Manuel Vagos presentifica o Mistério ao confirmar o Sublime em imagens poderosas

Manuel no Paraíso

Manuel sol caindo

A primeira reação ao se observar uma fotografia de Manuel Vagos (MV) é de surpresa feliz. Aquela surpresa de quem se depara com algo tão perfeito que é difícil acreditá-lo possível e ao alcance de um simples olhar.

Isso acontece diante de qualquer fotografia dele: pode ser o simples registro de um momento em Paris ou Lisboa, ou de um jardim no Alentejo, ou mesmo um simples abraço dado no meio da rua, ou expressões de contentamento captadas numa festa, ou ainda imagens da produção das rendilheiras europeias.

Manuel Óbidos 2

Registro de Manuel Vagos em Óbidos, Portugal…

Enquadramentos primorosos, ângulos bem calculados, a captura da cor revelando intimidade com o objeto fotografado, contrastes de luz e sombra perfeitos, temperatura e saturação em sintonia fina, uma delicadeza que perpassa tudo que é fotografado e embevece a imagem que se apresenta ao olhar do público, tudo isso faz com que a fotografia de MV alcance muito além do possível com o simples disparar de um click: há na produção imagética de MV uma inconteste dose de magnetismo e um acurado senso estético.

Manuel mulher guarda chuva

É tal a capacidade de Manuel Vagos de flagrar instantes inusitados, extrair dos gestos mais simples faíscas de eternidade, e redimensionar frações do trivial como lampejos de luminosidade do cotidiano que suas imagens nos fazem cativos, e não há como não voltar sempre a elas, bem como à constante produção desse vigoroso artista das imagens.

Mas mesmo depois de se familiarizar com o esplendor emanado de suas fotos, ainda é possível ser surpreendido, novamente, e sempre por um novo viés, ao deparar-se com imagens diante das quais só nos resta REVERENCIARE agradecer !

E nesse caso, a primeira ação que nos ocorre é o ajoelhar-se. Como não agir assim diante dos assombrosos espetáculos imagéticos que Manuel Vagos nos oferece com suas imagens simplesmente grandiosas, eloquentes, divinais ? E é justamente por serem imagens flagradas no cotidiano – verdadeiros afrescos incrustados de sonhos -, que a reação de quem olha é exatamente essa de quedar-se ante tanta beleza, de curvar-se aos pés diante de tamanhos deslumbres da natureza.

Manuel Arte Xávega 1

Registro poderoso da Arte Xávega, tradição portuguesa de pesca artesanal…

O mais notável é que as fotos de Manuel Vagos não são uma produção rebuscada em ambientes propícios de estúdios. Nada do que está ali foi por ele pensado antes, a não ser que sairia com sua câmera e a traria de volta com a própria vida correndo célere ao compasso dos pixels, lhe ofertando os instantes únicos e os momentos inusitados que ele recolhe, qual pescador de pérolas, ao sabor do vento e ao compasso do sol, da brisa e das nuvens, com invejável capacidade de arquitetar poemas em flagrantes do cotidiano.

Manuel Paris Louvre

Manuel Vagos desenha poesia em imagens do cotidiano…

Sim, porque segundo o próprio fotógrafo, ele não cria nada: suas lentes apenas registram o que está logo ali na frente ou ao lado, absorto ou insone, a compactuar desenhos com o diafragma do tempo e o foco das horas que se dispersam apressadas ante nossos olhares. E em cada imagem chamejam pingos de vida que nos emocionam e ecoam ao sabor das sonoridades multifárias e indormidas de nosso cotidiano.

Manuel Palavras

Daí porque é vizinho do Divino e parceiro do Absoluto o que produz Manuel Vagos com a fortaleza de suas imagens: porque tudo já está lá, tudo é absolutamente real e integrado ao dia-a-dia, só que não conseguimos ver o mesmo que ele. Não conseguimos encontrar, em igual dimensão, a beleza inebriante e irrefutável que MV nos entrega na simplicidade de sua produção imagética, e, na mesma hora, nos remete às profundidades e grandezas de um mundo do qual sabemos tão pouco, e com o qual tanto nos encantamos como nos apavoramos por dele nada sabermos e termos a única certeza da finitude a poucos passos de nós.

Manuel ponte Alentejo

No Alentejo, mais uma imagem preciosa de Manuel Vagos…

Manuel Vagos não constrói a beleza que nos oferta em fotografias exemplares: ele sacraliza o instante evanescente, diviniza a fluidez etérea das horas que passam (independente de nossas vontades), e enriquece nosso olhar com as tintas delicadas e sublimes que extrai da natureza, e nos oferece em insólitos casamentos poéticos da fotografia com as quintessências celestiais. Daí porque a fotografia de MV nos remete imediatamente ao impactante contato com a Transcendência.

Manuel Espelho Imaginário

Manuel Vagos diviniza a fluidez etérea das horas que passam…

E assim, ao depararmo-nos com as imagens que brotam de suas lentes como formigas em solos doces, é com o Mistério que nos estamos deparando. Logo, o ato involuntário e instantâneo de ajoelhar-se diante delas. Olhar as fotografias de Manuel Vagos é ter a certeza de que o Mistério existe e nos ronda, em todos os cantos, por todos os espaços, de todos os jeitos, e em qualquer tempo. E diante do Mistério, só nos resta quedar-nos em silenciosa reverência e com a alma encharcada de gratidão.

Manuel ig Paris

Fotografias de Manuel Vagos confirmam existência do Mistério que nos ronda

* Todas as fotos são de MANUEL VAGOS – créditos obrigatórios.

Uma resposta para “Manuel Vagos presentifica o Mistério ao confirmar o Sublime em imagens poderosas

  1. Algumas são de tirar o fôlego

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s