Arquivo da tag: curtas-metragens

Inscrições para documentários latino-americanos

O portal CurtaDoc (www.curtadoc.tv), primeiro catálogo brasileiro de documentários curtas-metragens na internet, amplia seu acervo para a América Latina.
 
A partir de agora, realizadores de todo o continente latino-americano podem inscrever gratuitamente suas produções no portal e participar de uma seleção para um programa de televisão exibido no Brasil. São aceitos documentários com duração de até 30 minutos, sem restrição de época, temas ou formatos de captação.
 
O CurtaDoc é uma realização da Contraponto (www.contraponto.tv), produtora de Florianópolis (SC). O projeto começou como um programa de televisão para o canal educativo SESCTV (www.sesctv.org.br) revelando uma seleção representativa do curta-metragem brasileiro no gênero documentário. A série semanal, no ar desde outubro de 2009, terá sua terceira edição dedicada a produções latino-americanas.
 
O catálogo CurtaDoc conta atualmente com 805 filmes produzidos nos últimos 50 anos, os quais podem ser assistidos na íntegra, e servem como fontes de pesquisa para realizadores, pesquisadores, professores, estudantes e interessados. O regulamento e a ficha de inscrição são bilíngues (português/espanhol) e estão disponíveis no portal.
 
Para inscrever seu curta, o realizador deverá disponibilizar um link do filme num site de compartilhamento (YouTube, Vimeo, etc). Os documentários inscritos estão sempre em avaliação pela curadoria do CurtaDoc para participar de séries para televisão, mostras e festivais latino-americanos.
Na web, o CurtaDoc foi lançado em junho de 2011 durante o FAM – Festival Audiovisual Mercosul, em Florianópolis. O acervo de curtas tem como objetivo estimular ainda mais a discussão sobre a cultura do documentário e o espaço de exibição, potencializando o acesso aos filmes.
 
A ampliação da coleção propiciará o mapeamento da produção latino-americana e a criação de uma rede de realizadores do continente.
 
CONTATO — Kátia Klock  •  direção 
+ 55 (48) 3334.9805 / 9989.4202
curtadoclatino@contraponto.tv
  


www.contraponto.tv
www.curtadoc.tv
www.facebook.com/curtadoc
twitter.com/curtadoc
 

Inscrições ao Fest Cine Amazônia, que celebra uma década

 

Siga-nos:

http://www.facebook.com/Festcineamazonia
http://www.twitter.com/cineamazonia

Inscrições ao Curta CABO FRIO

Cinema poético de Zeca Ferreira faz bonito no Festival de Jeri …

AURORA DE CINEMA direto do Festival de Jericoacoara

O dia em Jeri é sempre muito quente. Não há como resistir a uma boa caída n’água nestas escaldantes terras cearenses, sobretudo nestes dias nos quais se fala muito em cinema, as ideias borbulham, novos laços se formam e até em abduções já se fala com frequência (em breve, você saberá mais sobre isso por aqui…)

Assim, o dia foi de debate e calor intenso para alguns, e de muito sol, pedra furada e paraísos de lagoas para outros. Uns terceiros, como este Aurora de Cinema, dedicaram suas preciosas horas a postar aqui pra você, leitor amigo, notícias sobre o correr das horas por esta Jeri de dunas, praia mansa, ideias festeiras e planos ‘aventureiros’…

E a noite foi de filmes, sendo a mostra competitiva de curtas precedida pela homenagem à produtora Zita Carvalhosa, idealizadora da organização Kinoforum e da Mostra Internacional de Curtas de São Paulo.

Na tela, a noite foi de cenas e imagens bem melhores que as da noite anterior, começando com o curta pernambucano Poeta Urbano, que teve boa aceitação da plateia. Mas a exibição de ALDEIA, o novo filme do cineasta carioca Zeca Ferreira, criador do belo e premiadíssimo Áurea, era visivelmente esperada pela turma que faz das imagens seu café matinal diário, e essa energia pareceu contagiar toda a audiência do território Jeri Cinema Digital.

Aldeia

A primeira ficção de Zeca Ferreira foi recebida com um respeitoso silêncio e uma atenção evidente. Na tela, o roteiro de Zeca é anunciado em obra que traz as assinaturas importantes de Pedro Urano na fotografia e Lulu Corrêa na edição, o que por si só já indica garantia de um trabalho meticulosamente preparado, não fora ademais Zeca um colega de extrema sensibilidade, coerência e atenção à eloquência das imagens, aos detalhes de ambientação cênica e ao poder de uma boa trilha.

O ALDEIA de Zeca Ferreira, cuja primeira exibição pública foi justamente aqui neste III Festival de Cinema de Jericoacoara – onde ele foi premiado em 2010 com Áurea -, promete esr mais um dos curtas brasileiros que terá vida longa, bela carreira e percurso extenso em festivais pelo país e no exterior.

