Arquivo da tag: Casa Amarela Eusélio Oliveira

Curtas e Longas, Outros Cinemas em Fortaleza

Será aberta amanhã a V Mostra Outros Cinemas, que acontece até dia primeiro na Casa Amarela da UFC. O público terá a oportunidade de assistir a 21 curtas-metragens, entre ficções, documentários e animações, selecionados a partir de mais de 100 filmes inscritos.

Filme húngaro Salmo Vermelho será exibido na noite de abertura…

A abertura da Mostra será marcada pela exibição especial do longa-metragem O Salmo Vermelho, drama de guerra húngaro dirigido por Miklós Jancsó, vencedor do Festival de Cannes de 1972. Na trama, trabalhadores rurais da Hungria pós-guerra querem o direito à dignidade. Obra de destaque do cineasta húngaro Miklós Jancsó, vencedor do prêmio de direção no festival de Cannes em 1972.

Já para o encerramento, está programada a exibição inédita no Ceará de Manuscritos da Lagoa Verde, do cineasta cearense Firmino Holanda. O longa mostra criaturas históricas e imaginárias, surgidas desde antes da era Vargas, que descansam em arquivos e museus. Entretanto, algumas resistem no rumor das praças. Nessa colagem dramático-documental, índios, cangaceiros, marginais urbanos, fascistas, lombrosianos, monstros, líderes e heróis fracassados emergem do lodo da memória brasileira.

Manuscritos da Lagoa Verde, novo filme de Firmino Holanda, terá primeira exibição na Mostra Outros Cinemas…

A V Mostra Outros Cinemas terminará em grande estilo. No dia 1º de novembro, véspera de feriado, o Mocó Studio (Rua José Avelino, 563 – Praia de Iracema) abrigará a festa de encerramento, a partir das 22 horas. A discotecagem ficará por conta de Fernando Poser, Maurício Macedo, Dayse Barreto, Vanessão da BR e Bárbara Cariry. Ingressos: R$ 10.

Sobre a Mostra

A Mostra Outros Cinemas tem como proposta difundir o cinema de arte, experimental e contemporâneo, para os que estudam cinema, trabalham com cinema ou querem fazer cinema, possibilitando o conhecimento da produção realizada por jovens de todo o Brasil. São outros olhares, discursos, sentimentos e estéticas, diversos dos estabelecidos pelo grande mercado de entretenimento.

Bárbara Cariry, idealizadora e coordenadora-geral da Mostra Outros Cinemas

Com a criação dos novos cursos superiores de Cinema, em universidades públicas e privadas do Ceará, bem como em vários estados brasileiros, percebemos que existem inúmeras pessoas que produzem filmes e que não têm como exibir seus filmes e vídeos, ou mesmo como participar de um debate mais profundo, daí a necessidade, em tempo de novas tecnologias e meios de comunicação, de realizarmos uma mostra como esta, diz Bárbara Cariry, a jovem cineasta idealizadora da Mostra.

* Todas as exibições são GRATUITAS. A Casa Amarela Eusélio Oliveira fica na Avenida da Universidade, 2591 – Benfica

Filmes selecionados:

(programação sujeita a alteração)

DIA 29 DE OUTUBRO (segunda-feira) 

SALMO VERMELHO – Hungria – 1972 – 87’

Direção: Miklós Jancsó

Classificação indicativa: 14 anos

DIA 30 DE OUTUBRO (terça-feira)

CORPO PRESENTE – PE – 2010 – 23’ – Ficção

Direção: Marcelo Pedroso

COM VISTA PARA O CÉU – RJ – 2011 – 10’ – Ficção

Direção: Allan Ribeiro

CANÇÃO PARA MINHA IRMÃ – PE – 17’ – Ficção

Direção: Pedro Severien

AURORA – SP – 2011 – 20’ – Ficção

Direção: Roney Freitas

UM DIÁLOGO DE BALLET – RS – 2012 – 8’ – Documentário

Direção: Filipe Matzembacher e Márcio Reolon

OVOS DE DINOSSAURO NA SALA DE ESTAR – PR – 2011 – 12’ – Documentário

Direção: Rafael Urban

MEDEIA – HUILLET – SP –  4′ – Experimental

Direção: Bruno Lottelli e Eduardo Liron

JF – SP – 2012 – 3’ – Experimental

Direção: Renato Coelho

PIOVE IL FILM DI PIO – SP – 2012 – 15’ – Documentário

Direção: Thiago Brandimarte Mendonça

CÉU, INFERNO E OUTRAS PARTES DO CORPO – RS – 8′ – Animação

Direção: Rodrigo John

OMA – Uruguai/Brasil – 2011 – 22’ – Documentário

Direção: Michael Wahrmann

DIA 31 DE OUTUBRO (quarta-feira)

