Arquivo da tag: cinema no Maranhão

São Luís verá LUME de Cinema em junho

Festival  vai  transformar  São Luís  em  território internacional  de  Cinema

Criado e organizado pelo cineasta maranhense Frederico Machado, o Festival LUME terá este ano sua segunda edição, na cidade de São Luís, começando no próximo dia 14 de junho.

E é assim que Frederico Machado apresenta seu festival:  “Cinema é pensamento e emoção convertidos numa representação que se confunde com o real, nele compondo um mosaico plural e arrebatador. São idéias projetadas através de imagens em movimentos e sons, numa articulação alucinada, com uma lógica própria que faz dela essa linguagem singular por onde é retratado o mundo, que inventado, torna sua versão mais factível do que a própria realidade”.

Festival Lume de Cinema, uma extensão dos 3 Festivais Internacionais de Cinema do Maranhão que a Lume Filmes criou em meados da década passada,  deseja despertar também no espectador uma consciência a favor da arte cinematográfica, mostrando, em diversos espaços da cidade, uma gama enorme de filmes, entre longas e curtas, participantes das mostras oficiais e paralelas, além de shows, lançamentos de livros, palestras, workshops e debates, visando  a estimular e aprimorar nosso conhecimento e sensibilidade em torno desta arte tão completa e plural.

Além disso, o festival pretende ser um marco cultural para a capital maranhense e para o país. É um projeto audacioso, e sabendo da capacidade turística da cidade de São Luís, e de seu aspecto social e geográfico propício para alimentar desejos visuais e sonoros em todos quanto a visitam, nada mais estimulante e encorajador do que realizar um festival nesses moldes, contando com presenças de cineastas, técnicos, atores e jornalistas internacionais e nacionais, justamente para se criar também condições de fortalecer a cinematografia maranhense e brasileira.

Agradecemos aos que acreditaram, contribuindo para a realização deste festival. A todos, nosso firme propósito de continuar na crença de que é possível um desenvolvimento qualitativo a favor do Maranhão e do Brasil, através da arte, na qual se insere a cinematográfica, razão deste Festival”

ATIVIDADES

O II Festival Lume de Cinema, além das várias atividades voltadas para o cinema, apresentará uma vasta programação cultural. O Festival contará com exposições, shows musicais, peças de teatro e festas em sua programação ! Tudo em prol de um enriquecimento cultural abrangente para a população de São Luís, que verá, nos 7 dias do evento, o melhor do cinema mundial.

RETROSPECTIVA

O II Festival Lume de Cinema fará uma retrospectiva de um cineasta, ainda a ser escolhido pela organização do evento. Será um renomado autor do cinema mundial. Com esta retrospectiva, o evento espera firmar ainda mais a sua proposta de ser um festival que privilegia de fato o cinema de autor e verdadeiro. 

O II Festival Lume de Cinema acontecerá em diversos espaços na cidade de São Luís. A abertura será no teatro Arthur Azevedo, um dos mais belos teatros do Brasil. Com arquitetura colonial, o teatro tem capacidade para quase 1.000 pessoas. Além do TAA, o festival acontecerá no Cine Praia Grande e em  diversos espaços públicos como praças, auditórios e colégios.

Inscrições para festivais e prêmios pelo Brasil

Vão até dia 11 as inscrições para a seleção do 10° Festival Internacional de Cinema Infantil – FICI 2012, que acontece entre agosto e novembro em São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Brasília, Campinas, Santos, Belo Horizonte, Aracaju, Salvador e Recife. Continue lendo em www.ancine.gov.br

                        *********

Abertas até dia 20 as inscrições ao Prêmio Brasil de Fotografia. Os interessados podem participar em duas categorias: Ensaios Fotográficos (para séries de 8 a 12 imagens)  e Pesquisas Contemporâneas, que devem se alinhar ao tema deste ano, com foco na história social e estética do olhar contemporâneo. O evento irá conceder prêmios de R$ 10 mil a R$ 40 mil aos vencedores. As inscrições devem ser realizadas via postal ou pessoalmente. Mais informações: www.portoseguro.com.br/fotografia

                *********

Abertas até dia 25, as inscrições ao Edital Nacional Natura Musical 2012. Além das propostas de produção de CD e DVD, podem participar projetos de livros, shows, festivais, documentários e ações educativas, com foco na música. Para concorrer, os inscritos devem ter o registro no Programa Nacional de Apoio à Cultura (PRONAC) ou estar aptos à captação de recursos por meio da Lei Rouanet ou da Lei do Audiovisual. Mais informações: (11) 3146.0970 ou edital@naturamusical.com.br. Regulamento e inscrições estão disponíveis no site http://www.natura.net/patrocinio ou www.naturamusical.com.br

