Arquivo da tag: curtas e longas-metragens

Festival de Gramado: inscrições até dia 27

Festival mais badalado do país acontece em agosto na serra gaúcha
 

Prorrogadas as inscrições às mostras competitivas da 41ª edição do Festival de Cinema de Gramado. O prazo, antes estipulado para 17 de maio, agora fica para o dia 27, coincidindo com o final das inscrições do Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema – Mostra Gaúcha de Curtas. Desta forma, todas as mostras do festival terão a mesma data limite para receber filmes.

A Curadoria de longas-metragens continua sendo feita por José Wilker, Rubens Ewald Filho e Marcos Santuario. O 41° Festival de Cinema de Gramado será realizado de 9 a 17 de agosto na cidade-palco. Para conferir o regulamento completo e mais informações: http://www.festivaldegramado.net/.

Inscrições para Festival em Chicago

Inscrições ao Festival Internacional de Cinema Latino vão até dia 21
A 29ª edição do Festival Internacional de Cinema Latino de Chicago, nos Estados Unidos, objetiva reunir filmes da América Latina, Espanha e Portugal para difundir a cultura latina no país. A produção é do Centro Cultural Internacional de Cultura Latina de Chicago e o festival vai acontecer de 13 a 27 de abril de 2013.
Todos os filmes em português devem apresentar legendas em inglês. Serão aceitos curtas e longas-metragens. Para realizar sua inscrição, é necessário preencher o formulário, enviá-lo on-line ou juntamente com o DVD, e pagar uma taxa de 50 dólares. Os proponentes das produções aceitas serão notificados por e-mail até 8 de fevereiro.

Inscrições ao Festival de Guadalajara

Abertas inscrições ao 28º Festival Internacional de Cinema de Guadalajara, que vai acontece entre 3 e 9 de março de 2013, na cidade mexicana.

O Festival de Guadalajara conta com três mostras competitivas voltadas para produções de qualquer país da América do Sul: uma para longas-metragens, uma para curtas e outra para documentários. Para participar, os filmes devem ser recentes (finalizados em 2012) e inéditos no México.

As inscrições vão até 9 de novembro (http://www.ficg.mx/28b/index.php/es/convocatorias).

Os vencedores das mostras competitivas do Festival de Guadalajara, escolhidos pelo júri especializado, receberão prêmios em dinheiro. Para a categoria Longa-metragem, o prêmio máximo é de 250 mil pesos mexicanos (aproximadamente R$ 38 mil). O melhor documentário receberá 150 mil pesos (R$ 22 mil), enquanto o curta-metragem com maior destaque receberá 75 mil pesos (R$ 11 mil). Os jurados poderão ainda outorgar prêmios especiais para menções honrosas, e o vencedor de cada categoria receberá um troféu Mayahuel, inspirado numa erva nativa da região.

Inscrição de filmes à Programadora Brasil

Abertas até 13 de setembro as inscrições para a 7ª edição da Programadora Brasil. Podem ser cadastrados no banco de dados do projeto filmes de qualquer gênero e ano de realização, com duração de 5 a 30 minutos, desde que possuam o Certificado de Produto Brasileiro (CPB), emitido gratuitamente pela Ancine – Agência Nacional de Cinema.

As inscrições podem ser feitas através do endereço eletrônico www.programadorabrasil.org.br/inscreva_seu_filme.

Títulos que se inscreveram em edições anteriores e ainda não convidados para integrar o catálogo não devem ser reinscritos, pois continuam disponíveis para a comissão de Curadoria.

Criada em 2006, a Programadora Brasil acumula hoje um total de 825 títulos lançados (abrangendo nove décadas da produção nacional), agrupados em 255 programas/DVDs. Até o final deste ano, estarão disponíveis mais 40 DVDs e 145 filmes. Atualmente, são mais de 1.500 pontos de exibição associados, em 815 municípios de 27 estados da federação.

A Programadora Brasil é um programa da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, realizado pela Sociedade Amigos da Cinemateca, sob a coordenação da Cinemateca Brasileira. O objetivo é ampliar o acesso, incentivar a produção e exibição de obras, em DVD, nos circuitos de difusão pública não-comerciais, culturais e educativos.

