Arquivo da tag: Aurora de Cinema na cobertura do I Araxá Cine Festival

ARAXÁ CINE: Segundo dia foi de Oficinas e Homenagens…

AURORA DE CINEMA na cobertura do ARAXÁ CINE FESTIVAL

O sol amanheceu forte, bonito e rejuvenescente em Araxá. Foi bonita a movimentação matinal no amplo restaurante do Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá – um imponente hotel erguido no início dos anos 40, em forma de Castelo, cravado entre uam exuberante paisagem ainda não falta muito verde e águas a formar um imenso espelho a refletir belezas que a natureza colocou ali sem cerimônia.

Muito papo entre golesde café, queijos, e variadas iguarias mineiras, e em seguida quasee toda a turma pegou o mesmo rumo: conhecer e aproveitar as famosas Termas de Araxá, um complexo de banhos termais, lamas medidincais, massagens, salão de beleza, duchas e saunas, tudo para tornar o visitante tranquilo, relaxado, de braços abertos pra natureza e encantado com tanta beleza e calmaria fluindo serelepe entre poderosas colunas, belos ornamentos, pinturas, desenhos e mármores do complexo termal de Araxá, inaugurado em 1944.

Adentrando o setor conhecido como Termas de Araxá: suntuosidade e paz…

É neste ambiente que aproveitam o dia os convidados do Araxá Cine Festival

À tarde, o ponto alto da programaçãpo do ARAXÁ CINE FESTIVAL foram dois workshops, o primeiro com o diretor Aluizio Abranches, e o segundo com a atriz Ingra Liberato, ambos realizados no belo Salão Ouro Preto e com muita participação do público.

No Tauá Grande Hotel, cenários de cinema que enchem a visão e transmitem tranquilidade …

Aluizio Abranches, cineasta de filmes polêmicos, ministra workshop para plateia atenta e participativa…

E  à noite, a plateia é assim, com gente de todas as idades querendo ver Cinema…

As noites do Araxá Cine são assim: de Cinema, Festas e Alegrias…

Patrícia Naves, Alberto Araújo, Débora Arantes, Débora Torres, Alda Sandra e Murilo Rosa no coquetel de abertura do Araxá Cine Festival

Porque até domingo ARAXÁ RESPIRA CINEMA…

Começou em clima de euforia o I Araxá Cine Festival

Com muita música, gente para ver e ouvir, jornalistas, convidados, estudantes inscritos nas oficinas e workshops, artistas, cineastas e até turistas hospedados no Tauá Grande Hotel, foi dada a largada para a intensa programação do I Araxá Cine Festival.

Dada a grande largada para o I Araxá Cine Festival !

Até domingo, dia 16, o Cinema Brasileiro terá sua Capital em Araxá. E a acolhida calorosa do público na noite de abertura, as palavras de satisfação de Débora Arantes (diretora da Associação Musical, parceira do festival), responsável por todas as apresentações musicais que acontecerão antes das exibições noturnas no Teatro do Grande Hotel; a fala entusiástica da Secretária de Turismo, Alda Sandra; e a saudação emocionada da idealizadora e Diretora Geral do Festival, cineasta Débora Torres, não deixam dúvida: Araxá vai entrar para o calendário dos grandes festivais de Cinema do país.

O Tauá Grande Hotel, em cujas dependências acontece o grande festival mineiro…

Simples, como é do seu feitio espontâneo, amigo, sempre receptiva a qualquer demanda, e calorosa quando se trata de falar de suas atividades e sonhos (como é o caso deste Araxá Cine Festival), Débora Tôrres contou do palco como foi a emoção de adentrar aquele teatro – um aconchegante espaço para 500 pessoas -, quando ali chegou acompanhada do cineasta Alberto Araújo para dar os primeiros passos visando à realização do longa Vazio Coração.

