Arquivo da tag: Caixa Cultural do Rio

FARÓIS de Bodanzky e Eryk Rocha

Carlos Alberto Mattos avisa dos FARÓIS, interessante mostra de cinema documental que acontece na capital carioca:

Um dos encontros mais esperados da Mostra Faróis acontece HOJE:

Jorge Bodanzky e Eryk Rocha vão conversar sobre seus filmes e suas grandes referências no cinema.   

Será na Caixa Cultural, logo em seguida à exibição de 18h30, em 35mm, de Iracema – uma Transa Amazônica, de Bodanzky e Orlando Senna. 

A programação de hoje na Caixa reúne filmes e faróis de Bodanzky e Eryk:

15h30 – Ociel del Toa (Nicolás Guillén Landrián) + Nós e As 4 Estações (Artavazd Pelechian)
16h – Hiroshima Meu Amor (Alain Resnais)
18h – Pachamama (Eryk Rocha)
18h30 – Iracema – Uma Transa Amazônica + encontro
 
Para quem quiser chegar só para o bate-papo, este começa pontualmente às 20h.

India Contemporânea na Telona

Devdas 

A Caixa Cultural Rio de Janeiro apresenta a Mostra Cinema Indiano Contemporâneo, possibilitando oportunidade de acesso a significativas obras cinematográficas indianas da atualidade. A Mostra acontece até dia 22, exibindo 19 filmes que retratam a diversidade entre os núcleos cinematográficos da Índia.

A curadoria reúne títulos recentes não apenas de Bollywood (como é conhecida a principal indústria cinematográfica da Índia, localizada na cidade de Bombaim), mas também de outras regiões, como o cinema bengali, malayalam e tâmil. Grande parte dos filmes selecionados são inéditos no Brasil e destacam-se por serem os maiores sucessos de crítica e de público da Índia nos últimos 15 anos, representando o melhor do cinema indiano da atualidade.

Bollywood se faz presente na mostra por meio de obras-primas como Devdas (2002), Lagaan – A Coragem de Um Povo (2001), Siga em Frente Munna Bhai (2006) e 3 Idiotas (2009), quatro enormes sucessos, que impressionaram a crítica e tiveram uma grande bilheteria.

Filmes de diretores clássicos que inauguraram o cinema de arte na Índia (também conhecido como nouvelle vague ou cinema novo), ainda muito significativos na atualidade, como Mrinal Sen e Shyam Benegal, também integram a programação, assim como filmes baseados em fatos reais que chocaram a sociedade indiana, como A Rainha Bandida (1995), do aclamado diretor Shekhar Kapur, e A Terrorista (1999), de Santosh Sivan.

Destaque também para a presença da obra do diretor Mani Ratnam, considerado um mestre capaz de unir histórias fortes, roteiros bem trabalhados, questões políticas e dramas pessoais num único filme, mostrando até questões ligadas ao terrorismo com certa dose de sensibilidade. Ele é o diretor com maior número de filmes na mostra (3 títulos): Um Beijo na Bochecha (2002), Do Coração (1998) e Bombaim (1995), sendo os dois últimos a 2ª e 3ª partes da sua trilogia sobre terrorismo.

Realizadores mais novos também estão no evento. É o caso de Nagesh Kukunoor, diretor de dois filmes. São eles: Dor e Iqbal, ambos de 2006. Este último foi um dos maiores sucessos de baixo orçamento dos últimos anos.

SERVIÇO:
Mostra Cinema Indiano Contemporâneo

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 1
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro, RJ (Metrô: Estação Carioca) – (21) 2544 4080

Período: Até 22 de agosto

Horários: Sessões a partir de 12h/ Aos sábados, sessões para crianças às 10h15

Preço: Entrada gratuita para todas as sessões

Confira a programação completa:

11 de agosto (quarta-feira)
13h – A Terrorista, de Santosh Sivan
15h – Faça O Que o Seu Coração Mandar, de Farhan Akhtar
18h30 – Devdas, de Sanjay Leela Bhansali

12 de agosto (quinta-feira)

12h – Você não Está Sozinho, de Rakesh Roshan
15h30 – Iqbal, de Nagesh Kukunoor
18h – Bombaim, de Mani Ratnam
20h20 – Debate após a sessão: A Índia e o cinema – de Bollywood a Calcutá

13 de agosto (sexta-feira)
13h30 – A Rainha dos Bandidos, de Shekhar Kapur
16h – Siga em Frente Munna Bhai, de Rajkumar Hirani
19h – Do Coração, de Mani Ratnam

14 de agosto (sábado)
10h15 – Sessão para crianças: Como estrelas na Terra, de Aamir Khan
13h30 – Zubeidaa, de Shyam Benegal
16h30 – Um Beijo na Bochecha, de Mani Ratnam
19h30 – Maqbool, de Vishal Bhardwaj

15 de agosto (domingo)

14h – Sr. e Sra. Iyer, de Aparna Sen
16h30 – Três Idiotas, de Rajkumar Hirani
19h30 – Dança das Sombras, de Adoor Gopalakrishnan

17 de agosto (terça-feira)
13h – Faça O Que o Seu Coração Mandar, de Farhan Akhtar
16h30 – A Rainha dos Bandidos, de Shekhar Kapur
19h30 – Confinados, de Mrinal Sen

18 de agosto (quarta-feira)
13h – Você não Está Sozinho, de Rakesh Roshan
16h30 – Zubeidaa, de Shyam Benegal
19h30 – Um Beijo na Bochecha, de Mani Ratnam

19 de agosto (quinta-feira)
13h30 – Iqbal, de Nagesh Kukunoor
16h – Dança das Sombras, de Adoor Gopalakrishnan
18h – Siga em Frente Munna Bhai, de Rajkumar Hirani
20h20 – Debate após sessão: Para onde aponta o cinema indiano contemporâneo?

20 de agosto (sexta-feira)
14h – Maqbool, de Vishal Bhardwaj
16h30 – Sr. e Sra. Iyer, de Aparna Sen
19h – Três Idiotas, de Rajkumar Hirani (03 Idiots, Índia, 2009, 164 min, livre)

21 de agosto (sábado)

10h15 – Sessão para crianças: Como estrelas na Terra, de Aamir Khan
13h30 – A Terrorista, de Santosh Sivan
15h30 – Lagaan – A Coragem de um Povo, de Ashutosh Gowariker
19h30 – Bombaim, de Mani Ratnam

22 de agosto (domingo)
12h – Dor, de Nagesh Kukunoor
15h – Do coração, de Mani Ratnam
18h – Devdas, de Sanjay Leela Bhansali