Arquivo da tag: curta

Reta final de inscrições ao BRAFFTV

A organização do BRAFFTV se prepara para a etapa de seleção dos filmes participantes da Mostra Competitiva, logo após o encerramento das inscrições, na próxima quarta, 25 de julho, às 23 horas e 59 minutos (hora Canadá). Os filmes poderão ser inscritos no link http://www.brafftv.com/brafft/regulamento.html

  

A mostra competitiva do BRAFFTV apresenta ao mercado canadense produções brasileiras realizadas nos últimos dois anos – documentário e ficção – longas, média e curtas-metragens. Os filmes premiados recebem o troféu Golden Maple para Melhor Público,  Ator, Atriz, Diretor e Filme nas  seguintes categorias:   “Curta/Média”  e  “Longa”. O Melhor Documentário também é contemplado. 
Este ano, a programação se estenderá por todo o mês de outubro, no Bloor Cinema, Carlton Cinema e TIFF Bell Lightbox, com atividades variadas em torno do mercado cinematográfico:
* Pré-BRAFFTV com apresentação gratuita na Biblioteca Pública de Toronto,
* Mostra Convidada e Competitiva,

* Mostra Brah-zoo-kah – filmes feitos por brasileiros que moram foram do país,

* Mostra Brazil through other eyes (O Brasil visto por outros olhos )– dedicada a cineastas internacionais que utilizam o Brasil como tema de suas obras,

* Encontro com profissionais da indústria cinematográfica canadense com o objetivo de fomentar negócios e  incentivar novas co-produções,

  * Visitas técnicas a estúdio de cinema e produtora canadense,

  * Vitrine Televisiva com a exibição de pilotos  para compradores de televisão e produtores canadenses,

  * Painel sobre mercado brasileiro para produtores canadenses,

* Seminários, palestras e oficinas profissionalizantes na Universidade
de Toronto,

* Feira permanente de produtos e serviços brasileiros no Carlton Cinema.

Os festivais filhotes gerados pelo BRAFFTV como o UpTo3′ – filmes transmídias de até 3 minutos – e o Pink Latino – mostra de filmes de diversidade e gênero – também acontecerão em outubro.

25 anos de imigração

Em 2012, comemora-se o aumento da grande leva de brasileiros no Canadá. Para marcar essa data, o BRAFFTV irá apresentar  diversas histórias na festa de lançamento, dia 3 de outubro, no Lula Lounge.   O assunto também será tema de debate na Universidade de Toronto. O  filme Under the Table (Toni Venturi),  rodado no Canadá, quando Toni estudou na Ryerson University, abrirá as discussões.

Curta Cinema: inscrições até dia 27

As inscrições de curtas brasileiros no Curta Cinema 2012 – Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro para a competição nacional e panorama carioca se encerram dia 27 de julho. As inscrições internacionais já estão encerradas.

Os filmes devem ser inscritos pelo site www.shortfilmdepot.com. Este ano, os filmes também podem ser enviados a partir de link eletrônico protegido (como Vimeo e similares), não sendo obrigatório o envio de cópias físicas para a validação das inscrições.

Além da projeção de filmes, o Festival desenvolve uma série de atividades paralelas como palestras, workshops, oficinas e debates. São atividades de caráter informativo e educativo, voltadas tanto para profissionais da área quanto para a formação do público, incentivando a reflexão, o aprendizado e o intercâmbio de ideias.

Mais informações: http://curtacinema.com.br.

No Passo do Birim evidencia cultura popular nordestina

Novo Documentário Aurora de Cinema mostra grupo de coco do interior do Ceará em projeto aprovado no edital BNB – BNDES…

No Passo do Birim é o novo curta-metragem da jornalista, atriz e produtora audiovisual, Aurora Miranda Leão – fruto de projeto aprovado no edital Cultura da Gente (parceria BNB-BNDES).