Como toda pessoa de especial vocação para o Teatro e/ou Cinema, ver um palco ou conhecer um espaço que pode funcionar como cine-teatro, promove subitamente a vontade de ‘tomar de conta’ dali e transpor pro ambiente o que tanto nos atrai: a força da Arte, a Alegria do encontro com o outro, a emoção de ouvir boas histórias, o impulso mágico de promover, fomentar e destacar a Sétima Arte. Foi isso que aconteceu com Débora Torres e que ela tão bem descreveu no palco, conseguindo transpor a plateia praquele momento inaugural onde ela se deparou com o cenário onde concretizaria um novo e auspicioso sonho de Cinema. Bem vinda Débora Torres e suas ideias iluminadas e iluminadoras !

Mas esta noite festiva em Araxá teve o comando do ator e escritor Germano Pereira na apresentação, e depois de Débora, subiram ao palco um descontraído David Cardoso (de quem foi exibido o curta Maria Fumaça, Chuva e Cinema); o cineasta mineiro Helvécio Ratton (ao lado de sua produtora Simone), que apresentou o documentário O Mineiro e o Queijo; e depois Alberto Araújo, para falar da exibição de um pré-trailler do filme Vazio Coração, sua estreia como diretor e roteirista de longa-metragem.

Patrícia Naves, que está em Vazio Coração, foi a mais elegante da noite…

Deste filme, tivemos a presença na solendiade da atriz Patrícia Naves – que primou em elegância, beleza e simpatia, mas parecendo uma diva daqueles tempos áureos de Hollywood), enquanto o protagonista Murilo Rosa só conseguiu chegar pro coquetel pós-exibições.

Também nesta noite de abertura do Araxá Cine Festival, anotamos a presença do querido diretor Aluizio Abranches – autor de filmes emblemáticos como Um Copo de Cólera e As Três Marias) -, que vai ministrar workshop sobre Direção esta tarde; da sempre bela e simpática Ingra Liberato; do adorável produtor Walter Webb; da atriz e produtora Mallu Moraes; do cineasta Ricardo Pinto e Silva, e mais uma série de pessoas da música, da poesia, do cinema, e da arte, cujos nomes a essa hora da manhã me escapam.

Mas não vai faltar oportunidade para discorrer muito mais sobre este Araxá Cine Festival, que começou com gosto de fina iguaria e já com passaporte para tornar-se um evento permanente no calendário turístico de Araxá e, portanto, do país.

Viva o Araxá Cine Festival !

E APLAUSOS a todos os que estão tornando possível este grandioso evento em plena mesorregião do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba.

Confira as palavras de saudação da idealizadora, Débora Torres:

http://youtu.be/yeonmNm4a40

Contagem regressiva para o Araxá Cine Festival

Araxá, a 367 km da capital mineira, vai sediar seu primeiro festival de cinema, a partir do próximo dia 10 de setembro. O 1º Araxá Cine Festival foi criado pela cineasta e produtora executiva Débora Torres, autora intelectual e dona do festival, e conta com Curadoria de Rubens Ewald Filho na “Mostra Competitiva de Longas-Metragens Brasileiros de Ficção” e na “Mostra Curta Araxá” e Guigo Pádua na “Mostra Curta Minas”.

O festival, cujo proponente este ano é a Associação de Música de Araxá, acontecerá no Tauá Grande Hotel de Araxá, com uma extensa programação de sete dias contando exibições de filmes totalmente gratuitas. O festival oferece premiação total de R$ 130 mil, distribuída por várias categorias, sendo que a maior dessas será para os curtas araxenses, cujo vencedor receberá R$ 40.000,00 (quarenta mil reais), destinados à produção de um novo curta, na categoria ficção, para abrir a segunda edição do festival, em 2013.

