Arquivo da tag: cinema em Floripa

‘O Fim do Recreio’ vence Mostra Infantil de Floripa

O Fim do Recreio, de Vinicius Mazzon e Nélio Spréa, do Paraná, é o grande vencedor da 11ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. O curta foi escolhido pelo Júri Oficial e pelo voto do público infantil.

Disque Quilombola, de David Reeks, de São Paulo, ganhou Menção Honrosa do Júri. Cada um dos filmes recebe um Prêmio Aquisição no valor de R$ 10 mil da TV Brasil. O Destaque Especial do Júri foi para o curta Rap Consciente, realizado por alunos da Escola Amenóphis de Assis, do Espírito Santo. O anúncio dos vencedores foi realizado na tarde deste domingo, às 16h, antes do show Cante com o Peixonauta no Teatro Pedro Ivo, no encerramento da Mostra.

Mais: www.mostradecinemainfantil.com.br

Os Filmes da Mostra Infantil de Floripa

Cresce participação nordestina e temática predominante é meio ambiente 

Dos 127 filmes inscritos, 87 foram selecionados para a 11ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, a ocorrer de 29 de junho a 15 de julho, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. Houve um crescimento de 10% no número de inscritos em relação a 2011. Com 33 curtas selecionados, São Paulo se mantém como o Estado hegemônico na produção de audiovisual para a infância, mas houve crescimento de produções provenientes do Nordeste.


Doce Turminha e o passeio nas nuvens, de Eduardo Drachinski (SC)

Paraná com oito filmes, Minas Gerais com sete, Rio Grande do Sul com seis e Espírito Santo com cinco, tem demonstrado regularidade na produção para o segmento. Santa Catarina tem dois filmes selecionados, Caranga – do outro lado do manguezal, de José Francisco Peligrino Xavier (Chicolam), de Joinville, e Doce Turminha e o passeio nas nuvens, de Eduardo Drachinski, de Florianópolis. Há dois filmes italianos e duas coproduções brasileiras, uma com o Canadá e outra com a Coreia do Sul.

A coordenação da curadoria é da cineasta Melina Curi, com consultoria da professora da rede de educação infantil do Rio de Janeiro,Teca Lins. Com exceção de apenas um filme finalizado em 2008, todos os curtas selecionados foram produzidos nos últimos três anos e predomina a temática ambiental. Para Luiza Lins, diretora da Mostra, este é um sinal de que “os diretores estão se permitindo abordar o mundo com o olhar das crianças, as mais preocupadas hoje com o futuro do planeta”.

Houve também um aumento superior a 10% do número de selecionados. Em 2011 foram 77 e neste ano são 87. Segundo considera Luiza, embora lento, está havendo um crescimento na produção, com avanço de conceitos e da substância dos roteiros, que têm gerado filmes de qualidade em maior quantidade. Este processo, diz ela, se deve à ampliação de oficinas com crianças nas escolas e aos incentivos promovidos pelo MinC e por governos de diversos estados brasileiros à produção destinada à infância.


Disque Quilombola, de David Reeks (SP)

Os selecionados concorrem a dois prêmios aquisição nas categorias Melhor Filme, votado por um Júri Oficial, e Prêmio Especial das Crianças, votado pelo público infantil. Cada uma das produções escolhidas receberá o Prêmio Aquisição no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) da TV Brasil, e um troféu. A Mostra também é um canal de distribuição via Programadora Brasil e Projeto Curta o Curta, além de divulgar e encaminhar a produção para outros festivais, cineclubes e escolas brasileiras.