O filme é uma realização da CAFU Filmes com produção do próprio Zeca e Antônio Ferreira, Julio Carvana e mais alguém, cujo nome – perdão – me escapa agora.

Rodado numa pequena e aconchegante cidadezinha do interior de Minas, ALDEIA é cinema falando em forma de poesia, ou poesia traduzindo-se em forma de imagens. E que belas imagens, planos encharcados de emoção, tudo na medida certa, nem um tom a mais, nem um acorde a menos. Zeca convidou para o elenco o escritor e compositor Nick Zarvos, o realizador Valério Fonseca, e os estreantes Lucas Cavalcanti e Maynara Rezende, contando com duas amigas na assistência de direção, mas cujos nomes agora me escapam – não tenho o DVD nem a ficha técnica do filme comigo, por isso estas linhas ficam devendo um olhar mais acurado ao filme deste querido amigo, cujo maior sinal de competência e destreza é saber comunicar em ideias, palavras, sons e beleza o sensório que lhe vai n’alma. E como é delicado este ALDEIA de Zeca Ferreira. Que belos planos para construir uma história tão singela e, ao mesmo tempo, tão tocante e comum a tantos, daí porque os olhos não desgrudam da tela, o filme acaba e a gente fica com a sensação de que é fácil fazer cinema.

É como dizia Gene Kelly, ‘difícil é fazer parecer que é fácil…”

Zeca Ferreira consegue isso com maestria e planta no espectador a firme impressão de que ele faz cinema como quem bebe água.

CURTA SANTOS: inscrições terminam hoje

Realizadores de curtas-metragens e vídeoclipes têm somente até hoje para se inscrever na 10ª edição do Curta Santos – Festival de Cinema de Santos, que será realizado em setembro. 

 
Comemorativo, o evento deste ano traz novidades e vai prestar homenagem ao Centenário do Futebol Arte do Santos Futebol Clube. 
 
Segundo o Diretor de Produção do Festival, meu amigo Juninho Brassalotti, mais de 500 produções já foram enviadas à organização do Festival.
 
Interessados devem ler o regulamento e preencher a ficha de inscrição no site www.curtasantos.com.br

Inscrições para a Mostra Curta Sertão

Abertas inscrições à 3ª Mostra Nacional Curta Sertão. Podem ser inscritos filmes e vídeos de curta-metragem com até 25 minutos de duração, produzidos em qualquer formato e realizados no Brasil, finalizados a partir de janeiro de 2010, que não tenham participado das edições anteriores da Mostra.

A Mostra Nacional Curta Sertão será realizada em setembro, nas cidades de Floresta, Tacaratu e Belém de São Francisco, no estado de Pernambuco.

A inscrição é gratuita e deverá ser feita até 1 de agosto. O edital e a ficha de inscrição estão disponíveis no site do Ponto de Cultura Sertão Itaparica Mundo: http://sertaoitaparicamundo.blogspot.com.

Inscrições ao Curta Santos…

Curta Cinema abre inscrições

As inscrições para o processo de seleção do Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema 2012 já estão abertas. A cada ano, o festival recebe cerca de 3.000 inscrições, que são submetidas à avaliação de um comitê de seleção, para compor uma média de 300 filmes que integram a programação oficial.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.shortfilmdepot.com. O prazo para as inscrições internacionais é dia 29 de junho, e para as nacionais, 27 de julho. Este ano, as cópias para visionamento tanto poderão ser enviadas pelos correios quanto por link eletrônico. O regulamento se encontra nos sites www.curtacinema.com.br ou www.shortfilmdepot.com . Dúvidas e esclarecimentos pelos telefones: (55 21) 2553-8918 e (55 21) 2554-9059 ou pelo e-mail programa@curtacinema.com.br.

Endereço para envio de material:

Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema 2012
Associação Franco Cultural
Avenida Beira Mar, 262, sala 403 – Centro
Rio de Janeiro – RJ – 20021-060

Inscrições ao décimo Curta Santos

O Curta Santos – Santos Festival de Cinema recebe inscrições de filmes para suas mostras competitivas até 15 de junho. Como de costume, o festival vai acontecer em setembro, na cidade do litoral paulista, e  além das mostras competitivas de temática livre, haverá outras duas dedicadas ao centenário do Santos Futebol Clube.

 

Qualquer produção audiovisual brasileira pode participar numa das cinco categorias de abrangência nacional: Olhar Brasilis (curtas-metragens de tema livre), Videoclipe Brasilis (videoclipes musicais), Novos Olhares (curtas-metragens captados por meio digital, como câmeras amadoras, celulares e tablets), Mostra Curta Santos FC (curtas-metragens em homenagem ao Santos FC) e Mostra Minuto (curtas de até 1 minuto para que o torcedor santista possa expressar sua paixão pelo clube). 