                            *********

A Fundação Nacional de Artes (Funarte) está selecionando para composições inéditas destinadas a conjuntos orquestrais, camerísticos e solistas, a serem executadas nos concertos da XX Bienal de Música Brasileira Contemporânea, no segundo semestre de 2013. Trata-se do Prêmio Funarte de Composição Clássica, que contemplará 30 trabalhos, os quais concorrerão a premiações de R$ 8 mil a R$ 30 mil. Mais informações: http://www.funarte.gov.br

                                         *********

A Unesco está com inscrições abertas para propostas de financiamento de programas e projetos destinados à diversidade cultural, através de seu fundo internacional, até 31 de maio. Serão disponibilizados um total de US$ 100 mil em aporte financeiro para cada proposta. A iniciativa é aberta aos governos dos países em desenvolvimento membros da Convenção, ONGs nacionais da área da cultura, grupos vulneráveis ou outros grupos sociais minoritários. O formulário de inscrição, para ser preenchido em inglês ou francês, assim como mais informações e regulamentos, estão disponíveis no http://www.unesco.org

                                       *********

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (DAC) da Pró-Reitoria de Extensão (Proex), está com inscrições para o credenciamento de estudantes, trabalhadores e cinéfilos que querem integrar o Júri Popular do 35º Festival Guarnicê de Cinema. As inscrições podem ser feitas até 8 de junho. Os credenciados terão acesso gratuito às sessões de filmes e direito a voto e certificado de participação. O certificado será emitido somente para os credenciados que obtiverem 80% de participação no Festival. O 35º Festival Guarnicê de Cinema será realizado de 10 a 16 de junho, no Centro Histórico de São Luís. Mais: www.cultura.ufma.br

                                            *********

Abertas até dia 31 de maio inscrições à 10ª Mostra Alagoana de Dança, a ser realizada de 9 de julho a 23 de agosto. Podem participar escolas de dança, grupos amadores ou profissionais, bailarinos profissionais ou não, em todas as modalidades cênicas, residentes em Alagoas. O tema é livre, porém a prioridade será dada aos apoiadores dos movimentos da cultura alagoana e nordestina em geral. Não há taxa de inscrição. Mais informações no site da Secretaria de Cultura de Alagoas (Secult-AL): http://www.cultura.al.gov.br

                                       ********* 

O Núcleo de Atores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está com inscrições abertas para atores, com idade mínima de 18 anos, com ou sem experiência, que queiram participar de uma seleção de elenco para novo espetáculo. Os interessados devem se dirigir à recepção do Centro de Arte e Cultura e realizar sua inscrição preenchendo o formulário disponível na Secretaria do local. A participação também pode ser efetuada pela internet, solicitando a ficha de inscrição através do e-mail uepbtetro@gmail.com. Mais informações: (83) 3310-9734 ou 3310-9733.

                                             *********

 O 3º FESTCINE MARACANAÚ – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias será realizado na cidade de Maracanaú (CE), no período
de 16 a 21 de Outubro, organizado e coordenado pela empresa Abraham Filmes e Estúdio Digital, sob aa coordenação-geral do produtor e cineasta Afonso Celso.

A programação do FESTCINE MARACANAÚ divide-se em três mostras competitivas: a primeira para longa-metragem em formato digital; a segunda para curtas brasileiros em formato digital; e a terceira para novas mídias. O festival promove ainda uma mostra de curta-metragem, destinada aos realizadores da zona metropolitana de Fortaleza.

As inscrições ao FESTCINE MARACANAÚ – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias prosseguem até dia 15. O festival tem premiação em dinheiro, assim estabelecida:

    1. R$ 10.000,00 (Dez mil reais) para melhor produção audiovisual Longa Metragem
    2. R$ 5.000,00 (Cinco mil reais) para melhor produção audiovisual Curta Metragem
    3. FESTCINE MARACANAÚ – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias.
      www.festcinemaracanau.com.br – atendimento@festcinemaracanau.com.br 

 

Inscrições ao 35o Festival Guarnicê

A Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, com apoio de organizações públicas e privadas, promoverá de 10 a 16 de junho, em São Luís, o 35º Festival Guarnicê de Cinema, com o objetivo de incentivar a realização de filmes em curta, média e longa-metragem; fomentar o aparecimento de novos realizadores; difundir a produção audiovisual, bem como favorecer o intercâmbio entre países ibero-americanos e de língua portuguesa. Toda a programação será gratuita.
 
 

São Luís Terá Julho de Cinema

A Lume Filmes, a mais importante distribuidora de cinema autoral e independente no Brasil, realiza de 14 a 23 próximos o I Festival Lume de Cinema, uma extensão dos 3 Festivais Internacionais de Cinema do Maranhão que a empresa criou em meados da década passada.
 
