Arquivo da tag: cinema em Araxá

PANORÂMICARAXÁ 4: ainda imagens do Araxá Cine Festival

AURORA DE CINEMA direto do Araxá Cine Festival

O imponente Tauá Grande Hotel & Termas de Araxá, que hospedou todos os convidados do Araxá Cine Festival

Estar em Araxá foi uma experiência especialmente feliz, que de tão leve e bacana, pode até ser chamada de Mágica.

Motivada pelo honroso convite de minha querida amiga Débora Torres, mulher aguerrida, cineasta determinada, e exímia produtora executiva, Débora idealizou um festival de cinema para a cidade mineira, e há três anos, vinha alimentando com fartura de boas ideias e incrível disposição para o trabalho, o sonho de plantar, regar e ver crescer um festival de cinema ali.

E assim foi. De 10 a 16 de setembro deste 2012, Araxá se viu transformada em Capital do Cinema Brasileiro.

A calmaria e a beleza estonteante do Grande Hotel e seu entorno…

Cineasta Aluizio Abranches ministrou workshop super concorrido…

Belezas de Araxá são naturalmente cinematográficas…

Secretária Alda Sandra e um presente de Araxá para Murilo Rosa…

Oscar Magrini entrega Troféu Araxá Terra do Sol para Tizuka Yamazaki…

Débora Torres e Alberto Araújo chegando ao Cine Teatro Tiradentes…

O diretor de Arte, Oswaldo Lioi, recebe homenagem das mãos do cineasta Alberto Araújo…

Oswaldo Lioi agradece homenagem e ressalta importância do Araxá Cine …

Alberto Araújo, Patrícia Naves, Odair Fialho e Berenice Lamônica…

Antônio Leão autografa seu festejado Dicionário de Curtas e Médias

Aurora Miranda Leão autografa o livro do pai (LG de Miranda Leão), Ensaios de Cinema, organizado por ela…

O Embaixador Lauro Moreira agradece Homenagem do Araxá Cine Festival

Júlio Carvana apresenta o filme do pai, Não se preocupe, nada vai dar certo

Flavinho Guarnieri e Carla atravessam o Tapete Vermelho do Araxá Cine

Mallu Moraes: elegância no Tapete Vermelho do Araxá Cine Festival…

O realizador araxaense Juliano Guerra e a jornalista Aurora Miranda Leão…

Denise Fraga e Roberto Carlos Ramos, o “Contador de Histórias” do filme homônimo de Luís Villaça…

Denise Fraga, Aurora Miranda Leão e Ju Colombo: mulheres de Cinema em Araxá…

PANORÂMICARAXÁ 2: novas imagens do Araxá Cine Festival…

AURORA DE CINEMA na cobertura do Araxá Cine Festival

Festa no belo Salão Ouro Preto dá início à Semana de Cinema em Araxá…

Jui Huang, Germano Pereira, Berenice Lamônica: papo de cinema no Salão Ouro Preto…

Pedro Pinheiro, Coordenador das Mostras Paralelas, e a bela Patrícia Naves

CINEMANDO: Débora Torres, Alberto Araújo e Patrícia Naves…

Débora Torres, Walter Webb e Aurora Miranda Leão festejam Cinema em Araxá…

Rosamaria Murtinho ministra oficina sobre Interpretação…

Público participativo em todas as oficinas e workshops do Araxá Cine

Aurora de Cinema, Walter Webb e Rosamaria Murtinho: reencontro no Grande Hotel…

Rosamaria Murtinho entrega Troféu Araxá Terra do Sol ao cineasta Guilherme de Almeida Prado…

David Cardoso, super querido por onde passa, apresenta seu curta MARIA FUMAÇA, CHUVA E CINEMA…

Leonardo Cata Preta fala sobre animação O céu no andar de baixo

Alice Gonzaga atravessa Tapete Vermelho do Araxá Cine Festival

Alex Moletta chega para o lançamento de seu livro sobre vídeos digitais…

Alex Moletta autografa livro Criação de Curta-metragem em Vídeo Digital

Alice Gonzaga, baluarte do Cinema Brasileiro, vai ao palco receber Homenagem…

Cinema em Araxá: Edvaldo Cajazeiras, Débora Torres e Laura Pires…

A  Primeira Dama, Elba Barbosa Moreira, e amigas chegam ao Cine Teatro Tiradentes