DAVI E OS AVIÕES – RS – 2012 – 11’ – Ficção

Direção: Pedro Achilles

HOOJI – RJ – 2012 – 18’ – Ficção

Direção: Marcello Quintella e Boynard

FALTAM DUAS QUADRAS – GO – 2011 – 15’ – Ficção

Direção: Jarleo Barbosa

DIA ESTRELADO – PE – 2011 – 17’ – Animação

Direção: Nara Normande

PARTIDA – PR – 2012 – 3’ – Experimental

Direção: Caroline Biagi

BALADA DO GUARDA-ROUPA – CE – 2012 – 7’ – Animação

Direção: Diego Akel

O MEMBRO DECAÍDO – RS – 2012 – 17’ – Ficção

Direção: Lucas Sá

PALHAÇOS – RJ – 2011 – 15’ – Ficção

Direção: Andy Malafaya

FEIJOADA COMPLETA – RJ – 2012 – 20’ – Ficção

Direção: Angelo Defanti

A ANTI PERFORMACE – BA – 2012 – 10’30’’ – Documentário

Direção: Daniel Lisboa

DIA 1 DE NOVEMBRO (quinta-feira)

MANUSCRITOS DA LAGOA VERDE – Brasil – 2011 – 81’

Direção: Firmino Holanda

Classificação indicativa: 14 anos

Como será a tela do Cine Ceará…

Com a exibição do filme Violeta se Fue a los Cielos,do Chile, será aberta no próximo dia 1 de junho a 22a edição do Festival Cine Ceará.

O filme de Andrés Wood (“Machuca”), sobre a vida da cantora Violeta Parra, levou o Grande Prêmio do Júri Internacional no Sundance Film Festival 2012. Concorrem no festival 12 curtas-metragens brasileiros e nove longas: Brasil (3), Chile, Espanha, México, Guatemala, Argentina e Equador com um cada. O Cine Ceará vai acontecer de 1 a 8 de junho, em Fortaleza, sob a temática Lutas Sociais na América Latina. 

Na categoria longa-metragem, apenas dois filme já foram exibidos no Brasil: “Febre do Rato” (Claudio Assis) – vencedor do último Festival de Cinema de Paulínia – e “Rânia”, da diretora cearense Roberta Marques, eleito o melhor filme na mostra Novos Rumos, do Festival do Rio em 2011. O terceiro brasileiro na disputa é o documentário “Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now”, dirigido por Ninho Morais, com Alice Braga no elenco. Da Espanha vem “Bertsolari” (de Asier Altuna), sobre um improvisador de versos cantados em “euskara” – o outro documentário na lista. O longa concorreu ao Goya de melhor documentário neste ano.  

A Argentina manda “Un Amor”, de Paula Hernández, conhecida no Brasil por “Lluvia”, longa de 2008 que recebeu o prêmio do Júri Popular de Melhor Filme Estrangeiro no 37° Festival de Gramado. Completam a lista “Fecha de Caducidad” (México), da ex-diretora do Festival Internacional de Cinema de Guadalajara, Kenya Márquez; “Distancia”, de Sergio Ramírez (Guatemala) – melhor filme e direção no Havana Film Festival Nova York 2012; e o equatoriano “En el Nombre de la Hija”, de Tania Hermida. Todos os filmes mandarão representantes para o festival. 

“Essa talvez seja a seleção mais diversificada desses 22 anos do Cine Ceará”, aponta Wolney Oliveira, diretor executivo do festival. “O único país com mais de um representante é o Brasil. Por sermos a sede do evento, recebemos mais inscrições de filmes nacionais. Mas eu destacaria, também, a presença feminina na direção, já que, dos nove selecionados, quatro são projetos comandados por mulheres, o que comprova a força delas na produção de títulos de qualidade”, completa ele. “E muito nos orgulha ser a principal vitrine do país para o cinema ibero-americano”, conclui. 

Entre os curtas-metragens, a disputa é nacional (lista completa abaixo). Dos 12 selecionados, São Paulo lidera a competição em número de títulos: três; seguido por Rio de Janeiro, Ceará e Minas Gerais, com dois representantes cada. Também foram selecionados curtas de Pernambuco, do Rio Grande do Sul e do Espírito Santo. 

