Arquivo da tag: Demichelis

ARGENTINA Brilha e Segue Invicta

Demichelis Argentina gol
Demichelis corre e beija a camisa para festejar seu gol: zagueiro mostrou superação (Foto: Getty Images)

 

maradona palermo  argentina x grécia
Maradona abraça Palermo após gol marcado pelo atacante no fim do jogo (Foto: Getty Images)

 

 
maradona messi montagem argentinaMaradona contra a Grécia em 1994, Messi contra a Grécia em 2010: 16 anos separam os capitães

A dois dias de completar 23 anos, Messi tornou-se o capitão mais jovem da história argentina em Mundiais, superando Passarella, que em 1978 tinha 25. Em 1986, Maradona foi o capitão com 26. O treinador cumpriu a promessa de poupar seus jogadores (só Samuel está machucado e Gutierrez suspenso) e escalou apenas quatro titulares: Messi, o goleiro Sérgio Romero, o zagueiro Demichelis e o meia Verón, recuperado de lesão.

 

 

Maradona Prepara Argentina

 

 maradona romero argentina

Maradona e o carinho em Romero: goleiro será
um dos poucos mantidos no time (Foto: AP)

Vem aí uma nova Argentina na Copa do Mundo. Mas só por uma partida. Após o treino deste domingo, o técnico Diego Maradona deu a entender que vai fazer sete mudanças no time para a partida contra a Grécia, na terça, válida pela terceira rodada do Grupo B.

Com a classificação praticamente garantida, o treinador levou quase ao pé da letra a expressão “Messi e mais 10”. Manteve o craque no ataque e trocou quase todo o resto da equipe.

O lateral Jonás Gutiérrez, que cumpre suspensão por ter levado o segundo cartão amarelo contra a Coreia do Sul, será substituído por Nicolás Otamendi. Todas as outras trocas serão por questões físicas. O objetivo é dar descanso a alguns titulares e recuperar jogadores com problemas de lesão.

O zagueiro Samuel, que sente dores na perna esquerda, deve dar lugar a Burdisso, que já o tinha substituído na partida da última quinta, contra os sul-coreanos. A defesa terá outra mudança: Clemente Rodríguez entra no lugar de Gabriel Heinze, autor do primeiro gol da Argentina no Mundial, contra a Nigéria.

maradona romero argentina
Garantido, Messi (à esquerda) terá a companhia de
Verón e Agüero no jogo contra a Grécia (Foto: AP)

No meio campo, Maradona deve escalar Juan Sebastián Verón, que tinha sido poupado contra a Coreia do Sul. Mario Bolatti, que entrou no segundo tempo do último jogo, também ganhará uma chance como titular.

Agüero: genro de Maradona escalado contra a Grécia

No ataque, só Messi será mantido. O camisa 10, que tem sido o melhor jogador da Argentina até agora na Copa, ganha mais uma chance de brilhar na África do Sul. Gonzalo Higuaín, autor de três gols na última partida, sai para a entrada de Diego Milito. Carlos Tevez, que também atuou bem contra os sul-coreanos, será poupado e abrirá espaço para Sergio Agüero, genro do treinador.

O time titular contra os gregos, portanto, deve ser: Romero, Otamendi, Demichelis, Burdisso e Clemente Rodríguez; Maxi Rodríguez, Verón e Bolatti; Messi, Agüero e Milito.

ARGENTINA Brilha e Faz Vibrar Torcedores

Higuain comemora o primeiro dos seus três gols na vitória sobre a Coréia do Sul
Depois de uma vitória apertada sobre a Nigéria na estreia, a Argentina venceu e convenceu na segunda rodada. Com um futebol bonito e vibrante, o time de Maradona bateu a Coreia do Sul por 4 a 1, com destaque para a atuação do camisa 9 Higuain, que fez três e só não marcou mais um por puro preciosismo. O primeiro gol dos hermanos foi contra e Chung-Yong marcou o “de honra” para os asiáticos.