Alex Moletta e Aurora Miranda Leão brindam sucesso do Araxá Cine Festival

Aurora Miranda Leão, responsável pela Assessoria de Imprensa, acompanha entrevistas e reportagens do Araxá Cine Festival

* Todas as fotos são de Alex Silva…

Primeira PANORÂMICARAXÁ: Imagens do Araxá Cine Festival …

AURORA DE CINEMA direto do Araxá Cine Festival

De 10 a 16 de setembro, a adorável cidade mineira de Araxá – terra da lendária Dona Beja e das festejadas Termas de Araxá – transformou-se na CAPITAL DO CINEMA BRASILEIRO…

Veja em algumas fotos um pouco do que aconteceu no Festival :

Tauá Grande Hotel & Termas: sede do I Araxá Cine Festival… foto AML

Entrada principal do Cine Teatro Tiradentes, onde ocorreram as principais exibições…

Casa cheia todas as noites para ver CINEMA BRASILEIRO

Música tornou as noites mais bonitas, recepcionando com harmonia os convidados e participantes do I Araxá Cine Festival

O ator e escritor Germano Pereira foi o apresentador oficial de toda noite…

Débora Torres, idealizadora e Coordenadora-Geral, faz a saudação inaugural…

Jeremias Moreira, Ricardo Pinto e Silva, e Mallu Moraes: integrantes do júri se apresentam…

Produtora Simone Magalhães e diretor Helvécio Ratton apresentam o documentário O Mineiro e o Queijo, filme que abriu o I Araxá Cine Festival

Ao lado da produtora executiva Débora Torres; da atriz Patrícia Naves; e de seu padrinho Timotheo, Alberto Araújo fala sobre Vazio Coração

No coquetel inaugural, Germano Pereira, Jui Huang, e equipe do filme Vazio Coração: Patrícia Naves, Débora Torres, Alberto Araújo e Murilo Rosa…

* Fotos de Alex Silva

Em coletiva, autoridades fazem balanço do 1º Araxá Cine Festival e anunciam filme sobre “Dona Beja”

Saldo do Festival idealizado pela cineasta e produtora Débora Torres é auspicioso e araxaenses estão empolgados

Coletiva de imprensa realizada ontem (26 de setembro) em Araxá reuniu autoridades e jornalistas no Museu Dona Beja: a cineasta Débora Torres; a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques; a diretora da Escola de Música Elias Porfírio de Azevedo e presidente da Fundação Cultural Calmon Barreto, Débora Arantes Afonso Francisco; e a diretora do Museu Dona Beja, Nádia Maria Pereira Feres. Na coletiva, foi  feito um balanço do 1º Araxá Cine Festival e anunciadas as novidades para a segunda edição, grifada para o próximo ano. Também foi anunciado o projeto cinematográfico a ser filmado em Araxá: “Beja”-o filme sobre a história real de Dona Beja.

Museu Dona Beja, onde aconteceu a Coletiva sobre o Araxá Cine Festival…

Sobre o 1º Araxá Cine Festival, a produtora executiva e idealizadora do festival, Débora Torres disse que todos os objetivos foram alcançados: “Realizamos o festival este ano no segundo semestre para que pudéssemos implantá-lo. Sabíamos das dificuldades, quanto à captação do valor total. Mas precisávamos implantar o festival, a fim de que tivéssemos um produto concreto para buscarmos patrocínios e um apoio maior para o próximo ano. Conseguimos realizá-lo com louvor”, declarou a cineasta.

Oficinas e workshops do Araxá Cine Festival estiveram sempre lotadas…

O Araxá Cine Festival reuniu em todas as suas diversas atividades cerca de oito mil pessoas, e Débora Torres fez questão de destacar a participação da população nas oficinas e workshops: “Todas as pessoas que aqui estiveram ficaram encantadas. Os artistas também adoraram participar e conhecer Araxá. Alguns já conheciam a cidade e o Grande Hotel e adoraram rever tudo de novo.  Adoraram participar do festival, amaram a cidade…o teatro novo. O festival causou um forte impacto nacional, revertendo numa imagem muito positiva para Araxá”, disse a cineasta, concluindo: “Implantamos e agora entramos no calendário dos festivais brasileiros de cinema. O objetivo do Festival é fomentar o turismo na cidade. O I ARAXÁ CINE FESTIVAL  nasceu como um evento de prestígio nacional e bastante respeitado”.