FILMES SELECIONADOS 

1.         A galinha ou eu (de Denizia Moresqui, PR, 2011, 15′)
2.         A garça Graça (de alunos EMEF Tânia Pôncio Leite, ES, 2010, 5′)
3.         A grande viagem (de Caroline Fioratti, SP, 2011, 15’45”)
4.         A mula teimosa e o controle remoto (de Helio Villela Nunes, SP, 2011, 15’15”)
5.         Antes que o verão acabe (de Marília Nogueira, MG, 2012, 16′)
6.         A patrulha do xixi no banho (de Michael Valim, GO, 2011, 9’25”)
7.         Arara rara (de Chico Zullo, SP, 2010, 11’20)
8.         As aventuras de Poti &Anda-Luz (de Valu Vasconcelos, RJ, 2011, 4′)
9.         As folhas (de Deleon Souto, PB, 2011, 14’20”)
10.      Até quando (de Cinema Nosso, RJ, 2010, 3’25”)
11.      A varinha mágica (de Ramon Faria, MG, 2012, 5’50”)
12.      A vida no mangue (de alunos EMEF Martim Lutero, ES, 2010, 7’30”)
13.      Banjo e viola (de Thiago Martins, BA, 2011, 3′)
14.      Baratas (de Maíra Bosi, CE, 2012, 18’50”)
15.      Batuta, o ratinho aventureiro (de Rosário Boyer, Alex Teix e Ricardo Gelain, RJ, 2010, 3’25”)
16.      Bud’s songs time (de HélderNóbrega, SP, 2012, 3’50”)
17.      Cadê meu rango? (de George Munari Damiani, SP, 2012, 4’10”)
18.      Caranga – do outro lado do manguezal (de Chicolam, SC, 2011, 5’30”)
19.      Coloridos (de Christopher Faust e Evandro Scorsin, PR, 2011, 10’35”)
20.      Comparativo entre as espécies (de alunos EMEF Euvira Benedita Cardoso da Silva, ES, 2010, 6’50”)
21.      Desabrigados (de Alexandre Costa, MG, 2012, 1’25”)
22.      De saco cheio (de Davi Mello, SP, 2012, 16’30”)
23.      Destimação (de Ricardo de Podestá, GO, 2012, 13’05”)
24.      Disque Quilombola (de David Reeks, SP, 2012, 13′)
25.      Doce Turminha e o passeio nas nuvens (de Eduardo Drachinski, SC, 2011, 1′)
26.      Do lado de fora (de Matheus Peçanha e Paulo Vinicius Luciano, MG,2012, 19’35”)
27.      Dó ré mi zoo em: o sapo surfista (Paulo Pappera, SP, 2012, 2’50”)
28.      Em quadros (de Jackson Farias Teixeira, MG, 2011, 50”)
29.      Flufi (de Carlos Massayuki Takemoto, SP, 2012, 4’50”)
30.      Folha em branco (de Luli Gerbase, RS, 2011, 12’25”)
31.      GonnyonTcheot Drive (de Paula Un Mi Kim, Coréia do Sul /Brasil, 2012, 15’30”)
32.      Gorgon  (de Felipe Khedi, SP, 2011, 3′)
33.      Haina: cineclube (de Arnaldo Galvão, São Paulo/SP, 2011, 1’05”)
34.      Haina: concerto em S maior (de Arnaldo Galvão, São Paulo/SP, 2011,1’05”)
35.      Haina: eco (de Arnaldo Galvão, São Paulo/SP, 2011, 1’05”)
36.      Haina: o bife (de Arnaldo Galvão, São Paulo/SP, 2011, 1’05”)
37.      Haina: o chapéu  (de Arnaldo Galvão, São Paulo/SP, 2011,1’05”)
38.      Haina: o filtro (de Arnaldo Galvão, São Paulo/SP, 2011, 1’05”)
39.      Jornal da criança (de Direção Coletiva, SP, 2011, 6’15”)
40.      Julieta de bicicleta (de Marcos Flávio Hinke,  PR, 2012,10’40”)
41.      Keep out (de Nicolás Taró, SP,2011, 4′)
42.      Lá longe (de Juliano Carpeggiani, RS, 2011, 14’45”)
43.      Lápis  (de Lúcio Mazzaro, SP,2012, 2’25”)
44.      Luz, câmera e animação (de Giovanna Belico Cária Guimarães, MG, 2011, 2’25”)