A programação do 1º Araxá Cine Festival consiste em mostras competitivas cinematográficas, nas seguintes categorias: longas-metragens brasileiros de ficção convidados,curtas-metragens mineiros convidados,ecurtas-metragens araxaenses selecionados, além do “Festivalzinho” para as crianças da rede municipal e estadual de ensino, palestras, debates, lançamentos de livros, oficinas e workshops de audiovisual. O festival é realizado através da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet – Ministério da Cultura) com apoio total do Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de Turismo – Sra Alda Sandra – e com patrocínio da CBMM e da CEMIG. Todas as atividades programadas terão acesso gratuito, com apresentações musicais na abertura de cada sessão (sob a coordenação artística da Sra. Débora Arantes, responsável pela  seleção dos grupos musicais que farão as aberturas de cada noite), promovendo um salutar intercâmbio interregional entre profissionais, público e amantes da arte cinematográfica e musical.

David Cardoso, Carlos Alberto Riccelli e Rubens Ewald Filho: vem aí um reencontro de cinema em Araxá…

MOSTRAS COMPETITIVAS

A solenidade de abertura do festival está marcada para às 19h do dia 10, com a exibição do curta-metragem “Maria Fumaça, Chuva e Cinema”, de David Cardoso, ator que será homenageado na noite de abertura; e do documentário “O Mineiro e o Queijo”, de Helvécio Ratton – cineasta que também será homenageado pelo conjunto da obra.

A programação  do I ARAXÁ CINE FESTIVAL segue com a exibição dos filmes “O Contador de Histórias” (de Luiz Villaça, 11 de setembro), “O Palhaço” (de Selton Mello, 12 de setembro), “Não se preocupe, nada vai dar certo!” (de Hugo Carvana, 13 de setembro), “Olhos Azuis” (de José Joffily, 14 de setembro) e “Onde está a felicidade?” (de Carlos Alberto Riccelli, 15 de setembro), todos selecionados pelo curador Rubens Ewald Filho e participantes da Mostra Competitiva de Longas-Metragens Brasileiros de Ficção.

Na Mostra Curta Minas, foram convidados pelo curador Guigo Pádua, os curtas-metragens mineiros: “Fui!!!” (de Guilherme Fiúza, 11 de setembro), “O Céu no Andar de Baixo” (de Leonardo Cata Preta, 12 de setembro), “Trecho” (de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr., 13 de setembro), “O Maior Espetáculo da Terra” (de Marcos Pimentel, 14 de setembro) e “Raízes e Asas” (de Luis Felipe Pimenta, 15 de setembro).  A programação diária se completa com a “Mostra Curta Araxá” com curtas-metragens araxaenses inscritos e selecionados por Rubens Ewald Filho, a serem divulgados em breve.

Também faz parte do 1º Araxá Cine Festival, o “Festivalzinho” voltado para as crianças da rede municipal e estadual de ensino. Para elas, será exibido o filme “Pequenas Histórias”, de Helvécio Ratton, em dois horários, às 8h e às 14h.

JÚRI OFICIAL

As mostras competitivas serão julgadas por nomes famosos do cinema brasileiro como diretores, produtores e cineastas, que escolherão os vencedores do prêmio Dona Beja, em dinheiro (valor total da premiação R$130 mil), e do Troféu Araxá – Terra do Sol, idealizado pelo araxaense Aloísio Zema, que também assina o troféu.

O júri oficial do 1º Araxá Cine Festival será presidido pelo diretor Sérgio Bianchi, responsável por longas-metragens  premiados como “Cronicamente Inviável”, “Quanto vale ou é por quilo?”, e “Os Inquilinos”, dentre outros. O diretor Jeremias Moreira (“Menino da Porteira” (1977 e 2009) e “Fuscão Preto”), o diretor Ricardo Pinto e Silva (“sua excelência, o candidato”, “Querido estranho”,“Dores e Amores” e “Carro de Paulista”), a atriz e produtora brasiliense Malu Moraes (“No Coração dos Deuses”, “Círculo de Fogo”, “Homem Mau Dorme Bem”) e a produtora Liane Muhlenberg  (“Parayba – Mulher Macho”, “Gaijin – Ama-Me Como Sou”, “O Homem da Capa Preta”, “Bete Balanço”) completam o júri.

