Arquivo da tag: cinema em Porto Alegre

Inscrições CLOSE: Cinema pela Diversidade Sexual

O CLOSEFestival Nacional de Cinema da Diversidade Sexual é uma co-realização do SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade – com a Avante Filmes.

Este ano, o CLOSE está organizado de modo independente e rizomático, buscando fomentar a circulação e difusão  de produções audiovisuais, nacionais e internacionais,  compreendendo a potência das redes enquanto meios de  ação e articulação social.

A estrutura do festival consistirá, durante seis dias, em exibições de filmes em  espaços culturais e espaços alternativos, organizados em três mostras principais: Mostra Competitiva, com o melhor dos filmes curtas-metragens selecionados,  que disputarão premiações em 10 categorias; Mostra Paralela, não competitiva, com filmes selecionados pela Curadoria; e  Mostra Informativa, com uma seleção de filmes convidados – curta,  média ou longa-metragem – de conteúdo artístico, histórico ou social,  nacionais e estrangeiros; além de mostras especiais.

As inscrições prosseguem até dia 31 pelo site http://www.somos.org.br/close2012

O CLOSE 2012 vai acontecer de 16 a 21 de outubro, em Porto Alegre/RS.

DemocraCine com inscrições abertas

Entre os dias 13 e 16 de junho, acontecerá a primeira edição do Democracine – Festival Internacional de Cinema de Porto Alegre.

Promovido pela Prefeitura de Porto Alegre e pelo Observatório Internacional de Democracia Participativa, em parceria com o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, o Democracine tem por objetivo difundir produções audiovisuais relacionadas com a democracia participativa e o aprofundamento da cidadania. A programação, formada por uma mostra competitiva de filmes de curta e média-metragem e uma mostra paralela informativa, pretende fomentar a discussão sobre o papel da imagem no campo das lutas democráticas no mundo contemporâneo.

Em sua primeira edição, o Democracine privilegia os seguintes eixos temáticos:

– Cidadanias insurgentes e ação coletiva na prática cotidiana da democracia
– Processos eleitorais
– Revoluções
– Democracia e trabalho
– O meio ambiente como campo de luta democrática
– Memórias de lutas, grandes lutadores e heróis desconhecidos

A mostra competitiva incluirá 25 filmes de curta e média-metragem, captados em qualquer bitola, finalizados a partir de 31 de dezembro de 2009. Os filmes de curta-metragem devem ter até 20 minutos de duração e os filmes de média-metragem entre 20 e 50 minutos de duração, incluindo créditos. Já a mostra informativa, não-competitiva, será formada por filmes de curta, média e longa-metragem, de ficção e documentário, brasileiros e estrangeiros. A mostra informativa tem por objetivo exibir filmes relevantes que explorem os temas do festival, produzidos em qualquer data ou formato, no Brasil e no exterior, e reconhecidos por sua importância histórica, social e estética.

As inscrições vão até dia 30. Regulamento, ficha de inscrição e demais informações estão em www.democracine.com.br.

Cine Esquema Novo Começa Hoje

Festival Destaca Relação Cinema e Artes Visuais

 

 Programação terá mostras competitivas e especiais, exposições, seminários, debates e oficina

 

Começa hoje a sétima edição do CineEsquemaNovo – Festival de Cinema de Porto Alegre. Durante uma semana, sempre com entrada franca, o CEN transformará a capital gaúcha num pólo de discussão e reflexão sobre o audiovisual, com a exibição de mais de 80 filmes divididos em quatro mostras, duas exposições de artes visuais, uma mostra internacional, seminários, debates e uma oficina de crítica cinematográfica.

São mais de 50 convidados entre realizadores, artistas, curadores e jornalistas. As atividades serão realizadas na Usina do Gasômetro (Sala P. F. Gastal e Galeria Lunara), Cine Santander Cultural, Cine Bancários e Atelier Subterrânea.

Para esta edição, o CEN recebeu mais de 900 inscrições de filmes para as mostras competitivas, sendo 82 deles longas-metragens, fazendo do festival um dos mais prestigiados eventos audiovisuais do país. Desse total de inscritos, 39 obras foram selecionadas, 12 longas e 27 curtas e médias, numa amostragem que passeia pelas mais diversas propostas de gênero, formato e método de produção.

Ao voltar o seu olhar ao cinema “pós-industrial” – termo cunhado pelo pesquisador Cezar Migliorin, convidado do CEN 2011 -, o festival não se vincula a uma geração de realizadores ou a movimentos específicos de produção artística. O Festival de Cinema de Porto Alegre recebe e amplifica uma produção audiovisual independente, brasileira, latino-americana ou internacional que obriga a ordem estabelecida a ouvir novas vozes, criar novas unanimidades e exceções, relativizar padrões, subverter sistemas industriais de produção de imagens e alterar raciocínios estabelecidos sobre o que é cinema ou o que são artes visuais.

O CineEsquemaNovo acompanha as trajetórias de realizadores e de um tipo de produção outrora considerada “menor”. Porém, é justamente este cinema pós-industrial brasileiro o que mais vem sendo reconhecido, valorizado e premiado dentro e fora do país, em detrimento dos “grandes filmes” nacionais, que, em pouquíssimos casos, têm ecoado junto às audiências estrangeiras.