45.      Malu maluca (de Eudes Lins e Marcos Morce, DF, 2011, 13’10”)
46.      Máquina de sorvetes (de Christopher Faust, PR, 2012, 16”)
47.      Meio a meio (de Danilo Amorim Rabelo, ES, 2012,2’40”)
48.      Memórias do meu tio (de Alexandre Rafael Garcia, PR, 2011, 12’05”)
49.      Meu amigo, meu avô (de Renan Montenegro, DF, 2011, 12’20”)
50.      Missão estelar (de Raphaela Teles, SP, 2011,11’15”)
51.      Mr. Burguer (de Pedro Andrade, SP, 2011, 3′)
52.      O fim do recreio (de Vinicius Mazzon e Nélio Spréa, PR, 2011, 17’25”)
53.      O girassolzinho (de Douglas Soares, RJ, 2012, 3’55”)
54.      O guitarrista no telhado (de Guto Bozzetti, RS, 2011, 11’40”)
55.      Oligoquê  (de Paulo José, SP, 2011, 11’50”)
56.      O cangaceiro e o leão (de Arnaldo Galvão, SP, 2012, 13’10”)
57.      O macaco e o rabo  (de Direção Coletiva, PE, 2011, 8 ’10)
58.      O morro da guerra eterna (de Mauro D`Addio, SP, 2011, 6’20”)
59.      O mundo de Ulim e Oilut (de Caru Alves de Souza, SP, 2011, 13’35”)
60.      O nascimento do poeta (de Riva do Vale e Marcos Carvalho, MA, 2011, 11’36”)
61.      Online: o msn da minha melhor amiga (de Cristiano Trein, RS, 2011, 11’50”)
62.      O que acontece na sala do diretor? (de Paulo Vivan, SP, 2011, 13’05”)
63.      O reino do chocolate (de Rafael Jardim, BA, 2011, 4’40”)
64.      O resgate do Lobisomen (de Direção Coletiva, SP, 2012, 8’30”)
65.      Os sustentáveis (de Lisandro Santos, RS, 2012)
66.      Play (Brincando) (de Eduardo Colgan, PR, 2011, 6’35”)
67.      Por que Heloisa? ( de Ari Nicolosi, SP, 2011, 11′)
68.      Peixe morre pela boca  (de Cinema Nosso, RJ, 2011, 1’45”)
69.      Peixe Frito  (de Ricardo de Podestá, GO, 2011,11’50”)
70.      Pentimentos (de Maria Antônia Dinelli Azevedo e Fabiano Santos Bomfim, MG, 2012, 6’05”)
71.      Pique-salva (de Antonio Balbino, DF, 2011, 6’40”)
72.      Pizzangrillo (de Marco Gianfreda, Itália, 2011, 16’40”)
73.      Rap consciente (de Alunos EMEF Amenóphis de Assis, ES, 2010, 5’40”)
74.      Raspa tacho (de Mauricio Squarisi e Wilson  Lazaretti, SP, 2011, 3’50”)
75.      Realejo (de Marcus Vinicius Vasconcelos,SP, 2011, 12’45”)
76.      Reciclando a vida (de Márcio Emilio Zago, SP, 2008, 8’32”)
77.      Regando bigodes (de Thais Vasconcellos e Katia Lund, RJ, 2012, 11’10´)
78.      Sem energia (de Thiago Rocha, PE, 2011, 4’50”)
79.      Ser criança em Campo Grande: um documentário animado (de Tina Xavier, MS, 2011, 5’55”)
80.      Sonho de guri: caindo na real (de Liliana Sulzbach, RS, 2011, 17′)
81.      Sonho de menina (de Márcio Emilio Zago, SP, 2012, 3’35”)
82.      Thereis no darkness (A escuridão não existe) (de Michele Vannucci,Itália,2012, 8’50”)
83.      Um dia na vida (de Cinema Nosso, RJ, 2011, 2’30”)
84.      Um sol de jacaré (de Rosa Berardo, GO, 2011, 21’35”)
85.      Vovó ta na cozinha (de PG Santiago, SP, 2012, 3′)
86.      Will tofly (Desejo de voar) (de Elisa Baasch de Souza, Canadá/Brasil, 2011, 1’25”)
87.      Zarah (de Rodrigo Bontempo, PR, 2012,15’45”)