O curta-metragem tem formato digital, com 15m, e marca os 30 anos de atuação ininterrupta do Coco das Mulheres da Batateiras, grupo de cultura popular formado por mulheres, e atuante no interior do Estado do Ceará.

NO PASSO DO BIRIM está sendo lançado em instigante volume, reunindo um CD e um DVD, a partir de trabalho conjunto do selo Equatorial Produções e da produtora Aurora de Cinema (com finalização da Cabeça de Cuia Filmes) – com produção do músico e pesquisador cearense Calé Alencar e Aurora Miranda Leão, no qual é evidenciada a cultura popular nordestina através do grupo Coco das Mulheres da Batateiras.

Brincantes do folguedo no município do Crato (CE), as mulheres que integram o Coco das Mulheres da Batateiras estão no CD-DVD NO PASSO DO BIRIM em voz, ritmo e imagens.

A caixa conjunta reúne um CD com canções gravadas pelo Coco das Mulheres da Batateiras, e um DVD, contendo 5 trabalhos audiovisuais realizados por Aurora Miranda Leão, a saber, os curtas SantAlegria, A Casca Avoa e o Miolo Fica, Resta Um, No Passo do Birim e o videoclip Batuques & Bantos (sobre música homônima do compositor cearense Calé Alencar).

Por enquanto, ainda não há lançamento oficial agendado mas o Aurora de Cinema está organizando uma ida ao Crato para exibir o documentário para suas protagonistas, além de estar recebendo convites para lançar o trabalho em alguns festivais de cinema…

Inscrições para a Mostra Curta Sertão

Abertas inscrições à 3ª Mostra Nacional Curta Sertão. Podem ser inscritos filmes e vídeos de curta-metragem com até 25 minutos de duração, produzidos em qualquer formato e realizados no Brasil, finalizados a partir de janeiro de 2010, que não tenham participado das edições anteriores da Mostra.

A Mostra Nacional Curta Sertão será realizada em setembro, nas cidades de Floresta, Tacaratu e Belém de São Francisco, no estado de Pernambuco.

A inscrição é gratuita e deverá ser feita até 1 de agosto. O edital e a ficha de inscrição estão disponíveis no site do Ponto de Cultura Sertão Itaparica Mundo: http://sertaoitaparicamundo.blogspot.com.

Curta Cinema abre inscrições

As inscrições para o processo de seleção do Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema 2012 já estão abertas. A cada ano, o festival recebe cerca de 3.000 inscrições, que são submetidas à avaliação de um comitê de seleção, para compor uma média de 300 filmes que integram a programação oficial.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.shortfilmdepot.com. O prazo para as inscrições internacionais é dia 29 de junho, e para as nacionais, 27 de julho. Este ano, as cópias para visionamento tanto poderão ser enviadas pelos correios quanto por link eletrônico. O regulamento se encontra nos sites www.curtacinema.com.br ou www.shortfilmdepot.com . Dúvidas e esclarecimentos pelos telefones: (55 21) 2553-8918 e (55 21) 2554-9059 ou pelo e-mail programa@curtacinema.com.br.

Endereço para envio de material:

Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema 2012
Associação Franco Cultural
Avenida Beira Mar, 262, sala 403 – Centro
Rio de Janeiro – RJ – 20021-060

Abertas inscrições ao Festival de Brasília

 Setembro é o mês do 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Segundo o Secretário de Cultura do DF, Hamilton Pereira, o festival manterá as mudanças realizadas em 2011, como o fim do critério do ineditismo, a incorporação do formato digital na mostra competitiva, a descentralização das exibições e a elevação do valor do prêmio. E serão feitas mais alterações: criação de uma mostra competitiva específica para o gênero do documentário – em longa e curta-metragem –, inclusão da cidade do Gama no projeto Festival nas Satélites, transferência das exibições para as salas Villa-Lobos e Martins Penna do Teatro Nacional, e mudança no perfil da Mostra Brasília, que agora ficará sob a responsabilidade da Câmara Legislativa.