INGRA LIBERATO vai ministrar workshop para atores…

OFICINAS E WORKSHOPS

Durante o festival, acontecerão uma oficina e diversos workshops no salão Ouro Preto do Tauá Grande Hotel de Araxá, sendo que a oficina será na parte da manhã, e os workshops  no período da tarde, a partir das 15 h.  As inscrições estão abertas no site oficial do festival (www.araxacinefestival.com.br) e são totalmente gratuitas para públicos de todas as idades, interessados nas artes cinematográficas,  com emissão de certificado para os participantes.

A “Oficina Cinema Total – Roteiro, Produção e Direção”, a ser ministrada pelo cineasta e produtor internacional Walter Webb, consta de três oficinas em uma, e visa a fornecer formação prática no tocante à linguagem e técnicas do cinema e do vídeo, com temas que abordam todas as fases de uma produção cinematográfica. Também na programação os workshops “Como fazer um filme do começo ao fim” com o premiado diretor e cineasta carioca Aluizio Abranches“Preparação – Vivência da Personagem no Tempo Presente” com a atriz Ingra Liberato, a eterna Ana Raio da novela “Ana Raio e Zé Trovão”; “Ler, escrever e adaptar” com o ator Germano Pereira;  “Por que um cinema brasileiro?” com o diretor João Batista de Andrade, ex-secretário da Cultura do Estado de SP e atual presidente do Memorial da América Latina; além de encontros com a atriz global Rosamaria Murtinho,  que vai falar sobre sua gloriosa carreira na televisão, cinema  e teatro, e ainda mesas de debate sobre  fomentos ao cinema mineiro, com a presidência da ABD –MG (Associação Brasileira de Documentaristas do Estado de Minas Gerais) e presidência da Film Comission do Governo de Minas.

LANÇAMENTOS DE LIVROS E DVDS

Durante o 1º Araxá Cine Festival, haverá lançamentos de livros e DVDs por seus autores e representantes. Serão lançados  “Dicionário de Filmes Brasileiros – Curta e Média-Metragem”, do pesquisador Antônio Leão (15 de setembro); “Ensaios de Cinema”, do crítico L.G. de Miranda Leão (14 de setembro); “Criação de Curta-Metragem em Vídeo Digital”, do cineasta e roteirista Alex Moletta (12 de setembro);  “Autobiografia do Rei da Pornochanchada” de David Cardoso (11 de setembro); do DVD e CD “No Passo do Birim” da cineasta Aurora Miranda Leão (14 de setembro); além do livro “Roberto Pires – O Inventor de Cinema”, de Aléxis Góis, e o DVD “Redenção”, longa de Roberto Pires, estes dois últimos a serem lançados por Laura Pires (13 de setembro).

HOMENAGEADOS

No 1º Araxá Cine Festival, será concedido o Troféu Araxá Homenagem (pelo conjunto representativo de obras) a nomes significativos do cinema brasileiro e mineiro.

Atriz Bete Mendes será uma das homenageadas em Araxá…

Durante as noites do festival, serão homenageadas personalidades, como a cineasta Tizuka Yamasaki, os diretores Helvécio Ratton, João Batista de Andrade e Guilherme de Almeida Prado; os atores Murilo Rosa, Oscar Magrini, David Cardoso e Leandro Firmino da Hora ( filme “Cidade de Deus”); as atrizes Bete Mendes e Ingra Liberato; o produtor cinematográfico Flávio Tambellini; o diretor de arte Oswaldo Lioí; o jornalista e cineasta Hermes Leal; a pesquisadora e produtora Alice Gonzaga; e o embaixador Lauro Moreira, pela difusão do cinema brasileiro no exterior.

