Arquivo da tag: cinema no Ceará

Curta o Gênero: ainda dá tempo inscrever !

Faltando menos de duas semanas para o fim do prazo de inscrições de vídeos, a equipe do Curta O Gênero 2013 já recebeu mais de 70 produções de todo o Brasil. Apresentando os mais diversos olhares acerca das relações de gênero, as produções serão avaliadas pela Curadoria, composta por Karla Bessa (Núcleo de Estudos de Gênero- PAGU/UNICAMP), Marcos Rocha (Fábrica de Imagens) e Paula Alves (Instituto de Cultura e Cidadania Femina).

A Mostra Nacional Audiovisual acontecerá durante todas as noites do festival, de 19h30 às 21h00 (exceto na abertura, quando começará as 20h) na Casa Amarela Eusélio de Oliveira, no bairro Benfica.

As inscrições vão até 5 de fevereiro contemplando três modalidades de produção audivisual: documentário, ficção e/ou animação. A divulgação do resultado com os selecionados sai dia 10 de fevereiro, disponível na mídia e no site oficial do evento. A expectativa é de que esta edição supere o número de produções do ano anterior.

Serviço:

Mostra Audiovisual Curta O Gênero 2013

De 5 a 9 de março   curtaogenero.org.br

 

Bárbara Cariry promove Outros Cinemas em Fortaleza

Abertas até dia 17 as inscrições à quinta edição da Mostra Outros Cinemas, que vai acontecer de 16 a 19 de outubro na Casa Amarela da UFC, em Fortaleza.

Os interessados devem enviar as produções acompanhadas de ficha de inscrição, devidamente preenchida e assinada, além de fotos, release e autorização de exibição, disponíveis em: www.mostraoutroscinemas.blogspot.com  

Podem ser inscritas produções de todo o país. Os filmes selecionados pela curadoria da Mostra não são exibidos em nível competitivo.

Cada participante poderá inscrever até 2 filmes e/ou vídeos, de acordo com sua duração (curta metragem – até 23 minutos), sobre qualquer tema e que não tenha participado de edições anteriores.

Idealizada por Bárbara Cariry, a Mostra Outros Cinemas é uma realização da Sereia Filmes e vai consolidando-se como mais um espaço alternativo para a difusão da produção audiovisual brasileira.

Zeca Ferreira consagra sua ALDEIA e Hempocrisy é Melhor Documentário

AURORA DE CINEMA direto do Festival de Jericoacoara

A noite de encerramento do III Festival de Cinema Digital de Jericoacoara teve céu estrelado, pastelzin e brigadeiro barato da dona Maria, expectativa e propensão geral à festa.

 

Começando com cantoria puxada por Rodger Rogério, acompanhado pelo violão do filho Rami Rogério, acrescida depois da voz de Teti, a noite continuou com a exibição do longa Fronteira das Almas, do cearense Hermano Penna, e em seguida a divulgação dos vencedores.

Em foto Aurora de Cinema, a fotógrafa e cineasta Aline Moraes…

Aline Moraes, a bela e doce realizadora pernambucana, teve seu primeiro Doc consagrado: HEMPOCRISY foi escolhido Melhor Doc, levando cheque de R$ 5 mil reais e consagrando o filme de Aline em muitos abraços e aplausos.

A vila de Jericoacoara, por um momento, virou a ALDEIA de Zeca…

Mas o grande vencedor do Festival foi o realizador carioca Zeca Ferreira: seu segundo curta, o poético ALDEIA – rodado numa pequena cidade mineira, com roteiro e direção de Zeca, fotografia de Pedro Urano e edição de Lulu Correa, com produção do próprio diretor, Antônio Ferreira e Júlio Carvana -, levou 4 estatuetas: Melhor Trilha, Melhor Fotografia, Melhor Diretor e Melhor Ficção.

