Arquivo da tag: cinema em Goiás

FICA recebe inscrições até 19 de abril

Filmes, videos e séries televisivas, com temática ambiental, realizados a partir de 1º de janeiro de 2011, podem concorrer à 15ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, FICA 2013, que acontecerá de 2 a 7 de julho na Cidade de Goiás (GO).

 A data limite para inscrições e envio de material é 19 de abril. 

Quem avisa é a produtora Márcia Deretti.

Consulte o regulamento e inscreva-se aqui:
As obras selecionadas irão concorrer aos seguintes prêmios:
 – Grande prêmio CORA CORALINA e mais R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para o maior destaque entre as obras apresentadas.
– Troféu CARMO BERNARDES e  R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) para o melhor longa-metragem.
– Troféu JESCO VON PUTKAMER e R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para o melhor média-metragem.
– Troféu ACARI PASSOS e R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para o melhor curta-metragem.
– Troféu JOÃO BÊNNIO e R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) para melhor produção goiana.
– Troféu BERNARDO ÉLIS e R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para a melhor série ambiental para tevê.
– Troféu LUIZ GONZAGA SOARES e R$ 10.000,00 (dez mil reais) para o trabalho escolhido pelo Júri Popular.
– Troféu JOSÉ PETRILLO para o melhor filme escolhido pela imprensa especializada.
Qualquer dúvida, entre em contato: prodnacional@fica.art.br

‘Estômago’ e ‘Olhos Azuis’, os grandes vencedores de Anápolis

AURORA DE CINEMA direto do Festival de Anápolis:

Foi bonita e com platéia lotada a noite de encerramento do II Festival de Cinema de Anápolis, realizada no Teatro Municipal da cidade.

Walace Oliveira, Débora Torres e Aurora Miranda Leão: Anápolis é de Cinema !

Tudo começou antes das 19h com apresentação de banda de música no espaço contíguo ao teatro.  Às 20 horas, o apresentador Guido Campos subia ao palco para dar início à solenidade, que começou com uma apreentação de dança e seguiu com a exibição de O Sumiço de Alice.

O curta, da jornalista Aurora Miranda Leão, ganhou rápido a adesão da platéia, a qual se reconhecia na tela através dos ‘personagens’ que aparecem no doc-ficção, todos convidados e participantes da primera edição do Festival de Cinema de Anápolis.

Quem mais chamou a atenção da platéia foi a atuação convincente de Débora Torres, produtora, cineasta, idealizadora e coordenadora-geral do Festival de Anápolis, que surpreendeu porque também revela em O Sumiço de Alice seus fartos dotes interpretativos.

Alice Gonzaga e o protagonista do curta anapolino, KITE

Foi uma alegria para a produtora Aurora de Cinema poder ganhar elogios para O Sumiço de Alice do músico André Moraes, da figurinista Biza Vianna, e da atriz Bruna Chiradia.

Após a exibição do curta, vieram as homenagens, e só depois então começou a divulgação dos nomes dos vencedores do Festival de Cinema de Anápolis.

Babu Santana: atuação vencedora, unanimidade entre júri e platéia…

Entre os vencedores, os que mais conquistaram a adesão da platéia foram os troféus e prêmios para o filme Estômago, de Marcos Jorge, escolhido o melhor da competição, levando também os prêmios para Melhor Ator e Atriz Coadjuvantes.

Babu Santana e Fabíula Nascimento foram os coadjuvantes vencedores, enquanto Ana Paula Arósio e Irandhir Santos ganharam como Melhor Atriz e Ator.

Ana Paula Arósio, símbolo de beleza e elegância, é atriz pra ninguém botar defeito e foi, disparado, a Melhor Atriz em Anápolis… Como esquecer Arósio ?

SELECIONADOS à Mostra ABD Cine Goiás

 

A Associação Brasileira de Documentaristas – Seção Goiás (ABD-GO) tem a honra de anunciar os filmes selecionados à IX Mostra ABD Cine Goiás – mostra paralela ao Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), a acontecer de 15 a 18 de junho, na cidade de Goiás.