Débora Torres, Alda Sandra e Débora Arantes: resultado do Festival superou as expectativas…

A secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques, disse estar realizada com o 1º Araxá Cine Festival: “O festival foi muito satisfatório. A gente viu o retorno das pessoas, a satisfação dos artistas e cineastas que estiveram em Araxá. Isso tudo é muito gratificante… Como conseguimos realizar o primeiro, fica mais fácil realizar os próximos. Porque agora é realidade, antes era só uma idéia, um projeto. Realizamos bem dentro do que tínhamos e a visibilidade dada à Araxá foi grandiosa.”

A diretora da Escola de Música Elias Porfírio de Azevedo e presidente da Fundação Cultural Calmon Barreto, Débora Arantes Afonso Francisco, também destacou pontos positivos: “As expectativas foram superadas em todas as áreas. Encerrar o Festival no Teatro Municipal foi maravilhoso, grandioso. A participação dos grupos musicais enriqueceu muito o festival, todos os alunos e professores ficaram muito motivados. O festival é mais uma iniciativa na área cultural importantíssima para a cidade. Temos de avançar em todas as áreas e essa é uma área inovadora para Araxá. Foi gratificante detectar a quantidade de artistas que nós temos”.

Débora Torres, Helvécio Ratton e Odair Fialho na bela noite de abertura do Araxá Cine Festival…

A segunda edição do Festival está prevista para o início de junho, no intuito de distanciá-lo das datas de outros grandes festivais e aproveitar a agenda dos cineastas e artistas. O 2º Araxá Cine Festival terá mais dias de programação e será realizado totalmente no Teatro Municipal de Araxá, com projeção digital e não mais em 35mm, como na edição de estreia. A programação continuará com  reexibições de filmes nas praças, o “Festivalzinho” para as crianças, workshops e oficinas, objetivando capacitar tecnicamente os profissionais locais e leigos interessados no fazer cinematográfico, além das mostras competitivas de curtas-metragens araxaenses, mineiros e longas-metragens nacionais.

As apresentações musicais deram um tom todo especial ao Araxá Cine…

Dentre as novidades elencadas para a segunda edição do Araxá Cine Festival, estão mostras paralelas com grandes cineastas brasileiros como Zózimo Bulbul, dono da Afro Carioca de Cinema,  e João Batista de Andrade com a Mostra Ciclo da ditadura militar X Abertura democrática, além de uma mostra de filmes internacionais dos países de Língua Portuguesa com curadoria do Embaixador Lauro Moreira, que também fará apresentações musicais com o grupo Solo Brasil.  A pedido de vários cineastas regionais interessados em participar do festival, foi criada uma mostra competitiva de filmes da região. Além disso, haverá a premiação de júri popular para todas as categorias.

 “BEJA-o filme”

Na coletiva de imprensa, também foi anunciado o novo projeto cinematográfico da cineasta Débora Torres: o filme “Beja”, com roteiro e direção assinados por ela.  A produção contará a história de uma das mais ilustres figuras da cidade: Dona Beja, papel que caberá a atriz Thaís Pacholek, conhecida por sua participação no Programa Sílvio Santos” (Jogo dos Pontinhos) e novelas como “Amor e Revolução” (SBT), “Vende-se um véu de noiva” (SBT), “Amigas e Rivais” (SBT), e, mais recentemente, em “Balacobaco” (TV Record), além de contar com a participação de grande elenco global, num total de 52 atores conhecidos nacionalmente.