O resultado manteve a seleção argentina na liderança do grupo B, com seis pontos. Assim, os hermanos estão praticamente classificados, precisando apenas de um empate na terceira rodada, contra a Grécia, na próxima terça. Já os sul-coreanos, com três pontos, ainda lutam pelo segundo lugar do grupo e decidem seu futuro na Copa contra a Nigéria.

Desde o início, a Argentina imprimiu ao jogo o seu ritmo, sufocando os rivais no seu próprio campo. O primeiro gol não demorou a sair. Aos 16, Messi cruzou para a área, a bola bateu na canela de Park Chu-Young e foi contra o patromônio: 1 a 0.

Os argentinos poderiam ter ampliado aos 24 e 27, com Higuain e Tevez, respectivamente. Na primeira jogada, o atacante errou a bicicleta após boa jogada do ataque. Em seguida, em cobrança de falta, Messi tirou da barreira para o meia, que soltou uma bomba, por cima do gol.

O craque LIONEL MESSI: presente em toda a partida, armando os melhores lances para a criação dos gols da vitória

O segundo, finalmente, saiu aos 32. Maxi Rodrigues cruzou para Higuain marcar, de cabeça. Aos 44, Messi “vestiu a 10 do Barcelona”, driblou quatro adversários e deu uma “cavadinha”, tirando do goleiro. A bola passou muito perto.

Quando tudo indicava que o jogo iria para o intervalo com a Argentina vencendo por 2 a 0, Demichelis bobeou na frente da zaga e Lee Chung-Yong aproveitou para diminuir.

TEVEZ tem impressionante atuação, brilhando no ataque ao lado de MESSI e Higuain… SARAVÁ !!!

No início da etapa final, em nova falha da zaga argentina, a Coreia do Sul quase empatou. Ki-Hun recebeu livre na cara de Romero mas chutou na rede pelo lado de fora. Foi a grande chance dos asiáticos.

A Argentina seguiu pressionando, mas o terceiro gol, que deu mais tranquilidade à equipe, só saiu aos 31. Messi fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e bateu cruzado. O goleiro Jung Sung-ryong fez ótima defesa com o pé, mas a bola voltou para o craque do Barça, que tentou de novo e dessa vez acertou a trave. No novo rebote, a bola sobrou para Higuain, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol. A goleada se consolidou pouco depois, aos 34. Messi recebeu no meio, deu um passe magistral para Agüero que cruzou na cabeça de Higuain, que marcou o terceiro gol dele na partida. .

MESSI, Tévez e Higuaín no Ataque Argentino

O técnico da seleção argentina, Diego Maradona, deu indícios de que pretende escalar uma equipe ofensiva para a estreia diante da Nigéria no próximo sábado, às 11h (de Brasília), no Ellis Park, em Johannesburgo, pela primeira rodada do Grupo B da Copa do Mundo.

Nesta terça, o treinador escalou a equipe com um trio ofensivo formado por Higuaín, do Real Madrid, Carlitos Tévez, do Manchester City, e Lionel Messi, do Barcelona. Os três jogadores ainda têm o auxílio do meia Di María.

A equipe titular ainda teve o meio de campo formado por Mascherano, Verón e Jonás Gutiérrez. Já o setor defensivo teve Heinze, Samuel e Demichelis, enquanto, no gol, Sergio Romero ganha pontos para ser o titular.

Higuaín, um dos grandes do ataque argentino

Com essa ideia na cabeça, o técnico organizou um treino em que colocou a defesa e o ataque considerados titulares em lados opostos. Os jogadores de frente se deram melhor e ainda tiveram direito a chutar bolas nos perdedores, que, como castigo, ficaram perfilados na linha do gol.

O treino dos argentinos hoje foi marcado pela descontração. No rachão, o time que perdeu foi obrigado a pagar um castigo: todos ficaram na linha do gol, de costas e agachados, para serem bombardeados por chutes dos jogadores do time vencedor.

Vídeo da TV UO (www.folha.com.br) mostra que, no meio desse “fuzilamento”, sobrou até para o técnico da Argentina, Diego Maradona.