ComuniCurtas: Selecionados serão divulgados semana que vem

 André da Costa Pinto, idealizador e coordenador-geral, avisa: semana que vem, serão divulgados os filmes concorrentes desta edição e serão abertas as inscrições para palestras e oficinas.
 
O AURORA DE CINEMA vai participar do Festival e integrar a cobertura diária de Imprensa do COMUNICURTAS para informar seus muitos leitores.

Cine B faz 5 exibindo Cinema Brasileiro

 Cinco Vezes Favela, Agora por nós Mesmos é o filme deste mês 

Cena do primeiro episódio, Arroz com feijão… 

O CINE B, projeto de cinema itinerante realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região em parceria com a Brazucah Produções, está completando 5 anos este julho. Nesse tempo, o Cine B já levou muito do cinema brasileiro (longas e curtas-metragens) para 27.500 espectadores e realizou 222 sessões nos mais diversos bairros e comunidades de São Paulo, Osasco e Região.

Ruy Guerra: cineasta atua num dos episódios mais aplaudidos pelo público…

Segundo Cidálio Vieira Santos, coordenador do Projeto, através do Cine B, muitas pessoas experimentaram, pela primeira vez, a experiência de assistir a um filme no cinema. “Já levamos a estrutura cinematográfica do Cine B, composta por telão, projetor, caixas de som, banners, pesquisas de opinião e sorteio de camisetas do projeto, além da tradicional pipoca e de seu pipoqueiro oficial, o seu Antônio Nascimento, para escolas, salões de igrejas, quadras esportivas, debaixo de ponte, praças, ruas e parques de São Paulo e região”, conta.

 

O Cine B vai comemorar estes 5 anos com mais sessões de Cinema: dias 19, 20 e 21 de julho, o Projeto exibe no Jardim Brasília, Cohab 1 e Jardim da Conquista, bairros da Zona Leste de São Paulo, o filme Cinco Vezes Favela, agora por nós mesmos 

 

Desde 2007, o projeto já exibiu “Eu e meu guarda-chuva”, “O contador de histórias”, “O casamento de Romeu e Julieta”, “Antônia”, “A máquina”, “Meu nome não é Johnny”, entre outros títulos de sucesso. O CINEB também já realizou diversas pré-estreias de filmes brasileiros como “Raul Seixas – O início, o fim e o meio”, Divã, Era uma vez…, entre outros. 

Após as sessões, é vendido um DVD com os 5 curtas mais votados pelo público do projeto, nos 5 anos de exibição. A seleção faz parte do primeiro Selo Cine B do Cinema Brasileiro, uma coletânea de DVDs com curtas-metragens brasileiros. A ideia é popularizar este formato de filme.

 

 Cena de Deixa voar, um dos cinco episódios de Cinco Vezes Favela

Saiba mais sobre o CineB: http://cineb.spbancarios.com.br 

SERVIÇO 

Dia 19 de julho, quinta, 19h – Jardim Brasília (Zona Leste)

Onde: Entidade Juntos (Rua Canfora, 90 – Jd. Brasília)
Retirada de Convites: Sr. Humberto/ Daniel

Mais informações: (11) 2364 2328
Capacidade: 200 pessoas
 

Dia 20, às 19h – Cohab1 – Zona Leste

Onde: Associação dos Moradores – Esfuco (Travessa Antonio Brunelli, 351 – Cohab I – Artur Alvim)
Retirada de Convites: na Associação de Moradores/ 3188 5208

Mais informações: Anaildo/ Edu – 8691-6204
Capacidade: 120 pessoas 

Dia 21 (sábado), às 19h – Jardim Conquista – Zona Leste

Onde: Emef. Prof. Carlos Correa Mascaro –(av. Salve A Mocidade, 932 – Jd. Conquista).

Mais informações: 7895-1872
Capacidade: 200 pessoas

Os vencedores do XXII CineCE

Termina 22° Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema (Foto: Divulgação)
Theatro José de Alencar: palco do CineCE – Festival Ibero-americano de Cinema
 
Após uma semana de debates, mesas-redondas, palestras, oficinas e muitas exibições gratuitas de filmes, chegou ao fim o 22° Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema. O longa “Violeta foi para o Céu”, do chileno Andrés Wood, e o curta-metragem “Os lados da rua”, do capixaba Diego Zon, foram premiados com o Troféu Mucuripe e  US$ 10 mil.