Cena do ótimo Máquina de sorvetes, de Christopher Faust, (PR)

SELECIONADOS

Estado/País

São Paulo: 33
Rio de Janeiro: 8
Paraná: 8
Minas Gerais: 7
Rio Grande do Sul: 6
Espírito Santo: 5
Distrito Federal: 3
Goiás: 3
Bahia: 2
Pernambuco: 2
Santa Catarina: 2
Paraíba: 1
Ceará: 1
Maranhão: 1
Mato Grosso do Sul: 1
Itália: 2
Canadá/Brasil: 1
Coreia do Sul/Brasil:1

Gênero

Animação: 51
Ficção: 31
Documentário: 5

FLORIPA Recebe Inscrições de Filmes Infantis

  

De HOJE até 2 de abril podem ser realizadas inscrições de filmes para a Mostra Competitiva da 10ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, um dos mais importantes festivais do segmento no Brasil, a ser realizado de 23 de junho a 10 de julho na capital catarinense.

Serão aceitas produções nacionais de todos os gêneros e formatos, direcionadas ao público infanto-juvenil e inéditas em Santa Catarina. Diretores e produtores podem acessar regulamento e ficha de inscrição www.mostradecinemainfantil.com.br. Os filmes selecionados serão divulgados no final do mês de maio. Curtas e longas internacionais, médias e longas brasileiros integram mostras especiais e não-competitivas.

O festival premia, em parceria com a TV Brasil, quatro curtas-metragens nas categorias de melhor ficção, melhor animação, júri popular e prêmio especial das crianças. A escolha dos vencedores é realizada por um júri oficial e também um júri especial, formado por crianças. Além do troféu, os vencedores recebem prêmio aquisição da TV Brasil no valor de R$ 5.000,00.

A décima edição da Mostra é a celebração de um projeto iniciado em 2002, o qual chamou a atenção de todo o país para a importância de se desenvolver e fortalecer o cinema nacional para as crianças. A cada ano os números de filmes e de público são ampliados. Na primeira edição, atingiu 2,5 mil pessoas, e em 2010, 26 mil. Neste ano a expectativa é de chegar a 30 mil crianças. Somente ano passado foram exibidos um total de 92 filmes: 73 curtas brasileiros na Mostra Competitiva, longas internacionais e nacionais em pré-estreia, além das sessões especiais com curtas do Irã, Índia, Alemanha, Espanha, Inglaterra, Rússia, França, Bélgica, Holanda e Estados Unidos.

Logo Mostra 2011

Durante o festival, a exibição dos filmes é realizada também como uma ação voltada à inclusão social e construção da cidadania através do cinema. Alunos das escolas da rede pública ganham transporte para assistir às sessões gratuitas durante a semana, e a preços populares nos fins de semana. Paralelamente, ocorrem oficinas para estudantes e professores, debates com especialistas em educação e cinema, produtores e realizadores.

Nesta edição do festival, a programação inclui o 7º Encontro Nacional do Cinema Infantil, e também será realizado o 4º Pitching, que escolhe um projeto de longa-metragem para participar de um Fórum de Financiamento na Suécia, além do 4º Fórum de Cinema e Educação.

A Mostra realiza uma parceria com a Programadora Brasil (Ministério da Cultura) e com a Distribuidora Curta o Curta. Os filmes encaminhados para o festival serão sugeridos para inclusão nos catálogos de títulos infantis destes dois projetos, cabendo aos próprios a seleção final. Estas parcerias permitem que crianças de todo o país tenham acesso à atual produção brasileira de cinema infantil.

 A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis é uma realização da Lume Produções Culturais com apoio de patrocinadores.