A bela Thaís Pacholek será Dona Beja no cinema…

O roteiro será desenvolvido pela cineasta junto com a jornalista, produtora, pesquisadora, escritora e roteirista Lúcia Abreu, que tem mais de 25 trabalhos na Rede Globo e foi a pesquisadora de texto da autora Glória Perez durante seis anos. O roteiro de “Dona Beja” será realizado seguindo pesquisas históricas, tendo como pano de fundo o cenário político, social e econômico da época e contará também com a colaboração de diversos especialistas e historiadores nacionais e araxaenses, como a escritora Neli Alves de Ávila, autora do livro “Segredos de Beja” e da radionovela “Dona Beja”, e a escritora Lourdes Zema, do livro “As águas de Araxá”, e que também vai lançar um livro sobre Dona Beja, até o final do ano. Para quem não se lembra, Lourdes Zema foi consultora da novela Dona Beja, exibida na extinta TV Manchete.

É Débora Torres quem conta: “Desde que estive em Araxá pela primeira vez, senti vontade de fazer um filme sobre a história de Dona Beja, uma biografia mesmo. Uma ficção baseada em fatos reais. Acho que devemos isto à Dona Beja, porque muitos acontecimentos em sua vida foram deturpados ou viraram lenda. A partir do momento em que conseguimos rodar “Vazio Coração” e implantamos o Araxá Cine Festival, eu e a secretária Alda Sandra começamos a falar a respeito de eu dirigir um filme sobre Dona Beja. Vou escrever o roteiro em parceria com a Lúcia Abreu, da TV Globo. Teremos alguns colaboradores no roteiro, como a Lourdes Zema e Néli Ávila, de Araxá”.

Débora Torres: depois do filme Vazio Coração e do Araxá Cine Festival, aguerrida produtora e cineasta parte para filme sobre Dona Beja

Sobre o contexto do filme, Débora Torres adianta: “Queremos retratar a Dona Beja em um contexto histórico. Como é um épico, o roteiro será desenvolvido em cima de pesquisas históricas e de obras literárias que retratem o panorama político mineiro no século XIX. O filme enfocará uma nova visão sobre Beja, não apenas àquela da bela cortesã, mas da mulher forte, corajosa e ousada, engajada politicamente, que influenciou a política mineira”.

Thaís Pacholek: atriz vai emprestar beleza para interpretar a lendária Dona Beja…

Segundo Débora, a fase atual do projeto é de pesquisa profunda e detalhada, que ditará os caminhos do roteiro (que deve estar pronto até o final do ano) e posteriormente a captação dos recursos, paralela à escolha das locações e seleção de todo o elenco. A cineasta pretende contar com nomes como Lima Duarte, Tuca Andrada, Zezé Motta, Nelson Xavier, Angelo Antônio, Luigi Baricelli, entre outros: “Para mim, o importante neste trabalho é mostrar  o olhar feminino sobre a história de Dona Beja. Não me interessa explorar apenas a sensualidade do personagem ou o seu poder de sedução, mas principalmente retratar a mulher corajosa e determinada, que inspirava e influenciava a sociedade da época”, destaca a cineasta. Que tem em seu curriculum curtas metragens premiados e longas documentários.

Na coletiva desta semana em Araxá: cinema une mulheres poderosas que querem evidenciar história e belezas do município mineiro…

No encontro, a escritora Neli Alves de Ávila também fez uma breve explanação sobre a história de Dona Beja, destacando a importância do projeto para a cidade: “Quero agradecer a oportunidade de falar de Beja. Isso não é comum em Araxá, infelizmente. Pela importância e pela grandiosidade do nome de Beja em Araxá, no Brasil e no mundo; ela é muito pouco valorizada em Araxá. Em 2003, escrevi a radionovela “Dona Beja” e fazia 20 anos que ninguém escrevia uma obra sobre Beja. A história de Beja não é somente a história de Beja, é a história dos índios Arachás, de Minas Gerais… A Beja é a mulher de hoje em dia, extremamente sedutora, extremamente inteligente, tanto no meio político, quanto no meio social. A história de Beja é um legado e deve ser contada sim”, destacou a escritora.

Já a diretora do Museu Dona Beja, Nádia Maria Pereira Feres, finalizou o encontro destacando: “Essa é uma oportunidade única e especial de colocarmos o nome de Beja para fora, para o mundo. É importantíssimo para alavancar o turismo e divulgar a história de Araxá. Temos uma população que gosta de história, ama a cultura e agora chegou a hora de abraçarmos este projeto. Queremos preservar a cultura araxaense”.

