Arquivo da tag: Dia Mundial do Teatro

ARTES CÊNICAS EM FESTIVAL NO CCBN

 

V Festival Banco do Nordeste das Artes Cênicas começa dia 13 e segue até 27, Dia Mundial do Teatro

O V Festival Banco do Nordeste das Artes Cênicas apresentará um elenco diversificado de atividades orientadas para o teatro, o circo e a dança. Com entrada franca, o Festival acontecerá nos três Centros Culturais Banco do Nordeste (Fortaleza; Cariri, em Juazeiro do Norte, no sul do Ceará; e Sousa, no alto sertão paraibano).

Nesta quinta edição, serão realizadas quatro mostras (Palco, Infantil, Rua e Dança), totalizando 32 espetáculos de companhias de seis estados nordestinos (Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Bahia e Sergipe), além de outros três brasileiros (Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná) e um espetáculo internacional, fruto de uma parceria ítalo-pernambucana.

A programação também contemplará ações formativas, como as oficinas de formação artística voltadas ao público adulto e oficinas de iniciação ao público infantil. Igualmente importantes são as atividades relacionadas à instrução patrimonial e à apreciação de outras áreas que empreendem diálogo com as artes cênicas, a exemplo do cinema.

Cortejos de abertura e encontro sobre profissionalização

Na abertura do Festival, acontecerão cortejos nas três cidades. Em Fortaleza, dia 13 (domingo), às 10 h, haverá cortejo de bonecos gigantes e apresentação do grupo Batuqueiros, um coletivo percussivo focado nos ritmos da cultura popular nordestina e afro-brasileira.

Em Juazeiro do Norte, dia 16, às 17 h, os grupos de Reisado “Discípulos do Mestre Pedro” e “Guerreiro Santa Madalena” levam a tradição popular, num cortejo saindo da Praça Padre Cícero em direção ao Largo do Memorial Padre Cícero.

Em Sousa, o cortejo de abertura contará com quatro grupos convidados e acontecerá dia 17 (quinta), a partir das 17 h, saindo da Praça da Matriz em direção ao Centro Cultural Banco do Nordeste.

No CCBN-Fortaleza, no próximo dia 15 (terça-feira), de 10h às 18h, acontecerá o Encontro sobre Profissionalização de Grupos de Teatro, o qual deve ser um momento de troca de ideias sobre os caminhos, os tributos, as leis e as diferentes formas de apoio do poder público e privado para que os grupos adquiram sustentabilidade com o seu fazer artístico-profissional. Contará com a presença de representantes dos Ministérios da Cultura e do Trabalho, Cooperativa Paulista de Teatro, Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Ceará (SATED-CE) e de importantes grupos nordestinos de teatro, a exemplo do Bagaceira (CE) e do Clowns de Shakespeare (RN).

Mostra Palco

Entre os destaques da Mostra Palco, estão os seguintes espetáculos e respectivos grupos: “Roliúde”, com o grupo carioca EmCartaz Empreendimentos Culturais; “O Capitão e a Sereia”, com o Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare, do Rio Grande do Norte; “Marotes e Mamulengos”, com o grupo cearense Circo Tupiniquim; “Só Sei Que Foi Assim”, com o coral cearense Seios da Face; “Engenharia Erótica – Fábrica de Travestis”, com o Grupo Parque de Teatro, do Ceará; “Tropeço”, com a Cia. Tato Criações Cênicas, do Paraná; “Sebastião”, monólogo com o autor, encenador e ator baiano Fábio Vidal; “A Descoberta das Américas”, com o Leões de Circo Pequenos Empreendimentos, do Rio de Janeiro; “Cordel do Amor Sem Fim”, com O Poste Soluções Luminosas e Samuel Santos, de Pernambuco; e “O Auto da Índia”, com o grupo sergipano Marionetas.

 

Mostras Rua, Infantil e Dança

Por sua vez, a Mostra Rua traz como atrações os seguintes espetáculos e grupos: “Cordel do Pega Pra Capá”, com a companhia baiana Gente de Teatro e Funceb; “Circo Arlequin”, com a Trupe Arlequin de Circo Teatro, da Paraíba; “Palhaço Colorau e Neorlândio”, com o grupo cearense Tempero do Riso; “Por que a gente não é assim? Ou Por que a gente é assado?”, com o grupo cearense Bagaceira; e “Silêncio Total – Vem Chegando o Palhaço”, com o ator e diretor paraibano Luiz Carlos Vasconcelos.