Na edição 2011, Zeca Ferreira curtindo a deliciosa calmaria de Jeri…

Seguindo o que dissemos anteriormente aqui no AURORA DE CINEMA, a ALDEIA de Zeca Ferreira começou em Jeri uma turnê vitoriosa por vários festivais: o filme já está selecionado para a Mostra de Ouro Preto e o Festival de Triunfo, e outros mais virão.

Confira a lista completa dos vencedores do III Festival de Jericoacoara:

Melhor Ator: Maksin Oliveira – “Doido Pelo Rio” – Ficção – RJ

Melhor Atriz: Nayara Tavares – “Marcas D`água” – Ficção – GO

Melhor Diretor: Zeca Ferreira – “Aldeia” – Ficção – RJ

Melhor Edição: Eliza Cabral e Laurita Caldas – “Ritmos” – Experimental – PB

Melhor Fotografia: Pedro Urbano – “Aldeia” – Ficção – RJ

Melhor Trilha Sonora: Mário Gil – “Aldeia” – Ficção – RJ

Melhor Roteiro: Humberto Rosa e Thiron Mendes – “O Quadro” – Ficção – RJ

Melhor Direção De Arte: Uirandé Holanda – “Doido Pelo Rio” – Ficção – RJ

Os filmes “Soy Loco por Ti”, de Natália Barreto (documentário, RJ), “Irmãs”, de Gian Orsini (documentário, PB) e “O Mar de Lia”, de Hanna Godoy (documentário, PE) receberam Menção Honrosa.

Os troféus do III Festival de Jericoacoara – Cinema Digital foram disputados por 40 filmes selecionados para o festival – produções cearenses e de outros 13 estados -, escolhidos entre mais de 300 trabalhos inscritos. O júri do festival foi formado por profissionais da área, a saber: o poeta Nirton Venâncio, a fotógrafa Lena Trindade, a jornalista Déa Barbosa, e Duarte Dias.

Festival de Jericoacoara tem boas projeções e cinema entre dunas

AURORA DE CINEMA direto do festival de JERICOACOARA

Acontece na internacional praia de Jericoacora, no estado brasileiro do Ceará, a terceira edição do Festival de Cinema de Jericoacoara

Realizadores de 14 estados do país, cineastas da Argentina e da França, jornalistas e artistas de várias vertentes participam do festival, que tem caráter ambiental, e é uma realização da Anhamum Produções Audiovisuais com apoio da Associação de Cinema e Vídeo de Quixadá, tendo à frente o cineasta/escritor e compositor Francis Valle. 

O festival foi aberto na noite de sexta-feira e a Mostra Competitiva de Curtas-Metragens começou ontem com bons filmes exibidos gratuitamente e uma audiência interessada e participativa.

Seguindo a grade de programação, acontecem debates todas as manhãs no Centro de Artesanato – com o tema Cinema, Independência e Sustentabilidade -, e homenagens a cineastas ilustres como Sílvio Tendler, Hermano Penna, o ator Joel Barcellos e Joaquim Pedro de Andrade (in memorian), de quem serão exibidos os filmes Os Inconfidentes, Macunaíma e Garrincha, Alegria do Povo. Além da presença de nomes conhecidos como os do poeta/cineasta Nirton Venâncio, o do cantor/ator/compositor Rodger Rogério, o do artesão de jóias Francisco Rabello (de Quixeramobim), o do cineasta ambientalista Jefferson Albuquerque (do caririr cearense), e o da cantora Teti, apresentadora oficial do Festival, que vem recebendo aplausos por sua condução descontraída e sua voz, abrindo as sessões de todas as noites com exemplares do cancioneiro nordestino, à capela.

JERI DE CINEMA: cenário do festival em 2012 pelas lentes de Lília Moema…

Entre os concorrentes, nomes de destaque na seara dos autores de curtas-metragens, como Zeca Ferreira, Carlos Segundo, Arthur Leite, Célia Gurgel, Rafael Jardim, Rwanyto Oscar, e a estreante Aline Moraes, a bela de Recife, que tem conquistado simpatias e muitos amigos por aqui.