Já o coordenador do 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Sérgio Fidalgo, destaca que, com a inclusão da categoria de documentário, espera-se um volume maior de inscrições, portanto, as comissões de seleção trabalharão dez dias e não cinco, como em 2011. Serão cinco integrantes na comissão de curtas e longas de documentário, e cinco para curtas e longas de ficção.

Sérgio Fidalgo e Cibele Amaral, assessora de cinema da Secretaria de Cultura do GDF, também avisaram que pretendem marcar a 45ª como uma edição festiva. Para tanto, já anunciam o lançamento do catálogo Brasília 5.2 – Cinema e Memória, que vem sendo escrito pela pesquisadora Berê Bahia e inclui 12 mostras que irão circular pelo DF, de junho a setembro. E a realização de uma oficina de roteiro para séries televisivas contando com a presença dos escritores Marçal Aquino e Adriana Falcão.

PROGRAMAÇÃO GERAL

Mostras competitivas de filmes de longa-metragem de ficção e de documentário, filmes de curta-metragem de ficção, de documentário e de animação, além de mostras paralelas, tais como Mostra Brasília, Mostra Panorama Brasil, Festivalzinho e, ainda encontros, debates, seminários, oficinas, Cinema Voador, Festival nas cidades do Distrito Federal, lançamentos de catálogos, livros e DVDs e solenidades de abertura e de premiação.

Debate sobre séries de TV, com Marçal Aquino (Força Tarefa); Adriana Falcão (Louco por elas) e Túlio Gonçalo – crítico, roteirista, cineasta e professor no IESB (Mediador).

Debate com as equipes dos filmes concorrentes.

Seminário sobre a Crítica Cinematográfica.

Oficina de Interpretação para Câmera – com o ator libanês Mounir Maasri – para atores profissionais

Oficina Interpretação para iniciantes  – com Mallu Moraes

PRÊMIOS

Troféu Candango e prêmios em dinheiro: R$ 635.000,00

Filme de longa-metragem de ficção:

Melhor filme – R$ 250.000,00
Melhor direção – R$ 20.000,00
Melhor ator – R$ 5.000,00
Melhor atriz – R$ 5.000,00
Melhor ator coadjuvante – R$ 3.000,00
Melhor atriz coadjuvante – R$ 3.000,00
Melhor roteiro – R$ 5.000,00
Melhor fotografia – R$ 5.000,00
Melhor direção de arte – R$ 5.000,00
Melhor trilha sonora – R$ 5.000,00
Melhor som – R$ 5.000,00
Melhor montagem – R$ 5.000,00

Filme de longa-metragem documentário:

Melhor filme de longa-metragem de documentário – R$100.000,00
Melhor direção – R$ 20.000,00
Melhor fotografia – R$ 5.000,00
Melhor direção de arte – R$ 5.000,00
Melhor trilha sonora – R$ 5.000,00
Melhor som – R$ 5.000,00
Melhor montagem – R$ 5.000,00

Filme de curta-metragem de ficção:

Melhor filme – R$ 20.000,00
Melhor direção – R$ 5.000,00
Melhor ator – R$ 3.000,00
Melhor atriz – R$ 3.000,00
Melhor roteiro – R$ 3.000,00
Melhor fotografia – R$ 3.000,00
Melhor direção de arte – R$ 3.000,00
Melhor trilha sonora – R$ 3.000,00
Melhor som – R$ 3.000,00
Melhor montagem – R$ 3.000,00

Filme de curta-metragem de documentário:

Melhor documentário de curta-metragem – R$ 20.000,00
Melhor direção – R$ 5.000,00
Melhor fotografia – R$ 3.000,00
Melhor direção de arte – R$ 3.000,00
Melhor trilha sonora – R$ 3.000,00
Melhor som – R$ 3.000,00
Melhor montagem – R$ 3.000,00