As inscrições são feitas pelo  www.curtasantos.com.br

Outras três categorias competitivas também estarão em julgamento, mas estas dedicadas à produção da Baixada Santista: Olhar Caiçara, Videoclipe Caiçara e Curta Escola.

Uma das grandes novidades desta edição é que agora o festivale passa a chamar Festival de Cinema de Santos. Isso em razão das mostras especiais de longas-metragens, as quais deverão levar a Santos produções inéditas de diretores e produtores consagrados nacionalmente.  

“O Curta Santos cresceu e partir de agora temos que atender às necessidades do audiovisual brasileiro, sem, é claro, deixar de lado a nossa tradição”, ressalta o diretor-geral do evento, Ricardo Vasconcellos. “Sempre teremos as nossas mostras competitivas de curtas-metragens. É a nossa marca registrada. Realizadores de todo o Brasil esperam o período de inscrições para participar do evento” 

Ricardo Vasconcellos dirige o Festival de Cinema de Santos

O 10º Curta Santos – Festival de Cinema de Santos será realizado em setembro durante 5 dias de programação totalmente gratuita. Além de romper paradigmas, rever conceitos e estimular novos caminhos para o audiovisual – premissas adotadas desde a primeira edição –, o Festival objetiva oferecer ao público sessões de curtas, médias e longas-metragens com produções de qualidade, que estão fora do circuito comercial. Mesas redondas, oficinas e debates com profissionais da área sustentam a proposta.  

O idealizador, querido e saudoso Toninho Dantas, grande agitador cultural…

Em nove anos de trajetória, o Festival já contou com a participação de grandes nomes do cinema nacional, como José Wilker, Matheus Nachtergaele, Paulo César Pereio, Paulo José, Ney Latorraca, Ana Lúcia Torre, Dira Paes, Christiane Torloni, Nuno Leal Maia, Betty Faria, Leona Cavali, Sérgio Mamberti, Bete Mendes e Eva Wilma, além de cineastas como Carlos Manga, Carla Camuratti, Zita Carvalhosa, Eliane Caffé, Ewaldo Mocarzel, Jose Mojica Marins, Beto Brant, Lírio Ferreira, Carlos Reichenbach, Allan Fresnot, Tata Amaral, Allan Sieber e Toni Venturi, entre outros. 

Ney Latorraca, Aurora de Cinema e Luiz Carlos Lacerda na edição 2009

A direção geral do 10º Curta Santos é de Ricardo Vasconcellos, com direção de produção de Júnior Brassallotti. Os dois estiveram ao lado do diretor Toninho Dantas (1948-2010) desde as primeiras edições do evento, contribuindo decisivamente para seu reconhecimento em âmbito regional e nacional. A direção de mostras é assinada por Tássia Albino.

Tela de futebol no Rio e Sampa: CineFOOT divulga Selecionados

 

Entre brasileiros e estrangeiros, 28 filmes concorrem à Taça Cinefoot

Para a Mostra Competitiva de Longa-Metragem, foram selecionados 10 filmes, sendo 6 brasileiros e 4 internacionais. Assim, cresce a presença de competidores estrangeiros no festival comandado pelo boa praça Antônio Leal.  Entre os brasileiros, estão escalados filmes do Rio, São Paulo e Bahia. No time internacional, representantes do Uruguai, Ucrânia, Dinamarca e Alemanha.

Integram a Mostra Competitiva de Curta-Metragem 18 filmes: 9 brasileiros e 9 internacionais. Esta mostra apresenta expressivo crescimento em relação a 2011, quando 11 curtas estiveram competindo. O Brasil está escalado com curtas oriundos de São Paulo, Espírito Santo, Bahia e Rio Grande do Sul. O scratch estrangeiro apresenta curtas da Alemanha, Espanha, França, Itália, Ilhas Mauricio e Estados Unidos.

O CINEFOOT- FESTIVAL DE CINEMA DE FUTEBOL será realizado no Rio de Janeiro, de 24 a 29 de maio, no Espaço Itaú de Cinema (Praia de Botafogo), enquanto de 31 de maio a 5 de junho acontecerá em São Paulo, no Museu do Futebol e no Cine Reserva Cultural.

Ainda no Rio de Janeiro, o CINEFOOT realizará uma mostra não competitiva denominada PRORROGAÇÃO, de 31 de maio a 3 de junho, com programação específica, no Centro Cultural da Justiça Federal.

ENTRADA FRANCA EM TODAS AS SESSÕES !

