LIBERDADE é tema de Um Homem e seu pecado, estreia desta segunda no MAM

cartaz menor

Um homem e seu pecado é o terceiro longa-metragem de Luís Rocha Melo. Selecionado em 2016 para a 15 ª Mostra do Filme Livre (Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília) e exibido na Mostra Cine Patrimonial da Cineteca Nacional (Santiago do Chile), Um homem e seu pecado entra agora em cartaz na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, ficando em exibição do dia 24 a 30 de julho de 2017.
Tendo como um dos eixos recorrentes de seu cinema a investigação das relações entre a expressão audiovisual e o passado cinematográfico brasileiro, Luís Rocha Melo dirigiu, entre outros trabalhos, o média-metragem documental O Galante rei da Boca (2004), prêmio de Melhor Documentário pela Associação Brasileira de Documentaristas de São Paulo (Festival É Tudo Verdade de 2004), e o curta Que cavação é essa? (2008), lançado no 48º Festival de Brasília (2008) e ganhador do prêmio de Melhor Filme pelo Juri Popular no 1º Festival Nacional do Júri Popular (2009).
A narrativa de Um homem e seu pecado expõe um inusitado triângulo de relações familiares, reverberando temas e questionamentos cada vez mais presentes na vida brasileira contemporânea. De acordo com Rocha Melo, “Um homem e seu pecado é um filme noturno sobre uma geração que se pretendia solar. Uma geração que esteve no centro de um grande eclipse ideológico e que ainda hoje procura entender o que fazer e como agir. O filme coloca em questão a ideia de liberdade: o que é ser livre?”
Nos papéis de Lívido (personagem que dá título ao filme) e sua irmã Vitória, Um homem e seu pecado apresenta Pedro Henrique Ferreira e Anna Karinne Ballalai. Pedro, cineasta formado pela PUC-RJ, trabalhou anteriormente com Luís Rocha Melo sendo personagem do documentário Legião estrangeira (2011). O longa registra a viagem de dois jovens cineastas pelo litoral fluminense, enquanto tentam filmar a vida de Walter Benjamin no Brasil. Em Um homem e seu pecado, seu primeiro papel num filme de ficção, teve o desafio de dar vida a um personagem incomum: “O Lívido é uma figura estranha”, afirma Pedro Henrique. “Ele é ao mesmo tempo católico e
cleptomaníaco, obcecado e vagabundo. Mas acho que é uma pessoa estranha que está perdida em um mundo que é mais estranho ainda.”

Imagem relacionada

Anna Ballalai é roteirista, produtora, atriz e co-editora de Um homem e seu pecado
Formada em Cinema pela UFF, Anna Karinne Ballalai trabalhou em diversas funções em vários curtas-metragens até produzir, roteirizar e estrelar a comédia de longa-metragem Nenhuma fórmula para a contemporânea visão do mundo (Luís Rocha Melo, 2012), início de uma parceria que resultou na realização de Um homem e seu pecado.

 

Neste filme, além do trabalho de atriz, Anna cumpriu as funções de roteirista, produtora e co-editora: “Em cinema, a dramaturgia passa pelo roteiro, pela encenação e pela atuação nas filmagens, mas também pela montagem, que é uma espécie de roteiro às avessas. O Luís me deu espaço para ser uma atriz pudovkiniana, podendo participar da montagem do filme.”
Um homem e seu pecado conta também com a participação de Otoniel Serra, em seu último papel no cinema. Ator formado no final dos anos 1950 pela Escola de Teatro da Bahia, contemporâneo da geração do Cinema Novo, Otoniel Serra atuou em longas como Copacabana mon amour (Rogério Sganzerla, 1970), A lira do delírio (Walter Lima Jr., 1978) e Strovengah – Amor torto (André Sampaio, 2011). Sua marca é a entrega total ao personagem, em performances impactantes e de forte teor experimental.

Em Um homem e seu pecado, no papel do Dr. Gomes, pai dos protagonistas Lívido e Vitória, Otoniel Serra encara o desafio de uma atuação contida, intimista, construindo o drama de um personagem enigmático a partir de nuances de olhares e gestos cotidianos.

O elenco de Um homem e seu pecado tem ainda as participações especiais do cineasta Roman Stulbach (que teve sua estreia como ator em Nenhuma fórmula para a contemporânea visão do mundo, longa anterior de Rocha Melo), e do pesquisador e curador da Cinemateca do MAM, Hernani Heffner, encarnando o poeta Charles Baudelaire numa aparição sobrenatural no Outeiro da Glória.

