Arquivo da tag: cinema gaúcho

Santa Maria Vídeo e Cinema começa segunda

SMVC_cartaz_sem_marcas

Quem idealizou, comanda e comunica é o cineasta, professor e cineclubista gaúcho Luiz Alberto Cassol

**Cineclube: ViVer Cinema**

O tema da 11ª edição do Santa Maria Vídeo e Cinema é uma saudação, uma afirmação, uma abertura de tela. Impossível não dizer: despertar, fruir, sentir. Somos a mesma experiência, de compartilhar o cinema e viver o cineclubismo. Ou seria o contrário?”

Realização: Santa Maria Vídeo e Cinema Promoção: Prefeitura Municipal e RBS TV Co-promoção: CESMA e UFSM / Pró Reitoria de Extensão Incentivo: Ministério da Cultura / Lei Rouanet e LIC-SM
11º Santa Maria Vídeo e Cinema Cineclube: viVER Cinema 28 de janeiro a 02 de fevereiro de 2013 (55) 3021-0181 – das 14h às 19h / de segunda à sexta. http://www.smvc.org.br festivalsantamaria@yahoo.com.br Twitter: @Festival_SMVC Facebook: @SMVC-Festival de cinema

Os Curtas Selecionados ao Festival de Cinema da Fronteira

AURORA DE CINEMA direto do Festival de BAGÉ

Festival começa dia 20 com apresentação de grupo de CANDOMBE do Uruguai em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra

De 20 a 25 próximos, o epicentro do cinema de fala latina e portuguesa será a bela cidade gaúcha de Bagé.

Numa realização da Prefeitura Municipal de Bagé, através de sua Secretaria de Cultura, a quarta edição do festival – idealizado pelo jovem realizador Zeca Brito – trará a Bagé nomes de extrema relevância para o Cinema Brasileiro, Latino e Lusófono. É o caso, por exemplo, do cineasta César Charlone e do ensaísta Jean-Claude Bernardet.

Noite festiva na edição 2011: Helena Ignez e Jean-Claude Bernardet homenageados…

Na noite inaugural, que começa às 19h com a aguardada apresentação do grupo de CANDOMBE (música típica do Uruguai) no Centro Histórico Vila de Santa Thereza – um lugar cenográfico, por natureza -, será exibido o premiado longa-metragem Artigas – La Redota (2011), de César Charlone, cineasta que é o grande HOMENAGEADO do Festival Internacional de Cinema da Fronteira este ano.

E na terça tem início a Mostra Competitiva Internacional de Curtas-Metragens.

A Curadoria do IV Festival Internacional de Cinema da Fronteira, cuja titular é a jornalista cearense Aurora Miranda Leão, anuncia um total de 38 curtas-metragens, de todas as regiões do país, selecionados entre mais de 160 inscritos.

A histórica Bagé em ritmo acelerado para o Festival de Cinema da Fronteira

Todos os gêneros também foram contemplados, e os Estados representados são Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima e São Paulo, além de filmes da Argentina, Espanha, Portugal, Uruguai, e co-produção com a Bolívia.

CONFIRA A LISTA DOS CURTAS-METRAGENS SELECIONADOS:

Aldeia,  de Zeca Ferreira (RJ)

Arte Míope, de Santiago Berón (Uruguai)

Ballerinas in a quiet place, de Ana B (Portugal)

Campo, de Natalia Espasandín (Uruguai)

Chão Molhado,  Everton Macedo (AM)

Conexion Munich, de Carlos Segundo (MG)

Desfronteira, de Thiago Briglia (RR)

Dique, de Adalberto Oliveira (PE)

El frio, de Oyama Rocha (Espanha)

El hombre del norte, de Félix Pérez (Uruguai)

Engole logo uma jaca então, de Marão (RJ)

Entre Muros, de Adriana Tenório (RJ)

Fez a barba e o choro, de Tatiana Nequete (RS)

Folha em Branco,  de Iuli Gerbase (RS)

Hooji,  de Marcelo Quintella e Boynard (RJ)

Inca,  de Bruno Carvalho  +3 (RS)

Jorge Poema, de Rafael Costa e Diego Sobral (RJ)