Filme de curta metragem de Animação:

Melhor filme de curta-metragem de animação – R$ 20.000,00

Prêmio do Júri Popular: total R$ 65.000,00

Melhor filme de longa-metragem de ficção – R$ 20.000,00
Melhor filme de longa-metragem documentário – R$ 15.000,00
Melhor filme de curta-metragem de ficção – R$ 10.000,00
Melhor filme de curta-metragem de documentário – R$ 10.000,00
Melhor filme de curta-metragem de Animação – R$ 10.000,00

O Festival de Brasília acontecerá de 17 a 24 de setembro, e as inscrições podem ser feitas até 30 de junho. www.festbrasilia.com.br

Curta Santos prepara programação e recebe inscrições

O Curta Santos – Festival de Cinema de Santos completa uma década de existência dedicada às produções audiovisuais brasileiras, em especial àquelas produzidas no litoral de São Paulo. Este ano, o tema do evento, um dos mais importantes do país, é Futebol Arte: Centenário do Santos Futebol Clube. As inscrições para as oito mostras competitivas podem ser feitas pelo www.curtasantos.com.br.

Algumas novidades marcam a próxima edição: duas estão relacionadas diretamente ao nome. O Festival Santista de Curtas-Metragens passa a se chamar Festival de Cinema de Santos. Isto em razão das mostras especiais de longas-metragens que devem trazer à região produções inéditas de diretores e produtores consagrados nacionalmente. A terceira é para agradar aos realizadores de curtas: as tradicionais quatro mostras competitivas tornaram-se, ao todo, oito.

As mostras de filmes voltadas à competição dobraram este ano. De quatro, agora serão 8: Olhar Caiçara, Videoclipe Caiçara, Novos Olhares, Mostra Curta Santos F.C. e Mostra Minuto são as nacionais. As mostras direcionadas aos realizadores do Litoral de São Paulo são a Olhar Caiçara, Videoclipe Caiçara e Curta Escola.

A Mostra Olhar Brasilis e Mostra Videoclipe Brasilis são nacionais e de livre temática. A Mostra Curta Santos F.C. e Mostra Minuto, são, por sua vez, comemorativas e voltadas ao Santos Futebol Clube: a primeira para produções com duração de até 10 minutos e a segunda é para o torcedor fanático que quer expressar a paixão pelo time em até 60 segundos (um minuto).

Já a Mostra Novos Olhares, ainda nacional, aceita somente produções realizadas por meio de captação digital (câmeras amadoras, celulares, tablets e semelhantes – em alta ou baixa resolução), com duração máxima de 5 minutos.

As regionais são a Mostra Olhar Caiçara e Mostra Videoclipe Caiçara. Elas são voltadas a realizadores de todo o litoral de São Paulo. E com o intuito de encontrar novos e promissores talentos no audiovisual, chega a nova Mostra Curta Escola, destinada a produções de até 10 minutos, realizadas por alunos do Ensino Fundamental de Escolas da região. Para todos, nesta categoria, a temática é livre.

O 10º Curta Santos – Festival de Cinema de Santos será realizado no mês de setembro e contará com cinco dias de programação totalmente gratuita.

Curta Amazônia: inscrições ainda abertas…

 
                   INSCRIÇÕES ATÉ 20 DE ABRIL –  www.curtamazonia.com

Filmes já inscritos: GO, MA, MG, SP, PE, ES, SC, RJ, RS, AM, PR, PB,  CE, DF 

ANIMAÇÃO/CURTA-METRAGEM: 

1)        “Destimação”, de Ricardo de Podestá, animação, 2012, 13 min, livre, GO.                      

2)        “Mocó Jack”, de Luiz Botosso e Thiago Veiga, animação, 2007, 11 min 28 seg, livre, GO.                      

3)        “A ponte”, de Joaquim Haickel, animação, 2012, 7 min 28 seg, livre, MA. 