Imagem relacionada

O consultor e pesquisador Hernani Heffner faz participação especial no filme Um homem e seu pecado…
SINOPSE:
O jovem Lívido é um individualista radical. Vive em seu próprio mundo e nutre uma estranha obsessão por igrejas e crucifixos. Funcionário relapso numa livraria, à noite perambula pelas ruas do Rio de Janeiro dedicando-se à arte dos batedores de carteira. Após um encontro sobrenatural com Charles Baudelaire, no Outeiro da Glória, Lívido decide tomar um novo rumo e procurar sua irmã, Vitória, que é freira e vive num convento. Sob o pretexto de comemorarem o aniversário de setenta anos de seu pai, Lívido convence Vitória a deixar o convento e a partirem juntos para Barra de São João, cidade em que foram criados. O encontro entre os três torna evidente a impossibilidade do convívio familiar. De volta às paisagens que marcaram a sua infância, Lívido e Vitória redescobrem um sentimento sufocado pelos anos e reprimido pelos cuidados zelosos do pai.

Imagem relacionada

Anna Karinne Ballalai em cena de Nenhuma Fórmula para a Contemporânea Visão do Mundo, segundo longa de Luis Rocha Melo…
ELENCO:
PEDRO HENRIQUE FERREIRA (Lívido); ANNA KARINNE BALLALAI (Vitória); OTONIEL SERRA (Dr. Gomes); ROMAN STULBACH (Dr. Salles); MIRIAM VIEIRA (A Desenhista); HERNANI HEFFNER (Charles Baudelaire); THIAGO BRITO (O Diabo); MARIO CASCARDO (Leitor Kafkiano); MARIO DU PIN (Inspetor Du Pin); SÉRGIO MILLAN (Policial); EDUARDO REY (O Advogado do Diabo); FRANCISCO SILVA (Garçom); PEDRO FAISSOL; BRUNO FORAIN; DIOGO CAVOUR; DANIEL PECH e EDUARDO CANTARINO. Participações Especiais: JOSÉ CARLOS MACHADO CORRÊA e a equipe da CASA HUMANITÁRIA Dr. ALBERT SCHWEITZER; WALTER ALMEIDA e seu violão.
FICHA TÉCNICA:
Direção: LUÍS ROCHA MELO; Assistentes de Direção: ANNA KARINNE BALLALAI e DIOGO CAVOUR; Argumento e Roteiro: ANNA KARINNE BALLALAI e LUÍS ROCHA MELO; Montagem: LUÍS ROCHA MELO e ANNA KARINNE BALLALAI; Direção de Fotografia e Câmera: LUÍS ROCHA MELO; Correção de Cor: WILLIAM CONDÉ; Fotografia Still: JÚLIO BORGES; Fotografia Still Adicional: MARCO AURÉLIO M. FERREIRA e TATIANA CURZI; Making Of: JÚLIO BORGES; Efeitos Especiais: BIA MEDEIROS, DIOGO CAVOUR e ANNA KARINNE BALLALAI; Som Direto: DIOGO CAVOUR e THIAGO BRITO; Edição de Som e Mixagem: LUÍS EDUARDO CARMO; Desenho de Som: LUÍS EDUARDO CARMO; Pesquisa e Seleção Musical: LUÍS ROCHA MELO, ANNA KARINNE BALLALAI e LUÍS EDUARDO CARMO; Trilha Sonora Musical: PAULO CORRÊA; Direção de Arte: ANNA KARINNE BALLALAI e DENISE FISCHER; Figurinos: LUÍS ROCHA MELO e ANNA KARINNE BALLALAI; Costureira: LOURDES DOS SANTOS; Hair Designer: HUDSON LEMOS; Cabelo e Maquiagem: RENATA CABRAL; Pesquisa de Locação: ANNA KARINNE BALLALAI e JÚLIO BORGES; Direção de Produção: ANNA KARINNE BALLALAI, CRISTINA MENDONÇA e JÚLIO BORGES; Produção de Finalização: ANNA KARINNE BALLALAI e LUÍS ROCHA MELO; Coordenação Geral de Produção: ANNA KARINNE BALLALAI; Produção Executiva: LUÍS ROCHA MELO e ANNA KARINNE BALLALAI. Cartaz: Edward Monteiro. Realização: FILMES DO INSTANTÂNEO | WILD PALMS.

Confira o trailler do filme:

SERVIÇO

Lançamento do filme O Homem e seu pecado

(Luís Rocha Melo, Brasil, 85 min. ficção, 2016)

Quando e Onde: segunda, 24 de julho, 19:30h, na Cinemateca do MAM – Flamengo, Rio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s