Criado este ano, o Prêmio Banco do Nordeste do Brasil (BNB) – melhor filme de temática nordestina – premiou com R$ 10 mil o longa “Rania” da diretora cearense Roberta Marques. Os outros prêmios foram distribuídos em áreas técnicas das produções.

OS VENCEDORES do CINE CEARÁ 2012:

Fiorella Mattheis na entrega do premio de melhor filme para "Violeta Foi Para o Ceu" (Foto: Divulgação)
Fiorella Mattheis entregou prêmio de Melhor
Filme para “Violeta Foi Para o Ceu”
 
Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem
Melhor Direção: Cláudio Assis (PE), por “Febre do Rato”;
Melhor Fotografia: Gaizka Bourgeaud, por “Bertsolari” (de Asier Altuna-ESP);
Melhor Roteiro: Eliseo Altunaga, Rodrigo Bazaes, Guillermo Calderón e Andrés Wood
por “Violeta foi para o Céu” (de Andrés Wood-CHI);
Melhor Som: Nerio Barberis e Santiago Arroyo, no filme “Prazo de validade” (de Kenya Márquez-MEX);
Melhor Trilha Sonora Original: Jorge Du Peixe, por “Febre do Rato” (de Cláudio Assis-PE);
Melhor Direção de Arte: Juan Carlos Azevedo, por “Em nome da filha” (deTania Hermida-EQU);
Melhor Ator: Luis Ziembrowski, por “Um amor” (de Paula Hernández-ARG);
Melhor Atriz: Graziela Felix, por “Rânia” (de Roberta Marques-BRA);
Prêmio do Júri Oficial: “Prazo de validade”, de Kenya Márquez-MEX);
Prêmio Edição: Andrea Chignoli, por ‘Violeta foi para o Céu’, de (Andrés Wood-CHI);
Prêmio da Crítica Internacional: “Um Amor”, (de Paula Hernández-ARG).

Prêmio da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine)
“Prazo de Validade”, longa de Kenya Márquez (México): pelo roteiro engenhoso, pela evolução do arco dramático e pelo homogêneo trio de protagonistas;
“Dia estrelado”, curta de Nara Normande (PE): pela combinação rigorosa entre técnica e discurso, pelo diálogo feliz da fotografia com as artes plásticas.

Troféu Oscarito (Prêmio da Câmara Municipal de Fortaleza)
Longa de Claudio Assis (PE) por “Febre do Rato”

Prêmio da Crítica Internacional
Longa “Um Amor”, de Paula Hernández (Argentina)

Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem
Melhor Curta: “Os lados da rua”, de Diego Zon;
Melhor Direção: Roberval Duarte por “Santas” (RJ);
Melhor Roteiro: Luiza Favale, Marcus Vinicius Vasconcelos, Nádia Mangolini e Vanessa Reis por “Realejo” de Marcus Vinícius Vasconcelos;
Melhor Produção Cearense: “Querença” de Iziane Filgueiras Mascarenhas

Agosto de frio e cinema em Triunfo. Selecionados serão divulgados dia 18

TRIUNFO: cenário convidativo para festival de cinema no interior nordestino…
 
A Coordenadoria de Audiovisual da Secretaria de Cultura de Pernambuco informa: a lista de filmes selecionados à quinta edição do Festival de Cinema de Triunfo deve ser divulgada no próximo dia 18 de junho.
 
 
Carla Francine, que esteve no CineCE divulgando o Festival de Triunfo…
 
Segundo Carla Francine, coordenadora da pasta, a prorrogação da data se deve ao expressivo aumento do número de  inscrições, da ordem de mais de 40% em relação aos inscritos no ano passado.
 
A comissão que vai avaliar os 182 filmes inscritos para a quinta edição do Festival é formada por Carla Francine (Secult); Caio Dornelas (FEPEC); Milena Evangelista (Fundarpe); Isabela Cribari (APCNNE); Shirley Hunther (Fundarpe) e Germana Pereira (APCNNE).
 
O histórico Theatro Guarany, cenário de exibição dos filmes do Festival de Triunfo..
 