Julie  Agosto Setembro, de Jarleo Barbosa (GO)

Leve-me para sair, de José Agripino (SP)

Liberarse, de Gonçalo Rodrigues (Uruguai)

Madre Sal, de Ma Elisa Dantas (BR-AR)

Menino do Cinco, de Marcelo Matos (BA)

Número Zero, de Cláudia Nunes (GO)

O Dente do Diabo, de Fábio Saucedo (SP-Bolívia)

O Membro Decaído, de Lucas Sá (RS)

O Mensageiro da galáxia chegada à terra, de André Miguéis (RJ)

O Reino do Chocolate, de Rafael Jardim (BA)

Orwo Foma, de Karem Black e Lia Letícia (PE-RJ)

Os Sustentáveis, de Lisandro Santos (RS)

Ovos de Dinossauro, de Rafael Urban (PR)

Quebra de Contrato, de Lindebergue Vieira (RJ)

Ruído Branco, de Mateus Neiss e Lucas Sá (RS)

Santo, de Thiago Catarino (RJ)

Semana 28, de Bélen Baptista (Uruguai)

Tcheco, de Boca Migotto (RS)

Três Vezes por Semana, de Cris Reque (RS)

Um diálogo de ballet, de Filipe Matzenbacher e Márcio Reolon (RS)

Zero, de Sacha Bilia (RJ)

Reta final para o IV Festival de Cinema da Fronteira

Grandes nomes da Cultura Brasileira e Lusófona participam de Festival de Cinema em Bagé

AURORA DE CINEMA direto do Festival de Cinema da Fronteira

 Festival começa dia 20 e exibirá filmes premiados em Bagé
Com abertura marcada para o Dia Nacional da Consciência Negra – por estar lá o maior contingente de terreiros de umbanda do Rio Grande do Sul -, o IV Festival Internacional de Cinema da Fronteira vai levar a Bagé nomes de referência do cinema e cultura brasileiros. De 20 até 25 próximos, nomes como o do crítico e ensaísta Jean-Claude Bernardet, o do poeta Jorge Salomão, o do cineasta Júlio Léllis, o dos jornalistas Felipe Brida e Cid Nader, e o do cineclubista Luís Alberto Cassol, e tantos outros, estarão reunidos em Bagé, no sul do Rio Grande do Sul para debater, conversar, ver e trocar ideias a partir da Sétima Arte.O Festival é uma promoção da Prefeitura Municipal de Bagé através de sua Secretariaa de Cultura, e tem a jornalista e atriz cearense Aurora Miranda Leão como sua Curadora, contando  com apoio das Universidades UNIPAMPA, Urcamp e do IFSul. Este ano, o Festival terá dois eventos acadêmicos em sua programação: o Seminário Internacional de Cultura Visual (promovido pelo Instituto Federal Sul-Rio-grandense) e a I Jornada de Estudos de Cinema (realizada pela UNIPAMPA) com o objetivo de contribuir com a formação acadêmica voltada para o cinema, além da exibição de filmes em vários bairros de Bagé e cidades vizinhas através do projeto RODACINE.

HOMENAGEM

Depois de prestar homenagem a um dos maiores teóricos do cinema brasileiro, Jean-Claude Bernardet, e a musa do cinema marginal, a atriz Helena Ignez, em 2011, a quarta edição do Festival Internacional de Cinema da Fronteira terá como homenageado o festejado diretor César Charlone.

O cineasta é um dos poucos brasileiros a receberem uma indicação ao Oscar (Cidade de Deus – 2002) e possui uma carreira solidificada internacionalmente como diretor de fotografia. Charlone foi responsável por divulgar a região do pampa gaúcho ao mundo através do longa-metragem El Baño del Papa (2007) que escreveu, dirigiu e fotografou no município de Melo, Uruguai, e que concorreu no Festival de Cannes. Dentre as atrações, filmes premiados de cineastas como Cavi Borges, Sílvio Coutinho e Petrus Cariry, e ainda a realização de um Sarau Noturno com Arte no Cemitério de Bagé, cidade que tem bem preservado sua história arquitetônica e tem tradição em música.