Criado e coordenado pelo cineasta Frederico Machado, o festival exibirá filmes de vários cantos do mundo das mais importantes distribuidoras internacionais, entre longas e curtas-metragens. Foram mais de 2.000 produções inscritas! Filmes do Japão, Filipinas, Coréia, Itália, Bélgica, Holanda, Romênia, Croácia, Estônia, Bósnia, Bulgaria, Filândia, Africa do Sul, Nigéria, França, Espanha, Portugal, Inglaterra, Irlanda, Escócia, México, EUA, Canadá, Argentina, Uruguai, Russia, Chile, Grécia, Israel, Irã e de muitos outros países fizeram parte da pré-seleção do Festival.
 
 
O I FESTIVAL LUME DE CINEMA  prevê como premiação a entrega de troféus para os premiados nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Roteiro, Melhor Som, Melhor Fotografia, Melhor Montagem, Melhor Trilha Sonora e Melhor Direção de Arte. A direção do festival ainda prevê Menção Honrosa nas duas seletivas competitivas.
 
Além da Mostra Competitiva, estão previstos shows, palestras, workshops, debates e lançamentos de livros, sempre visando a estimular e aprimorar o conhecimento e a sensibilidade em torno da Sétima Arte, co mas seguintes ações em destaque:
 
– Curso HISTÓRIA DO CINEMA com o crítico Sérgio Alpendre.
– MOSTRA ALUMBRAMENTOS com filmes da produtora cearense e PREMIADOS NO FESTIVAL DE CURTAS DE BELO HORIZONTE.
 
Hours Concours do Festival
 
  • LOLA de Brillante Mendonza (Serbis)
  • HIROSHIMA de Pablo Stoll (Whisky)
  • SUBMARINO de Thomas Vinterberg (Festa de Família e Dogma do Amor)
  • TRIÂNGULO AMOROSO de Tom Tkywer (Trama Internacional e Corra, Lola, Corra)
  • TUDO FICARÁ BEM de Christoffer Boe (Reconstrução de um amor)
 
LONGAS  – COMPETIÇÃO OFICIAL (INTERNACIONAL)
 
Bi, dung so! / Don´t be afraid, Bi / Não tenha medo, Bi
Vietnã/ França/ Alemanha/ 91 min. / 2010 / Drama – Direção: Phan Dang Di
 
Dooman River / Rio Dooman
Coréia do Sul/ França / 89 min. / 2010 / Drama – Direção: Lu Zhang
 
Wszystko, co kocham / All that I Love / Tudo que eu amo
Polônia / 95 min. / 2010 – Direção: Jacek Borcuth
 
Daca bobul nu moare/ If the seed doesn’t die / Se a semente não morrer
Romênia/Sérvia/Áustria / 2010 / 115 min./ Drama – Direção: Sinisa Dragin
 
Norberto Apenas Tarde
Argentina/Uruguai / 2010 / 89 min./ Comédia – Direção: Daniel Hendler
 
Oliver Sherman
Canadá / 2010 / 88 min./Drama/Terror/Guerra – Direção: Ryan Redford
 
Podslon / Shelter / Abrigo
Bulgária / 89 min. / 2010/ Comédia/ Drama – Direção: Dragomir Sholev
 
The mill and the cross / O redemoinho e a cruz
Suécia / Polônia /92 min. / 2011 / Drama/ História – Direção: Lech Majewski
 
Le vendeur / The salesman / O vendedor
Canadá / 2011 / 107 min / Drama – Direção: Sébastien Pilote
 
Püha Tõnu kiusamine / The Temptation of St. Tony / As Tentações de Santo Antônio
Estônia / Filândia / Suécia / 100 min. / 2009 – Direção: Veiko Õunpuu
 
Wenecja / Venice / Veneza
Polônia / 110 min. / 2010 – Direção: Jan Jakub Kolski
 
White as snow / Neve
Turquia / 2011 / 88 min. – Direção: Selim Gunes
 
CURTAS  – COMPETIÇÃO OFICIAL (INTERNACIONAL)
 
8:05
Argentina / 2010 /16 min. – Direção: Diego M. Castro
 
Aleph
França / 2010  / 15 min. – Direção: Yakup Girpan
 
A ordem das coisas / El orden de las cosas
Espanha / 2010 / 19 min. – Direção: César Estaban e José Esteban
 
Tudo bem
Rússia / Espanha / 2010 / 13 min. – Direção: Manuel Xavier
 
O Potro / The Foal
Austrália / 9 min. / 2010 – Direção: Josh Tanner
 
O Banho de Micky – Bathing Micky
Dinamarca / 15 min. / 2010 – Direção: Frida Kempff
 
Rita
Espanha / 15 min. / 2010 – Direção: Fabio Grassadonia
 
The Magus 
EUA / 12 min. / 2011 – Direção: Jaimz Asmundson
 
Le Jouer de Citerne 
França /2010 /14 min. – Direção: Emmanuel Gorinstein
 
Colivia / A gaiola
Romênia / Holanda /2010 /17 min. – Direção: Adrian Sitaru
 
Narkis
Israel /2011 /10 min. – Direção: Noam Ellis
 
O Pregador / Preacher
Polônia /2009 /27:30 min. – Direção: Daan Van Baelen
 
A eternidade comecará está noite / Forever Gonna’s Start Tonight
EUA /2011 /16 min. – Direção: Eliza Hittman
 
