Arquivo da tag: cinema capixaba

FECIM agradece celebrando parceria com Aurora de Cinema

Festival quebra fronteiras e coloca TV & Cinema no mesmo espaço, um aconchegante teatro de bolso no interior capixaba

É tão bonito, carinhoso e cativante o AGRADECIMENTO dirigido a esta redatora pelo jovem jornalista e produtor cultural capixaba Léo Alves, que a melhor forma que encontrei de respondê-lo foi dividindo a imensa alegria de receber este afago com você, leitor amigo !

Léo

Seguem as afetuosas palavras de Léo Alves:

Olá Aurora, boa noite !!

Escrevo para agradecer imensamente a sua presença e a sua energia na realização da 2ª edição do FECIM, o Festival de TV e Cinema de Muqui, que fez o evento crescer e se multiplicar de uma forma incrivelmente dinâmica e democrática. Realizar o FECIM é um sonho e um desafio grandioso, mas que nos dá muito orgulho, pois refletir sobre cinema e TV numa cidade como Muqui vale muito a pena quando unimos o turismo cultural, a economia criativa e a força da mobilização comunitária. Queremos fazer do FECIM um evento cada vez mais sensível, humano, jovem e cheio de vida, e saber que você fez parte desse sonho é muito bacana!

Muito obrigado pelo seu carinho e comprometimento, pelo envolvimento com as pessoas da cidade… Espero que tenha conseguido sentir o espírito do FECIM, este espírito jovem de ousadia e de valorização do patrimônio histórico e cultural. Acredito que fazer a cidade crescer e se transformar positivamente através do Festival contribua grandemente para o desenvolvimento social e cultural do interior sul capixaba.

Espero contar com seu apoio, energia e carinho nas próximas aventuras, pois tenho certeza que, enquanto pudermos contar com pessoas como você, o FECIM só crescerá.

Sua presença será sempre bem vinda! Queremos ver pessoas como você junto conosco, nesta família, nesta equipe tão dinâmica e plural que fortifica e faz acontecer o Festival de Muqui.

Meu forte abraço e meu desejo de um breve reencontro.


Léo Alves
Coordenação e produção FECIM
fecim venc

Vencedores do II FECIM: com o Troféu CATRACA e encantados com Muqui…

* N.R: Léo Alves, Jussan Silva e Silva, Mariana Cândido, Ériton Berçaco, Cláudia Puget e Luíza Lubiana: o blog AURORA DE CINEMA sente-se emocionadamente feliz por fazer parte da Família FECIM e estará sempre à disposição deste belo projeto cultural realizado na adorável Cidade Menina que é MUQUI.

O Blog Aurora de Cinema é parceiro de primeira hora do FECIM e assim quer continuar, vida afora.

Saravá, FECIM !!!

Eu sou Cinema, Eu sou TV: A Aventura Cinematográfica do FECIM

O FECIM – Festival de TV e Cinema Independente de Muqui (ES) – www.fecim.com.br – está em busca de fotógrafos, profissionais ou amadores, interessados na cobertura das gravações do clipe de lançamento/abertura e na sessão de fotos, a ser realizada nas ruas da cidade com personagens comuns da região, no intuito de ilustrar a identidade visual da próxima edição do Festival. A ação acontecerá nos dias 6 e 7 de abril (sábado e domingo).

Tendo como tema “Eu sou Cinema, eu sou TV– Você na tela! Uma aventura cinematográfica no interior do Espírito Santo”, o Festival coloca como pano de fundo o sítio histórico de Muqui e as histórias de personagens inusitados da pequena cidade, conferindo valor à memória da população e ao interesse, cada vez mais latente, de representação-identificação na TV ou no cinema. Com esta abordagem, o FECIM busca discutir o gênero documentário, invadindo os campos do jornalismo, dos programas do reality-show e, inclusive, as relações em redes sociais, onde personagens comuns da “vida real” buscam e criam sua identidade “virtual”.

A bela Duda Teixeira, estrela das peças publicitárias da primeira edição do FECIM…

O 2º FECIM quer invadir o campo da imaginação e o sentimento de pertencimento, refletindo sobre a representação do sujeito, os personagens do interior e os paralelos entre realidade e ficção. O festival deseja abrir as cortinas do palco para o público, que se vê na tela e se reconhece enquanto parte do todo.