O Festival Internacional de Cinema da Fronteira é um evento feito para realizadores e apreciadores do cinema, um local onde a troca de experiências e conhecimentos, seja no âmbito regional, nacional ou internacional, é estimulada e acontece das mais diversas formas.

SERVIÇO

IV FESTIVAL DE CINEMA DA FRONTEIRA

Onde: Bagé (RS) Data: 20 a 25 de novembro

Mais informações: http://www.festivaldafronteira.com/noticias/

‘A Última Estrada da Praia’: bom cinema gaúcho em sessões no Rio

Filme premiado do cineasta gaúcho Fabiano de Souza será exibido no Instituto Moreira Salles…

* Oportunidade especial para quem está no Rio… o AURORA DE CINEMA recomenda: “A Última Estrada da Praia” é um filme brasileiro que merece ser visto.

Inscrições ao Festival de Santa Maria

O Festival de Cinema de Santa Maria (RS) recebe até dia 9 inscrições para  obras de curta-metragem e videoclipes.

Em sua décima-primeira edição, o SMVC ocorrerá de 10 a 15 de dezembro em Santa Maria e os selecionados concorrerão nas Mostras Nacional e de Santa Maria e Região. Para estas Mostras, serão aceitos curtas finalizados a partir de 1º de janeiro de 2011, com até 25 minutos de duração.

Os curtas não podem ter sido inscritos em edições anteriores, e podem figurar nas categorias Animação, Documentário e Ficção, realizados em quaisquer formatos, exigindo-se de cada realizador, cópia em DVD, a ser enviada à Coordenação do 11º Santa Maria Vídeo e Cinema para a avaliação da Comissão de Seleção – Júri de Seleção.

Para a Mostra Nacional de Videoclipes, os trabalhos também devem ter sido finalizados a partir de 1º de janeiro de 2011 As inscrições podem ser feitas até dia 9 de outubro através do site www.smvc.org.br e as obras devem ser enviadas para:

11º Santa Maria Vídeo e Cinema
R. Venâncio Aires, 2035 / 701
Santa Maria – RS – CEP 97010-005

Mais informaçõessmvc@smvc.com.br ou 55 9644-3691.

Negócios de Cinema em Gramado…

Pelo quinto ano consecutivo, Gramado vai sediar a Ação de Cinema, próximos dias 14 e 15, na sede da Sociedade Recreio Gramadense e na Câmara de Vereadores da cidade.

Realização da Fundacine (Fundação Cinema do Rio Grande do Sul), 40º Festival de Cinema de Gramado, SESC – RS e Programa Cinema do Brasil/APEX Brasil,  com  apoio da  APTC/RS (Associação Profissional de Técnicos Cinematográficos), do  SIAV/RS (Sindicato da Indústria Audiovisual do RS),  do IECINE (Instituto Estadual de Cinema), Secretaria de Estado da Cultura, e Fundação Cultural Piratini TVE,  a iniciativa objetiva aproximar e promover encontros de negócios do audiovisual entre produtores, realizadores e empresas investidoras. Também estão previstos na programação encontros individuais entre os participantes com interesses afins, além de seminários relacionados às políticas públicas da atividade audiovisual.

Para participação nos Encontros de Negócios e agendamento de encontro One-a-One com os convidados internacionais é necessário conhecimento básico de inglês e espanhol.

Inscrições gratuitas através do e-mail producao@fundacine.org.br, pelo telefone (51) 3226-3311, ou diretamente com a FUNDACINE na Sociedade Recreio Gramadense durante o festival de cinema.

5ª Ação de Cinema em Gramado

Locais: Câmara de Vereadores (Rua São Pedro, nº 369 – Centro – Gramado) e Sociedade Recreio Gramadense (Rua Garibaldi, 328 – Centro – Gramado)

A Sociedade Recreio Gramadense, um dos cenários da Ação de Cinema…

PROGRAMAÇÃO

Dia 14 de agosto

Seminário – 9h às 12h – Teatro Elisabeth Rosenfeld da Câmara

PRODAV – Sul (FSA)

Convidados: Sindicado dos Produtores, ANCINE e BRDE.