 
As inscrições nas mostras competitivas, reúnem 26 longas-metragens; 93 curtas-metragens naiconal; 37 curtas-metragens pernambucanos; 14 curtas-metragens nacional infanto-juvenil e 12 curtas-metragens dos Sertões.
 
O Baile Perfumado: marco do cinema brasileiro, será exibido em Homenagem
 
Este ano, o Festival de Triunfo vai homenagear os 15 anos de lançamento do filme O Baile Perfumado(foto), dos cineastas Lírio Ferreira e Paulo Caldas, produzido por Aramis Trindade e Marcelo Pinheiro. O filme, lançado em 2007, é o marco da retomada do cinema pernambucano, que desde então apresenta intensa produção. Atualmente, mais de 30 longas estão em alguma fase de produção no Estado.
 

Outras informações,: www.fundarpe.pe.gov.br

Fest Cine Maracanaú: inscrições até dia 31

 O FestCine Maracanaú –  Festival de Cinema Digital e Novas Mídias, segue com inscrições abertas para sua terceira edição até dia 31.  

Podem ser inscritos filmes e vídeos de qualquer país; estados e municípios brasileiros e de cidades do estado do Ceará, produzidos a partir de 2009, finalizados no formato digital. Para a Mostra Rodolfo Teófilo, podem ser inscritos filmes e vídeos de realizadores da Região Metropolitana de Fortaleza, com duração de até 20 minutos. Na Mostra Novas Mídias, produções de até 5 minutos, realizadas em mídias digitais – câmeras fotográficas, celular, web cam, dentre outros.  

Os vencedores de Maracanaú na segunda edição (foto Arlindo Barreto). 

O vencedor na categoria Melhor Longa-Metragem receberá prêmio no valor de R$ 10 mil e o Troféu Maracanaú; na categoria Melhor Curta o prêmio é de R$ 5 mil mais o Troféu Maracanaú; na categoria Novas Mídias, R$ 1.000,00 e o Troféu Maracanaú. As demais categorias vencedoras serão agraciadas com o Troféu Maracanaú.

 

O ator Claudio Jaborandy, homenageado em 2011, recebe Parabéns Aurora de Cinema…

Um pouco de história 

Desde a primeira edição, realizada em dezembro de 2010, o FestCine Maracanaú se firmou como um dos eventos bem acolhidos, tanto pelo público como pela classe do audiovisual brasileiro e de outros países, além do forte reconhecimento por parte da mídia. Em 2011, novamente o Festival marcou pelo pioneirismo: pela primeira vez, profissionais dos estúdios americanos DreamWorks estiveram no país para aulas gratuitas. 

Bill Tessier e Chris Kirshbaum ministraram workshop de animação e efeitos especiais. O festival também contou com a participação dos atores Jayme Matarazzo, Nathália Dhill, Marília Medina, e dos cineastas Caio Soh e Walter Webb.

Walter Webb e Marília Medina recebendo o carinho de estudantes…

O Festcinemaracanaú é realizado pela Abraham Filmes e Estúdios Digitais com direção geral de Afonso Celso. Patrocínio da Coelce. Parceria do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura (Secult) e Governo Federal –  Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, Prefeitura Municipal de Maracanaú, Fundação Cultural de Maracanaú.

Abertas inscrições ao Festival de Brasília

 Setembro é o mês do 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Segundo o Secretário de Cultura do DF, Hamilton Pereira, o festival manterá as mudanças realizadas em 2011, como o fim do critério do ineditismo, a incorporação do formato digital na mostra competitiva, a descentralização das exibições e a elevação do valor do prêmio. E serão feitas mais alterações: criação de uma mostra competitiva específica para o gênero do documentário – em longa e curta-metragem –, inclusão da cidade do Gama no projeto Festival nas Satélites, transferência das exibições para as salas Villa-Lobos e Martins Penna do Teatro Nacional, e mudança no perfil da Mostra Brasília, que agora ficará sob a responsabilidade da Câmara Legislativa.

Já o coordenador do 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Sérgio Fidalgo, destaca que, com a inclusão da categoria de documentário, espera-se um volume maior de inscrições, portanto, as comissões de seleção trabalharão dez dias e não cinco, como em 2011. Serão cinco integrantes na comissão de curtas e longas de documentário, e cinco para curtas e longas de ficção.