No próximo post, lindas fotos do paradisíaco cenário de Jeri e da movimentação intensa nas areias do município praiano cearense. Coisas de Cinema !

Cine Ceará será aberto esta noite no Theatro José de Alencar

 Mais uma edição do evento cultural mais importante do Ceará começa hoje

A agitação em Fortaleza é grande desde ontem no circuito aeroporto-orla. Começam a chegar convidados, realizadores, jornalistas e participantes de mais uma edição do Festival de Cinema que anualmente atrai dezenas de cinéfilos, estudantes, profissionais do setor e curiosos aos espaços onde diversos filmes são exibidos e a entrada é gratuita. Wolney Oliveira e Margarita Hernandez estão no comando.

Cantora chilena Violeta Parra, falecida em 1967, é tema do filme de abertura…

Cine Ceará começa às 20h com abertura solene na mais bela e tradicional casa de espetáculos da capital cearense e o filme a ser exibido hoje é Violeta Foi Para o Céu, abrindo oficialmente a mostra competitiva desta 22a edição. Na tela, a história de Violeta Parra, renomada cantora, compositora, ceramista, tapeceira, folclorista e artista plástica chilena. Co-produção Chile-Argentina-Brasil, o documentário tem direção de Andrés Wood, e foi rodado na Argentina e na França.

Antes da exibição, o ator MARCO NANINI receberá o Troféu Eusélio Oliveira como primeiro grande Homenageado do CineCE deste ano. 

Além disso, o festival vai promover, dias 4 e 5, o II Seminário Audiovisual e Desenvolvimento Sustentável, na Assembleia Legislativa e no Auditório A4 da Universidade de Fortaleza (Unifor).  O objetivo é discutir a criação de métodos mais eficazes e ágeis no processo de fomento a iniciativas culturais, em especial ao cinema brasileiro, e ser ponto de encontro de produtores, realizadores, incentivadores, além de estudantes e apreciadores do cinema brasileiro para dialogar sobre estratégias de desenvolvimento do Audiovisual nas regiões Norte/Nordeste.

O II Seminário Audiovisual e Desenvolvimento Sustentável vai reunir importantes nomes da área da Cultura, dos negócios e da gestão cultural, entre eles Ana Paula Dourado Santana, Secretária do Audiovisual do Ministério da Cultura (MinC), que vai falar sobre ‘A inovação das políticas culturais com vistas à sustentabilidade do audiovisual’.

PROGRAMAÇÃO

SEXTA – 1 de JUNHO

20h – Cerimônia de abertura, no Theatro José de Alencar. Exibição de “Herói Iluminado”. Animação. 5Min. 2012.

Marco Nanini : ator será primeiro grande Homenageado 

20h40 – Mostra competitiva ibero-americana de longa-metragem. Filme: “Violeta foi para o céu”, de Andrés Wood. Ficção. 110Min. 35mm. Chile. 2011.

Amanhã, dia 2/06

10h – Encontro com o realizador de “Violeta foi para o céu”. No Hotel Seara – Auditório Edhessa I.

10h às 13h / 14h às 18h – Workshop de interpretação para cinema, com o oficineiro Sérgio Penna, no Instituto de Cultura e Arte/Universidade Federal do Ceará

15h – Mostra Olhar do Ceará, no Auditório João Frederico Ferreira Gomes – Anexo II da Assembleia Legislativa – Centro Cultural do Parlamento. Filmes: “Jus”, de Marcelo Dídimo. Doc. 18´18″. 2011. “Mulheres da comuna”, de Daiana Gomes. Doc. 20´. 2012. “Próxima parada”, de Samuel Brasileiro. Ficção. 9´. 2011. “Gorgon”, de Felipe Kehdi. Animação. 2´23″. 2011. “Exilados”, de Ana Paula Teixeira. Doc. 20´. 2011. “Maracatucá”, de Vivi Rocha e Irene Bandeira. Doc. 16´. 2011. “Ela pode recorrer”, de Ronaldo Barbosa. Vários. 1´35″. 2011.

