Arquivo do dia: 27/08/2012

Herbert Vianna e um monumento em Campina Grande

A mais nova produção AURORA DE CINEMA acaba de entrar na web

HERBERT VIANNA, cantor e compositor que acompanhamos com afinco e intensidade desde quando surgiram os PARALAMAS DO SUCESSO, nos inícios dos anos 80…

A música MEU SONHO, letra e música do exímio guitarrista e emérito compositor paraibano, enriquece as imagens que integram o videoclip em homenagem ao grande Artista – Campina Grande e As Cordas de Herbert -, criação desta jornalista que vos fala, Aurora Miranda Leão.

Confira em http://youtu.be/oYsvkBSZvyU

Herbert Vianna, a guitarra que fala e na voz de quem, qualquer música, torna-se referência.

A Noite HOJE no Comunicurtas

19h – Cerimônia de Abertura no SESC Centro (passando pelo monumento As Cordas de HERBERT Vianna)

SESC Campina Grande, que fica lotado nas noites de Comunicurtas…

* Entrega do Prêmio Machado Bittencourt pela contribuição ao Cinema Paraibano para o cineasta Taciano Valério.

Mostra Competitiva Tropeiros da Borborema
Ato Institucional – Fic – Direção: Helton Paulino (Campina Grande) 20’ Classificação Indicativa: 16 anos
Arrumando as Malas – Doc – Direção: Ana Célia Gomes (Campina Grande) 13’ Classificação Indicativa: Livre
Essas Senhoras – Doc – Direção: Gláucio Souza (Santa Rita) 6’26’’ Classificação Indicativa: Livre
Psicodélico – Fic – Direção: Carlos Santos e Silvânia Araújo (Campina Grande) 8’8’’ Classificação Indicativa: 16 anos
Nêgo – Doc – Direção: Marcelo Coutinho (João Pessoa) 7’ Classificação Indicativa: Livre
O Tratamento – Fic – Direção: Cássia Lobão (Campina Grande) 15’ Classificação Indicativa: 12 anos
Parrá – Becos da Boemia – Doc – Direção: Hemano Araruna (João Pessoa) 20’ Classificação Indicativa: Livre

André da Costa Pinto inicia hoje mais uma temporada COMUNICURTAS…

Mostra Competitiva Brasil
Parede Branca que Poderia Ser – Pedro Paulo de Andrade (SP) – Fic / 16’50’’ Classificação Indicativa: Livre
Cadê meu Rango? – George Munari Damiani (SP) – Animação / 04’15” Classificação Indicativa: Livre
Entre Muros – Adriana Tenório (RJ) – Fic / 16’54’’ Classificação Indicativa: 12 anos

23h – Programação Social em algum bar da cidade

Noite de abertura do Comunicurtas, que vem cheio de atrações, e revelando novo talento campinense

Saí de Fortaleza no comecin da manhã de domingo e antes das sete o avião tocava rumo a Salvador, pra de lá então, depois de algumas horas, fazer a rota até Campina Grande.

A chegada na cidade paraibana foi supimpa ! Desembarquei no começo da tarde e tive no voo a companhia do diretor Ives Albuquerque aplacando meu medo de avião… Alegria avistar, ainda de longe, quando aguardava minhas malas apontarem na esteira, o rosto de meu amado convidante.

Ira de Guadalupe, André da Costa Pinto e Cíntia de Oliveira: gente que faz o Comunicurtas…

Anfitrião de primeira, André da Costa Pinto estava no aeroporto, como sempre, cercado por gente de sua adorável equipe como as queridas Cintia de Oliveira e Fabíola Rodrigues. No hotel, o reencontro com minha queridamiga Aninha – cineasta Ana Célia Gomes -, e mais tarde com outra parceira do Bem, Carol Torquato Ledo, e com o querido fotógrafo Wagner Pina. 

Campina Grande conta visíveis progressos e está ainda mais bonita à noite. No cardápio, deliciosas massas do “Spoleto”, e vem muito mais coisa boa por aí. O fotógrafo Walter Antunes e a cantora Luama Socio já estão por aqui. Os demais convidados chegam logo mais. A semana de CINEMA na cidade paraibana promete bastante auê e alegrias multicoloridas. Desde já, PARABÉNS à UEPB e a este aguerrido CineastArtista, André da Costa Pinto, um eterno e, cada vez mais, Queridooooo !

André da Costa Pinto: um dínamo que o Teatro deu ao Cinema… Queridooooo !
De presente deste menino cineasta inquieto-talentoso-indormido e eletrificante ANDRÉ DA COSTA PINTO – apaixonante desde a primeira vista -, ganhei uma mochila ultra hiper chic fashion… fui às nuvens rapidinho. Logo eu, que amo bolsas, inda mais da cor telha. Pasmem !
Foi isso mesmo que ganhei de André: uma estilosa mochila na minha cor predileta, criação de um jovem, talento, ousado e criativíssimo artista visual e estilista de acessórios, por nome Belarmino.
* Para os que sabem de André da Costa Pinto, é fácil supor ter sido ele quem descobriu e agora revela o promissor artista que acabo de conhecer, com satisfação, em Campina Grande. O nome dele é Belarmino.
Ana Célia Gomes e André da Costa Pinto: amizade longa e parceria profícua…
É preciso carregar alma de Artista e ter sensibilidade de ourives para descobrir,  em breves momentos e poucas linhas, o cerne da artisticidade que irrompe em pequenos gestos e decisivas posturas diante do cotidiano.  André tem este perfil, por isso traz sempre consigo esses condões de luz que contagiam e prospectam novas panorâmicas criativas.
É tão charmoso e bonito este Belarmino, tão afetuoso,  singelo e, criador de maravilhas com coisas impensadas, que resolvi chamá-lo Belê. Ele é a própria imagem da beleza, da originalidade, da fecundidade fashionista a expandir-se por várias plataformas, as quais vai imaginando e concretizando em finas iguarias, a serem  reveladas ao público do COMUNICURTAS em exposição que será aberta terça, na segunda noite do concorrido festival.

É de Belarmino (BELÊ) a incrível mochila que já faz parte das relíquias de meu guarda-acessórios. Em breve, postarei fotos aqui pra você, leitor amigo, conferir.

Imagine de que material é feita a mochila….

De um material que todo mundo acredita servir apenas para embalar o cimento que serve de invólucro a tantas construções.

Em breve, falo mais sobre as incríveis criações de Belarmino por aqui e mostro fotos pra você, leitor amigo, pra quem este Aurora de Cinema é dedicado.