 A Mostra é voltada para cineastas goianos e, nesta edição, inovou abrindo para realizações de qualquer ano. Outro caráter diferencial são as durações, pois são aceitos filmes de qualquer metragem e gênero, que neste ano passa também a premiar filmes do gênero experimental.

Este ano, foram 50 filmes inscritos, sendo 19 ficções, 14 documentários, 12 experimentais e cinco animações. Destes, foram selecionados 25, assim divididos: 11 ficções, sete documentários, quatro experimentais e três animações. A seleção foi realizada por membros da ABD da Paraíba. “Essa prática de seleção adotada pela ABD-GO é muito elogiada pelos realizadores locais, pois demonstra a seriedade e idoneidade da organização da mostra”, afirma Leandro Cunha, presidente da ABD-GO.

Segundo a Comissão de Seleção, o julgamento dos filmes partiu de três quesitos: relevância temática, qualidade técnica e proposta estética e narrativa. A Comissão foi composta por Gian Filipe Rodrigues Orsini (cineasta e cineclubista), Bertrand de Souza Lira (fotógrafo e professor da UFPB) e Francisco Sales de Lima  (cineasta) – todos membros da ABD-PB.

A premiação total da Mostra da ABD-GO é de R$ 18 mil, divididos em 12 prêmios de R$ 1.500 nas categorias de melhor Ficção, Documentário, Animação, Experimental, Direção, ator, atriz, fotografia, montagem/edição, som, roteiro e trilha sonora original. 

SELECIONADOS DA IX MOSTRA ABD CINE GOIÁS 

A Morte – Fic. – Direção: André Safadi (4min) – 2010

Ainda Não – Fic. – Dir. – Paulo Rezende (15min) – 2010

Airábeji de Xangô – Doc. – Dir Frederico Mael (25min) – 2010

Azul Cor de Terra – Exp. – Dir -: Rafael de Almeida (6min) – 2011

Concerto de separação – Fic. – dir. Rochane Torres (14min) – 2010

Diga 33 – Doc. – Dir. Ângelo Lima (18min) – 2010

Enquanto – fic. – Direção: Larissa Fernandes (12min) – 2009

Eu Já não caibo Mais Aqui – Exp. Dir. Benedito Ferreira (4min) – 2009

Ilton & Neide – Doc. Dir. Diogo Diniz Gracia Gomes (19min) – 2011

Julie, Agosto, Setembro – Fic. – Dir. Jarleo Barbosa (8min) – 2011

Marcas D’Água – Fic. – Dir. Thaís Oliveira (18min) – 2011

Mostra Tua Cara – Exp. – Dir. Maurélio Toscano (2min) – 2010

Nós João – Fic. – Dir. Renato Cirino (9min) – 2010

O Desespero Fotográfico de Meu Pai – Exp – Dir. Carlos Cipriano (4min) – 2005

O Ogro – Ani. – Dir. Marcio Jr. e Marcia Deret  (8min) – 2011

Orozinho O Poeta da Imagem – Doc. – Dir. Cássia Queiroz (16min) – 2011

Passageiros – Fic. Dir Rafael Watanabe (3min) – 2011

Renova a Esperança – Doc. – Dir. Tatiana Scartezini, Kamyla Maia e Boris Carlos García Alarcón (15min) – 2010

Sendai – Exp. – Dir. Claudia Nunes e Erico Rassi (6min) – 2011

Sonho de Humanidade – Doc. Dir. Amarildo Pessoa (15min) – 2010

Talvez Seja o Vazio – Fic. – Dir. Rafael de Almeida (8min) – 2011

TamaduAbandeira – Ani. – Dir. Ricardo Podestá (8min) – 2011

Trombas e Formoso: Memórias de uma Luta – Doc. – Dir. Coletivo Magnífica Mundi (19min) – 2010

Verdade Absoluta – Ani – Dir.  Guilherme Mendonça e Jordana Prado (2min) – 2010

Verde Maduro – Fic. – Direção Simone Caetano (16min) – 2010 

 Produtor da 9ª ABD Cine Goiás

 Itamar Borges

Assessoria de Imprensa da 9ª ABD Cine Goiás

Carolina Paraguassú Dayer

Hoje, Noite é de CINEMA em Anápolis

praças bonitas, anapolis-go praças

Terceiro maior município em população do Estado de Goiás, ANÁPOLIS  é considerado o município mais competitivo, rico e desenvolvido do interior do Centro-Oeste Brasileiro. Fica a 48 km da bela capital goiana e a 139 km de Brasília. Junto com essas cidades, faz do eixo Goiânia-Anápolis-Brasília, a região mais desenvolvida do Centro-Oeste.