15h – Mostra Lucy Barreto, na Casa Amarela Eusélio Oliveira. Filme: “Amor bandido”, de Bruno Barreto. Ficção. 95Min. Brasil. 1981.

17h – Mostra Lutas Sociais na América Latina, na Casa Amarela Eusélio Oliveira. Filme: “É tudo verdade”, de Orson Welles, Bill Krohn, Myron Meisel, Richard Wilson e Norman Foster. Documentário. 89Min. França, EUA, Brasil. 1993.

19h  – Exibição especial, na Casa Amarela Eusélio Oliveira. Filme: “Antônio Conselheiro”, de Walter Lima Pinto. 80Min. 2009.

20h – Mostra competitiva ibero-americana de longa metragem, no Theatro José de Alencar. Filmes: “Distância”, de Sergio Ramirez. Ficção. 75Min. Guatemala. 2011.

“Futuro do pretérito: Tropicalismo now!”, de Ninho Moraes e Francisco César Filho. Documentário. 76Min. Brasil. 2011.

SERVIÇO

22º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema
Data: 1º a 8 de junho de 2012
Local: Theatro José de Alencar – Fortaleza (CE)
Site oficial: http://cineceara.com / cineholliudy.wordpress.com

Cego Aderaldo, novo filme de Cariry, terá lançamento no CineCE

A Cariri Filmes e o Cine Ceará convidam para a exibição de

CEGO ADERALDO – O CANTADOR E O MITO

Local: Cine Ceará – Theatro José de Alencar 

Data: 3 de junho (domingo)

Horário: 21 horas

Entrada franca

Sinopse: Cego Aderaldo (1878 – 1967) foi não apenas o maior nome da poesia cantada e improvisada no Brasil, foi também um mito nacional. Cego Aderaldo adotou e criou, como filhos, 26 crianças. A todos deu estudo e profissão. Inovador e criativo, foi exibidor de cinema na década de 30 e levou a cantoria para grandes capitais, onde era saudado como personagem da dimensão de Padre Cícero e Lampião. A sua obra influenciou a música popular e as artes brasileiras, nas décadas de 50 e 60. O filme conta a história deste artista extraordinário, revelando as suas lutas e as suas vitórias, mostrando as dimensões do homem que, superando todas as adversidades, voa até a glória e se encanta no mito. 

Rosemberg Cariry na companhia do Cego Aderaldo: acabou virando filme…

Ficha Técnica

Roteiro e Direção: Rosemberg Cariry

Produção Executiva: Bárbara Cariry

Direção de Produção: Teta Maia

Direção de Fotografia e câmera – Daniel Pustowka   

Montagem: Rosemberg Cariry e Firmino Holanda 

Técnico de Som:  Yures Viana

Patrocínio: Secretário do Audiovisual – SAV/MinC e TV Brasil.

Informações: Cariri Filmes (85) 3244 6944

Fest Cine Maracanaú: inscrições até dia 31

 O FestCine Maracanaú –  Festival de Cinema Digital e Novas Mídias, segue com inscrições abertas para sua terceira edição até dia 31.  

Podem ser inscritos filmes e vídeos de qualquer país; estados e municípios brasileiros e de cidades do estado do Ceará, produzidos a partir de 2009, finalizados no formato digital. Para a Mostra Rodolfo Teófilo, podem ser inscritos filmes e vídeos de realizadores da Região Metropolitana de Fortaleza, com duração de até 20 minutos. Na Mostra Novas Mídias, produções de até 5 minutos, realizadas em mídias digitais – câmeras fotográficas, celular, web cam, dentre outros.  

Os vencedores de Maracanaú na segunda edição (foto Arlindo Barreto). 

O vencedor na categoria Melhor Longa-Metragem receberá prêmio no valor de R$ 10 mil e o Troféu Maracanaú; na categoria Melhor Curta o prêmio é de R$ 5 mil mais o Troféu Maracanaú; na categoria Novas Mídias, R$ 1.000,00 e o Troféu Maracanaú. As demais categorias vencedoras serão agraciadas com o Troféu Maracanaú.