4)        “Preservar”, de Thiago Herbert, animação, 2011, 1 min, livre, MG. 

5)        “Furico & Fiofo”, de Fernando Miller, animação, 8 MIN, 2011, 12 anos, SP. 

6)        “Luz Câmera Animação”, de Giovanna Belico Cária Guimarães, animação, 2 min 25 seg, 2012, MG. 

7)        “O macaco e o rabo”, de Direção coletiva dos alunos da disciplina Animação digital (Núcleo de Design, UFPE-CAA) sob orientação do Professor Marcos Buccini, animação, 8 min 11 seg, livre, 2011, PE. 

FICÇÃO/ CURTA-METRAGEM: 

1)        “Um mal conhecido”, de Altiere Leal, ficção-experimental, 2011, 13`53”, livre,  MG. 

2)        “Abuso”, de Vitor Romera, ficção, 2011, 12 anos, SP.                      

3)        “Impressão”, de Célio Dutra, ficção, 2011, 11 min 49 seg, 16 anos, MG.                      

4)        “Eu te aceito”, de Lucas Parente, ficção, 2011, 11 min, livre, PE.                      

5)        “A fantástica vida de Baffus Bagus Bagarius”, de Alexander S. Buck, ficção-experimental, 2012, 13 min 36 seg, livre, ES.                      

6)        “Quem é Rogério Carlos?”, de Pedro Bughay, ficção, 2011, 14 min, 16 anos, SC. 

7)        “A cor da gravata”, de Garcia Jr, ficção, 2011,  11 min, 12 anos, RJ.                      

8)        “Lápis de cor”, de Alice Gomes, ficção, 2011, 16 min, livre, RJ. 

9)        “Pétala”, de Vitor Dourado, ficção, 2011, 15 min, 16 anos, SP.                      

10)     “Sombras do tempo”, de Edson Ferreira, ficção, 2012, 15 min, livre, ES.                      

11)     “Dormente”, de Alexandre Estevanato, ficção, 2011, 10 min 12 seg, 14 anos, SP.                      

12)     “Ivan”, de Fernando Rick, ficção, 2011, 15 min, 16 anos, SP. 

13)     “Pode piorar”, de João Tenório, ficção, 16 min, SP.                      

14)     “Não deixe Joana só”, de Cecilia Engels, ficção, 15 min, livre, SP. 

15)     “ALÔ”, de Washington Carvalho, ficção, 12 min 5 seg, livre, SP. 

16)     “Dona árvore”, de Igor Amin e Bruna Carvalho, ficção-ambiental, livre, MG. 

17)     “Um dia daqueles”, de José Rodolfo Masiero e Caio Pereira, ficção, 10 anos, RS.                      

18)      “O gato”, de Júnia Teixeira, ficção, 12 min, livre, SP. 

19)     “A patrulha do Xixi no banho”, de Michael Valim, ficção, 9 min 23 seg, livre, GO.                      

20)     “Sorria, amor (você está sendo filmada)”, de Pedro Murad, ficção, 3 min 56 seg, livre, RJ.                      

21)     “Hooji”, de Marcello Quintella e Boynard, ficção, 17 min, livre, RJ. 

22)     “Balão Selvagem”, de Marina Kerber, ficção, 13 min 13 seg, 14 anos, RS.

 23)     “Missão Estelar”, de Raphaela Teles, ficção, 11 min 16 seg, livre, SP. 

24)     “Janela do Passado”, de Marcio Carvalho de Mattos, ficção, 9 min 51 seg, livre, RJ. 

25)     “Apenas um”, de Leo Tabosa, ficção 7 min 58 seg, 2011, 16 anos, PE. 

26)     “Doida é a mãe”, de Elisa Bessa, ficção 4 min, 2008, livre, AM. 

27)     “Sentido”, de Deivison Fiuza, ficção 6 min, 2011, livre, SP. 

28)     “Por que corro?”, de Aristeu Araújo, ficção-experimental, 3 min, 2012, PR. 

