Arquivo da tag: axé de Jorge Salomão

Do amigo POETA, guerreiro e querido, JORGE SALOMÃO…

(renovado com esmero e sensibilidade nas palavras cheias de carinho de outra “irmã” de alma, amada Bernadete Duarte):

“Celebro as primeiras horas do domingo sagrado que ainda vou ver nascer pq vou dormir agora, mas pensando no quanto sinto saudade de você. E quando penso em vc , copio Aurora, porque ela traz os loiros fios de esperança na cabeça quando se trata do nascer de um novo dia… Jorge tem nome de Santo Guerreiro, dos que usam a lança e se lançam na alma da gente e a gente nunca mais esquece. Aurora, amada e moleca de minha vida…eu não bebi, mas é que estou embriagada de saudade de vocês !!!!!!!!”

           O sol amanhece em Canoa Quebrada…Foto: Aurora Miranda Leão

JORGE SALOMÃO SAÚDA…

Todas as manhãs,
canto pra subir,
no passo a passo,
nos sonhos,
na firmeza,
no porvir.

Todas as manhãs,
alimento esperanças,
quem sabe alguma,
alguma coisa seja.
Todas as manhãs,
grito por viver,
clamo ao sol por mais justiça,
abro o leque da solidariedade.

Todas as manhãs,
sou mais eu,
sendo mais justo,
em todas as medidas.
Todas as manhãs,
danço minhas manhas,
abrindo as manhãs.

Poeta Jorge Salomão inunda o espaço de Força e Fé e irradia Solidariedade

“Como manter-se íntegro num tempo totalmente dissolvente? O ato de filosofar, diziam os gregos, aproxima os homens dos deuses. É um dia como outro qualquer? Não creio. Domingo é diferente, é domingo.

Você acorda de um outro jeito, porque é domingo. Pensa um pouco, reflete, cada passo é um novo passo na semana que começa. É domingo, hoje é domingo.

Cada jogada, mesmo dentro de casa, é diferente. Alguns dormem, você prepara o café, toma um gole, é domingo. O silêncio é gratificante. Na rua, alguns andam devagar, é domingo.

É um dia sagrado? Para quem? Bilhões de pessoas morrem de fome pelo planeta afora. Uns refletem, outros nada pensam.

É transformador? De algum jeito é. Ele junta pessoas. No almoço, no papo, no modo de ser solidário em algum ato na vida. O amor é importante? O amor é tudo na vida, dizia o poeta persa Omar Khayam. O domingo mexe com todos: o desamor vira amor, a inimizade vira amizade, a fraternidade vira comunhão. E você, o que pensa disso?

É domingo em toda parte… As crianças brincam na liberdade, mesmo nos territórios limitados por violências várias. Pulam, dançam, se beijam enquanto os pais mastigam e ruminam sua dor. O domingo brilha de um jeito luminoso diferenciado dos outros dias. Você que levantou cedo, enquanto seu amor dorme, que cuidados passo a passo você toma como parte integrante da humanidade? É cinematográfico o domingo. Você toca e retoca o som da vida. Nos mínimos detalhes, você articula, é domingo. Em todo gesto é domingo. No espelho, na praia, no banho, na confraternização você dá um chega para lá no que não deu certo e tenta acertar a dança, pois é domingo. No sorriso, na padaria, no jornaleiro, no futebol algo corre diferente. Hoje é domingo no mundo inteiro. Vamos ferver! O negócio vai esquentar! Axé!!!”

                                            Foto: Aurora Miranda Leão, Barreirinhas (MA)