Sérgio Fidalgo e Cibele Amaral, assessora de cinema da Secretaria de Cultura do GDF, também avisaram que pretendem marcar a 45ª como uma edição festiva. Para tanto, já anunciam o lançamento do catálogo Brasília 5.2 – Cinema e Memória, que vem sendo escrito pela pesquisadora Berê Bahia e inclui 12 mostras que irão circular pelo DF, de junho a setembro. E a realização de uma oficina de roteiro para séries televisivas contando com a presença dos escritores Marçal Aquino e Adriana Falcão.

PROGRAMAÇÃO GERAL

Mostras competitivas de filmes de longa-metragem de ficção e de documentário, filmes de curta-metragem de ficção, de documentário e de animação, além de mostras paralelas, tais como Mostra Brasília, Mostra Panorama Brasil, Festivalzinho e, ainda encontros, debates, seminários, oficinas, Cinema Voador, Festival nas cidades do Distrito Federal, lançamentos de catálogos, livros e DVDs e solenidades de abertura e de premiação.

Debate sobre séries de TV, com Marçal Aquino (Força Tarefa); Adriana Falcão (Louco por elas) e Túlio Gonçalo – crítico, roteirista, cineasta e professor no IESB (Mediador).

Debate com as equipes dos filmes concorrentes.

Seminário sobre a Crítica Cinematográfica.

Oficina de Interpretação para Câmera – com o ator libanês Mounir Maasri – para atores profissionais

Oficina Interpretação para iniciantes  – com Mallu Moraes

PRÊMIOS

Troféu Candango e prêmios em dinheiro: R$ 635.000,00

Filme de longa-metragem de ficção:

Melhor filme – R$ 250.000,00
Melhor direção – R$ 20.000,00
Melhor ator – R$ 5.000,00
Melhor atriz – R$ 5.000,00
Melhor ator coadjuvante – R$ 3.000,00
Melhor atriz coadjuvante – R$ 3.000,00
Melhor roteiro – R$ 5.000,00
Melhor fotografia – R$ 5.000,00
Melhor direção de arte – R$ 5.000,00
Melhor trilha sonora – R$ 5.000,00
Melhor som – R$ 5.000,00
Melhor montagem – R$ 5.000,00

Filme de longa-metragem documentário:

Melhor filme de longa-metragem de documentário – R$100.000,00
Melhor direção – R$ 20.000,00
Melhor fotografia – R$ 5.000,00
Melhor direção de arte – R$ 5.000,00
Melhor trilha sonora – R$ 5.000,00
Melhor som – R$ 5.000,00
Melhor montagem – R$ 5.000,00

Filme de curta-metragem de ficção:

Melhor filme – R$ 20.000,00
Melhor direção – R$ 5.000,00
Melhor ator – R$ 3.000,00
Melhor atriz – R$ 3.000,00
Melhor roteiro – R$ 3.000,00
Melhor fotografia – R$ 3.000,00
Melhor direção de arte – R$ 3.000,00
Melhor trilha sonora – R$ 3.000,00
Melhor som – R$ 3.000,00
Melhor montagem – R$ 3.000,00

Filme de curta-metragem de documentário:

Melhor documentário de curta-metragem – R$ 20.000,00
Melhor direção – R$ 5.000,00
Melhor fotografia – R$ 3.000,00
Melhor direção de arte – R$ 3.000,00
Melhor trilha sonora – R$ 3.000,00
Melhor som – R$ 3.000,00
Melhor montagem – R$ 3.000,00

Filme de curta metragem de Animação:

Melhor filme de curta-metragem de animação – R$ 20.000,00

Prêmio do Júri Popular: total R$ 65.000,00

Melhor filme de longa-metragem de ficção – R$ 20.000,00
Melhor filme de longa-metragem documentário – R$ 15.000,00
Melhor filme de curta-metragem de ficção – R$ 10.000,00
Melhor filme de curta-metragem de documentário – R$ 10.000,00
Melhor filme de curta-metragem de Animação – R$ 10.000,00

O Festival de Brasília acontecerá de 17 a 24 de setembro, e as inscrições podem ser feitas até 30 de junho. www.festbrasilia.com.br