 

O ator Claudio Jaborandy, homenageado em 2011, recebe Parabéns Aurora de Cinema…

Um pouco de história 

Desde a primeira edição, realizada em dezembro de 2010, o FestCine Maracanaú se firmou como um dos eventos bem acolhidos, tanto pelo público como pela classe do audiovisual brasileiro e de outros países, além do forte reconhecimento por parte da mídia. Em 2011, novamente o Festival marcou pelo pioneirismo: pela primeira vez, profissionais dos estúdios americanos DreamWorks estiveram no país para aulas gratuitas. 

Bill Tessier e Chris Kirshbaum ministraram workshop de animação e efeitos especiais. O festival também contou com a participação dos atores Jayme Matarazzo, Nathália Dhill, Marília Medina, e dos cineastas Caio Soh e Walter Webb.

Walter Webb e Marília Medina recebendo o carinho de estudantes…

O Festcinemaracanaú é realizado pela Abraham Filmes e Estúdios Digitais com direção geral de Afonso Celso. Patrocínio da Coelce. Parceria do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura (Secult) e Governo Federal –  Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, Prefeitura Municipal de Maracanaú, Fundação Cultural de Maracanaú.

Bárbara Cariry: dos sets de criança ao Encontro de Cineastas Latinos e Caribenhos no Ceará

Filha do cineasta Rosemberg Cariry e da produtora e atriz Teta Maia, e irmã do premiado cineasta Petrus Cariry, ela cresceu entre rolos de filmes, estúdios de gravação, salas de montagens, sets de filmagens, livros, realização de eventos, e encontros com artistas de várias vertentes, numa intensa ponte entre o cariri cearense e a capital conhecida como Loura Desposada do Sol.

Desde pequena, seu olhar atento, o interesse pelas histórias da Arte, a convivência permanente e visivelmente encantada com a trajetória dos pais, deixavam antever que ela também traçaria seu caminho no rumo da Sétima Arte.

E assim foi: ela começou escrevendo roteiros ao lado do pai e do irmão, ingressou na fotografia e realizou uma bela exposição em espaço cultural de Fortaleza, representou filmes de Petrus Cariry em alguns festivais (nos quais dividimos quarto algumas vezes), até chegar a hora de ingressar na Universidade, e a opção foi o que o berço lhe indicava: o Cinema.

Hoje, BÁRBARA CARIRY está prestes a tornar-se Bacharel em Audiovisual, depois de assinar diversos curtas-metragens, assumir a produção do premiado longa Mãe e Filha, criar e realizar a Mostra Outros Cinemas, e idealizar o Encontro Nossas Américas – Nossos Cinemas, que vai acontecer na cidade de Sobral, de 23 a 26 próximos.

Confira aqui a ENTREVISTA EXCLUSIVA de Bárbara Cariry ao Aurora de Cinema e saiba um pouco melhor sobre esta jovem que ainda vai fazer muito mais pelo Cinema, a partir do Ceará.

Com você, as palavras, as ideias, a trajetória, o pensamento, os planos, a determinação e um pouco das emoções de BÁRBARA CARIRY:

Bárbara Cariry: ‘contaminada’ pelo cinema, agora espalha cinema pelas Américas…

AC – Como é ser filha de um cineasta?

BC – Descobri o cinema de forma muito natural por conta de meus pais que são pessoas envolvidas com cinema. Desde pequeninha, freqüento os sets de filmagens e cheguei a participar de alguns filmes ainda na infância. Sempre vi muitos filmes em casa e li livros sobre cinema.

AC – Esse parentesco com Rosemberg e Petrus, um cineasta também já muito premiado, atrapalha ou ajuda ? As cobranças são muitas ?