Pois é lá, neste bem aquilatado município, que o Cinema será recebido em bela festa esta noite, quando acontee o lançamento do I Festival de Cinema de Anápolis, idealizado e coordenado pela cineasta e produtora cultural Débora Torres.

O Festival, que vem firmar Goiás como um dos estados que mais fomenta e incentiva o Cinema Brasileiro, terá mostra competitiva de longas-metragens denominada ADHEMAR GONZAGA, um dos pioneiros da atividade no país, e também vai homenagear a figura ímpar de cinéfilo e cineclubista do saudoso Beto Leão. Tudo isso na semana de realização do festival, que será de 12 a 18 de abril.

O jornalista, ator, roteirista, crítico, homem de Cinema/Teatro e Televisão, Rubens Ewald Filho é o curador da mostra de longas-metragens

período de inscrições para o festival será de 4 a 6 de abril pelo site: www.anapolis.go.gov.br/anapolisfestivaldecinema. Na inscrição, os interessados deverão, obrigatoriamente, apresentar a ficha devidamente preenchida com sinopse, ficha técnica e artística, fotos do filme e cópia em DVD.

 

 

 

 
Vista do bairro Jundiaí, um dos mais  movimentados devido ao seu planejamento e  infra-estrutura.
 
Praça Americano do Brasil, onde se vê um caça Mirage F-103, aposentado da Base Aérea de Anápolis e exposto desde 2004.
 
Ingra Liberato é uma das Homenageadas do Festival de Anápolis, onde deve distribuir autógrafos e a natural simpatia

Escritor e poeta Miguel Jorge, curador da Mostra de Curtas-Metragens

Débora Torres, Sirmar Antunes, Aurora Miranda Leão e Maurício Cruz em Gramado 

Especialmente, na noite de hoje, Débora Torres e sua valorosa equipe, recepcionam imprensa, cinéfilos, cineclubistas, artistas e convidados na noite festiva de lançamento do Festival de Anápolis, sem dúvida, mais um que entrará para o calendário dos grandes festivais de cinema do país.
 
 
Alice Gonzaga recebe homenagem pela CINÉDIA

 

… fundada por seu pai, o jornalista Adhemar Gonzaga
 
 

 
O Aurora de Cinema estará em Anápolis pra conferir o festival e postar notícias quentinhas pra você, leitor amigo, que nos fortalece com sua leitura e visita. Até logo mais !

Cinema Vai Ganhar Vida em ANÁPOLIS

Idealizado pela produtora executiva Débora Tôrres e realizado pela Secretaria Municipal de Cultura/Prefeitura Municipal de Anápolis em parceria com ACAA – Associação Cultural e Artistica de Anápolis e Cineclube Xíca da Silva e com o Pontão de Cultura Tenda Jovem, o I ANÁPOLIS FESTIVAL de CINEMA vai acontecer de 12 a 18 de abril.  

As exibições terão como cenário o Teatro Municipal de Anápolis com apresentações itinerantes em praças da Cidade de Anápolis.

O lançamento oficial acontece na próxima terça, 22 de março, às 20h, com solenidade festiva no saguão do Teatro Municipal e uma oportuna homenagem a destacadas personalidades do Cinema Brasileiro, as quais irão receber o Troféu “Anápolis Homenagem”(criação do artista plástico anapolino, NAPEFI). São elas:

ALICE GONZAGA– CINÉDIA,82 anos da companhia criada por ADHEMAR GONZAGA

TIZUKA YAMAZAKI– Cineasta, peloconjunto de obras

INGRA LIBERATO – Atriz, pelo conjunto de obras

LUIZ CARLOS VASCONCELLOS – Ator, pelo conjunto de obras

KLEBER ADORNO – Secretário Municipal da Cultura de Goiânia-Gestor do FestCine Goiânia, pelo incentivo e fomento ao cinema brasileiro e goiano.

