passeiam pelas múltiplas sonoridades.

Tércio Araripe com sua alquimia sonora nos leva a cores, aromas, formas e tempos diferentes, dando aspecto visual nos instrumentos que nos remetem a um elo perdido. Narcélio  Grud como punk místico, atravessa o High-trash com esculturas extraídas na  metafísica mecânica das urbes, e depois, feitas em fábricas atonais.

Agora, para compartilhar com os sensíveis, um propósito: construir novas formas que emitam ondas sonoras e vibrações cósmicas. Não há lugar para o olhar ou o ouvido convencional.

O albino Hermeto diria: “Olha este som e enquanto tateamos o som com a    retina, vemos a beleza do timbre da cabaça metálica…”

Esse é o momento de darmos ouvidos aos nossos olhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s