BC – Eu trabalho com pessoas de que gosto muito, pessoas que admiro e acredito no trabalho. Vou produzindo minhas mostras de cinemas e meus curtas sem maiores preocupações com cobranças. Meu compromisso é comigo mesmo e com a qualidade do meu trabalho. Estou terminando o Curso de Cinema e Novas Mídias da Unifor e penso em fazer mestrado na área.

AC –  Você começou como roteirista, depois foi pra fotografia, produção e também tem seus próprios filmes. Fale um pouco sobre sua trajetória e em que função você gosta mais de estar.

BC – Assim, como Petrus, passei por todas as fases de realização de um filme, desde a assistência de direção, passando pela montagem, até a produção. Cinema é um longo aprendizado e um diretor tem que conhecer todos os processos. Eu gosto muito de produzir e quero continuar produzindo e dirigindo meus curtas. Numa boa, sem pressas.

 Nas filmagens de Lua Cambará, filme do pai, Rosemberg Cariry…

AC – Você criou uma Mostra que vem acontecendo anualmente, a Outros Cinemas, e que é um painel muito diversificado da produção audiovisual brasileira. Como essa idéia surgiu e que retornos a Mostra tem lhe dado ?

BC – A idéia de fazer a Mostra Outros Cinemas começou dentro da Universidade que estou cursando, a UNIFOR, como um espaço para exibição e debate de cinemas esteticamente mais ousados. Depois a mostra foi crescendo e adquirindo maior significado. Queremos fazer da V Mostra Outros Cinemas, que acontece neste ano de 2012, um acontecimento bem amplo com a participação de importantes nomes do cinema brasileiro mais experimental.

AC – Agora, você surge com esta idéia bonita e ampla do Encontro Nossas Américas. Como foi o ‘estalo’ pro surgimento desta nova produção ?

BC – Não houve um “estalo”. Nossas Américas – Nossos Cinemas resulta de um longo processo. Surgiu em um encontro de documentaristas latino americanos, no Rio de Janeiro. Durante anos esta idéia circulou sem que ninguém pensasse ou ousasse realizá-la. Em contato com a organização de documentaristas da América Latina, propus realizar o evento de forma independente, no Ceará. Eles apoiaram a idéia. O sonho agora está se tornando realidade. O que nos falta em recursos financeiros sobra em boa vontade e paixão. Estou muito contente em realizar este encontro histórico entre os jovens da América Latina e do Caribe. A idéia é de um evento itinerante. O segundo encontro de jovens realizadores da América latina e do Caribe, por exemplo, acontecerá na Argentina e assim, a cada ano, em um país diferente. 

Filmagens de Corisco & Dadá: com o pai Rosemberg, o fotógrafo Roberto Yuri, o cineasta Ronaldo Nunes, e o ator Joca Andrade.

AC – Qual é o verdadeiro mote do Encontro ?

BC – Difundir o audiovisual Latino Americano e Caribenho nos nossos países e pensar novas políticas para intercâmbio e para uma troca solidária entre os jovens através das suas associações. Pensamos também em redes independentes de exibição de conteúdo audiovisual através da internet. 

AC – Como se deu a escolha de Sobral para sede do Encontro ?

BC – Sobral tem a Escola de Artes e Ofício e é ainda um importante centro econômico e cultural, inclusive com uma produção audiovisual emergente. Havia também a preocupação com a descentralização. Sobral tem ótimos espaços culturais e tem o Teatro São João, onde acontecerá o encontro, que é lindo, além de ser um importante patrimônio cultural do nosso Estado.

Bárbara Cariry: caminhando a favor do vento, sem lenço mas de câmara na mão…

AC – Por que Helena Ignez como a grande mulher representando nossa Cinematografia ?

BC – Do Brasil, escolhemos Helena e Geraldo Sarno para serem os homenageados pelos importantes trabalhos realizados pelos dois. Heleza Ignez representa a liberdade e a ousadia da mulher. Geraldo Sarno tem uma imensa contribuição no cinema e no pensamento crítico cinematográfico do Brasil. São dois nomes muito importantes. 

AC – Quais seus próximos projetos ?