Logo no início da manhã de terça, às 9 horas, Débora Torres e sua equipe estarão recebendo a imprensa goiana para coletiva.

A bela INGRA LIBERATO vai receber homenagem em ANÁPOLIS… Viva !!!

 

O 1º Anápolis Festival de Cinema pretende desempenhar um papel importantíssimo na difusão à produção cinematográfica, pois será um dos melhores palcos de exibição, debates e diálogos da platéia com o filme brasileiro. Serão realizadas mostras competitivas de filmes nacionais convidados de longas-metragem de ficção e Curtas metragens anapolinos. Paralelo à competição, haverá uma programação diversificada e extensa com encontros de cineclubes; debates; oficinas; seminários e foros de discussões, tendo como pauta as principais questões enfrentadas pelo Cinema Brasileiro, tais como políticas de apoio, incentivos, distribuição e estética.

O objetivo é fomentar a produção audiovisual na cidade, através da atividade cinematográfica, atraindo público, imprensa e diretores nacionais que escolherem o 1º Anápolis Festival de Cinema para exibirem suas produções.

O Festival É direcionado a toda a comunidade Anapolina e a moradores da região de Anápolis,além de turistas, cinéfilos, universitários, estudantes, alunos da rede municipal de ensino e profissionais que atuam na área cinematográfica, atores, diretores, cineastas, cineclubistas, publicitários, designers gráficos, jornalistas, e demais interessados.

Estima –se a participação de um público de 20.000 pessoas.

PROGRAMAÇÃO

1. FESTIVAL INFANTO JUVENIL

(exibição de filme durante o dia para as crianças da Rede Municipal de Ensino durante todo o festival)

2. ENCONTRO DE CINECLUBES DO CENTRO OESTE

3. OFICINAS DE ROTEIRO/PRODUÇÃO/ DIREÇÃO COM O PRODUTOR WALTER WEBB DURANTE O FESTIVAL

4. LANÇAMENTO DE LIVROS DE CUNHO CINEMATOGRÁFICO.

5. DEBATE COM OS DIRETORES, PRODUTORES E ELENCO DOS FILMES DAS MOSTRAS COMPETITIVAS.

6. REPRISE DOS FILMES EM PRAÇA PÚBLICA A SER DEFINIDA PELA SECRETARIA

A Mostra  competitiva de Longas-Metragens tem o significativo nome de ADHEMAR GONZAGA, grande figura da cultura nacional, um pioneiro do Cinema Brasileiro, e o prêmio principal leva o oportuno nome do cinéfilo Beto Leão, numa justa homenagem ao saudoso e incansábel cineclubista goiano, que nos legou, entre outras coisas, uma importante pesquisa sobre os 100 anos do cinema goiano. Já a Mostra de longas convidados tem Rubens Ewald Filho como curador.

Aguardem novos posts sobre o Festival, que promete vir a ser um dos maiores e mais importantes do país, realizado fora de uma capital.

Só mesmo Débora Torres pra levar adiante semelhança façanha.

SARAVÁ, DÉBORA ! E toda sorte na nova empreitada.

O Cinema Brasileiro agradece !

FICA Abre Inscrições

XIII FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, vai acontecer  de 14 a 19 de junho na Cidade de Goiás e as inscrições estão abertas no site www.fica.art.br 

Longas, médias, curtas-metragens e séries de televisão com temática ambiental, produzidos a partir de janeiro de 2009, nas bitolas 16mm e 35mm, e em vídeo de todos os formatos, podem se inscrever até 31 de março. 

Este ano, além das premiações habituais, que totalizam R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais), o FICA irá conceder prêmio de melhor filme eleito pelo júri popular no valor de R$10.000,00 (dez mil reais). Outra novidade  é a consolidação da mostra não competitiva FICA ANIMADO como um panorama de animações voltadas para o meio-ambiente com atividades direcionadas ao público infanto-juvenil.