Cartão postal / La carte
França /2010 /7`30 min. – Direção: Stefan Le Lay
 
Nothing personal 
Bulgária /2010 /15 min. – Direção: NF
 
Lavan
Israel /2010 /15 min – Direção: Noan Kaplan
 
Six easy pieces / Seis peças fáceis
EUA /2010 /10 min. – Direção: Reynold Reynolds
 
Sashenka
Israel /2010 /9 min. – Direção: Anna Gurevich
 
Smolarze / Charcoal Burners
Polônia /2010 /15 min. – Direção: Piotr Zlotorowicz
 
Wags /Wife and girlfriends /Mulheres e Namoradas
Alemanha /2009 /29 min. – Direção: Evi Goldbrunner
 
Pizzangrillo
Itália /2011 /15 min. – Direção: Marco Gianfreda
 
Protoparticulas
Espanha /2010 /7 min. – Direção: Chema Garcia Ibarra
 
Magia
França /6`35 min. /2010 – Direção: Gerard Cairaschi
 
Stanka vai para casa / Stanka goes home
Bulgária /15min. /2010 – Direção: Maya Vitkova
 
 
MOSTRA OLHAR CRÍTICO – COMPETIÇÃO OFICIAL
 
Totó
Itália /2009 /125 min. – Direção: Peter Schreiner
 
El ambulante
Argentina/2010/105 min. – Direção: Eduardo de la Serra, Lucas Marcheggiano e Adriana Yurcovich
 
El medico /Cubation Story
Cuba /2009 /105 min. – Direção: Daniel Fridell
 
Atomic and disco war
Estônia / Filândia /2009 /80 min. – Direção: Jaak Kilmi
 
Pit n. 8
Estônia / Ucrânia /2010 /95 min. – Direção: Marianna Kaat
 
Metrobranding
Romenia /2010 /92 min. – Direção: Ana Vlad, Adi Voicu
 
LONGAS – MOSTRA COMPETITIVA BRASIL

Além da estrada
Brasil/Uruguai – 90 min. – Direção: Charly Braun

Avenida Brasil Formosa
Documentário – 2010 – 84 min. – Direção: Gabriel Mascaro

A última estrada da praia
Ficção – 2010 – 93 min. – Direção: Fabiano de Souza

Os monstros
Ficção – 2011 – 81 min. – Direção: Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes, Ricardo Pretti

Os residentes
Ficção/Experimental – 2010 – 120 min. – Direção: Tiago Mata Machado

Terra Deu, Terra Come
Documentário – 2010 – 88 min. – Direção: Rodrigo Siqueira
 
A cantora Áurea Martins é tema do curta do cineasta carioca Zeca Ferreira
 
CURTAS – MOSTRA COMPETITIVA BRASIL

O último retrato
Documentário – 2009 -15 min. – Direção: Abelardo de Carvalho

Avós
Ficção – 2010 – 12 min. – Direção:Michael Wahrmann

Caos
Ficção – 2010 – 15:40 min. – Direção:Fábio Baldo

Áurea
Documentário – 2009 – 12 min. – Direção: Zeca Ferreira

O som do tempo
Documentário – 2010 – 10 min. – Direção:Petrus Cariry

Mapa-mundi
Ficção – 2009 – 15 min. – Direção:Pedro Zimmermann

Uma noite em 68
Experimental – 2010 – 11:30 min. – Direção:Ionaldo Araujo

O contador de filmes
Documentário – 2010 – 15 min. – Direção:Ellinaldo Rodrigues

O trabalho final
Ficção – 2011 – 17 min. – Direção:Felipe Mendonça Moraes

Direita é a mão que você escreve
Ficção – 2009 – 15 min. – Direção:Paula Santos

A sutil circunstância
Ficção – 2011 – 10 min. – Direção:Matheus Rocha e Gabriela Amaral Almeida

Alguém tem que honrar essa derrota
Experimental – 2009 – 7:30 min. – Direção:Leonardo Esteves

Paragolétriko
Ficção – 2011 – 15 min. – Direção: NF

Tempestade
Animação – 2010 – 10 min. – Direção: Cesar Cabral

Meu medo
Animação – 2010 – 10:46 min. – Direção:Murilo Hauser

Carreto
Ficção – 2010 – 12 min. – Direção:Cláudio Marques e Marília Hughes

A dama do Peixoto
Documentário – 2010 – Direção: Douglas Soares e Allan Ribeiro –