Mediador: Jaime Lerner (ABD-Nacional)

Seminário – 14h às 17h – Teatro Elisabeth Rosenfeld da Camara

Distribuição e Exibição Digital

Convidados: Filme B, Empresa Mística, FENEEC.

Mediador: João Guilherme Barone (FUNDACINE)

Dia 15 de agosto

Encontros de Negócios do Audiovisual – 9h às 12h

MESA 1 – CO-PRODUÇÃO INTERNACIONAL

Convidados: Revista Variety, INCAA, Festival de HAVANA.

Mediador: Beto Rodrigues (SIAV RS).

MESA  2 – DISTRIBUIÇÃO INTERNACIONAL

Convidados: Promovere, M-Appeal, Latinopólis.

Mediador: André Sturm (Programa Cinema do Brasil)

MESA 3 – DISTRIBUIÇÃO NACIONAL

Convidados: Federação dos Exibidores, Elo Company e Vitrine Filmes.

Mediador: a definir

MESA 4 – NEGOCIAÇÃO DE PRODUTOS PARA EXIBIÇÃO EM TV

Convidados: Turner Network Television – TNT e Home Box Office – HBO.

Mediador: Cícero Aragon (Box Brazil).

Encontros One-a-One – 14h às 17h

A Fundacine estará agendando horários para os encontros individuais com os convidados das mesas, os quais estarão à disposição para atendimento durante a tarde do dia 15 agosto.

Seminário vai debater políticas para o Audiovisual gaúcho


Grifado para a segunda do dia 3, o seminário
I Jornada do Audiovisual Gaúcho – Debatendo políticas públicas para o desenvolvimento do setor no Rio Grande do Sul.
 
Na pauta, as políticas públicas em desenvolvimento, a nível municipal e estadual, voltadas para o incremento do setor audiovisual no RS.
 
 
O imponente prédio que abriga a Casa de Cultura Mário Quintana, no centro da capital gaúcha… 

O encontro acontece a partir das 19 horas, na sala A2B2 da Casa de Cultura Mário Quintana, no Centro de Porto Alegre, e estão programadas duas mesas temáticas:
 
“Pensando o audiovisual para Porto Alegre na próxima década e a relação com as demais cidades gaúchas” e “O audiovisual que queremos para o RS”.
 
Já estão confirmados para compor as Mesas:
 
1 – Bernardo de Souza (Coord. de Vídeo, Cinema e Fotografia da Secretaria de Cultura de Porto Alegre), Letícia de Cássia (Conselho Municipal de Cultura) e Cícero Aragon (Fundacine); 2 – Luiz Alberto Cassol (IECINE / Secretaria de Estado da Cultura), Marta Biavaschi (Conselheira Estadual de Cultura) e Davi Pinheiro (APTC ABD/RS). O encontro é aberto ao público e não necessita de inscrição prévia.

O objetivo é reunir diversos agentes da cadeia produtiva no Estado, dentre profissionais, produtoras, distribuidoras, exibidores, gestores públicos, entidades de classe, instituições culturais, estudantes e a comunidade cultural em geral. A proposta é que ambas as mesas possam debater as principais necessidades e projetos para dar encaminhamento ao que será discutido durante a Pré-Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, nas áreas de cinema, vídeo e fotografia, marcada para 6 de outubro, das 13h30 às 17h30, na Assembléia Legislativa. Da mesma forma, pretende-se analisar as propostas a serem apresentadas para a Conferência Estadual de Cultura.
 

Os rumos do audiovisual gáucho serão debatidos em seminário agendado para o início de outubro
 
Serviço

I Jornada do Audiovisual Gaúcho
Debatendo políticas públicas para o desenvolvimento do setor no RS
Data: 3 de outubro
Horário: das 19h às 21h
Local: Casa de Cultura Mário Quintana – Sala A2B2
Aberto ao público e sem necessidade de inscrição prévia

Informações – Fundacine
Rua dos Andradas, 1234/1006 – Centro – Porto Alegre/RS
Fone/Fax: (51) 3226-3311
produção@fundacine.org.br /

Bagé vai mais além e leva CINEMA a cidade vizinha

Cinema e Integração 

O Projeto Cinema Para Todos da Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal de Bagé lança nesta semana um olhar sobre a fronteira, uma busca por antigos territórios geográficos e culturais da bicentenária Bagé.