REGULAMENTO

1.0  DO EVENTO/AÇÃO PROPOSTA

1.1  FECIM

O FECIM (Festival de TV e Cinema Independente de Muqui) – www.fecim.com.br é uma ação cultural realizada pelo coletivo de jovens realizadores do município de Muqui com o objetivo de expandir o diálogo cinematográfico capixaba, promovendo a discussão, o fomento, a valorização e a exibição de obras audiovisuais de artistas e núcleos independentes do Estado do Espírito Santo e do Brasil. O objetivo central do projeto é criar um mecanismo potencializador na área cinematográfica, possibilitando um intercâmbio de ideias e de fusão cultural, fazendo do Sítio Histórico de Muqui o cenário de um novo pólo de referência na área.

1.2  DA AÇÃO PROPOSTA

O FECIM propõe uma ação de sessão de fotos nas ruas de Muqui, onde serão captadas imagens de pessoas comuns da cidade, interessadas em serem fotografadas e darem seu depoimento acerca da TV e do Cinema. Os vídeos e as fotos resultantes ilustrarão o material da identidade visual da 2ª Edição do FECIM.

1.3  DATAS

O FECIM 2013, se realizará entre os dias 5 e 8 de setembro.

A ação de fotos e gravação se realizará entre os dias 6 e 7 de Abril

2.0  FORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Para participar da sessão de fotos/making-of das gravações, o fotógrafo (profissional ou não) deve enviar um e-mail para contato.fecim@gmail.com, fazendo constar no título – FOTOGRAFIA FECIM 2013. No campo de mensagem, o interessado deve colocar seu nome completo, telefone, e-mail, perfil no facebook (opcional), cidade de origem, e demonstrar interesse em participar do projeto. O número de fotógrafos estará condicionado a uma quantidade específica estabelecida pela produção.

O e-mail deve ser enviado até dia 31 de março (domingo).

O inscrito receberá uma mensagem validando sua inscrição, com um Brefing temático da nova edição do Festival, bem como vídeos, fotos e textos de referência para a sessão de fotos. Também receberá o roteiro de gravação do clipe, acompanhado de informações como hora e local específico da sessão.

Ressaltamos: as gravações acontecerão dias 6 e 7 de abril (sábado e domingo) e  o festival não disporá de alimentação, transporte ou hospedagem ao grupo. Caso haja interesse, alguns dos interessados poderão recorrer aos Mobilizadores Locais do evento (pessoas da cidade), buscando alternativas de alojamento e hospedagem no município.

3.0  CONTRAPARTIDA

Como forma de contrapartida à participação do fotógrafo na ação, o Festival de Cinema de Muqui oferece:

·        Certificado de participação, fazendo constar o número de horas, bem como a relevância da participação no evento/ação.

·        Possibilidade de inclusão das fotos capturadas no material informativo do festival, fazendo constar o nome do fotógrafo na ficha técnica.

·        Possibilidade de contratação para cobertura do 2º FECIM, que será realizado do dia 5 ao dia 8 de setembro.

É importante salientar: a ação tem caráter voluntário e o FECIM ainda não dispõe de recursos orçamentários para pagamento de profissionais. De todo o modo, é grande o desejo de transformar cidades do interior do Espírito Santo em referenciais artísticos e culturais importantes para a afirmação/fortalecimento da identidade do Estado.

A primeira edição do FECIM, em 2012, trouxe para a cidade de Muqui importantes nomes do cinema capixaba e nacional, bem como produtores, diretores e autores de televisão, que reconheceram a importância sociocultural do evento.

Colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Muqui, ES, 27 de fevereiro de 2013

Léo Alves e Jussan Silva e Silva

Coordenação geral do FECIM

contato.fecim@gmail.com

www.fecim.com.br

FECIM: Aguinaldo Silva apóia festival de Muqui

Autor de novelas consagradas, Aguinaldo Silva apóia FECIM desde o início…

Confira entrevista do autor Aguinaldo Silva à TV FECIM, que já funciona para incrementar ainda mais o I Festival de TV e Cinema Independente de MUQUI

http://www.youtube.com/watch?v=HSljpzH951A&feature=youtu.be

Muqui fará Festival unindo TV e Cinema Independente

O lugar é a convidativa cidade capixaba de Muqui. E o festival é o FECIM, cuja primeira edição acontecerá nos primeiros dias de novembro.

