Arquivo da tag: cinema em Lisboa

FESTin na reta final de inscrições

Terminam no último dia do ano as inscrições à quarta edição do FESTinFestival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa.

Cineastas e produtoras de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste estão na reta final para inscrever seus filmes no concorrido festival lusófono, nas categorias de curtas e longas-metragens.

Os filmes deverão ser exclusivamente de expressão portuguesa e ter sido finalizados entre janeiro de 2011 e dezembro de 2012, com a duração mínima de 70 minutos no caso dos longas-metragens e a duração máxima de 25 minutos no caso dos curtas-metragens.

A 4ª edição do FESTin acontecerá de 3 a 10 de abril de 2013, no Cinema São Jorge, em Lisboa. Nesta próxima edição, o FESTin dará destaque ao cinema angolano, depois de ter homenageado Moçambique (2010), Portugal (2011) e Brasil (2012).

O FESTin surgiu em 2010 objetivando celebrar a cultura lusófona através do cinema, num ambiente de partilha, intercâmbio e inclusão social, proporcionando o acesso do público a filmes que dificilmente chegam aos circuitos comerciais.

Mais informações: www.festin-festival.com e www.facebook.com/festin.festival?ref=h.

Febre do Rato vence FestIN de Lisboa

O filme do pernambucano Cláudio Assis – Febre do Rato (vencedor do Festival de Paulínia ano passado) – é o vencedor da terceira edição do  Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin 2012), realizado no tradicional Cinema São Jorge, em Lisboa, de 9 a 16 deste mês.

O FESTin é produzido Padrão Actual, com coprodução da Fundação Luso-brasileira e da EGEAC – Cinema São Jorge. Surgiu em 2010, por iniciativa de duas brasileiras, Léa Teixeira, Adriana Niemeyer, e do português Victor Serra, com o objectivo de “celebrar e fortalecer a cultura lusófona através do cinema, num ambiente de partilha, intercâmbio e inclusão social”.

O júri foi formado por Alberto Rui Machado (Cabo Verde), Andrea Paola Costa Prado (Brasil), António Escudeiro (Portugal), José Carlos de Oliveira (Portugal) e Valdemar Dória (São Tomé). Os também brasileiros Trampolim do Forte, de João Rodrigo Mattos, e Amor?, de João Jardim, foram agraciados com menções honrosas ex-aequo.

 Nanda Costa e Irandhir Santos em cena do filme Febre do Rato

E Amanhã, do jovem realizador português Bruno Cativo, foi escolhido Melhor Longa pelo público.

O filme português E Amanhã ? foi o Melhor na votação popular…

Na competição de curtas-metragens, o júri composto por Carlos Manuel Câmara Leme (Portugal), Costa Neto (Moçambique) e Elvis Veiguinha (Angola) elegeu os filmes brasileiros Todos os Balões vão para o céu, de Frederico Cabral, e Marcovaldo, de Cíntia Langie e Rafael Andreazza, como as melhores curtas-metragem. Entregou ainda menções honrosas ao curta moçambicana A Ponte, de Diana Manhiça, e ao Revolução nos Rabelados, do realizador cabo-verdiano Mário Benvindo Cabral. 

A Fábrica, do realizador brasileiro Aly Muritiba, foi o curta vencedor na escolha do público. 

Saiba mais: www.festin-festival.com.

O Palhaço e Riscado no Festival Itinerante de Lisboa…

O Palhaço, dirigido e protagonizado pelo ator Selton Mello, e Riscado, de Gustavo Pizzi com produção de Cavi Borges, entraram na seleção do próximo FESTin, que vai acontecer de 9 a 16 de maio no Cinema São Jorge, em Lisboa.

Selton Mello no cinema: aplausos de todas aa gerações…

O PALHAÇO já foi visto por mais de 1 milhão de espectadores e ganhou diversos prêmios em festivais pelo país, arrebatando uma multidão calorosa em seu lançamento no Festival de Paulínia. O longa conta com a presença sempre iluminada de Paulo José.

No filme, a história de Benjamim (Selton Mello) e Valdemar (Paulo José), que formam a fabulosa dupla de palhaços Pangaré & Puro Sangue.

Já Riscado é primeira experiência do cineasta Gustavo Pizzi na direção de longas-metragens de ficção, e acompanha a vida de Bianca, uma atriz em busca de uma oportunidade, que sobrevive a imitar divas do cinema, até que um casting para uma grande produção internacional marca uma virada em sua vida.

Outro longa também selecionado é Clara di Sabura (ou Clara das Festas), dirigido pelo guineense José Lopes. Inspirado num poema da jornalista Mussá Baldé, o filme pretende sensibilizar as gerações mais jovens para a importância de estudar e se preparar para o futuro.

Na competição de curtas, o documentário Revolução nos Rabelados, de Mário Benvindo Cabral, debruça-se sobre as tradições de uma comunidade religiosa caboverdiana que, na década de 40 do século XX, ficou conhecida como“Os Rabelados”, ao escolher uma vida de isolamento social que lhes permitisse seguir suas crenças religiosas.