  

FILMES SELECIONADOS 

1- RIO DE JANEIRO – Mostra Competitiva de Longa-Metragem:

1- BAHÊA MINHA VIDA (de Marcio Cavalcante, BA, 2011)

2- COPA UNIÃO (de Diogo Dahl e Raphael Vieira, RJ, 2012)

3- FOOTBALL IS GOD (de Ole Bendtzen, Dinamarca, 2010)

4- MANYAS: LA PELICULA (de Andrés Benvenuto, Uruguai, 2011)

5- MENINOS DE KICHUTE (de Lucas Amberg, SP, 2010)

6- RAÇA RUBRO NEGRA  – PULMÃO DA ARQUIBANCADA (de Marcel Costa e Pedro von Krüger de Freitas, RJ, 2012)

7- ROCK´N BALL (de Dmitri Prikhodko, Ucrânia, 2011)

8- SANTOS, 100 ANOS DE FUTEBOL ARTE (de Lina Chamie, SP, 2012)

9- SOBRE FUTEBOL E  BARREIRAS (de Arturo Hartmann, Lucas Justiniano, José Menezes, João Carlos Assumpção, SP, 2011)

10- THE OTHER CHELSEA – A STORY FROM DONETSK (de Jakob Preuss, Alemanha, 2010) 

2- RIO DE JANEIRO – Mostra Competitiva de Curta-Metragem:

1- DESATANDO NÓS (de Luciana Queiroz e Roberto Studart, BA, 2010)

2- ESPÍRITO SANTO F.C. (de Andre Ehrlich Lucas e Lucas Vetekesky, ES, 2011)

3- GAÚCHOS CANARINHOS (de Rene Goya Filho, RS, 2007)

4- HARAM (de Benoit Martin, França, 2010)

5- HOME AWAY (de Wassim Sookia, Ilhas Mauricio, 2011)

6- I DON`T BLAME THE BEAUTIFUL GAME (de Christopher Arccella, EUA, 2010)

7- LÄNDERSPIEL (de Sven e Nadine Schrader, Alemanha, 2011)

8- L´EQUIP PETIT (de Roger Gómez e Davi Resines, Espanha, 2011)

9- LIBRE DIRECTO (de Bernabé Rico, Espanha, 2011)

10- LOS CERVECEROS DE QUILMES (de Andreas Geipel, Franz Sickinger, Shooresh Fezoni, Alemanha, 2011) 

11- TEMPI SUPLEMENTARI (de Margherita Ferri, Itália, 2012)

12- TRAINERBANK (de Martin Emmerting, Alemanha, 2010)

13- VAI PRO GOL (de Felipe D´Andrea, SP, 2012)

14- ZIMBÚ (de Marcos Strassburger Souza, SP, 2011) 

3- SÃO PAULO – Mostra Competitiva de Longa-Metragem:

1- BAHÊA MINHA VIDA (de Marcio Cavalcante, BA, 2011)

2- FOOTBALL IS GOD (de Ole Bendtzen, Dinamarca, 2010)

3- ROCK´N BALL (de Dmitri Prikhodko, Ucrânia, 2011)

4- MENINOS DE KICHUTE (de Lucas Amberg, SP, 2010)

5- SANTOS, 100 ANOS DE FUTEBOL ARTE (de Lina Chamie, SP, 2012)

6- SOBRE FUTEBOL E BARREIRAS (de Arturo Hartmann, Lucas Justiniano, José Menezes, João Carlos Assumpção, SP, 2011) 

4- SÃO PAULO – Mostra Competitiva de Curta-Metragem:

1- GAÚCHOS CANARINHOS (de Rene Goya Filho, RS, 2007)

2- HOME AWAY (de Wassim Sookia, Ilhas Mauricio, 2011)

3- I DON`T BLAME THE BEAUTIFUL GAME (de Christopher Arccella, EUA, 2010)

4- JUVENTUS RUMO A TÓQUIO (de Rogério Zagallo, Andrea Kurachi e Helena Tahira, SP, 2009)

5- LÄNDERSPIEL (de Sven e Nadine Schrader, Alemanha, 2011)

6- L´EQUIP PETIT (de Roger Gómez e Davi Resines, Espanha, 2011)

7- LIBRE DIRECTO (de Bernabé Rico, Espanha, 2011)

8- RIVELLINO (de Marcos Fabio Katudjian, SP, 2011)

9- SER CAMPEÃO É DETALHE: DEMOCRACIA CORINTHIANA (de Gustavo Forti Leitão e Caetano Tola Biasi, SP, 2011)

10- UM JOGO, UMA PAIXÃO (de Otávio Paranhos, SP, 2009)

11- VAI PRO GOL (de Felipe D´Andrea, SP, 2012)

12- ZIMBÚ (de Marcos Strassburger Souza, SP, 2011)