Trata-se de uma ação cultural realizada pela Escola de Música Manoel Vicente de Castro, em parceria com o Grupo Cultural ETC, coletivo de jovens realizadores do município de Muqui, objetivando expandir o diálogo cinematográfico capixaba. Para isso, os organizadores querem promover a discussão, o fomento, a valorização e a exibição de obras audiovisuais de artistas e núcleos independentes do Estado do Espírito Santo.

O foco principal deste projeto é criar um mecanismo potencializador na área cinematográfica, possibilitando um intercâmbio de ideias e de fusão cultural, fazendo do Sítio Histórico de Muqui o cenário de um novo pólo de referência na área.

FECIMMinha cidade cenográfica, pano de fundo da nossa história

Menina de vestido rodado corre pelas vielas. Espalha doçura, ingenuidade e encantamento. A cidade torna-se parte da beleza aura feminina e derrama olhares sedutores por quem quer que passe nas avenidas. O trem corta a cidade e a banda, com sua música envolvente, acorda a menina, que desperta ainda sonhadora. O palhaço, saltitante na Folia de Reis não assusta quem, de longe, aprecia sua desenvoltura. Os bois pintadinhos, que passam ligeiros e coloridos pela porteira do carnaval muquiense, enche de orgulho aquela que cresceu e que, hoje, envolvida e apaixonada, sente-se mais madura e independente para trilhar seu próprio caminho.

Muqui embriona os sonhos infantis e torna-se a cidade dos roteiros cinematográficos da vida real. É o berço de alegrias e tristezas, compartilhadas dentro das casas ou nas praças, nos jardins. É a cidade que se renova, crescendo e sonhando com cada menina, se apaixonando como toda jovem e se amadurecendo como toda mulher. Menina…Mulher…Muqui…Uma dentro da outra, como a fruta dentro da casca.

Conhecida como a “cidade menina”, Muqui é palco de diferentes manifestações folclóricas tradicionais, que enchem de cor as ruas amarronzadas pelo tempo, e reacendem a vivacidade e dinamicidade da cultura popular. A evolução, porém, é parte natural da história e, com a comemoração de seu centenário, vê-se a necessidade de transformar a cidade no verdadeiro pano de fundo de projetos culturais dinâmicos e envolventes.

O Festival de TV e Cinema Independente de Muqui (FECIM), projeto elaborado por jovens realizadores do município, lança as bases para a criação de atividades constantes de exibição e valorização de filmes independentes. Pretende contribuir para o exercício da cidadania, promovendo experiências educativas, recreativas, integrativas, culturais e compensatórias através da exibição de curtas e longas-metragens na cidade.

Muqui abre suas portas e as porteiras para a realização jovem. É hora de bater a claquete, dando início ao primeiro festival de vídeo, colocando os nomes dos jovens na história da cidade. Muita luz, câmera e ação pelas ruas de Muqui!

O FORMATO DO FESTIVAL

Como forma singela e poética de representação, o 1º FECIM homenageará a cidade de Muqui, com ênfase numa identidade visual lúdica e dinâmica, usando elementos artísticos inspirados no artesanato, no folclore e na história da região, colocando no cerne o desenho de uma menina que anda numa bicicleta em direção ao futuro. Essa imagem traz à tona uma reflexão sobre “a cidade menina”, a qual, diante da evolução natural da história, deve crescer e amadurecer.

A proposta do FECIM é ampliar os espaços de debate acerca da televisão e da telenovela brasileira, rompendo antigos preconceitos acadêmicos, promovendo formas mais prazerosas de leitura, compreensão e reflexão do universo teledramatúrgico, provocando o contato de autores e artistas de novelas com os telespectadores e possibilitando possíveis trocas culturais.

Afinal, como dizem os organizadores do FECIM, novela não é só um produto, é, também arte!

* Em breve, novidades sobre o Festival de Muqui…

Gui Castor fará Websérie no Japão e avisa: últimos dias de inscrição ao CINE RUA SETE

O aguerrido, sagaz e super especial cineasta, GUI CASTOR, de tantos e tão bons filmes, alguns já premiados, e amigo querido de Vila Velha, informa:

Prosseguem somente até sábado as inscrições para o festival que ele fará neste novembro na principal rua da capital capixaba, o CINE RUA SETE.

