Festival revigorado e LEA GARCIA consagrada com KIKITO

Festival de Cinema revigora-se, lota cidade e tem em Rubens Ewald filho Curador mais aplaudido dos festivais brasileiros…

Sucesso ! Essa é a sensação geral que paira entre os que participaram da 41ª edição do Festival de Cinema de Gramado, realizado de 9 a 17 deste agosto na adorável cidade serrana gaúcha.

IMG_0501

A Curadoria, representada pelos jornalistas Rubens Ewald Filho e Marcos Santuário, e pelo ator José Wilker, foi motivo de constantes elogios. ‘As pessoas em Gramado voltaram a se interessar pelos filmes: eles são o grande motivo de atenção aqui’, disse um dos agraciados com o cobiçado troféu Kikito, e parecia estar falando por todos.

Palácio

O crítico Rubens Ewald Filho, presença ultra festejada por cineastas, realizadores, produtores, artistas e imprensa, era saudado por todos com efusividade e reconhecimento ao belo trabalho curatorial.

IMG_8896

Germano Pereira, Aurora de Cinema e Rubens Ewald Filho…

Com a rede hoteleira lotada, e sem mais vagas nos hotéis no último final de semana do Festival, Gramado viu renascer aquele burburinho bom pelas suas ruas, praças, lojas e restaurantes, e viveu novamente dias de êxito e de cinema no centro das atenções durante os 9 dias de festival.

FestCinemaGramado6025

Hermano Penna e Lima Duarte: homenagem aos 30 anos de ‘Sargento Getúlio’…

Com entrevistas coletivas, debates, lançamentos, mostras nos bairros, sessões infantis, sessões educativas, e mostras competitivas, os dias de festival reavivaram a chama do amor à Sétima Arte e o gosto por questões ligadas à produção, difusão e realização audiovisual.

IMG_9187

Letícia Sabatella acompanhou o parceiro Fernando Alves Pinto na noite de exibição do longa ‘Os Amigos’, de Lina Chamie…

Entre o público, formado por visitantes e os próprio moradores de Gramado, era visível o entusiasmo e a alegria de participar de evento tão relevante para a Arte e a Cultura.

IMG_8887

Germano Pereira, Cláudio Luzza e Rubens Ewald Filho…

IMG_9057

Rosa Helena Volk, Secretária de Turismo, entre os curadores Rubens Ewald Filho e Marcos Santuário…

IMG_9666

Vladimir Brichta, protagonista de ‘A Coleção Invisível’, conquistou ainda mais público com sua atuação, simpatia e simplicidade…

Dentre os muitos artistas, cineastas e nomes conhecidos, circularam em Gramado, Vladimir Brichta e Adriana Esteves, os dois super assediados e de notável elegância com a platéia; Othon Bastos, Lima Duarte, Murilo Rosa, Germano Pereira, Lea Garcia (que levou mais um KIKITO, desta vez por sua eloqüente atuação no curta marnhense ‘Acalanto’. De Arturo Sabóia; Rodrigo Lombardi, Marco Ricca, Letícia Sabatella e Fernando Alves Pinto, Jeferson De, Clarice Abujamra, Paulo César Pereio, André Di Biase, Kadu Moliterno, Leandra Leal, Roberto Birindelli, Clemente Viscaíno, Thogum, Teca Romualdo, João Lima, José Victor Castiel, Cesar Troncoso, Ludmila Rosa, Fernanda Carvalho Leite, e Fernanda Moro, para citar apenas os que a memória guardou.

FestCinemaGramado3272

O júri confirmou os aplausos da platéia e concedeu 6 Kikitos ao curta ‘Acalanto’, do cineasta Arturo Sabóia, do Maranhão, que transpôs para a telona o conto ‘A Carta’, do escritor português Mia Couto, com um resultado impressionantemente belo. Exibido na última noite da competição, o curta causou um indisfarçável impacto positivo. A impressão geral é que o Melhor curta fora exibido aquela noite. E assim foi…

Jeferson De produziu a mais tocante imagem do Festival ao reverenciar LEA GARCIA ajoelhado…

Lea Garcia, intérprete magistral do Brasil (que estreou na telona com o Orpheu de Vinícius e Marcel Camus em 58, e em 59 já sagrava-se internacionalmente vitoriosa com a segunda colocação entre as atrizes que concorriam à cobiçada Palma de Ouro), começou a ser saudada por todos os espaços de Gramado. Não deu outra: a atriz levou o KIKITO de Melhor Atriz, feito que já acontecera em 2005 quando da vitória com o filme “Filhas do Vento”, de Joelzito Araújo. Depois do KIKITO, Lea deixou Gramado surpresa, emocionada e feliz, consagrada no afeto e nas fotos dos muitos que a procuraram pela cidade – e também via e-m e celular.