Nesta 3ª edição, o festival dará especial destaque à cinematografia brasileira, no âmbito das comemorações do Ano do Brasil em Portugal, e passará a integrar anualmente a Mostra de Cinema Brasileiro, anteriormente produzida pela Fundação Luso-Brasileira.

 

Direção do festival: festivalitinerante.festin@gmail.com

Assessoria de Imprensa: imprensa.festin@gmail.com

Acesse: www.festin-festival.com

Últimos dias para inscrições ao FESTin Lisboa…

Até a próxima terça, dia 31, prosseguem abertas as inscrições ao segundo FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, a ser realizado no Cinema São Jorge, em Lisboa, de 9 a 20 de maio, incluindo uma Mostra de Cinema Brasileiro Contemporâneo, a propósito do Ano do Brasil em Portugal. 

O Brasil será o país homenageado nesta 3ª edição, sucedendo a Moçambique (2010) e a Portugal (2011), no entanto, a partir do próximo ano, o festival passará a contar na sua programação, sempre, com a Mostra de Cinema Brasileiro, anteriormente produzida pela Fundação Luso-Brasileira.

 

Sede da Fundação Luso-Brasileira na capital portuguesa…

As inscrições para a Selecção Oficial Competitiva de Cinema de Expressão Portuguesa (longas e curtas) devem ser feitas, e o regulamento pode ser consultado, pelo site www.festin-festival.com 

Para além das secções competitivas de longas e curtas-metragens e de mostras temáticas paralelas, o FESTin promove ainda debates e oficinas para crianças e jovens. No próximo ano, a organização do evento pensa estender suas atividades às comunidades de língua portuguesa espalhadas pelo mundo. 

As jornalistas Adriana Niemeyer e Lea Teixeira, idealizadoras e produtoras do FESTin, que vai movimentar Lisboa em maio…

O FESTin –  Festival Itinerante de Cinema da Língua Portuguesa foi criado em 2010 pelas amigas Adriana Niemeyer e Léa Teixeira com o objetivo de celebrar e fortalecer a cultura de expressão portuguesa através do cinema, num ambiente de partilha, intercâmbio e inclusão social. É organizado pela Padrão Actual, em co-produção com a Fundação Luso-Brasileira e a EGEAC – Cinema São Jorge. 

Em 2011, a 2ª edição do festival realizou-se entre 26 de Abril e 1 de Maio, exibindo 78 produções dos oito membros da Comunidade de Países da Língua Portuguesa, que foram vistas por mais de 3000 espectadores. O filme vencedor da 2ª edição foi “Hortas di Pobreza”, da jovem realizadora Sara de Sousa Correia.

Mais informações: www.festin-festival.com

Siga o FESTin: www.facebook.com/festin.lisboa

Abertas inscrições ao FESTin com destaque especial para Cinema Brasileiro

O FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa regressa ao Cinema São Jorge, em Lisboa, de 9 a 20 de maio de 2012, incluindo uma Mostra de Cinema Brasileiro Contemporâneo, a propósito do Ano do Brasil em Portugal.

 

O Brasil será o país homenageado na 3ª edição, sucedendo a Moçambique (2010) e a Portugal (2011). No entanto, a partir do próximo ano, o festival passará a integrar a Mostra de Cinema Brasileiro sempre na sua programação,  anteriormente produzida pela Fundação Luso-Brasileira. 

As inscrições para a Selecção Oficial Competitiva de Cinema de Expressão Portuguesa (longas e curtas-metragens) estão abertas até 31 de janeiro de 2012 e o regulamento pode ser consultado no site: www.festin-festival.com 

Para além das secções competitivas de longas e curtas-metragens e de mostras temáticas paralelas, o FESTin promove ainda debates e oficinas para crianças e jovens. No próximo ano, a organização do evento pensa alargar as suas atividades às comunidades de língua portuguesa espalhadas pelo mundo. 

O FESTin foi criado em 2010 com o objetivo de celebrar e fortalecer a cultura de expressão portuguesa através do cinema, num ambiente de partilha, intercâmbio e inclusão social. É organizado pela Padrão Actual, em co-produção com a Fundação Luso-Brasileira e a EGEAC – Cinema São Jorge. 

Em 2011, a 2ª edição do festival realizou-se entre 26 de Abril e 1 de Maio e exibiu 78 produções dos oito membros da Comunidade de Países da Língua Portuguesa, vistos por mais de 3000 espectadores. O filme vencedor da 2ª edição foi Hortas di Pobreza, da jovem realizadora Sara de Sousa Correia.

Jovem cineasta gaúcho Zeca Brito, responsável por todo  movimento de cinema na cidade de Bagé, fez bonito pelo cinema do Brasil em Lisboa…

Também ganhou troféu no FESTin deste ano o jovem ZECA BRITO, promissor cineasta gaúcho – categoria JÚRI POPULAR com seu belo curta Aos Pés – e o Doc Lixo Extradordiário, sobre o trabalho do artista plástico Vik Muniz. 

Mais informações: www.festin-festival.com