Arquivo da tag: espiritismo

O Filme dos Espíritos estréia segunda em todo o país

Nelson Xavier, Etty Fraser, Sandra Corveloni, Ênio Gonçalves, Ana Rosa e Reinaldo Rodrigues estão no elenco   

O Filme dos Espíritos é livremente inspirado em O Livro dos Espíritos, escrito por Allan Kardec, em 1857. Trata-se de obra basilar da doutrina codificada por Kardec, publicada em forma de perguntas e respostas. Rodado grande parte em São Paulo, o longa contou também com filmagens em Cajazeiras/PB, Atibaia, Araçoiaba da Serra e Ubatuba (SP).

O longa traz a história de Bruno Alves, que, por volta dos 40 anos, perde a mulher e se vê completamente abalado. A perda do emprego se soma a sua profunda tristeza. O protagonista se imagina num doloroso caminho sem volta.  Nesse momento, ele entra em contato com O Livro dos Espíritos. A obra lhe é dada por um desconhecido, em momento crucial da sua jornada.

A partir daí, Bruno começa sua busca pela compreensão dos mistérios da alma. Um antigo professor e sua mulher, ambos espíritas, o auxiliam nesse processo de recuperação. 

Sobre a Produtora

A Mundo Maior Filmes é uma produtora de cinema sediada em São Paulo, que preza pelo caráter educativo e espírita de suas obras. Representa uma unidade de negócios da Fundação Espírita André Luiz (FEAL), nascida da obra social das Casas André Luiz. A FEAL é também a mantenedora da Rede Mundo Maior de TV, da Rede Boa Nova de Rádio e da Editora e Distribuidora Mundo Maior. A partir da criação da Mundo Maior Filmes, em 2009, a Fundação passou também a utilizar-se da sétima arte para divulgação de conteúdo educativo e espiritualista. 

Sobre os diretores

André Marouço – nascido em São Paulo, em 1970, Marouço é jornalista e radialista com mais de 20 anos de experiência, tendo passado pelas TVs Globo, Cultura e SBT. Entre outros trabalhos, destacam-se sua participação como produtor executivo, idealizador e coordenador geral da I Mostra Mundo Maior de Cinema e do projeto Mundo Maior de Cinema; diretor e roteirista dos documentários Sacramento Natureza e História (2005 / Versátil), Terceira Revelação – A Morte não Existe (2005 / Mundo Maior Filmes) e 60 Anos Transformando Vidas (2009 / Mundo Maior Filmes); diretor de fotografia dos documentários Um Lugar Chamado Lar (1999 / TV Cultura), A Riqueza do Lixo (2000 / TV Cultura) e A Cidade e a Criança (2000 / TV Cultura). 

Michel Dubret – Formado em cinema pela FAAP, ingressou no de 2003 no Studio Fátima Toledo. Neste trabalhou como assistente da Fatima Toledo no casting e na preparação de atores nos filmes: O Céu de Suely (dir. Karin Ainouz), Mutum (dir. Sandra Kogut), Tropa de Elite (dir. José Padilha) e Linha de Passe (dir. Walter Salles), entre outros. Entre 2007 e 2008, dirigiu curtas metragens como James e Ulisses, O Quarto e Chuva Rasa, todos produzidos e realizados pelo Studio Fátima Toledo. Dubret também adquiriu experiência profissional na Cinemateca Brasileira nos departamentos de catalogação, preservação e restauração de filmes como Deus e o Diabo na Terra do Sol (Glauber Rocha) e Macunaíma (Joaquim Pedro de Andrade), entre outros, durante o período de quatro anos. 

Sobre as Casas André Luiz

O Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz nascido há 60 anos, dedicou-se, desde o início, a cuidar de pessoas com deficiência intelectual (em grau leve, moderado, grave e profundo), com ou sem deficiência física associada. O objetivo primeiro da instituição é gerar qualidade de vida material e espiritual à pessoa com deficiência intelectual. 

Atualmente, a Casas André Luiz oferece duas unidades de atendimento: a Unidade de Longa Permanência e Ambulatório de Deficiência Mental de Vila Galvão. Somando os atendimentos prestados nas duas unidades, chega-se ao número de 1400 pacientes por mês. Hoje, a instituição ostenta, com orgulho, o Certificado de Sistemas de Qualidade, expedido pela Fundação Vanzolini, que atesta que o Sistema de Qualidade das Casas André Luiz cumpre os requisitos da norma NBR ISO 9001:2000.

 

Um pouco de Allan Kardec e a força de sua obra

O Livro dos Espíritos foi escrito pelo educador francês Hippolyte Rivail, conhecido por seu pseudônimo Allan Kardec, em 1857. A obra é considerada ainda hoje como a obra fundamental do Espiritismo. 

Segundo o Livro:

De fato, o espiritualismo é o oposto do materialismo, e qualquer um que acredite ter em si algo além da matéria é espiritualista, embora isso não queira dizer que creia na existência dos Espíritos ou em suas comunicações com o mundo material.

Em vez das palavras espiritual, espiritualismo, utilizamos para designar a crença nos Espíritos as palavras espírita e Espiritismo, que lembram a origem e têm em si a raiz e que, por isso mesmo, têm a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, preservando à palavra espiritualismo sua significação própria.

Diremos que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio a relação do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo espiritual. Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas ou, se quiserem, os espiritistas”

Ficha técnica de O Filme dos Espíritos

DIREÇÃO: André Marouço e Michel Dubret

ROTEIRO: André Marouço

Elenco Principal: Reinaldo Rodrigues, Nelson Xavier, Ana Rosa, Briza Menezes, Alethea Miranda, Ênio Gonçalves.

Participações especiais: Etty Fraser, Sandra Corveloni, Luciana Gimenez

Duração: 101 minutos