Filmes da competitiva de longas-metragens:

O polêmico Febre do Rato, um dos destaques da competitiva…

– Bertsolari. Asier Altuna. Documentário. 35mm. 90’. Cor. Espanha. 2011

– Distancia (Distância). Sergio Ramírez. Ficção. 75’. HDV. Guatemala. 2011

– En el Nombre de la Hija (Em Nome da Filha). Tania Hermida. Ficção. 102’. 35mm. Cor. Equador. 2011

– Febre do Rato. Cláudio Assis. Ficção. 35mm. 90’. Preto e Branco. Brasil. 2011

– Fecha de Caducidad (Data de Vencimento). Kenya Márquez. Ficção. 100’. 35mm. Cor. México. 2011

– Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now! Ninho Morais. Documentário. HD. 76’. Cor. Brasil. 2011

– Rânia. Roberta Marques. Ficção. 85’. 35mm. Cor. Brasil. 2011

– Un amor (Um Amor). Paula Hernández. Ficção. 35mm. 100’. Cor. Argentina. 2011

– Violeta se Fue a los Cielos (Violeta se foi para o céu). Andrés Wood. Ficção. 110’. 35mm. Cor. Chile. 2011 

Filmes da competitiva de curtas-metragens:

– A Galinha que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles (SP, fic/doc, 15min, 35mm, 2012)

– Dia Estrelado, de Nara Normande (PE, ani, 17min, 35mm, 2011)

– Disque Quilombola, de David Reeks (SP, doc, 13min, HDV, 2012)

– Dizem que os Cães Veem Coisas, de Guto Parente (CE, fic, 12min, outro, 2012)

– Lambari, de Márcio Soares (MG, fic, 14min, fic, HDV, 2012)

– Os Lados da Rua, de Diego Zon (ES, fic, 15min, 35mm, 2012)

– Os Mortos-Vivos, de Anita Rocha da Silveira (RJ, fic, 19min, outro, 2012)

– Querença, de Iziane Filgueiras Mascarenhas (CE, fic, 19min58seg, 35mm, 2012)

– Realejo, de Marcus Vinicius Vasconcelos (SP, ani, 12min47seg, HDV, 2012)

– Santas, de Roberval Duarte (RJ, exp, 15min, HDV, 2012)

– Século, de Marcos Pimentel (MG, fic/exp, 11min, 35mm, 2011)

– Três Vezes por Semana, de Cristiane Reque (RS, fic, 15min, 35mm, 2011)

 Homenagem

O consagrado ator pernambucano MARCO NANINI será o grande Homenageado do Cine Ceará 2012. Ator de filmes como “Feliz Ano Velho”, “Carlota Joaquina, Princesa do Brasil” e “O Bem Amado”, ele se junta ao time de grandes atores como Patricia Pillar, Giulia Gam e Sonia Braga, que já receberam o troféu Eusélio Oliveira. Nanini já confirmou a presença na abertura do festival.  

“A 22ª edição do Cine Ceará atesta a contribuição deste festival para a produção do cinema brasileiro. O Cine Ceará se firma como um dos mais importantes eventos da nossa área cinematográfica, divulgando filmes e prestigiando seus artistas. É com muita alegria, portanto, que recebo a homenagem desse Festival, sentindo-me honrado por ter sido lembrado para receber o troféu Euselio Oliveira”, afirma Nanini. 

O Festival

O Cine Ceará, festival ibero-americano de cinema realizado há mais de duas décadas em Fortaleza, faz parte da FF (Frente dos Festivais), ao lado dos festivais do Rio, Brasília, Gramado e Recife. O evento é uma promoção da Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria da Cultura e do Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e conta com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet). 

Site oficialhttp://cineceara.com 

Cine Ceará abre inscrições. Festival será em junho

Abertas as inscrições à 22ª edição do Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema. As inscrições de longas e curtas-metragens podem ser feitas até 31 de março. O regulamento completo do festival, organizado pela Associação Cultural Cine Ceará, está disponível em http://cineceara.com 

Concorrem ao Troféu Mucuripe filmes inscritos como longa (divididos em filme, direção, fotografia, edição, roteiro, som, trilha sonora original, direção de arte, ator, atriz e prêmio da crítica) e curta (filme, direção, roteiro, produção cearense e prêmio da crítica). 

Os curtas devem ter sido realizados por produtores e/ou diretores brasileiros, ou radicados no país há mais de três anos, e podem ter até 20 minutos de duração, em qualquer formato. Devem ainda ser obras concluídas a partir de janeiro de 2011 e não podem ter participado de processos seletivos nas edições anteriores do Cine Ceará.  Já os longas devem ter duração mínima de 70 minutos, finalizados a partir de 2010 por produtores e/ou diretores ibero-americanos (países da América Latina e o Caribe, Portugal e Espanha), em formatos profissionais. 

Petrus Cariry foi o grande vencedor ano passado com o longa “Mãe e filha”…

Os prêmios da crítica para melhor curta e longa serão concedidos por um júri formado por membros da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema. Para o melhor longa, conforme o júri oficial, será concedido prêmio especial no valor de U$10.000,00 (dez mil dólares). Haverá ainda a entrega do Troféu Mucuripe de melhor curta da mostra Olhar do Ceará, para o qual haverá um júri de estudantes das universidades de Fortaleza. 

O 22° Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria da Cultura, e do Ministério da Cultura através da Secretaria do Audiovisual. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e conta com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).