 

A oficina Cinema e Integração começa HOJE na Semana Farroupilha de Aceguá.

A cidade. O que define uma cidade? Sua história, as lutas travadas na formação de um município? Suas mudanças, a forma como a urbanidade se instalou no processo de formação da sociedade local? Sua atualidade, o que representa esta cidade para seus moradores e aqueles que a cercam?

         As diversas formas de se enxergar uma cidade é o tema central da oficina de documentário que ocorrerá durante a Semana Farroupilha de Aceguá, um presente da Prefeitura Municipal de Bagé a sua filha querida. Ao propor um encontro de olhares dos moradores da cidade de Aceguá com os moradores de Bagé, estes distantes 60 km, os ministrantes da oficina pretendem suscitar uma discussão sobre as diferentes formas de ver e representar um mesmo espaço.

         A partir desta discussão primordial em torno da cidade de Aceguá, a oficina se desenvolverá em torno do conhecimento técnico sobre criação e produção de documentários afim de que, ao final, os alunos possam realizar dois filmes documentais que tratem a questão discutida no início, ou seja, a forma como cada grupo vê a cidade em questão. Um baseado na intimidade de quem vive na cidade há anos, conhece sua história e vê seus detalhes; e outro que se propõe a descobrir a cidade sob os olhos dos forasteiros.

         A oficina será ministrada por dois cineastas de Porto Alegre: Denise Marchi e Pablo Escajedo. Ambos formados em Realização Audiovisual pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Pablo Escajedo é diretor de fotografia e acaba de fotografar o longa-metragem “Senhores da Guerra” de Tabajara Ruas. Versátil, já trabalhou em curtas-metragens, ficcionais ou documentários e realizou diversos video-clipes. Como diretor, em 2010, realizou o documentário “SMS” sobre a geração adolescente dos anos 2000, selecionado para o Prix Jeunesse Ibero Americano de 2011.

Denise Marchi é montadora e diretora, tendo se especializado em montagem de documentários. Premiada dois anos consecutivos por melhor montagem no Prêmio Histórias Curtas da RBS TV, sendo o último em 2010 pela montagem do documentário “SMS” de Pablo Escajedo. Recebeu também, em 2010, o prêmio Assembléia Legislativa do Festival de Gramado pela montagem do curta-metragem “Eu e o cara da piscina. Como roteirista acaba de finalizar o média-metragem “Fez a Barba e o Choro”, um documentário sobre um grupo de choro de Porto Alegre e “Dona Hertha”, documentário integrante do Prêmio Histórias Curtas 2011 da RBS TV.

         Para a oficina serão reservadas 10 vagas para alunos moradores de Bagé e 10 vagas para alunos moradores de Aceguá. A Oficina “Cinema e Integração” é gratuita, as inscrições estão abertas na Secretaria Municipal de Cultura, no Palacete Pedro Osório.

Vem aí SIMONE, mais uma ficção gaúcha

Simone terá lançamento na Argentina e Espanha 

       Finalizadas as gravações do longa-metragem de ficção Simone, de Juan Zapata, o mercado de distribuição para o filme começa a ser delineado. Através de parceria inédita firmada entre a Rede de Distribuição Independente da Zapata Filmes com a distribuidora Argentina, Cepa Cine, o filme tem lançamento confirmado no país latino, para 2012.

       Simone agora entra também em processo de montagem e se coloca, novamente, em busca de recursos para sua fase de pós-produção e finalização. Dezembro é o prazo estabelecido pelo diretor para o fechamento do primeiro corte do filme. 

           Este é o primeiro longa de ficção de Juan Zapata, diretor e roteirista reconhecido pela sua trajetória com documentários. O filme será distribuído, no mínimo, em cinco países da América Latina, com entrada garantida no mercado cinematográfico europeu, a partir da produtora associada do filme, a espanhola Back Story.

 

Roberto Birindelli, um dos grandes atores gaúchos, está em cena na nova produção

Mais informações: http://cinemaemrede.wordpress.com/conheca-simone/