Abrilhantam a Mostra Infantil sete espetáculos e grupos, a saber: “Mamulengo, Arte do Riso”, com a companhia cearense Te-Tê-Rê-Te-Tê; “Il Transporto Umano”, com o Circo em Bothiglia (Itália-Brasil); “Criaturas de Papel”, com os cearenses do Bricoleiros; “Canções e Brinquedos Roceiros – Uma Ópera Caipira”, com o grupo paulista Tempo de Brincar; “Zero”, com a companhia paulista Mevitevendo; “Alegria, Alegria! O Circo Chegou”, com o grupo cearense Garajal; e “A Rainha do Nada”, com a companhia cearense de Teatro Epidemia de Bonecos.

A Mostra Dança apresenta quatro grupos e espetáculos: “Avesso do Passo”, Cia. de Dança da Escola Municipal de Frevo do Recife; “Diferente Olhar Infinito”, com o grupo cearense N Infinito; “Folgança”, com a Escola de Dança do Paracuru (CE); e “Brincando”, com a Cubos Companhia de Dança, de Sergipe.

Debates, curtas, entrevista e noites de autógrafos

A programação do Festival ainda contará com debates, palestras, exibição de curtas-metragens sobre Teatro e uma entrevista aberta ao público com o ator Luiz Carlos Vasconcelos, dentro do programa Nomes do Nordeste. Também acontecerão Noites de Autógrafos com lançamentos literários sobre Artes Cênicas patrocinados pelo Programa Banco do Nordeste de Cultura. Serão lançados os livros “O ator risível – procedimentos para as cenas cômicas”, do professor-doutor Fernando Lira, e “Criador & Criatura”, do ator, diretor, professor e pesquisador teatral Hemetério Segundo.

EMILIANO QUEIROZ em Entrevista Exclusiva

Nas comemorações do Dia Mundial do Teatro Teatro  o ator Emiliano Queiroz conversa sobre o início da carreira no Ceará, o aperfeiçoamento nos palcos do Rio e de São Paulo, a carreira vitoriosa na TV e sua marcante trajetória no cinema brasileiro

Aurora Miranda Leão, jornalista/atriz/produtora cultural e uma das entrevistadoras do programa Conversando com Arte, aproveitou a passagem recente pelo Rio de Janeiro e conversou com o conterrâneo Emiliano Queiroz, um dos nomes mais conceituados do teatro, cinema e televisão brasileiros.

A conversa gira em torno da trajetória artística e das lembranças do ator a partir da infância, da adolescência e do início da carreira em Fortaleza, passando por sua ida ao sudeste, em busca de novos caminhos para exibir seu grandioso talento nos palcos do Rio e de São Paulo, sempre atuando em papéis destacados, até o reconhecimento de sua força interpretativa em novelas antológicas e participações em várias produções do cinema brasileiro.

Com Paulo Gracindo e Lima Duarte na inesquecível novela O Bem Amado, de Dias Gomes

Emiliano, que estará na próxima novela das 21h – Passione, de Sílvio de Abreu – interpretando um italiano, também falou sobre a alegria de voltar à telinha.

Numa homenagem ao Dia Mundial do Teatro, celebrado no próximo dia 27, o Conversando com Arte apresenta a entrevista com Emiliano no próximo domingo, a partir das 15h.

Cineasta Maria Letícia, Aurora e Emiliano: amizade de longa data...

O programa Conversando com Arte, patrocinado pelo Banco do Nordeste do Brasil, está no ar desde novembro passado tendo como apresentadores Aurora Miranda Leão, Calé Alencar e Nelson Augusto e já entrevistou nomes como Raimundo Fagner, Jards Macalé, Gilmar de Carvalho, Geraldo Amâncio, Henilton Menezes e Ricardo Guilherme.   

Programa Conversando com Arte

Domingo, 28 de março, 15 horas

Entrevista: Emiliano Queiroz

Universitária FM de Fortaleza, 107.9 MhZ

Acompanhe pelo www.auroradecinema .com.br ou www.radiouniversitariafm.com.br