O Grande Hotel de Araxá e os mistérios de ‘Dona Beja’: matérias de Cinema…

“Estamos indo numa curva ascendente. Começamos com o filme “Vazio Coração”, depois o festival de cinema e agora o filme “Beja”. Os cineastas araxaenses estão bastante motivados com a criação de um polo de produção na cidade. No filme BEJA, aproveitaremos muito a mão de obra local com grandes participações no elenco de apoio e figuração. Nomes como Odair Fialho, Pedro Elói, Orquestra de Violeiros de Araxá, Paulinho Tôrres e Gabi Luthay já tem participação confirmada no longa-metragem”, disse Débora Torres.

A previsão de início das filmagens de “Beja” é o segundo semestre de 2013.

Mais dos bastidores do Araxá Cine Festival…

Aurora de Cinema direto do Araxá Cine Festival

A paisagem repleta de Ipês, cenário inspirador de Araxá

Débora Torres, Jui Huang e Aurora Miranda Leão na noite de abertura…

Aurora Miranda Leão entre Alexandre Lopes e Jui Huang, dois novos e adoráveis amigos…

Débora Torres, a idealizadora do Araxá Cine Festival, cineasta Helvécio Ratton e ator Odair Fialho…

Curtindo a natureza e em busca de cenários para o novo curta Aurora de Cinema…

Em visita ao galpão de tecelagem da Fundação Calmon Barreto: Alice Gonzaga, Célia Pio, Aurora Miranda Leão, Débora Arantes e Laura Pires (foto Ed Cajazeiras)…

Aurora Miranda Leão, Alice Gonzaga e o fotógrafo Alex Silva em frente à antiga estação de trem, hoje Fundação Calmon Barreto…

Delícias de Araxá colocam mulheres num de seus hobbies preferidos: comprar…

Antônio Leão e Aurora Miranda Leão: parentes na mesma emoção pelo Cinema !

Flávio e Karla Guarnieri: belo casal encantou a todos no Araxá Cine Festival

Aurora Miranda Leão, Leonardo Cata Preta e Jui Huang na plateia do Teatro Municipal de Araxá…

Na noite de lançamento do pré-trailler de ‘Vazio Coração’: Débora Torres, Patrícia Naves, Sr. Timótheo e cineasta Alberto Araújo…

Alex Moletta e Aurora Miranda Leão: reencontro de amigos no Araxá Cine

* Fotos Alex Silva e Ed Cajazeiras…

ARAXÁ CINE FESTIVAL: Um pouco dos bastidores …

Foram dias de muito CINEMA, tranquilidade, ótimas conversas, natureza, deliciosos pratos, passeios, banhos em águas termais e lamas medicinais, duchas, massagens, chás em ambientes adoráveis, além de muitas brincadeiras. luau à beira da piscina e encontros felizes.

Correram assim, felizes, tranquilos e produtivos, os dias de Araxá Cine Festival, festival de cinema idealizado por Débora Torres, e sediado no Grande Hotel e Termas de Araxá.

Patrícia Naves, Débora Torres, Murilo Rosa e Alda Sandra na noite de abertura…

Aliás, pra quem ainda não sabe exatamente quem é Débora Torres, aí vai um pequeno perfil: Débora é atriz, produtora, e cineasta. Nos anos 70-80, morou em São Paulo e no seu honroso currículo está a produção de peças com o inesquecível Gianfrancesco Guarnieri, o que por si só já é um grande trunfo na longa e diversificada estrada de Débora Torres nos caminhos da Arte e da Cultura. Com alguns curtas premiados, Débora é também Produtora Executiva de Cinema (produziu o ainda inédito Vazio Coração, do cineasta Alberto Araújo); e idealizou, concretizou, e assina a Direção Geral dos Festivais de Cinema de Goiânia, Anápolis e Araxá. Portanto, o nome de DÉBORA TORRES está intrinsecamente ligado ao Cinema, A ela, muito deve o Cinema Brasileiro, e, com ela, o Cinema Brasileiro muito ainda tem a ganhar.

Débora Torres: um vulcão em defesa do Cinema e na realização de festivais… Benza Deus !