Orquestra do som cego
Documentário – 2010 – 13 min. – Direção:Lucas Gervilla

Acercadacana
Documentário – 2010 – 20 min. – Direção:Felipe Peres Calheiros

Permanências
Documentário – 2010 – 30 min. – Direção:Ricardo Alves Junior

A vermelha luz do bandido
Documentário – 2009 – 16 min. – Direção:Pedro Jorge

Naiá e a lua
Ficção – 2010 – 13 min. – Direção:Leandro Tadashi

Traz um amigo também
Ficção – 2010 – 15 min. – Direção:Frederico Cabral

Aos pés
Ficção – 2010 – 18 min. – Direção:Zeca Brito

Mãos de outubro
Documentário – 2010 – 20 min. – Direção: Vitor Souza Lima

Um animal menor
Ficção – 2010 – 20 min. – Direção:Pedro Harres e Marcos Contreras

Onde você vai?
Ficção – 2010 – 15 min. – Direção:Victor Fisch
Doce de coco
Ficção – 2010 – 20 min. – Direção:Allan Deberton

Sobre os restos dos dias
Ficção – 2010 – 17 min. – Direção:Alexandre Baxter e Luiz Felipe Fernandes

Eu não quero voltar sozinho
Ficção – 2010 – 18 min. – Direção: Daniel Ribeiro
 
Aos Pés, do gaúcho Zeca Brito, é outro forte concorrente da Mostra Brasil
 
 
FILME DE ABERTURA
 
Lola (Lola)
Filipinas / França / 2009 – 110 min.
Direção: Brillante Mendonza
 
FILME DE ENCERRAMENTO
 
Caminho para o nada (Road to nowhere)
EUA / 2010 / 121 min.
Direção: Monte Hellman
 
O Festival contará com vários outros filmes internacionais na MOSTRA EXPECTATIVA e ainda terá homenagens especiais ao diretor Werner Herzog com retrospectiva de seus filmes, sessão especial com premiados do Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte e Mostra Alumbramentos.

São Luís Terá Semana do Audiovisual

 A comunidade acadêmica de São Luís terá em junho mais uma oportunidade para expor seu talento no cinema.

Até amanhã estão abertas inscrições para a 1ª Mostra Universitária Audiovisual. Como parte da programação da II Semana do Audiovisual, em conjunto com a XI Semana de Comunicação, a mostra exibirá vídeos de estudantes e servidores universitários de todo o estado.

A 1ª Mostra Universitária Audiovisual objetiva incentivar a produção de vídeos no estado, além de dar visibilidade ao que se tem feito em, nessa área, São Luís e no interior. Estudantes de qualquer curso de graduação ou pós-graduação podem se inscrever, desde que regularmente matriculados numa instituição de ensino superior. Além disso, a mostra também é aberta a servidores de instituições acadêmicas.

Serão exibidos curtas-metragens com até 10 minutos de duração. Segundo o representante do Cineclube Casarão Universitário, Bruno Lacerda, a quantidade de vídeos a serem exibidos ainda não está definida: “Iremos trabalhar o ajuste do tempo dos vídeos com o tempo da mostra, que será de aproximadamente duas horas”, explica.

Para participar da seleção, basta realizar a inscrição na Semana de Comunicação pelo sítio virtual http://www.semanacomunica.ufma.br, no link Chamada de Trabalhos e apresentar o pedido de inscrição no Departamento de Comunicação Social da UFMA, no prédio do CCSo (Campus Bacanga). O candidato deve entregar, em envelope, uma relação de documentos (disponíveis no regulamento), duas cópias de cada vídeo em DVD e um CD contendo informações como fotos de divulgação, sinopse do filme, ficha técnica, etc. O diretor do vídeo também tem liberdade para publicar releases, cartazes e qualquer outro material de divulgação da sua produção.

A segunda edição da Semana do Audiovisual acontecerá entre 31 de maio e 3 de junho, na UFMA, durante a XI Semana de Comunicação. Além da Mostra Universitária, ganham destaque na Semana outras atividades, tais como o lançamento do filme Céu Sem Eternidade, dirigido pela cineasta Eliane Caffé.

O longa-metragem é um documentário produzido ano passado pelo coletivo da oficina audiovisual de Alcântara, reunindo quilombos da região, estudantes da UFMA e participantes dos Pontos de Cultura “Comunica”. Para as discussões acadêmicas, a Semana de Comunicação contará com a participação dos expressivos pesquisadores Marcos Palácios (UFBA), e André Pase (PUC-RS).

Inscrições Abertas ao GUARNICÊ

O 34º Festival Guarnicê de Cinema será realizado de 29 de agosto a 2 de setembro na cidade de São Luís do Maranhão.

Promovido pela Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, com apoio de organizações públicas e empresas, o 34º Festival Guarnicê já está com inscrições abertas no site www.cultura.ufma.br.

O Festival é um grande painel de difusão e fomento ao Cinema Brasileiro, favorecendo o intercâmbio entre países ibero-americanos e de língua portuguesa. 