IMG_0559

Aguardem o próximo post Aurora de Cinema sobre o Festival de Gramado. Ainda há muito por dizer e contar.

IMG_8845

Aurora Miranda Leão entre o magnânimo ator Irandhir Santos, e o jornalista Luiz Carlos Merten…

IMG_0403

Leandra Leal, pela segunda vez consecutiva, é Melhor Atriz em Gramado, e Bruno Safadi, o diretor do filme ‘Éden’…

CONFIRA TODOS OS VENCEDORES 

CURTA-METRAGEM
Desenho de som: Tiago Bello, Marcos Lopes e Rita Zart, por Tomou Café e Esperou
Trilha-sonora: Luiz Oliviéri, por Acalanto
Direção de arte: Rogério Tavares, por Acalanto
Montagem: Gilberto Scarpa e Vinícius Gotardelo, por Merda!
Fotografia: Alexandre Samori, por Arapuca
Roteiro: Francine Barbosa e Pedro Jorge, por A Navalha do Avô
Atriz: Léa Garcia, por Acalanto
Ator: Kauê Telloli, por A Navalha do Avô
Prêmio Especial do Júri: Carregadores do Monte Serrat, de Cassio Santos e Julio Lucena
Melhor Filme (Júri Popular): Acalanto, de Arturo Sabóia
Melhor Diretor: Acalanto, de Arturo Sabóia
Melhor Filme: Acalanto, de Arturo Sabóia

– Prêmio Canal Brasil
A Navalha do Avô, de Pedro Jorge

– Prêmio Dom Quixote
Repare Bem, de Maria de Medeiros
Menção Honrosa: A Oeste do Fim do Mundo, de Paulo Nascimento, e Venimos de Muy Lejos, de Ricardo Piterbarg

LONGAS ESTRANGEIROS
Fotografia: Eduardo Ramírez Gonzáles, por Cazando Luciérnagas
Roteiro: Carlos Francos Esguerra por Cazando Luciérnagas
Atriz: Valentina Abril, por Cazando Luciérnagas
Ator: Cesar Troncoso, por A Oeste do Fim do Mundo
Prêmio Especial do Júri: Venimos de Muy Lejos, de Ricardo Piterbarg
Melhor Filme (Júri Popular): A Oeste do Fim do Mundo, de Paulo Nascimento
Melhor Diretor: Roberto Flores Prieto, por Cazando Luciérnagas
Melhor Filme: Repare Bem, de Maria de Medeiros

– Júri da Crítica
Melhor Curta-metragem: Os Filmes Estão Vivos, de Fabiano de Souza e Milton do Prado
Melhor Longa-metragem estrangeiro: Repare Bem, de Maria de Medeiros
Melhor longa-metragem brasileiro: Tatuagem, de Hilton Lacerda

LONGAS BRASILEIROS
Melhor atriz coadjuvante: Clarisse Abujamra, por A Coleção Invisível
Melhor ator coadjuvante: Walmor Chagas, por A Coleção Invisível
Melhor desenho de som: Edson Secco, por Éden
Melhor trilha musical: Dj Dolores, por Tatuagem
Melhor direção de arte: Eloar Guazzelli e Pilar Prado, por Até que a Sbórnia nos Separe
Melhor montagem: Karen Harley, por Os Amigos
Melhor Fotografia: Gallo Rivas, por A Bruta Flor do Querer
Melhor Roteiro: Domingos de Oliveira, por Primeiro Dia de um Ano Qualquer
Melhor Atriz:  Leandra Leal, por Éden
Melhor Ator: Irandhir Santos, por Tatuagem
Prêmio Especial do Júri: Revelando Sebastião Salgado, de Betse de Paula
Melhor Filme (Júri Popular): Até Que a Sbórnia nos Separe, de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr; e A Coleção Invisível, de Bernard Attal
Melhor Diretor: Andradina Azevedo e Dida Andrade, por A Bruta Flor do Querer
Melhor Filme: Tatuagem, de Hilton Lacerda

IMG_0246

Festival de Gramado teve edição vitoriosa em 2013…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s