Ao direcionar seu olhar a esta produção, o CEN se coloca como um espaço destinado não só à exibição de filmes, mas também (e tão importante quanto) ao pensamento e ao debate sobre assuntos que gravitam em torno de um tema único: o status da imagem na contemporaneidade. Este “problema” é traduzido pelas mostras competitivas, que apresentam um cinema híbrido e dotado de fortes intersecções com as artes visuais, mas também pelas outras atividades que compõem a programação do festival em sua sétima edição.

O CineEsquemaNovo 2011 – Festival de Cinema de Porto Alegre (CEN) acontece de hoje até 30 de abril no Centro Cultural Usina do Gasômetro, Cine Bancários, Cine Santander Cultural e Atelier Subterrânea. Conta com patrocínio da Oi e da Petrobras, e é financiado pelas leis Federal (Rouanet) e Estadual (LIC-RS) de incentivo à cultura. A co-realização é da Coordenação de Cinema, Video e Fotografia da Secretaria de Cultura – Prefeitura de Porto Alegre, com apoio da Oi Futuro e Santander Cultural, do Cine Bancários e parceria do Atelier Subterrânea.

TEOREMA Chega ao Número 17

Na próxima segunda, 6, 19h, acontece na Livraria Palavraria (Rua Vasco da Gama, 165) o lançamento do número 17 da revista Teorema. Editada em Porto Alegre pelos críticos Enéas de Souza, Fabiano de Souza, Flávio Guirland, Ivonete Pinto e Marcus Mello, desde o seu surgimento, em agosto de 2002, a revista Teorema vem se consolidando como uma das mais importantes publicações dedicadas à crítica cinematográfica no País.

A maior atração deste novo número é uma longa entrevista com o cineasta israelense Amos Gitai, que conversou com os editores da revista por ocasião de sua passagem pela capital gaúcha para acompanhar a retrospectiva dedicada à sua obra no Cine Santander. Para complementar a entrevista, a revista traz ainda um ensaio de Fabiano de Souza, em torno de três dos principais trabalhos de Gitai, Kippur – O Dia do Perdão, Free Zone e Alila.

         Além de Amos Gitai, a Teorema 17 abre espaço para os novos filmes de outros grandes diretores. A já consagrada Sofia Coppola confirma que não é apenas a filha de Francis Ford e tem seu novíssimo Um Lugar Qualquer analisado por Neusa Barbosa, que o assistiu em primeira mão, em sua estréia mundial no Festival de Veneza.

O italiano Marco Bellocchio e sua última obra-prima, Vincere, sobre a tragédia de Ida Dalser, a amante desprezada de Mussolini, são objeto de uma apaixonada leitura de Flávio Guirland. Abbas Kiarostami dirige Juliette Binoche em Cópia Fiel, que ganha interpretação de Ivonete Pinto, estudiosa da obra de Kiarostami.

O sempre controverso Jean-Luc Godard lança outra provocação audiovisual, Filme Socialismo, sobre o qual o cineasta Rodrigo Grota – autor da premiada trilogia de curtas formada por Satori Uso, Booker Pittman e Haruo Ohara – escreve um texto absolutamente fiel ao espírito godardiano. Presença rara nas salas de cinema brasileiras, a diretora francesa Claire Denis e seu Minha Terra, África ganham artigo assinado por Marcus Mello.

Director Claude Chabrol poses with his lifetime achievement Berlinale Kamera Award at the 59th Berlinale International Film Festival on February 8, 2009 in Berlin, Germany. (Photo by Sean Gallup/Getty Images) *** Local Caption *** Claude Chabrol

Cineasta Claude Chabrol é lembrado em artigo de Leonardo Bonfim

Ainda entre os franceses, a Teorema se despede de Claude Chabrol com um extenso e panorâmico artigo de Leonardo Bomfim, analisando as várias fases da carreira deste mestre da Nouvelle Vague.

         O ano histórico vivido pelo cinema brasileiro está representado nesta edição por textos de Enéas de Souza (Tropa de Elite 2, de José Padilha), Daniel Schenker (A Suprema Felicidade, de Arnaldo Jabor), João Nunes (o projeto de direção coletiva 5 x Favela – Agora por Nós Mesmos) e Marcelo Adams (Cabeça a Prêmio, de Marco Ricca).

Tropa de Elite 2 também é destaque na TEOREMA 17

         A edição número 17 da Teorema traz na capa, assinada pelo artista gráfico Flávio Wild, uma imagem da atriz Juliette Binoche no filme Cópia Fiel, de Abbas Kiarostami. A diagramação da revista é de Gustavo Demarchi.      

Lançamento Número 17 da Revista Teorema

6 de dezembro de 2010, a partir das 19h

Livraria Palavraria – Rua Vasco da Gama, 165

 Bairro Bom Fim, Porto Alegre 

 

Teorema 17 — 74 páginas — R$ 10,00

* As informações são de Maria do Rosário Caetano