Constituído de mostras competitivas e não competitivas, o 34º Festival Guarnicê de Cinema aceitará filmes na bitola 35mm e vídeos realizados no sistema NTSC, em qualquer formato de captação. As mostras não-competitivas serão realizadas em sistema de itinerância e constituídas de vídeos e filmes em curta, média e longa metragem, convidados os que não se enquadrem nos critérios da competição.

A edição do festival este ano manterá os concursos Guarnicê de Filmes Longa Metragem; Guarnicê de Filmes Média e Curta Metragem; Guarnicê de Vídeos; Troféu Guarnicê para Tele-Reportagem, exclusivo às emissoras de televisão do Maranhão; Troféu Guarnicê para Comercial, destinado apenas às agências e produtoras de vídeos maranhenses e ainda os Troféus Guarnicê para Vídeo 1 Minuto e Videoclipe.

Poderão participar cineastas e videastas brasileiros, ibero-americanos e de países da língua portuguesa. Cada participante poderá inscrever até dois filmes e/ou vídeos, de longa, curta e média metragem.

Vale lembrar: a duração para Curta Metragem é de até 15 minutos, Média Metragem (16 a 59 minutos) e Longa Metragem (70 a 130 minutos). O festival tem tema livre. Não serão aceitos, de nenhuma forma, trabalhos que já competiram nas edições anteriores do Guarnicê.

O responsável pela inscrição deverá permitir a doação de uma cópia da sua obra audiovisua,l em mídia digital no formato DVD, por meio do preenchimento da Ratificação de Permissão à UFMA para incorporação ao acervo do Departamento de Assuntos Culturais. Para todos os trabalhos (filmes e vídeos), o responsável pela inscrição deverá enviar Declaração à coordenação do Festival informando que dispensa cobrança oriunda de direito autoral por parte do ECAD (Lei 9.610/98). Essa declaração deve ser assinada pelo autor da Trilha Sonora e o diretor da obra audiovisual.

A inscrição do trabalho deverá constar de: a) Preenchimento da ficha de inscrição, tendo em anexo fotos, releases, currículo em CD-ROM (extensão JPEG ou TIFF) para imagens com 300 dpi e para textos em Word para divulgação. Cada trabalho deve ser gravado em DVD, individual e identificado com nome, endereço, telefone e e-mail e Declaração dos Direitos autorais e Ratificação de Permissão.

Os trabalhos inscritos e seus anexos deverão ser entregues ou enviados por postagem à: UFMA/PROEX/DAC – FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA. Rua Grande, 782 – Centro. CEP: 65020-250. São Luís/MA. Informações: 98 3231 2887 (Coordenação) – 3232 3901 (Secretaria) e 3221 0756 (Informática). Por email: dac.audiovisual@ufma.br, até as 18h na coordenação do Festival e até as 23h59 de 10 de junho/2011 pela internet.

Saiba mais: http://www.cultura.ufma.br.

Abertas Inscrições ao Guarnicê

O 34º Festival Guarnicê de Cinema será reaalizado de 29 de agosto a 2 de setembro,em São Luís do Maranhão. Promovido pela Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, com apoio de organizações públicas e empresas, o 34º Festival Guarnicê está com inscrições abertas no site http://www.cultura.ufma.br.O 34º Festival Guarnicê de Cinema incentiva a realização de vídeos e filmesem curta, média e longa metragem no Brasil e fomenta ainda o aparecimento de novos realizadores. O Festival também difunde a produção do audiovisual nacional e favorece o intercâmbio entre países ibero-americanos e de língua portuguesa.Constituído de mostras competitivas e não competitivas, o 34º Festival Guarnicê de Cinema aceitará filmes na bitola 35mm e vídeos realizados no sistema NTSC, em qualquer formato de captação. As mostras não competitivas serão realizadas em sistema de itinerância e constituídas de vídeos e filmes em curta, média e longa metragem, convidados ou que não se enquadrem nos critérios da competição.

A edição 2011 do festival manterá os concursos Guarnicê de Filmes Longa Metragem; Guarnicê de Filmes Média e Curta Metragem; Guarnicê de Vídeos; Troféu Guarnicê para Tele-Reportagem, exclusivo às emissoras de televisão do Maranhão; Troféu Guarnicê para Comercial, destinado apenas às agências e produtoras de vídeos maranhenses e ainda os Troféus Guarnicê para vídeo 1 Minuto e Videoclipe.

Podem concorrer cineastas e videastas brasileiros, ibero-americanos e de países da língua portuguesa. Cada concorrente pode inscrever até dois filmes e/ou vídeos, de longa, curta e média metragem, sendo que a duração para Curta Metragem é de até 15 minutos, Média Metragem (16 a 59 minutos) e Longa Metragem (70 a 130 minutos). O festival tem tema livre. Não serão aceitos trabalhos que já competiram nas edições anteriores do Festival Guarnicê de Cinema.

