Arquivo da tag: Aurora de Cinema divulga festivais de cinema

Curta como Quiser recebe inscrições de Curtas-Metragens

Até 13 de setembro, estão abertas inscrições ao Curta como Quiser – 1º Festival Multimeios  de Curtas-Metragens por meio do site www.curtacomoquiser.com.br

Os 30 filmes selecionados competem,  dentro de cada categoria, a um prêmio em dinheiro de R$ 4 mil (quatro mil reais),  sendo que o primeiro colocado entre todos os filmes, independente da categoria,  recebe como prêmio extra a oportunidade de co-dirigir um documentário produzido  pela CPFL Cultura com um grande diretor do mercado audiovisual brasileiro, a ser  anunciado em breve. 

O júri, formado por 4 profissionais do  mercado audiovisual, avaliará os curtas baseado em critérios técnico/artísticos, como roteiro, montagem, trilha sonora e fotografia. O público também poderá  participar da votação por meio do Facebook.  

Idealizado e realizado pela ELO COMPANY (distribuidora de conteúdo audiovisual), com patrocínio da CPFL Energia, apoio da  CPFL Cultura e do Governo do Estado de São Paulo – Secretaria da Cultura,  Programa de Ação Cultural 2011 –, o festival pretende estimular e promover a  expressão artística por meio do audiovisual, contando histórias dentro da  temática Relações Contemporâneas no  formato de curta-metragem. As produções podem ser feitas em qualquer suporte  (câmera, celular, etc), em qualquer formato, seja ficção ou documentário,  animação ou live action, profissional ou amador, inédito ou não. 

O grande diferencial deste festival é  que ele é multiplataforma e acontecerá em diversas mídias. Já nesta primeira  edição, além do SundayTV – exibidor oficial  -, o festival promete outros  exibidores de peso em canais de televisão, cinema e mídias de transporte. Todos  os curtas serão exibidos no período de 1º de Novembro a 1º de Dezembro no canal  exclusivo do Curta Como Quiser no SundayTV

O festival organizará os filmes  selecionados em categorias relacionadas ao tema Relações Contemporâneas. São  elas:

Eu e eu mesmo

Experiências individuais e reflexivas  sobre o eu que existe em cada um. Meu Eu lírico tem a voz que eu quiser. 

Eu e o Outro

Como eu me relaciono com o  outro? Histórias sobre eu e mais alguém, sobre nós. Nossa história, nossa  vida.

Eu e o Mundo

Meu entorno, meu contexto, meu cenário,  meu mundo. Como eu me relaciono com o coletivo ?

Eu e o Futuro

Uma expectativa, um desejo, uma  esperança. O que vem por aí ?

Eu e o Tempo

Pense rápido! O que você conta em 5  minutos ?

A ficha de inscrição está no www.curtacomoquiser.com.br. Os materiais devem ser enviados até 13 de  setembro com a ficha de inscrição e autorização de exibição para o  endereço: Elo Company – Festival Curta Como Quiser. Rua Dona Elisa de Moraes  Mendes, nº 802. Alto de Pinheiros – São Paulo – SP. CEP: 05449-001.

Sobre a ELO COMPANY

Idealizadora e realizadora do Festival Curta como Quiser, a Elo  Company é uma distribuidora brasileira que ,desde 2005, busca valorizar e difundir o audiovisual para mídias como TV e mídias digitais, no Brasil e no exterior. Com projetos inovadores e diferenciados, a Elo Company desenvolve e realiza projetos de difusão audiovisual como Mostras, Festivais,  Lançamentos e outros relacionados à exibição de conteúdo  audiovisual.

Curta como  Quiser nas redes

http://twitter.com/curtacomoquiser

http://www.facebook.com/curtacomoquiser

‘Boa Sorte, meu Amor’ é único brasileiro em Locarno

Filme pernambucano em Festival na Suíça …

O filme brasileiro Boa Sorte, Meu Amor  será o único representante do país no 65º Festival de Locarno, a acontecer de 1º a 11 de agosto, na Suíça.

O primeiro longa-metragem dirigido pelo pernambucano Daniel Aragão, assistente de direção do longa Cinema, Aspirinas e Urubus (2004), integrará a seleção “Cineastas do Presente”, mostra oficial com novos diretores de diversos países.

Daniel Aragão estará em Locarno com seu primeiro longa…

O drama, ou um “anti-romance”, como diz o diretor, fala sobre um casal de jovens (Vinícius Zinn e Christiana Ubach), de raízes interioranas, que lida de forma diferente com a vida numa grande cidade.

Filmado em preto e branco, o longa também aborda a busca apai­xo­nada e tem no elenco Christiana Ubach, Jack Mugler e Jr. Black. As loca­ções acon­te­ce­ram no Recife e no inte­rior de Pernambuco. A pro­du­ção é de Pedro Severien. O filme estreia em Locarno dia 9 de agosto e ainda não tem pre­vi­são de che­gada ao cir­cuito comercial.

Um dos festivais mais antigos do mundo, Locarno tenta recuperar o prestígio que já teve no passado, principalmente nas décadas de 1960 e 1970 quando servia de base de lançamentos para longas de cineastas como Stanley Kubrick e Bernardo Bertolucci.

Para isso, o diretor artístico Olivier Père aposta numa mostra competitiva eclética e uma paralela para o público com destaques de festivais recentes.

A dificuldade do festival, cujo troféu principal é o Leopardo de Ouro para os vencedores, é a proximidade com o Festival de Veneza, que acontece no fim de agosto e ganhou mais fama ao longo dos anos, atraindo celebridades hollywoodianas.

Na presidência do júri de Locarno está o tailandês Apichatpong Weerasethakul, ganhador da Palma de Ouro de Cannes por “Tio Boonme, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas”, em 2010.

Confira o teaser: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/1120002-filme-de-pernambucano-integra-mostra-de-festival-de-locarno-na-suica.shtml

* Com informações de RODRIGO SALEM, da Folha SP