BC – A Mostra Outros Cinemas, em 2012, completa cinco anos. Queremos fazer uma mostra maior, com a presença de mais realizadores e filmes, promovendo debates e seminário sobre o novo cinema que se realiza no Brasil. Além disso, tenho me organizado para filmar, ainda este ano, um curta-metragem chamado “Os Cabelos de Letícia” .

Bárbara Cariry produzindo, realizando, exibindo: Cinema 24 horas…

Halder Gomes apresenta sua Holliúdy na noite de premiação do Cine Ceará …

 

Cine Holliúdy, ideia do cearense Halder Gomes que virou curta premiado e agora ganha sua versão em longa-metragem, é o filme convidado para encerrar a 22a edição do Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, no Theatro José de Alencar, centro de Fortaleza, no próximo dia 8 de junho, às 21h.

Halder Gomes dirigindo  a produção que será exibida no encerramento do Cine Ceará…
 
Inspirado no premiado curta O Astista Contra o Caba do Mal (vencedor de 42 prêmios/exibido em mais de 80 festivais em 20 países e em todos os estados do Brasil), o longa resgata o momento da chegada em massa da Tv no interior do Ceará, na década de 70, colocando em xeque as pequenas salas de cinema do interior e a paixão de um exibidor, Francisgleydisson, pela Sétima Arte. 
 
 Fiorella Matheis estará em Fortaleza para a exibição de Cine Holliúdy
 
Cine Holliúdy une a nostalgia e o romantismo de uma época, somado ao senso de humor, único, dos cearenses. Falado parte em cearensês, o longa terá legendas em português em algumas cenas, e apresenta uma trilha musical composta por clássicos dos cantores Márcio Greyck, Odair José e Fernando Mendes.
 
No elenco, Edmilson Filho, Miriam Freeland, Roberto Bomtempo, Falcão, Karla Karenina, João Netto, Jesuíta Barbosa, Joel Gomes, Fernanda Callou, Ary Sherlock, Haroldo Guimarães, dentre vários outros talentos, além das participações especiais de Angeles Woo (filha do diretor chinês, John Woo), Fiorella Mattheis (em sua estréia no cinema) e do cantor, Márcio Greyck.
 
O filme foi realizado com prêmio do edital do Ministério da Cultura para filmes de Baixo-Orçamento, 2009.
 

Miriam Freeland, do elenco de Cine Holliúdy, também estará no Cine Ceará…

Inscrições para festivais e prêmios pelo Brasil

Vão até dia 11 as inscrições para a seleção do 10° Festival Internacional de Cinema Infantil – FICI 2012, que acontece entre agosto e novembro em São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Brasília, Campinas, Santos, Belo Horizonte, Aracaju, Salvador e Recife. Continue lendo em www.ancine.gov.br

                        *********

Abertas até dia 20 as inscrições ao Prêmio Brasil de Fotografia. Os interessados podem participar em duas categorias: Ensaios Fotográficos (para séries de 8 a 12 imagens)  e Pesquisas Contemporâneas, que devem se alinhar ao tema deste ano, com foco na história social e estética do olhar contemporâneo. O evento irá conceder prêmios de R$ 10 mil a R$ 40 mil aos vencedores. As inscrições devem ser realizadas via postal ou pessoalmente. Mais informações: www.portoseguro.com.br/fotografia

                *********

Abertas até dia 25, as inscrições ao Edital Nacional Natura Musical 2012. Além das propostas de produção de CD e DVD, podem participar projetos de livros, shows, festivais, documentários e ações educativas, com foco na música. Para concorrer, os inscritos devem ter o registro no Programa Nacional de Apoio à Cultura (PRONAC) ou estar aptos à captação de recursos por meio da Lei Rouanet ou da Lei do Audiovisual. Mais informações: (11) 3146.0970 ou edital@naturamusical.com.br. Regulamento e inscrições estão disponíveis no site http://www.natura.net/patrocinio ou www.naturamusical.com.br