SUGESTÕES

O responsável pela inscrição deverá permitir a doação de uma cópia da sua obra audiovisual em mídia digital no formato DVD, por meio do preenchimento da Ratificação de Permissão à UFMA para incorporação ao acervo do Departamento de Assuntos Culturais. Para todos os trabalhos (filmes e vídeos), o responsável pela inscrição deverá enviar Declaração à coordenação do Festival informando que dispensa cobrança oriunda de direito autoral por parte do ECAD (Lei 9.610/98).

Essa declaração será assinada pelo autor da Trilha Sonora e o diretor da obra audiovisual. A inscrição do trabalho deverá constar de: a) Preenchimento da ficha de inscrição, tendo em anexo fotos, releases, currículo em CD-ROM (extensão JPEG ou TIFF) para imagens com 300 dpi e para textos em Word para divulgação. Cada trabalho deve ser gravado em DVD, individual e identificado com nome, endereço, telefone e e-mail e Declaração dos Direitos autorais e Ratificação de Permissão.

Os trabalhos inscritos e seus anexos deverão ser entregues ou enviados por postagem à: UFMA/PROEX/DAC – FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA. Rua Grande, 782 – Centro. CEP: 65020-250. São Luís/MA. Informações: 98 3231 2887 (Coordenação) – 3232 3901 (Secretaria) e 3221 0756 (Informática). Por email: dac.audiovisual@ufma.br, até as 18h na coordenação do Festival e até as 23h59 de 10 de junho/2011 pela internet. Regulamento completo, acesse: http://www.cultura.ufma.br.

Olhar de João Encanta…

O curta-metragem OLHAR DE JOÃO, com direção da jornalista goiana Mariley Carneiro, é um documentário de pouco mais de 20 minutos que vem colecionando prêmios em festivais pelo país e já tem agenda internacional.  

 

Fotográfo João Caetano, tema do DOC, com Mariley Carneiro e Jaubas Alencar, diretor de Desenvolvimento do Banco do Nordeste do Brasil no Maranhão        Foto Lauro Vasconcellos

A Sinopse do curta diz: Pensar como a natureza pensa. Mas como é pensar como a natureza pensa, se a gente não percebe a natureza e a despreza?” Ela grita, agoniza, pede socorro, mas quem vê ? O documentário Olhar de João mostra a forma singular com que o fotógrafo João Caetano, vê as faces e formas ocultas em pedras, troncos, flores e frutos. Um alerta através da fotografia. 

Sobre o filme, o cineasta Andreson Carvalho diz: 

 

Assisti ao filme e quero parabenizá-los. Ele merece não só os prêmios recebidos no Guarnicê, como muitos outros. Tudo no filme se encaixa perfeitamente. Como o próprio João disse, a música contribuiu bastante na construção do filme.

Eu, particularmente, gostei de dois momentos: quando o João relata ter-se visto pela primeira vez numa fotografia e quando ele aponta e mostra os contornos das imagens percebidas por ele.Quando o filme termina, fica aquele gostinho de quero mais. Essa, na minha opinião, é a prova de um trabalho muito bem realizado.

 

O fotógrafo João Caetano, Markinho Itapary, Andreson Carvalho e Mariley Carneiro

 

Andreson Carvalho ajudando Mariley a carregar seus “Guarnicês”… foto Aurora Miranda Leão

Para conferir o trailler, acesse

http://festivalguarnice.blogspot.com/2010/06/clicks-fotos-lauro-vasconcelos.html

Vivas ao GUARNICÊ !!!

Atendendo a pedido da jornalista maranhense Izabel Almeida, traçei algumas considerações sobre o tradicional Festival Guarnicê de Cinema, aberto ontem à noite:

 
Acompanho o GUARNICÊ desde 2003 e de lá pra cá, venho notando melhoras e crescimento significativo no festival – aumento no número de inscrições, participação crescente de realizadores e adesão do público, diversificação da programação com mais mostras e itinerâncias, tendo inclusive gerado dois frutos importantes: o festival de Vídeo de Bolso e o Curta Lençóis. Costumo dizer, carinhosamente: o Guarnicê é o Festival MAIS FESTEIRO DO BRASIL !

O Guarnicê foi minha porta de entrada para o Maranhão. Conhecer São Luís foi uma experiência especial e modificadora na minha vida. Achei linda a cidade e a maneira como as pessoas aprovam, aplaudem e curtem sua própria Cultura.

O Centro Histórico de São Luís é uma jóia preciosa e o coordenador do festival por mais de 3 décadas, Euclides Moreira Neto (que se tornou meu amigo querido), sempre fez questão de prestigiar as maravilhas peculiares à São Luís, ofertando o rico acervo cultural maranhense aos visitantes de outros estados, possibilitando uma interação prazerosa e frutífera entre todos os convidados e realizadores, das várias regiões brasileiras, tendo o Centro Histórico como grande ponto de referência e difusão da cultura maranhense. O novo coordenador do festival, que assumiu o leme ano passado, professor Alberto Dantas, chegou com disposição e tem tentado, com determinação e empenho pessoal, levar adiante a honrosa tradição do festival, marco na história do audiovisual brasileiro. 

