Susana, Fagundes e Solano brilham em Amor à Vida

Novela viveu noite de alta voltagem: trama chega a momento crucial com show de atores, diálogos fortes, situações verossímeis, e direção impecável

Susana Vieira: Pilar descobre a traição do marido com a Secretária…

Como diria o saudoso Artur da Távola, talvez a mais notória influência na forma de ver TV e comentar desta redatora: ‘Não são nada agradáveis as verdades ditas e as situações vivenciadas esta noite na novela Amor à Vida mas como são profundas, apropriadas, críveis e emocionalmente fortes’.

Mateus Solano que nem vinho: melhor a cada capítulo…

No capítulo levado ao ar esta noite, um dos melhores de toda a trama até aqui, quando já ultrapassa os 100, tudo saiu no capricho, do texto prodigioso – passando pela magistral atuação dos atores e uma trilha sonora adequadíssima à vibração do capítulo -, à irretocável direção com direito a banho de fotografia e enquadramentos adequados.

Susana Vieira roubou a cena em momento crucial para a personagem Pilar…

A noite na telinha foi de Susana Vieira – que desenhou sua atuação da noite pontuando as emoções da personagem Pilar em várias nuances, todas muito bem adequadas à situação vivida e ao glorioso texto assinado por Walcyr Carrasco (que tem uma penca de exímios colaboradores) -; Antônio Fagundes – ator merecidamente consagrado nos palcos, na telona e na telinha; Mateus Solano – que consegue melhorar a cada nova situação impingida ao seu ardiloso personagem Félix; Vanessa Giácomo – aproveitando com gloriosa competência o papel de cínica supostamente apaixonada pelo patrão; e Bárbara Paz – ótima atriz ‘descoberta’ num reality show, de talento esmerado e inegável vocação.

Vanessa Giácomo agarra com destreza o papel da cínica interesseira…

E. como dizem os que bem entendem de audiovisual, se fazer um curta-metragem é difícil, fazer uma novela equivale a fazer um curta-metragem por dia. No caso do capítulo de hoje de Amor à Vida, foram tantos curtas quanto foram os intervalos – 4 ou 5 -, todos feitos com igual competência, singular habilidade e estrondosa capacidade de alcançar a empatia da audiência.

Um DEZ enormeeee e comovido ao show que foi acompanhar Amor à Vida esta noite. Um gol de teledramaturgia digno de lance de MESSI em dia de jogo difícil e com estádio lotado.

Susana Vieira compôs uma Pilar de fácil identificação e com as necessárias nuances emocionais. todas muito bem construídas: a mãe esmerada, a amiga compreensiva, a filha dedicada, a mulher rejeitada, a esposa compreensiva e apaixonada… trabalho que conta com o luxuoso auxílio do preparador de elenco Sérgio Penna (!!!).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s