29)     “Um sol de jacaré”, de Rosa Berardo, ficção-ambiental, 15 min, 16 anos, 2011, GO. 

30)     “Marcas D´água”, de Thais Rodrigues, ficção, 15 min, 16 anos, 2012, GO. 

31)     “De ciência e afetos”, de Sandro Mangueira, ficção, 13 min 4 seg, 12 anos, 2012, PB. 

32)     “Herói”, de Thiago Ricarte, ficção, 15 min, livre, 2010, SP. 

33)     “Fuga”, de Laura Barile, ficção, 4 min 30 seg, livre, 2012, SP.                      

EXPERIMENTAL/CURTA-METRAGEM: 

1)        “22”, de Diego Lisboa, experimental, 2011, 10 min, livre, BA.                      

2)        “Eu, Zumbi: coisas de bar ou passa a régua e traz a conta”, de Alexander S. Buck, experimental, 2011, 8 min 4 seg, 14 anos, ES.                      

3)        “Amor puro e simplesmente”, de Alexandre Lino, experimental, 2012, 3 min 35 seg, livre, 2010, RJ. 

DOCUMENTÁRIO/CURTA-METRAGEM:

 1)        “Case”, de Adalberto Oliveira, doc, 2011, 11 min, 12 anos, PE. 

2)        “Big bang e o Gênesis”, de Cleuberth Choi, doc, livre, DF.                      

3)        “Solo do silêncio”, de Pako Chagas Rocha, doc, 10 min,  livre, DF.                     

4)        “Sala de Milagres”, de Cláudio Marques e Marília Hughes, doc, 14 min, 14 anos, BA. 

5)        “O Brasil de Pero Vaz Caminha”, de Bruno Laet, doc, livre, RJ.                      

6)        “Assis que se faz”, de Carlos Segundo, doc, 15 min, livre, SP.                      

7)        “IN”, de Bruno de Oliveira, doc-experimental, 9 min 25 seg, 16 anos, PR. 

8)        “Quando eu crescer”, de Emmanuel Dias, doc, 15 min, livre, PB. 

9)        A maior praia do mundo “O Homem e a Natureza”, de Pena Cabreira, doc, 15 min, livre, RS. 

10)     “Pequena alma terna flutuante”, de André Constantin, doc, 15 min, livre, RS. 

11)     “Nego”, de Marcelo Coutinho, doc, 7 min, livre, PB. 

12)     “Tradicionalíssimo”, de Ives Albuquerque, doc, 15 min, livre, CE. 

13)     “Santa Sara”, de Laura Mansur, doc, livre, SP. 

14)     “De Catraia”, de Damaris Ribeiro, doc, 9 min, livre, SP. 

15)     “Retângulos brancos”, de Giu Jorge e Pedro Curi, doc, 15 min, livre, 2011, RJ. 

16)     “Exilados”, de Ana Paula Teixeira, doc, 20 min, livre, 2011, CE. 

17)     “Biliu, o maior carrego do Brasil”, de Lau Barboza, doc, 14 min 12 seg, livre, 2011, PB. 

18)     “Preservativo”, de Filipe Matzembacher, Márcio Reolon e Samuel Telles, doc, 16 anos, 2011, RS. 

FICÇÃO/LONGA-METRAGEM: 

1)        “Protetor”, de Cleuberth Choi, ficção, livre, DF.                      

2)        “O Carteiro”, de Reginaldo Faria, ficção, 2011, 103 min, 12 anos, RS.                      

DOCUMENTÁRIO/LONGA-METRAGEM: 

1)        “Mamomas pra Sempre”, de Claudio Kahns, doc, 2011, 83 min, 10 anos, SP.                      

2)        “No fundo nem tudo é memória”, de Carlos Segundo, doc, 2012, 75 min, livre, SP. 

CELULAR 

VIDEO-CLIPE 

AMBIENTAL