 

Alice Gonzaga, Aurora Miranda Leão e Euclides Moreira Neto no hall do Grand São Luís Hotel em 2008

            Através do GUARNICÊ conheci a beleza ímpar do Bumba-meu-Boi e do Cacuriá e a energia contagiante do Tambor de Crioula. Tornei-me, desde então, uma adepta de primeira hora do Boi e do Tambor, e, orgulhosamente, possa dizer ter sido muitas vezes chamada de “coureira” – grito de guerra entoado pelas mulheres que praticam a gostosa dança ao som dos tambores esquentados e calorosos, típicos da sonoridade da terra de Arthur Azevedo.

Não foram raras as vezes em que cheguei a Fortaleza com os pés “premiados” por enormes calos, adquiridos nas maviosas danças do Tambor. É tanta minha sintonia com os ritmos maranhenses que cheguei até a realizar um curta chamado SANTALEGRIA, uma declaração apaixonada de apreço e respeito pela cultura popular do estado que faz fronteira com meu berço natal. 

              

Pura diversão a quadrilha que celebrou o encerramento do Guarnicê 2007

 Desde que conheci São Luís, estar na capital maranhense durante os festejos juninos tornou-se saudável “obrigação”. É uma alegria imensa presenciar e participar deste que é o São João mais eclético e intenso do Brasil. Aliás, é no Maranhão onde o Nordeste pulsa mais forte em mim e sinto-me em casa quando avisto os primeiros sinais do Centro Histórico de São Luís.

 

O GUARNICÊ é um festival tradicional e de suma importância para a cultura audiovisual do país. Quando comecei a freqüentá-lo, comecei a perceber sua grandeza e espaço privilegiado no cenário artístico do país. Constatei não tratar-se apenas de um festival de cinema mas um enorme congraçamento de várias formas artísticas, no qual a dança, a música, os folguedos populares, o cinema, a gastronomia – e mais recentemente, as novas mídias – interagem formando um multifário mosaico a pulsar em  cores, ritmos, sons, sabores, alegrias.

 

Leona Cavalli, Aurora, Fafy Siqueira e Teca Pereira na edição 2998

É fácil perceber também, para quem atua há cerca de 10 anos na cobertura jornalística de vários eventos culturais: o Guarnicê é um festival que mobiliza as atenções de criadores – entre diretores, roteiristas, fotógrafos, atores, técnicos – de todo o país, o que é evidenciado pelo número sempre muito grande de inscrições, chegadas de vários cantos do país.

 

Lucélia Santos, homenageada da noite de encerramento (edição 2008), e Veiga Júnior, sempre uma força na organização

É sempre significativo o número de inscrições de filmes cearenses, e há sempre um número considerável de produções do Ceará concorrendo aos troféus do Guarnicê.Lembro muito bem quando em 2006 a colega realizadora Michelline Helena, roteirista profícua, de atuação marcante no Ceará, ganhou vários prêmios com seu curta Marilza e a Lata de Leite Condensado… Aliás, uma das coisas que sempre me chamou a atenção no festival, foi o interesse toda vez demonstrado por realizadores de todo o país em participar do festival.

 

O querido amigo ALLAN RIBEIRO, premiadíssimo no festival de 2007 do Guarnicê… aliás, ganhar prêmios é uma constante na trajetória de Allan. Saravá !!!

Quanto à edição deste ano, que prevê mudanças como a escolha do Centro de Convenções para as exibições, e que recebe aporte financeiro especial – tendo inclusive a Petrobrás como marca única a “Apresentar” o Festival -, acredito possa trazer um diferencial capaz de ressignificar valores, estratégias e ações, visando a uma amplitude na abrangência do festival, dotando-o de maior visibilidade junto à cadeia produtiva da cultura, e demarcando sua realização como de extrema relevância para o fomento e incremento da produção audiovisual, sobretudo do Nordeste.

 

Euclides Moreira Neto, hoje presidente da Fundação Municipal de Cultura, Rosamaria Murtinho (homenageada 2006) e Aurora Miranda Leão

    Meus votos sinceros e incentivo indormido para que o Guarnicê se reafirme EVENTO DE SUMA ACUIDADE para a Cultura do Nordeste, abraçando cada vez mais as manifestações populares típicas e tradicionais da região como valores do Patrimônio Imaterial Brasileiro, e reverbere, nos quatro cantos do país, como espaço irradiador, multicultural, abrangente e necessário para a produção, exibição, formação e discussão sobre o lugar permanente de destaque no qual queremos ver o CINEMA BRASILEIRO incluído, sempre mais.

 
 
Rubens Ewald Filho, Aurora Miranda Leão e Paulo Betti em noite de lançamento literário na edição 2007 do Guarnicê. Foto Lauro Vasconcelos.