Agora, você vai conferir um pouco do que foram os bastidores do melhor dos festivais de Cinema Brasileiro criados este ano. Logo, PARABÉNS DÉBORA TORRES ! A Sétima Arte gosta e precisa de você !

Sob a batuta segura, séria, competente, bem humorada e aguerrida de Débora Torres, o I ARAXÁ CINE FESTIVAL transformou o belo município mineiro de Araxá no epicentro do Cinema Brasileiro durante uma semana, na qual dezenas de nomes emblemáticos da nossa Sétima Arte estiveram reunidas para falar, conversar e debater projetos de cinema, trocar ideias, pensar em novas ações, e prospectar futuras iniciativas.

Tapete vermelho à entrada do Cine Teatro Tiradentes, palco das exibições…

Laura Pires, Débora Torres e Sérgio Bianchi nos corredores do Grande Hotel…

Rosamaria Murtinho, após seu workshop, com a jornalista Aurora Miranda Leão, Assessora de Imprensa do I Araxá Cine Festival

Delvo Simões, nome de destaque na produção, confere uma das noites de Cinema e Homenagens em Araxá …

Alice Gonzaga vai ao palco, super aplaudida, receber justa homenagem pelos anos de dedicação incansável ao Cinema Brasileiro…

Ed Cajazeiras, a incansável Débora Torres, e a baiana Laurinha Pires…

Alex Moletta festejado pro Aurora Miranda Leão, no dia do lançamento de seu maravilhoso livro ensinando a criação em vídeo digital…

Alice Gonzaga e Aurora Miranda Leão em noite feliz no I Araxá Cine Festival

O suntuoso Salão Azul, um dos espaços mais belos e aconchegantes do Grande Hotel

Trinca da pesada: David Cardoso, Laurinha Pires e Walter Webb…

Germano Pereira, Marta Giovanelli e Berenice Lamônica na noite final……

Música no San Chopp, um dos points da noite de Araxá: Germano Pereira dá uma ‘canja’ tocando e cantando rock…

Curtição na noite San Chopp, vendo-se Aurora Miranda Leão, Berenice Lamônica, Jui Huang, e Alexandre Lopes: momentos inesquecíveis…

Júlio Carvana apresenta o filme do pai, Não se preocupe, nada vai dar certo

ARAXÁ CINE FESTIVAL encerrado com show de Murilo Rosa

Aurora de Cinema direto do Araxá Cine Festival

Teatro Municipal de Araxá foi inaugurado em bela noite de congraçamento, encerrando o I Araxá Cine FestivaL, criado por Débora Torrres, e que tornou ARAXÁ a Capital do Cinema Brasileiro com uma rica programação cultural

Homenagem: Berenice Lamônica entrega Troféu Araxá a Oscar Magrini …

Cineasta José Joffilly recebe troféu de Débora Torres, e de Aurora Miranda Leão o troféu de Melhor Ator para Irandhir Santos….

Alda Sandra, Secretária de Turismo, entrega Troféu Araxá ao ator David Cardoso

Ator Jui Huang entrega troféu de Melhor Curta Mineiro para Leonardo Cata Preta…

Equipe do filme Vazio Coração, com locações em Araxá, sobe ao palco por conta da exibição do pré-trailler para o público araxaense, que lotou o Teatro Municipal

Alice Gonzaga, Aurora Miranda Leão e David Cardoso na plateia do Araxá Cine Festival

Débora Torres e Alberto Araújo: anfitriões de primeira linha, num festival que nasceu com cara e sabor de Campeão !

MUITOS APLAUSOS: Murilo Rosa faz belo show de encerramento ao lado do cantor/compositor e músico William Borjazz…

Plateia atenta e participativa acompanha show de Murilo Rosa

Murilo Rosa surpreende e faz show de extrema competência e afinação…

Murilo Rosa recebe TROFÉU ARAXÁ das mãos da Secretária Alda Sandra…

Berenice Lamônica e Giselle Motta: força e beleza feminina no I Araxá Cine Festival…

Alice Gonzaga, Alda Sandra e Débora Torres celebram êxito do I Araxá Cine Festival…

Ao final da solenidade de encerramento, Débora Torres tem de se virar em 10 pra dar conta de tantas solicitações e entrevistas…

Araxá hom

Quinteto masculino da pesada: Oscar Magrini, Murilo Rosa, Germano Peereira e Jui Huang celebram I Araxá Cine Festival… Sucesso !!!

