CATANDUVA prepara Mostra de Cinema

Filme COLEGAS e oficina gratuita de Roteiro constam da programação…

Mostra CARTAZ

Faltam apenas 13 dias para o início da I Mostra de Cinema de Catanduva, projeto cultural que visa a propiciar à população de Catanduva e região acesso ao cinema independente brasileiro e contato com artistas e cineastas, inserindo assim a cidade no circuito de mostras e festivais do país.

Cantanduva está, portanto, em contagem regressiva. O ritmo se intensifica e a expectativa entre estudantes, produtores e realizadores, trabalhadores da Arte e da Cultura, profissionais da Comunicação, Imprensa, ou simplesmente interessados pela Sétima Arte, acelera em movimentação constante. A programação da Mostra está assim organizada:

Mostra de Curtas: exibição de cinco curtas-metragens por dia, de temática variada, totalizando vinte filmes. Local: Anfiteatro do Centro Cultural de Catanduva.

Mostra de Longas: exibição de um longa-metragem por dia, de gênero documentário, sempre após a exibição dos curtas, totalizando quatro produções. Local: Anfiteatro do Centro Cultural de Catanduva.

Mostra Infanto-Juvenil: exibição de sete curtas-metragens, em dois dias, durante o horário escolar (manhã e tarde). A Secretaria de Educação é parceira da Mostra, sendo responsável por levar os alunos da Rede Municipal para assistir aos curtas. Local: Teatro Municipal Aniz Pachá.

Mostra de Inclusão Social: exibição do longa “Colegas” (2012), de Marcelo Galvão, em um dia durante o horário escolar (manhã e tarde). Público-alvo: instituições que atuam com público portador de necessidades especiais, como Apae e Coordenadoria de Inclusão Social de Catanduva. Local: Apae de Catanduva

Col este

O premiado filme COLEGAS é uma das atrações da Mostra de Catanduva…

A I Mostra de Cinema de Catanduva também vai promover uma oficina de roteiro gratuita, lançamentos de livros, e bate-papo de cinema, TV e teatro com renomados artistas brasileiros, os quais estarão em Catanduva para prestigiar o evento.

QUEM FAZ A MOSTRA CINEMA DE CATANDUVA 

Curadoria da I Mostra de Cinema de Catanduva

AURORA MIRANDA LEÃO – Bacharel em Comunicação Social e pós-graduada em Audiovisual em Meios Eletrônicos pela Universidade Federal do Ceará, onde também cursou Arte Dramática. É jornalista, atriz, radialista, cantora, professora de teatro, documentarista, e produtora cultural. Edita o blog Aurora de Cinema, já com quase 500 mil leitores, e escreve também para os sites Turismo & Negócios, Garganta da Serpente e Argumento.net. Há mais de 13 anos, assina a editoria de Arte & Cultura da revista Gente de Ação, e há seis apresenta os programas Cultura & Música, e Conversando com Arte pela Rádio Universitária FM de Fortaleza. É organizadora dos livros Analisando Cinema – Críticas de LG de Miranda Leão (Coleção Aplauso/Imprensa Oficial de São Paulo), e Ensaios de Cinema (edital Cultura da Gente – Banco do Nordeste do Brasil). Atua com frequência no circuito de festivais de cinema, onde divide-se nas funções de repórter e jornalista convidada, curadora, jurada, realizadora, e Relações Públicas. Também ministra palestras sobre o tema e mantém um canal no Youtube, atendendo por Aurora de Cinema. Recebeu menção honrosa no 9º Prêmio Missões (Roque Gonzalez, RS) por sua matéria Utopia de Cinema, além de contar duas premiações no jornalismo radiofônico, uma na área de Saúde (Ministério da Saúde) e outra na área de Economia (1º Prêmio BNB de Jornalismo, promovido pelo Banco do Nordeste em 2003, na categoria Mídia Eletrônica). Entre seus trabalhos audiovisuais, produziu os curtas LG – Cidadão de Cinema (de Gui Castor), Zé.com (de Luís Carlos Lacerda), Engenho de Menino, Coração Raiz, Santalegria, O sumiço de Alice, e Resta Um, todos dirigidos por ela); os documentários Adorável Rosa, A casca avoa & o miolo fica, Pegadas de Zila (de Valério Fonseca), e No Passo do Birim; a vídeo-crônica Tavoliana; e o clipe da música Batuques & Bantos, do cantor e compositor Calé Alencar. Atuou nos curtas A Última Palavra, de Chico Cavas Jr, Um dia que corre, de Arthur Leite, e protagoniza o ainda inédito ‘O Último Cigarro’, de Bruna Dantas. É curadora do Festival Internacional de Cinema da Fronteira, e convidada anual do FECIM (Festival de TV e Cinema Independente de Muqui) e do Comunicurtas (Festival Audiovisual de Campina Grande).

 

FELIPE BOSO BRIDA – Nascido em Catanduva (SP), é jornalista, crítico de cinema, especialista em Artes Visuais pela Unicamp e professor no Imes-Fafica (Catanduva/SP) e no Senac Catanduva. Comentarista de cinema na Nova TV (Catanduva/SP), é autor do livro “Cinema em Foco – Críticas Selecionadas” (2012) e colabora com resenhas de filmes em diversos órgãos de imprensa (boletim eletrônico Colunas & Notas, boletim informativo da UNESP/Bauru, Observatório da Imprensa, Argumento.net e revista Middia Magazine). É organizador e consultor de festivais e mostras de cinema brasileiro. Como comentarista de cinema, já atuou nas rádios Jovem Pan, Bandeirantes AM e Globo AM e também nos jornais O Regional e Notícia da Manhã, além de ter sido colaborador de cinema nos sites E-Pipoca, Cineminha e UOL.

AP

O Teatro Aniz Pachá vai abrigar a mostra infanto-juvenil…

Equipe Técnica

Organização, Coordenação e Realização: Prefeitura de Catanduva e Secretaria de Cultura de Catanduva

Prefeito: Geraldo Vinholi

Secretário de Cultura: Nelson Lopes Martins

Realização: Prefeitura de Catanduva através da Secretaria de Cultura

Parceria: Secretaria de Educação, Secretaria de Inclusão Social, SESC, APAE, FATEC, IMES, Paulinhos Grill

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s