Arquivo da tag: Curta Canoa e Mostra Itinerante de Cinema em destaque no #blogauroradecinema

Ceará faz Cinema em Caminhão e mobiliza público de todas as idades

Salvino Lobo cinema

Cearenses se encantam com cinema em praça pública (foto Salvino Lobo).

A V Mostra Itinerante de Cinema do Ceará acontece em várias cidades cearenses até julho. Realização da Instituto Social de Arte e Cultura do Ceará (ISACC) com apoio do Governo do Estado através da Secretaria de Estado da Cultura, a Mostra está em sua quinta edição. O objetivo é levar cinema brasileiro para as populações que não podem ter acesso aos filmes produzidos no país e exibidos em salas comerciais.

A equipe do ISACC, tendo à frente o realizador e produtor cultural Adriano Lima, percorre o Estado num caminhão, levando todo o equipamento necessário para que as exibições aconteçam. Durante a programação, são exibidos gratuitamente filmes de curta e longa-metragem, além de videoclipes produzidos por diretores cearenses.

A edição deste ano começou de fato em dezembro passado, na cidade de Aracati, aquela cidade litorânea cheia de lindezas que o cearense ama e todo turista quer conhecer. O pontapé para a largada na ideia do Cinema Itinerante foi marcado em Aracati porque ali, onde se abriga a paradisíaca Canoa Quebrada, Adriano faz anualmente o festival CURTA CANOA (havendo lacuna do passado por falta de verba, mas torcemos para que o festival retorne com toda sua importância), o que motivou a percepção de que, se em plena praia e ao ar livre, a comunidade se reúne para ver as mais diversas produções de cinema, o mesmo poderia acontecer noutras cidades. E assim foi feito. E tem sido sucesso.

A equação é simples: basta uma tela, no meio de qualquer lugar, para compor um cenário propício à exibição de filmes de qualquer tamanho, com histórias de todo tipo, e ainda produções musicais: a tela causa um fascínio e atrai gente de todas as idades, e isso ajuda a formar público para o audiovisual brasileiro. Por isso, é tão importante a iniciativa do ISACC e a determinação do Governo do Estado em bancar o projeto do Cinema Itinerante.

O projeto já passou pelos municípios de Jaguaruana, Palhano, São João do Jaguaribe, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Quixeré, Umari, Pindoretama, Barreira, Redenção e Guaiúba. A programação este ano prossegue até julho, e mais 19 cidades estão no roteiro.

A Mostra Itinerante de Cinema conta ainda com apoio da Secretaria da Educação do Ceará (SEDUC), parceria da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), apoio cultural do Banco do Nordeste (BNB) e tem produção executiva do Instituto Social de Arte e Cultura do Ceará (ISACC).

A finalidade da Mostra Itinerante de Cinema do Ceará é tornar o cinema acessível ao maior número de pessoas, daí porque a iniciativa passa a ser uma política pública de cultura do Estado: “A Mostra tem sido essencial para que pessoas do interior do Estado tenham contato com a arte e a cultura. Muitos aqui tiveram por meio desse projeto o contato pela primeira vez com o cinema e isso é muito gratificante”, afirma Duarte Dias, coordenador de audiovisual da Secult e curador da mostra.

Mas além da exibição gratuita de filmes e videoclipes, a V Mostra Itinerante de Cinema do Ceará também oferece oficinas de Cineclubismo e Animação para as escolas municipais, numa parceria entre a Secretaria da Cultura e Secretaria de Educação do Ceará. Dessa forma, a mostra contribui para a formação dos estudantes, dentro e fora da sala de aula. É uma ótima maneira de aproximar crianças e jovens da linguagem artística e de apresentar possibilidades de inserção no mercado da economia criativa.

Made in Ceará

Outro ponto forte da V Mostra Itinerante de Cinema do Ceará são as produções selecionadas: todas cearenses. Fazem parte da mostra o longa “Padre Cícero: Os Milagres de Juazeiro”, obra de Helder Martins, e seis curtas e médias-metragem que contemplam os gêneros consagrados na linguagem cinematográfica: os documentários “Becco do Cotovelo”, de Pedro Cela e Eduardo Cunha, “Couro Tecido”, de Adriana Barbalho, e “Negro lá, negro cá”, de Eduardo Cunha de Souza; as ficções “Céu Limpo” de Marcley de Aquino e Duarte Dias, “Doce de Coco”, de Allan Deberton, e a animação “Esaú, o contador de história”, de André Dias.

Cinema empresta nova feição para o cotidiano das cidades (foto Salvino Lobo).

Programação da V Mostra Itinerante de Cinema do Ceará

Monsenhor Tabosa

23 e 24 de maio – Exibição20 a 24 de maio – Oficina

Ibicuitinga

26 e 27 de maio – Exibição

03 a 07 de junho – Oficina

Quixadá

28 e 29 de maio – Exibição

03 a 07 de junho – Oficina

Banabuiú

30 e 31 de maio – Exibição

10 a 14 de junho – Oficina

Iguatu

01 e 02 de junho – Exibição

10 a 14 de junho – Oficina

Tarrafas

03 e 04 de junho – Exibição

17 a 21 de junho – Oficina

Potengi

05 e 06 de junho – Exibição

17 a 21 de junho – Oficina

Altaneira

07 e 08 de junho – Exibição

24 a 28 de junho – Oficina

Caririaçu

09 e 10 de junho – Exibição

24 a 28 de junho – Oficina

Crato

11 e 12 de junho – Exibição

24 a 28 de junho – Oficina

Jati

29 e 30 de junho – Exibição

01 a 05 de julho – Oficina

Jardim

01 e 02 de julho – Exibição

01 a 05 de julho – Oficina

Abaiara

09 e 10 de julho – Exibição

08 a 12 de julho – Oficina

Barbalha

11 e 12 de julho – Exibição

08 a 12 de julho – Oficina

*Para mais informações, acesse https://www.secult.ce.gov.br/