Num outro post, brevemente, o ARRASTÃO ARAXÁ….

* Todas as fotos são de Alex Silva

ARAXÁ Cine Festival termina hoje…

AURORA DE CINEMA direto do Araxá Cine Festival

Clima de alegria e saudade já se mistura com intensidade crescente nos bastidores do I Araxá Cine Festival.

Cinema unindo Walter Webb e Débora Torres…

A primeira edição do festival idealizado e dirigido por Débora Torres chega ao fim esta noite com a solenidade de premiação e entrega de troféus para homenageados e vencedores da competição.

Aurora Miranda Leão, Berenice Lamônica e Alexandre Lopes na noite de Araxá…

Marcada para às 20h, a solenidade será realizada no Teatro Municipal de Araxá, uma obra bela e de visual impactante, cuja inauguração será marcada por esta última noite do I Araxá Cine Festival.

Pela manhã, passeio a um dos pontos típicos da cidade, o chamado Horizonte Perdido, seguindo-se visita a outros pontos turísticos. À tarde, acontece o encerramento da oficina de Walter Webb, e bate-papo com o cineasta João Batista de Andrade sobre Cinema Brasileiro, a partir das 15h.

Antes da solenidade, será exibido pré-trailler do longa-metragem Vazio Coração, do cineasta Alberto Araújo, seguindo-se show com participação do ator Murilo Rosa, cantando as músicas de seu personagem – o cantor Hugo Kari – no filme de Alberto Araújo, ao lado do cantor e compositor música Willian Borjazz.

* Na tarde de sábado, chegaram a Araxá o ator Flávio Guarnieri (acompanhado da esposa Karla), a atriz Giselle Motta, e Mirian Biderman, bam-bam-bam do Som…

* A cobertura fotográfica do Araxá Cine Festival é de Alex Silva…

ARAXÁ CINE: Segundo dia foi de Oficinas e Homenagens…

AURORA DE CINEMA na cobertura do ARAXÁ CINE FESTIVAL

O sol amanheceu forte, bonito e rejuvenescente em Araxá. Foi bonita a movimentação matinal no amplo restaurante do Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá – um imponente hotel erguido no início dos anos 40, em forma de Castelo, cravado entre uam exuberante paisagem ainda não falta muito verde e águas a formar um imenso espelho a refletir belezas que a natureza colocou ali sem cerimônia.

Muito papo entre golesde café, queijos, e variadas iguarias mineiras, e em seguida quasee toda a turma pegou o mesmo rumo: conhecer e aproveitar as famosas Termas de Araxá, um complexo de banhos termais, lamas medidincais, massagens, salão de beleza, duchas e saunas, tudo para tornar o visitante tranquilo, relaxado, de braços abertos pra natureza e encantado com tanta beleza e calmaria fluindo serelepe entre poderosas colunas, belos ornamentos, pinturas, desenhos e mármores do complexo termal de Araxá, inaugurado em 1944.

Adentrando o setor conhecido como Termas de Araxá: suntuosidade e paz…

É neste ambiente que aproveitam o dia os convidados do Araxá Cine Festival

À tarde, o ponto alto da programaçãpo do ARAXÁ CINE FESTIVAL foram dois workshops, o primeiro com o diretor Aluizio Abranches, e o segundo com a atriz Ingra Liberato, ambos realizados no belo Salão Ouro Preto e com muita participação do público.

No Tauá Grande Hotel, cenários de cinema que enchem a visão e transmitem tranquilidade …

Aluizio Abranches, cineasta de filmes polêmicos, ministra workshop para plateia atenta e participativa…

E  à noite, a plateia é assim, com gente de todas as idades querendo ver Cinema…

As noites do Araxá Cine são assim: de Cinema, Festas e Alegrias…

Patrícia Naves, Alberto Araújo, Débora Arantes, Débora Torres, Alda Sandra e Murilo Rosa no coquetel de abertura do Araxá Cine Festival

Porque até domingo ARAXÁ RESPIRA CINEMA…

Começou em clima de euforia o I Araxá Cine Festival

Com muita música, gente para ver e ouvir, jornalistas, convidados, estudantes inscritos nas oficinas e workshops, artistas, cineastas e até turistas hospedados no Tauá Grande Hotel, foi dada a largada para a intensa programação do I Araxá Cine Festival.