O ator e escritor Germano Pereira vai apresentar o Festival e fará workshop…

O festival será apresentado pelo ator global Germano Pereira e contará ainda com a presença das atrizes Patrícia Naves e Bruna Lombardi, do ator e cineasta Carlos Alberto Riccelli, além de diversos atores e atrizes dos elencos dos filmes das mostras competitivas.

Bruna Lombardi é presença aguardada em Araxá…

Todas as atividades do 1º Araxá Cine Festival são gratuitas e abertas ao público. Mais informações: www.araxacinefestival.com.br e www.facebook.com/araxacinefestival 

SERVIÇO

1º ARAXÁ CINE FESTIVAL

Data: 10 a 16 de setembro de 2012

Local: Tauá Grande Hotel de Araxá e Festa de Premiação (16 de setembro) no Teatro Municipal de Araxá (Justificativa de realização no Tauá Grande Hotel: na cabine do Teatro Municipal não cabe o projetor 35mm do festival)

Cine Festival vai evidenciar beleza e paisagens naturais de Araxá

 

Às vésperas de realizar seu primeiro Festival de Cinema, a cidade de Araxá começa a despertar atenção. É lá que, durante uma semana, o Cinema Brasileiro vai estar hospedado numa intensa programação, da qual constam oficinas, workshop, lançamentos de livros e DVDs, exibições grstuitas de filmes brasileiros, e diversas mostras competitivas e informativas.

O I Araxá Cine Festival foi idealziado por Débora Torres, que também é sua Produtora-Executiva, tem Curadoria de Rubens Ewald Filho, e direção artística de Alberto Araújo. O Festival será aberto dia 10 e prossegue até 16 de setembro.

Minas Gerais

História preservada: o antigo prédio da Rede Feroviária, onde hoje funciona a Fundação Cultural de Araxá…

Minas Gerais

As lindas paisagens da região atraem centenas de turistas a Araxá, anualmente…

Minas Gerais

Cercado de verde, calmaria e beleza, a arquitetura imponente do Grande Hotel é uma das atrações mais visitadas pelos turistas…

Minas Gerais

O Museu Dona Beja leva o nome de famosa cortesã que viveu na região no século XIX e foi inspiração para conhecida novela…

O museu também guarda itens usados na novela da Manchete, que contou a história da mulher que deu nome ao local. Ana Jacinta de São José, a Dona Beja, é considerada uma das mulheres mais bonitas de seu tempo. Em sua época, foi mal vista pelas conterrâneas por causa de sua beleza. Apaixonada por um homem que se casou com outra, ela acabou virando cortesã, amante de grande parte dos homens casados da cidade, e enriqueceu às custas de seus admiradores.

Outro ponto importante para o turista é conhecer a Fundação Cultural Calmon Barreto. O local expõe peças de artesanato e ótima opção para quem deseja comprar produtos locais. São doces caseiros, peças de arte e até sabonetes de lama. Quando for visitar Araxá, não deixe também de provar os doces de Dona Joaninha e Dona Ana, que incluem frutas cristalizadas e doces de amendoim. A cachaça também é destaque neste município mineiro. 

As igrejas de Araxá, de beleza simples e encantadora, também valem uma visita. Entre as mais visitadas, a Igreja Matriz de São Domingos e o Santuário Nossa Senhora de Fátima. Na Igreja Matriz de São Sebastião, os turistas podem ver também o Museu Sacro São Sebastião

Minas Gerais

A Igreja São Sebastião, onde fica o Museu Sacro…

Depois da visita ao centro histórico, os amantes de esportes radicais, ecologia, e turismo de aventura podem encontrar muitas opções de passeios. Araxá é um dos principais acessos ao Parque Nacional da Serra da Canastra, onde encontram-se cachoeiras, trilhas e é possível escalar paredões.  Já o Centro de Aventura do Barreiro está dentro do Complexo do Barreiro, contando com tirolesa e arvorismo, com programas especiais para crianças e adultos.

Minas Gerais

Araxá é uma das portas de entrada para a famosa Serra da Canastra…