Arquivo da tag: Estados Unidos

McCartney Condecorado

Ex-beatle Paul McCartney recebe do presidente dos EUA, Barack Obama, o prêmio Gershwin de contribuição à música

Ex-beatle Paul McCartney recebe do presidente dos EUA, Barack Obama, o Prêmio Gershwin de contribuição à música.

Viva PAUL McCARTNEY !

BEATLES FOREVER !!!

Paul McCartney: Homenagem de Obama

Próximo de completar 68 anos, Paul McCartney não finge não ser afetado pela idade. O ex-Beatle revelou que não se lembra dos versos da maior parte das músicas que já gravou em carreira solo ou com o “fab four”.

Em entrevista coletiva na Biblioteca do Congresso dos EUA, McCartney contou que precisa aprender novamente as suas letras quando se prepara para entrar em turnê.

“Se eu estou em uma festa e há um piano, eu posso tocar ‘Long and Winding Road’, ‘Lady Madonna’, ‘Blackbird’, tem algumas das quais eu consigo me lembrar. Mas se as pessoas começam a me pedir certas músicas, sinceramente, eu não tenho ideia de como elas são”, confessa.

  25.set.2008/Bernat Armangue/AP  
Paul McCartney será homenageado na Casa Branca pelo presidente Barack Obama
Paul McCartney: Homenagem na Casa Branca pelo presidente Barack Obama

Paul McCartney está em Washington para receber o Prêmio Gershwin, maior prêmio da música popular nos EUA, das mãos do presidente Barack Obama. Na cerimônia realizada na Casa Branca, o músico irá se apresentar ao lado de outros artistas como Stevie Wonder e Elvis Costello.

O Livro de MARILYN

Livro com textos de Marilyn Monroe será publicado no segundo semestre nos EUA

   

Textos raros sobre vida, literatura e outros assuntos, de autoria da atriz Marilyn Monroe, serão publicados no segundo semestre nos EUA.

A editora Farrar, Straus & Giroux anunciou hoje: o livro Fragments (fragmentos) será publicado em outubro. O editor Courtney Hodell disse que a obra vai incluir poemas, fotografias, reflexões sobre o terceiro marido dela, o dramaturgo Arthur Miller, e sobre outros homens de sua vida, além de referências a textos de Samuel Beckett, James Joyce e a vários outros autores.

“Acho que o livro vai mostrar que ela era uma pessoa cheia de ideias, com uma vida interior real. Ela era uma grande leitora e alguém que tinha estilo para escrever. Há fragmentos de poesia que são bastante bonitos, linhas que fazem você prestar atenção”, disse Hodell.

O livro vai ter ainda um longo ensaio assinado pelo primeiro marido da atriz, James Dougherty, notas sobre sua atuação e papéis nos quais ela trabalhou, lista de resoluções e uma carta para o treinador de atores Lee Strasberg.

Os escritos começam em 1943, quando ela era adolescente, e vão até o fim de sua vida. Marilyn foi encontrada morta em sua casa em Los Angeles em 1962 aos 36 anos. A causa de sua morte foi registrada como provável suicídio, apesar de várias teorias sobre assassinato.

Hodell diz que há passagens que fazem ela “parecer suicida”, mas o editor não quis dizer em que anos foram escritas. Ele também não comentou como a atriz se referiu a Joe DiMaggio, seu segundo marido, ou ao presidente John F. Kennedy, com quem ela teve um ruidoso caso amoroso. Hodell apenas afirma que há “coisas sobre todos os relacionamentos dela”.

O livro foi encomendado por Anna Strasberg, que gerencia o espólio de Marilyn e é viúva de Lee Strasberg, americano que introduziu o método teatral de STANISLAVSKI nos Estados Unidos.