Dada a grande largada para o I Araxá Cine Festival !

Até domingo, dia 16, o Cinema Brasileiro terá sua Capital em Araxá. E a acolhida calorosa do público na noite de abertura, as palavras de satisfação de Débora Arantes (diretora da Associação Musical, parceira do festival), responsável por todas as apresentações musicais que acontecerão antes das exibições noturnas no Teatro do Grande Hotel; a fala entusiástica da Secretária de Turismo, Alda Sandra; e a saudação emocionada da idealizadora e Diretora Geral do Festival, cineasta Débora Torres, não deixam dúvida: Araxá vai entrar para o calendário dos grandes festivais de Cinema do país.

O Tauá Grande Hotel, em cujas dependências acontece o grande festival mineiro…

Simples, como é do seu feitio espontâneo, amigo, sempre receptiva a qualquer demanda, e calorosa quando se trata de falar de suas atividades e sonhos (como é o caso deste Araxá Cine Festival), Débora Tôrres contou do palco como foi a emoção de adentrar aquele teatro – um aconchegante espaço para 500 pessoas -, quando ali chegou acompanhada do cineasta Alberto Araújo para dar os primeiros passos visando à realização do longa Vazio Coração.

Como toda pessoa de especial vocação para o Teatro e/ou Cinema, ver um palco ou conhecer um espaço que pode funcionar como cine-teatro, promove subitamente a vontade de ‘tomar de conta’ dali e transpor pro ambiente o que tanto nos atrai: a força da Arte, a Alegria do encontro com o outro, a emoção de ouvir boas histórias, o impulso mágico de promover, fomentar e destacar a Sétima Arte. Foi isso que aconteceu com Débora Torres e que ela tão bem descreveu no palco, conseguindo transpor a plateia praquele momento inaugural onde ela se deparou com o cenário onde concretizaria um novo e auspicioso sonho de Cinema. Bem vinda Débora Torres e suas ideias iluminadas e iluminadoras !

Mas esta noite festiva em Araxá teve o comando do ator e escritor Germano Pereira na apresentação, e depois de Débora, subiram ao palco um descontraído David Cardoso (de quem foi exibido o curta Maria Fumaça, Chuva e Cinema); o cineasta mineiro Helvécio Ratton (ao lado de sua produtora Simone), que apresentou o documentário O Mineiro e o Queijo; e depois Alberto Araújo, para falar da exibição de um pré-trailler do filme Vazio Coração, sua estreia como diretor e roteirista de longa-metragem.

Patrícia Naves, que está em Vazio Coração, foi a mais elegante da noite…

Deste filme, tivemos a presença na solendiade da atriz Patrícia Naves – que primou em elegância, beleza e simpatia, mas parecendo uma diva daqueles tempos áureos de Hollywood), enquanto o protagonista Murilo Rosa só conseguiu chegar pro coquetel pós-exibições.

Também nesta noite de abertura do Araxá Cine Festival, anotamos a presença do querido diretor Aluizio Abranches – autor de filmes emblemáticos como Um Copo de Cólera e As Três Marias) -, que vai ministrar workshop sobre Direção esta tarde; da sempre bela e simpática Ingra Liberato; do adorável produtor Walter Webb; da atriz e produtora Mallu Moraes; do cineasta Ricardo Pinto e Silva, e mais uma série de pessoas da música, da poesia, do cinema, e da arte, cujos nomes a essa hora da manhã me escapam.

Mas não vai faltar oportunidade para discorrer muito mais sobre este Araxá Cine Festival, que começou com gosto de fina iguaria e já com passaporte para tornar-se um evento permanente no calendário turístico de Araxá e, portanto, do país.

Viva o Araxá Cine Festival !

E APLAUSOS a todos os que estão tornando possível este grandioso evento em plena mesorregião do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba.

Confira as palavras de saudação da idealizadora, Débora Torres:

http://youtu.be/yeonmNm4a40