Só para filmes que já estão na net.

GUI Castor, nas ruas da terra onde MESSI é Rei, trabalhando pra concluir um filme…

Corra e inscreva, inda dá tempo:  www.cineruasete.com.br

* Por falar em Gui Castor, que além de cineasta, publicitário e documentarista, é fotógrafo dos melhores, ele está com passaporte carimbado pro Japão.

Gui foi convidado a ir até lá fazer uma websérie e uma exposição de seus belos trabalhos imagéticos – detalhes no site :

 
Saravá, GUI ! Toda sorte por lá, Queridão !

GUI CASTOR vai transformar RUA SETE em território de CINEMA

A mais badalada rua da cAPITAL capixaba, A ADORÁVEL VITÓRIA, prepara-se para ganhar visibilidade nacional através do Cinema.

O destemido, inteligente, inquieto, aguerrido e desbravador de sonhos, GUI CASTOR,  cineasta dos melhores, com formação em publicidade e pós-graduação em Documentário, em Universidade da multifária Barcelona, criou um acontecimento que deve virar ponta de lança dos festivais de cinema do país.

CINE RUA 7 É O SIMPÁTICO TÍTULO ESCOLHIDO POR GUI.

Este ano, será apenas uma Mostra, pois vai acOntecer já em novembro e não há mais tempo hábil pra correr com toda a papelada necessária para torná-lo um Festival em sua justa acepção.

GUI CASTOR quer fazer exibições em praça pública, destacando A RUA MAIS IMPORTANTE DA CAPITAL DO ESPÍRITO SANTO, para que todos tenham acesso à SÉTIMA ARTE – de graça !

GUI está praticamente sozinho nesta ousada empreitada, e tem, até agora, apenas o apoio da SECRETARIA ESTADUAL DE CULTURA.

Mas a idéia é ótima e tem tudo pra florescer numa vitrine diversificada e original para escoar a produção nacional – e por que não internacional – de audiovisual.

cINE RUA SETE – em homenagem à famosa rua onde a tela será armada – tem como tema A Cidade e suas Diversidades.

A data já está grifada: 17, 18 e 19 de novembro.

GUI CASTOR tem um talento avassalador, que trabalha sem muito alarde, mas que atira sempre no alvo certo, com determinação, criatividade, visão abrangente e sentimentos libertários.

Simpatia, competência e generosidade são as armas de gui. 

foto

Desde que o conheci, em meados dos anos de 2006, ele me cativou pelo sorriso espontâneo, belo e constante, e por sua maneira singela, tranquila, sem rebuscamentos nem frescuras de espécie alguma – GUI nunca está num pedestal.

Com ele, aprendi o fundamental: cinema pode ser feito por qualquer um, em qualquer lugar- não existe o manual do filme bom ou do filme certo. quem define o objeto a ser filmado é a sensibilidade, perspicácia e sagacidade de quem sintoniza uma possibilidade imagética para ganhar as retinas de quem estiver apto a enxergar, com vontade de conhecer novas expressões, sem restrições caolhas ou convenções baseadas na Incongruência.

Gui aposta no que acredita. Por isso, vem mantendo uma trajetória respeitável, acumulando prêmios e elogios, e ainda há muitos outros caminhos por onde desfilará seu rosário de aptidões.

foi com ele que melhor aprendi: fazer CINEMA é, sobretudo, vontade de expressar-se através de imagens.

FILME “a iNICIAÇÃO”… a FOTO É DO CINEASTA gUI caSTOR…

GUI É UM SUPER QUERIDO e aposto nele integralmente, mesmo que seja preciso andar às cegas: onde GUI está, estará sempre acontecendo alguma coisa muito importante em termos de Arte & Cultura, com DESTAQUE ESPECIAL para a SÉTIMA ARTE, sua grande paixão.

Com sua Força, Garra e Simpatia – além do enorme talento e vocação -, GUI fará da RUA SETE um espaço onde o CINEMA será a LUZ mais vibrante.

Um beijo no coração, MEU QUERIDO, e conte com todo e qualquer apoio do aurora de cinema.

SARAVÁAAAAAAAAA !!!

No Ritmo da Animação Capixaba