                            *********

A Fundação Nacional de Artes (Funarte) está selecionando para composições inéditas destinadas a conjuntos orquestrais, camerísticos e solistas, a serem executadas nos concertos da XX Bienal de Música Brasileira Contemporânea, no segundo semestre de 2013. Trata-se do Prêmio Funarte de Composição Clássica, que contemplará 30 trabalhos, os quais concorrerão a premiações de R$ 8 mil a R$ 30 mil. Mais informações: http://www.funarte.gov.br

                                         *********

A Unesco está com inscrições abertas para propostas de financiamento de programas e projetos destinados à diversidade cultural, através de seu fundo internacional, até 31 de maio. Serão disponibilizados um total de US$ 100 mil em aporte financeiro para cada proposta. A iniciativa é aberta aos governos dos países em desenvolvimento membros da Convenção, ONGs nacionais da área da cultura, grupos vulneráveis ou outros grupos sociais minoritários. O formulário de inscrição, para ser preenchido em inglês ou francês, assim como mais informações e regulamentos, estão disponíveis no http://www.unesco.org

                                       *********

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (DAC) da Pró-Reitoria de Extensão (Proex), está com inscrições para o credenciamento de estudantes, trabalhadores e cinéfilos que querem integrar o Júri Popular do 35º Festival Guarnicê de Cinema. As inscrições podem ser feitas até 8 de junho. Os credenciados terão acesso gratuito às sessões de filmes e direito a voto e certificado de participação. O certificado será emitido somente para os credenciados que obtiverem 80% de participação no Festival. O 35º Festival Guarnicê de Cinema será realizado de 10 a 16 de junho, no Centro Histórico de São Luís. Mais: www.cultura.ufma.br

                                            *********

Abertas até dia 31 de maio inscrições à 10ª Mostra Alagoana de Dança, a ser realizada de 9 de julho a 23 de agosto. Podem participar escolas de dança, grupos amadores ou profissionais, bailarinos profissionais ou não, em todas as modalidades cênicas, residentes em Alagoas. O tema é livre, porém a prioridade será dada aos apoiadores dos movimentos da cultura alagoana e nordestina em geral. Não há taxa de inscrição. Mais informações no site da Secretaria de Cultura de Alagoas (Secult-AL): http://www.cultura.al.gov.br

                                       ********* 

O Núcleo de Atores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está com inscrições abertas para atores, com idade mínima de 18 anos, com ou sem experiência, que queiram participar de uma seleção de elenco para novo espetáculo. Os interessados devem se dirigir à recepção do Centro de Arte e Cultura e realizar sua inscrição preenchendo o formulário disponível na Secretaria do local. A participação também pode ser efetuada pela internet, solicitando a ficha de inscrição através do e-mail uepbtetro@gmail.com. Mais informações: (83) 3310-9734 ou 3310-9733.

                                             *********

 O 3º FESTCINE MARACANAÚ – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias será realizado na cidade de Maracanaú (CE), no período
de 16 a 21 de Outubro, organizado e coordenado pela empresa Abraham Filmes e Estúdio Digital, sob aa coordenação-geral do produtor e cineasta Afonso Celso.

A programação do FESTCINE MARACANAÚ divide-se em três mostras competitivas: a primeira para longa-metragem em formato digital; a segunda para curtas brasileiros em formato digital; e a terceira para novas mídias. O festival promove ainda uma mostra de curta-metragem, destinada aos realizadores da zona metropolitana de Fortaleza.

As inscrições ao FESTCINE MARACANAÚ – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias prosseguem até dia 15. O festival tem premiação em dinheiro, assim estabelecida:

    1. R$ 10.000,00 (Dez mil reais) para melhor produção audiovisual Longa Metragem
    2. R$ 5.000,00 (Cinco mil reais) para melhor produção audiovisual Curta Metragem
    3. FESTCINE MARACANAÚ – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias.
      www.festcinemaracanau.com.br – atendimento@festcinemaracanau.com.br